segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Santiago... Atrações Turísticas com Metrô!!

Santiago não é beeem assim uma cidade cheia de atrações turísticas... Quem preferir fazer um city tour pela cidade pode optar pelos pacotes de viagens que já incluem o passeio. Além disso, se preferir consultar o staff da recepção do hotel, eles costumam indicar agências locais para realizar o passeio.



Eu fiz um city tour em 2008 e, com muita sinceridade, nem curti tanto. Primeiro porque o passeio é feito em grande parte dentro de um ônibus. Segundo porque é tão fácil andar em Santiago que realmente não vejo necessidade de um city tour (a não ser para quem gosta de ouvir as explicações fornecidas pelos guias, que sempre contam umas histórias sobre a cidade). Terceiro porque eu realmente não gosto muito de ter que descer em um lugar e ter 10 minutos para ver as coisas e ter que logo voltar para o ônibus para seguir no passeio. Prefiro algo mais contemplativo... =))

Bem, como achei muito fácil visitar as atrações valendo-me do metrô, que é um excelente meio de transporte por lá e funciona bem direitinho, acho bacana listar os PRINCIPAIS PONTOS TURÍSTICOS EM SANTIAGO, sob minha perspectiva, a partir das estações do metrô, seguindo a direção Providência-Centro-Bellavista:


--> Estação de Metrô Los Leones:

É o coração do Bairro Providência!! Cheio de hotéis, lojas, restaurantes, pubs, bares e cafés é um lugar muito agitado, movimentado, principalmente de dia, mas também à noite.

Caminhando-se em direção ao Rio Mapocho, que atravessa toda a cidade, mais ou menos na altura da Rua Los Leones, alcançando-se o Rio, há um jardim enorme na margem do rio cheio de esculturas modernistas. Em 2008, quando estive lá, havia também uma exposição de arte pré colombiana bem interessante.



--> Estação de Metrô Baquedano:

- Praça Itália + Bairro Italiano: não conheço os restaurantes do Bairro Italiano, mas já ouvi dizer que há uns bem gostosos por lá.


- Atravessando a ponte sobre o Rio Mapocho, segue-se em direção ao Bairro BellaVista, pelas Ruas Pio Nono e Constitución.

* BAIRRO BELLAVISTA:


- Pátio Bellavista: O bairro Bellavista é o reduto boêmio de Santiago (uma Lapa carioca!!). Repleto de bares e excelentes restaurantes, todos bem próximos uns dos outros, é fácil de chegar e de caminhar por lá. Dentro do Pátio Bellavista há bares, restaurantes, pubs, sorveterias e lojinhas de souvenirs e artesanato local.


- Faculdade de Direito: Assim que se atravessa a ponte sobre o Rio Mapocho, saindo da Praça Itália em direção ao bairro Bella Vista, chegando na Rua Pio Nono, é impossível não observar o edifício da Faculdade de Direito que chama atenção por sua estrutura e suas colunas na frente. Do lado oposto à faculdade há sempre uma feirinha de artesanato com muitos produtos em cobre e muitas bijoux e jóisa com a famosa pedra semi preciosa chilena, o lápis lázuli.



- La Chascona /Museu Pablo Neruda: O lugar é sede da Fundação Pablo Neruda, onde o próprio residiu por alguns anos. Conta um pouco da história de vida desse famoso poeta, um dos mais importantes autores literários da América Latina, ganhador do Prêmio Nobel da Literatura. Visitas somente guiadas, ocorrem mais ou menos a cada 30 minutos e depende de agendamento.



- Cerro San Cristóbal: Funicular para subir. Pode-se parar no meio do caminho para ir ao Zoológico ou seguir até o alto com o funicular. No Alto do Cerro San Cristóbal está o Santuário de Nossa Senhora Imaculada Conceição. Também é possível fazer um passeio de teleférico pelo Parque Metropolitano. Há ainda piscinas com acesso pago para as épocas mais quentes do ano.





