domingo, 25 de maio de 2014

Mini Guia Santiago e Redondezas

Já já chega o inverno na América do Sul e os amantes da neve e do frio e seus esportes poderão curtir aquela paisagem branquinha em lugares bem próximos do Brasil!! 

Chile e Argentina são os principais destinos nesse quesito montanha e neve e contam com boas estações de esqui, desde as mais pops e badaladas, como Bariloche na Argentina e Valle Nevado no Chile, como outras menos conhecidas que atraem mais os profissionais e praticantes de esportes. 

Cordilheira dos Andes, vista do Cerro Santa Lucia


Confesso que eu já esquiei uma vez, no Chile, e foi uma experiência bem difícil!! rsrs... no melhor estilo "Sem Jeito"!! Achei o equipamento pesado e tive dificuldade de me manter em pé... faltou um pouco de coordenação motora também kkkkk... Tudo bem que eu subi a montanha, na estação de esqui El Colorado por 3 vezes e caí umas 6 vezes tentando descer a pista de esqui. Mas valeu a experiência por eu ter ao menos tentado. El Colorado fica na Cordilheira dos Andes a cerca de 1 hora de Santiago. É bem mais perto do que Valle Nevado e a estrada é a mesma. Antes de El Colorado, também tem a estação de esqui Farellones.

No meu caso, como eu não tinha noção de como usar o esqui, preferi pagar por uma aula particular e aluguei o equipamento para o dia inteiro. Foi tudo resolvido lá em El Colorado mesmo. Achei que valeu cada centavo porque as aulas coletivas são bem fraquinhas, pelo que vi. 

Da segunda vez em que estive no Chile, embora tivesse sido em junho e já tivesse nevado bastante, a neve ainda não era de qualidade para permitir a abertura oficial da temporada de esqui e minha ida a Valle Nevado foi mais para brincar na neve e curtir a paisagem dos Andes

O Chile realmente me encanta! E o acesso, cada vez mais facilitado por nossas companhias aéreas, como Tam, Gol, além da companhia chilena Lan (parceira da Tam), faz do Chile um destino muito atraente.

- Quando ir:

Se você quer curtir um roteiro mais voltado para as vinícolas e degustações, eu sugiro tentar se programar ir entre janeiro e março, pois as parreiras estarão lindas e, em março, costuma ser a época da colheita, com festas em muitos lugares (como em Mendoza, na Argentina, onde estive no último reveillon, de 2013 para 2014). Mas prepare-se para o calor!

Agora, se você quer aproveitar a oportunidade para ver a neve e curtir o frio, tomando excelentes vinhos chilenos, eu sugiro ir no período do final de junho a no máximo início de setembro, lembrando que a temporada de esqui costuma abrir em meados de junho, mas para se garantir e ter certeza de que poderá esquiar, o melhor mesmo é deixar para julho ou agosto.

- Onde ficar:

Eu gosto de ficar em Santiago e de lá fazer os passeios pelas redondezas em esquema bate-volta. Essa questão, contudo, é bem pessoal. Se você quiser aproveitar mais a paisagem de montanha e os esportes de neve, talvez seja mais interessante buscar uma hospedagem nas Estações de Esqui. Ficando em Santiago, por outro lado, você consegue fazer diversos passeios durante o dia para lugares próximos, na montanha ou no mar, como as cidades de Valparaíso (que eu nem considero bonita, mas tem seu valor histórico como cidade portuária) e Viña del Mar, esta sim, uma cidade litorânea bem fofa e charmosa para visitar, passar o dia, almoçar e colocar o pézinho nas águas geladíssimas do Oceano Pacífico.

Em Santiago, eu recomendo e gosto de me hospedar no Bairro Providência, que fica bem perto do centro e é bem servido de metrô. Outro bairro bem bacana, mais moderno e bom para se hospedar em Santiago é o Las Condes. Mas se você prefere ficar próximo à boemia e ao agito noturno, o ideal é ficar no bairro Bellavista ou até mesmo mais perto do centro da cidade.

Particularmente, eu não curto ficar no centro de Santiago, mas tem uma microrregião que acho linda, das ruas Paris e Londres. Não é à toa que o bairro ficou conhecido como Paris-Londres. Pertinho da Igreja de São Francisco, o clima europeu impera e dá até para se transportar para ruas de Paris, devido às semelhanças. Paralelepípedos, arquitetura francesa, edifícios baixo, ruas estreitas, com pouco comércio e muita tranquilidade, o lugar é bem turístico e pode ser uma boa opção de hospedagem perto do centro e muito próximo da Palácio de La Moneda, sede do Governo Chileno.


Bairro Paris-Londres

- Como se deslocar:

Eu já estive em Santiago por duas vezes e gosto muito de andar de metrô por lá, além de caminhar. Acho as atrações turísticas principais da cidade próximas e fáceis de se alcançar com caminhadas ou auxílio do metrô.

Mas se você não se sentir seguro, o que não falta na cidade é agência de turismo que ofereça passeios e city tours. Todo hotel indica ao menos umas três diferentes. Pode ser uma boa ideia para primeiro se ambientar com a cidade e depois seguir passeando sozinho.


- O que fazer:

Não faltam opções de passeios. Por isso, eu acredito que pelo menos 5 dias inteiros sejam interessantes para passar em Santiago e poder conhecer o principal da cidade e fazer passeios para os seus arredores.


Fora de Santiago:

. Vinícolas - são várias e a mais famosa, com certeza, é a Concha Y Toro. Para conhecer esta última, pode ir em mini excursão ou sozinho (mas sugiro verificar o agendamento da visita antes). Indo sozinho, é possível conjugar o deslocamento com metrô e um táxi ou ônibus. Veja aqui como chegar na Concha Y Toro.

Lembrando que a vinícola Concha Y Toro ainda está dentro dos limites da cidade de Santiago.


Concha Y Toro

Mas há inúmeras outras vinícolas no Valle del Maipo, fora da cidade de Santiago. Tenho ouvido falar bem da vinícola Undurraga, por exemplo, e seria uma que eu gostaria de visitar em próxima oportunidade. (atualizado em 2016: retornei a Santiago e visitei esta vinícola!)

. Viña del Mar e Valparaíso - costumam ser passeios feitos juntos pelas agências de turismo. Como já dito acima, eu achei Viña del Mar um charme, mas Valparaíso eu dispensaria, embora saiba da sua importância histórica como cidade portuária.

. Casa de Pablo Neruda em Isla Negra - nunca fui, mas já vi fotos de lá e o lugar parece lindo. Além de toda a inspiração e poesia do Pablo Neruda, a paisagem costeira dá um show.

. Estações de Esqui - são muitas as opções, como Valle Nevado, El Colorado, Portillo e Farellones. Eu fiz um post específico sobre as estações de esqui, com algumas dicas, cujo link segue lá embaixo com outros posts sobre Santiago e Chile, que compõem esse mini guia!

Valle Nevado

. Ir a Mendoza, na Argentina - tenho lido muito a respeito desse passeio que atravessa a Cordilheira dos Andes e os dois países, Argentina e Chile. Quando eu fui a Mendoza, subi a Cordilheira e fui até a fronteira com o Chile. O trajeto deu cerca de 2 horas (desconsiderando as nossas paradas turísticas em alguns lugares). De Mendoza, subindo a Cordilheira e seguindo ao Chile, chega-se a Valparaíso. Depois, para Santiago, é relativamente perto. As paisagens dos Andes devem tornar esse passeio espetacular. Eu tive um pouco de noção, vendo o lado Argentino, e já fiquei admirada com tanta beleza!


Dentro de Santiago:

Eu sugiro começar o seu passeio pelo coração de Santiago que é a Plaza de Armas. Museus, praças, jardins, Igrejas e os Cerros (que são montanhas de onde se tem uma vista incrível da cidade, como Cerro San Cristóbal e Cerro Lucia), além do Palácio de La Moneda e a troca da guarda, o Mercado Central, o Bairro Bella Vista e a La Chascona (outra casa do Pablo Neruda)... enfim, há bastante coisa para ver e fazer em Santiago, isso sem contar a sua incrível gastronomia.

Come-se muito bem em Santiago, principalmente frutos do mar. E o que dizer do king crab, conhecida como centolla? É uma espécie de caranguejo ou siri gigante. Também tem o congrio, um peixe bastante saboroso!

No quesito restaurantes, muitos se destacam e já são famosos entre os brasileiros, como o Azul Profundo, Como Água para Chocolate e o Giratorio, que fica em cima de um grande prédio no Bairro Providência e, literamente, gira, conferindo uma vista incrível de 360 graus da cidade.

E o que mais me encanta ao passear por Santiago é poder contemplar a Cordilheira dos Andes, tão próxima, de vários ângulos! Ela é linda, ainda mais em dias claros, com seus cumes nevados destacando-se no horizonte.


Cerro Santa Lucia
Difícil mesmo é ter um belo dia claro em Santiago, pois, como fica quase que cercada pela Cordilheira, é comum haver uma espécie de névoa, em parte provocada por poluição e outra em razão da inversão térmica. Portanto, não se assuste se você sentir leve incômodo na vista, porque o clima é seco e pode ser influência da poluição também. Na minha primeira ida a Santiago, fui no mês de agosto e ficava quase todo dia com os olhos bem vermelhos e irritados.

Gostou desse resuminho sobre o Chile, Santiago e arredores?

Quer saber mais ainda sobre as atrações turísticas? Então confira nos links abaixo várias dicas e informações sobre Santiago, principalmente, e outras atrações turísticas próximas! 


- Santiago: mais dicas (abril de 2016)

11 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Erica , residente da cidade de Santiago , venha conhecer o Chile conosco temos os melhores passeios para você.

    http://destinochile.com.br/

    ttps://www.facebook.com/destinochilee?fref=ts

    http://destino-chile.webnode.com/?fb_ref=Default

    contato: +56 9 5212-5506

    ResponderExcluir
  4. OLÁ PESSOAL. SOU DE SALVADOR E MORO EM SANTIAGO - CHILE. TRABALHO NA "VIAGEMCHILE". FAZEMOS TRANSLADOS E TODOS OS TOUR: VALLE NEVADO, CONCHA & TORO, VIÑA DEL MAR - VALPARAÍSO, CITY TOUR ETC. FROTA NOVA DE CARRO E CONDUTORES E GUIAS E EXPERIENTES.
    WHATSAPP: +56967550805 GLAUBER ARAUJO
    EMAIL: glauber01@gmail.com
    WEB: www.destinochile.com.br
    FACEBOOK: https://www.facebook.com/destinochilee?ref=hl

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  6. PROMOÇÕES ESPECIAIS PARA VOCÊ VIAJAR AO CHILE! Veja mais em http://www.turismobrasilchile.com.br/reserve-seu-tour/. Pagamento do Tour pode-se fazer em Pesos Chilenos, Dollar, Reais e em cartão de crédito, Visa, Mastercard, America Express, Dinner International.

    ResponderExcluir
  7. Respostas
    1. Obrigada! =)
      O Chile é todo muito lindo!
      Beijos,
      Lily

      Excluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Olá, sou Renata Bezerra. Fui ao Chile novembro do ano passado, lugar lindo que pretendo voltar.Contei com a ajuda da agência TRIP CHILE,desde o translado,até os passeios com os melhores preços pesquisado. Ótimo atendimento e super atenciosos.
    Super indico!
    Www.tripchile.com.br
    Whatsap +56963063953 Glauco

    ResponderExcluir