A visão panorâmica que se tem da cidade e da Cordilheira dos Andes, do alto do Cerro San Cristóbal, em dias mais claros, é linda demais!! Tem que torcer para o dia estar claro para conseguir ver a Cordilheira em seu esplendor, e aproveitar para tirar muitas fotografias porque merece e vale a pena!!



Como Santiago é uma cidade meio que cercada pela Cordilheira dos Andes e a da Costa, em épocas de inverno (estive lá pelas duas vezes no inverno), é comum haver uma névoa na cidade resultante da inversão térmica, fenômeno meteorológico que ocorre nessas condições. Da primeira vez, em 2008, como a névoa era mais intensa, meus olhos sofreram muito, ficando sempre bastante vermelhos e irritados. Portanto, para os precavidos, é bom levar um colírio para os olhos.


--> Estação de Metrô Bellas Artes:

- Museu Nacional de Bellas Artes: Estive somente uma vez, em 2008, e não gostei muito da exposição que havia que era bastante pós modernista. Há o acervo permanente, composto por muitos quadros de artistas chilenos, e exposições temporárias. Mas acredito que merece muito visitar e circundar seu edifício que é muito bonito, neo renascentista, e se destaque em meio a uma grande praça e jardins ao redor. Em 2011, todavia, parte da fachada ainda estava destruída em razão de um terremoto e o museu passava por reforma.



--> Estação de Metrô Santa Lucia:

- Biblioteca Nacional: logo na saída do metrô Santa Lucia, vislumbra-se esse imponente edifício.

- Cerro Santa Lucia: para se ter uma visão de 360 graus da cidade, esse é o melhor local! Há muitas escadas para subir. Algumas praças com estátuas, canhões e mirantes surgem durante o caminho, até chegar ao topo. Mas, sem dúvida, uma grande atração, além da visão panorâmica da cidade e da Cordilheira dos Andes, é a belíssima Fonte Netuno, logo no início da subida. Há lunetas espalhadas para poder ver mais de perto edifícios da cidade e a própria Cordilheira. Recomenda-se não subir após anoitecer porque pode ser perigoso. É uma montanha menor do que o Cerro San Cristóbal. Mas seu parque, com arquitetura diferente, merece ser visitado para uma caminhada bem agradável!! É um passeio que eu recomendo!! E, para quem gosta de comprinhas, tanto embaixo, no plano da rua, como do lado oposto ao Cerro Santa Lucia, há muitas lojas de souvenirs e artesanato local, paraíso de compras para quem procura esses produtos, com bons preços.








--> Estação de Metrô Universidad de Chile:

- Alameda/Avenida Libertador Bernardo O'Higgins: 



- Igreja de São Francisco e Museu Arte Colonial São Francisco: Igreja mais antiga de Santiago, apresentando um clássico estilo colonial na sua arquitetura. Seu inerior, com estrutura em pedras, é muito bonito. O museu é dedicado a São Francisco de Assis, fundador da Ordem Franciscana.



- Ruas Londres e Paris (Bairro Londres-Paris): Bem ao lado da Igreja de São Francisco, essas ruas, também chamadas de bairro, possuem um estilo arquitetônico que remete às ruas londrinas e parisienses. Vale a pena uma caminhada.



- Paseo/Calle Ahumada e Puente: Famoso boulevard de pedestres, uma rua repleta de bares, cafés, restaurantes e muitas, muitas lojas mesmo para a loucura das pessoas mais consumistas (como eu!!).



Embora o Chile seja um país considerado bastante conservador, exemplo disso foi ter aprovado a Lei do Divórcio somente em 2004, existem os famosos "Café Con Piernas", que são cafés onde moças servem os clientes vestindo micro vestidos em lycra, causando muita emoção!! Há dois famosos Cafés con Piernas no Paseo Ahumada, o Café Caribe e o Café Haiti. Para os casais, sugiro passar bem longe para evitar desentendimentos!! rsrs...


No próximo post: MAIS ATRAÇÕES TURÍSTICAS!! Não percam!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário