sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Aruba x Curaçao: qual é o melhor destino?

Já leram nossos textos sobre Aruba e Curaçao?

De qual vocês gostaram mais? Ambas são tão bonitas e com suas particularidades, que nem sempre é fácil apontar qual é a melhor. Se é que existe isso de uma ser melhor que a outra.

Várias pessoas me perguntaram de qual ilha gostei mais. E sei que ninguém quer ouvir e as duas são especiais e cada uma tem seus atrativos, né? Embora isso seja verdade rsrs...

Divi Divi em Eagle Beach, Aruba

Cas Abao, Curaçao

Mas acho que dá para apontar as vantagens e desvantagens de cada uma.

Antes de qualquer coisa, melhor falar do fator tempo: se você tiver somente 1 semana, eu não recomendo fazer as duas ilhas! ! Escolha somente uma e aproveite-a da melhor forma.

Só começa a valer a pena fazer as 2 ilhas a partir de 10 dias, para dividir entre elas. Você pode dividir meio a meio ou pode colocar 4 dias em Aruba e 6 dias em Curaçao.

No meu caso, foram 10 noites que corresponderam a 10 dias de passeios + o dia de chegada (chegamos no final do dia e não deu para fazer muita coisa além do check in e de jantar).

Bem, se eu hoje tivesse que planejar um retorno para lá, com certeza seria para Curaçao porque tive apenas 5 noites na ilha que acabaram correspondendo a 4 dias cheios de passeios e isso é pouco para Curaçao.


Boca Catalina, Aruba

Klein Curaçao - Curaçao

Recomendo pelo menos 6 dias para quem puder se planejar ou no mínimo 5 dias.

No meu caso, como tive problemas com o voo da Insel Air  (veja no final deste post o que aconteceu), os meus planos de ter 5 dias de passeios em Curaçao foram boicotados e tive que me virar com 4 dias. O ritmo foi mega-ultra-super-master intenso em Curaçao, no melhor estilo maratonista olímpico kkkkk... e ficamos com o gostinho de Quero Mais!

Em contrapartida, exatamente por causa desse problema com a Insel Air (companhia aérea com a qual comprei o vôo interno entre Aruba e Curaçao), acabei ficando 6 dias em Aruba e pude ver tudo o que eu queria. Quer dizer... quase tudo! (Quem leu esse post aqui sobre Todos os Passeios que fizemos em Aruba já sabe o que faltou rsrs ).

É claro que sempre haverá mais o que ver e fazer, principalmente se você curtir esportes e mergulho.... mas 6 dias são suficientes sim em Aruba e dá tempo para descansar!

**Vantagens de Aruba**

1) Você pode resgatar suas passagens com milhas da Gol e ir para lá, como eu fiz.



2) A Ilha Feliz, como é chamada por lá  (até na placa do carro está escrito "One Happy Island"), possui um bom transporte público - o Arubus - que vai te levar para vários lugares e praias e, dessa forma, você pode dependerá menos de carro. Também vi táxis e muitos ônibus e vans de agências de turismo local (De Palm Tours, ABC Tours, Fofoti Tour, dentre outras), que fazem City Tours e diversos outros passeios que facilitam a vida do turista que não sabe, não gosta ou não pretende dirigir.

Drulf Beach

Eagle Beach

Eagle Beach

3) O pessoal que mora em Aruba orgulha-se bastante em ressaltar a segurança na ilha! Com pequenos índices de furtos e roubos, todos disseram para a gente ficar tranquilo e que poderíamos mergulhar sem problemas e deixar a mochila na areia. E nós assim fizemos algumas poucas vezes, como em Boca Catalina, mas deixamos a mochila do lado de uma família rsrs... Coisas de carioca desconfiada...

Arashi  Beach

Arashi Beach

4) Aruba é vocacionada ao turismo e lida com maestria quando o assunto é "tratar bem o turista e agradar". Eles sabem muito bem que a economia do país depende do turismo que é responsável por mais de 80% do capital que entra na ilha. Com o fechamento da refinaria, com o solo árido que mal serve para o plantio, com a escassez de água potável que impõe que a água da ilha seja oriunda de um processo de dessanilização, Aruba faz de tudo para que o turista se sinta bem, com grandes resorts e pequenos hotéis, Cassinos, lojas de grifes internacionais com tax free, inúmeros passeios oferecidos e um carnaval que dura pelo menos uns 2 meses de festa, a ilha encanta, atrai e cativa casais jovens e madurod, esportistas, famílias com crianças, amigos... simplesmente porque haverá atividades que atendam a todos e, inclusive, uma vida noturna agitadinha.

Boate Gusto

5) Facilidade de se hospedar de frente para a praia! São diversas as opções em Palm Beach e Eagle Beach, seja com pé na areia ou seja com apenas uma rua separando a praia do hotel. Isso é uma grande vantagem para quem procura um lugar para relaxar e não quer muita coisa além de acordar, dar uns poucos passos e chegar na praia.

Palm Beach

Palm Beach

6) Em Aruba, você verá muitas árvores Divi Divis que não eu não vi em Curaçao.

Divi Divi em Baby Beach

Baby Beach

** Desvantagens de Aruba **

Na verdade, Aruba somente tem duas desvantagem ao meu ver:

1) O turismo de Aruba é nitidamente focado nos americanos! Vocês acreditam que os americanos têm até uma entrada diferente no aeroporto só para eles? Então, além disso, em Palm Beach, você vai se sentir um pouco em Las Vegas com tantos resorts gigantes e Cassinos.

Passeio de mergulho com a Jolly Pirates

Jolly Pirates

Há quem aprecie isso, mas eu vejo como desvantagem porque descaracterizou muito do estilo da arquitetura e colonização holandesa, que eu acho muito mais bonito, diga-se de passagem. Perdeu-se um pouco (eu muito!) das origens, sabe? Você tem que ir para Savaneta ou St. Nicolás para resgatar essas origens e ver como era Aruba de antigamente.

Palm Beach

Arashi Beach

Arashi Beach

2) Os preços dos restaurantes em Aruba são um pouco (nada exorbitante) mais caros do que os de  Curaçao. Preços cobrados pelas cadeiras também. Achei um absurdo, em Baby Beach, ser cobrado por duas cadeiras e uma barraca de lona quase US$50,00!!! Imagine só se eu pagaria por isso.. jamais! Sento na canga tranquilamente. Já em Arashi, o valor das cadeiras era 10US$ para cada.


** Vantagens de Curaçao **

1) Ao meu ver, a grande vantagem de Curaçao é justamente poder ver algo mais autêntico e genuíno, mais Dutch e menos americanizado.  É curioso observar que a quantidade de turista holandês é enorme por lá (turista europeu) e a vibe é mais Europeia. 


 

Mercado Flutuante de Curaçao

2) Em segundo lugar, eu tenho que confessar que achei as praias de  Curaçao mais bonitas do que as de Aruba. A cor das praias de Curaçao é um azul neon tão espetacular que me lembrou muito a Grécia. Cas Abao, Klein Curaçao, PortMari, Kenepa Grande, dentre outras, foram praias que realmente me fizeram gostar mais de Curaçao. 



Playa Kalki

Kenepa Grande / Grote Knip

3) Ainda no quesito praias, as de Curaçao, além de serem mais bonitas na minha humilde opinião, são mais selvagens, mais rústicas no sentido de não haver, na grande maioria, uma grande quantidade de hotéis beirando as praias (isso vale mais para as praias do norte/Wespunt da ilha). E muitas das praias contam com infraestrutura de banheiro e duchas (alguns são pagos e outros gratuitos), palapas e cadeiras (quase sempre pagas também).

Praia Privada do Ocean Resort, onde ficamos hospedados

Papagayo Beach - Jan Thiel

Papagayo Beach - Jan Thiel

4) Em Curaçao, você pode ver Flamingos na lagoa, a céu aberto, sem ter que pagar para isso rsrs... Em Aruba, para ver Flamingos, só lá na ilha particular do Hotel Renaissance e custa 100usd por pessoa o day use da ilha.

Flamingo's Park

Flamingos's Park

5) Para quem está com crianças e curte a vida marinha, o Sea  Aquarium, em Curaçao, garante diversão para um dia inteiro! Eu simplesmente amei o encontro que tivemos com o golfinho! Não precisa ir para a Disney para ter essa experiência. 




6) Para quem curte mergulho (com cilindro ou com snorkel), vai gostar mais de  Curaçao do que de Aruba. Aliás, uma coisa muito bacana em Curaçao é que existem inúmeras escolhas de mergulho por lá. Praticamente, em cada praia haverá uma, com todo o equipamento e professor para você fazer ou o curso ou o mergulho, caso já tenha o PADI (certificado do curso de mergulho). Até onde eu sei (se tiverem maior interesse, sugiro pesquisar sobre o assunto), não pode mergulhar quem não tem PADI. Ou seja, em outras palavras, o famoso mergulho de Batismo que a gente tanto vê aqui no Brasil (eu mesma fiz um Fernando de Noronha) não é realizado lá. Não existe essa possibilidade de você mergulhar sem ter feito o curso. 

Cas Abao

Cas Abao

Daaibooi Beach

** Desvantagens de Curaçao **

1) Infelizmente, a maior desvantagem é a questão da segurança pública na ilha. Ouvimos muitos relatos sobre violência e insegurança (obviamente que nem se compara ao Rio de Janeiro, mas já requer do turista, que muitas vezes viaja para relaxar e se desligar, uma atenção maior para os casos de furtos, roubos e pertences deixados no carro, porque o número de carros que tem vidros quebrados por lá é grande). E isso é meio chato, né? 

Cas Abao
 
Daaibooi Beach

Daaibooi Beach

Em função dessa questão da segurança, a gente sugere algumas precauções:

- Não deixar nada no carro à vista (guardar no porta-malas aquilo que você não for carregar com você).

- Não pegar estradas vazias para praias mais escondidas, principalmente perto do anoitecer.

- Evitar sair à noite para lugares que possam parecer estranhos, afastados e, principalmente, vazios. De preferência, andar em grupos ao sair à noite, acompanhada.

Klein Curaçao

Klein Curaçao

Klein Curaçao

2) Os horários de funcionamento das lojas é muito ruim para os turistas. O comércio fecha às 18h, praticamente obrigando a gente a visitar Willemstad durante o dia, cedo. Achei isso bem ruim e muito cedo. O mesmo vale, de certa forma, para os restaurantes. As reservas (sugiro sempre fazer as reservas para jantar) costumam ser até às 20h, com margem de tolerância até umas 20:30. Poucos restaurantes aceitaram reserva para às 21h (o Kome, por exemplo, foi uma exceção porque aceitou a reserva para mais tarde). E, naturalmente, estando em uma ilha onde o maior atrativo é visitar as praias e, para os amantes do pôr do sol, esperar por esse momento, que acontece por volta das 18:30, ficava muito - MUITO - corrido mesmo chegar nos restaurantes às 20h. Nem sempre eu conseguia me arrumar direito, nem sempre a gente era pontual... mas a gente se esforçou.

Sea Aquarium Beach

Sea Aquarium Beach e Hemingway Restaurant ao lado direito

Ao fundo, a praia privada do Ocean Resort, onde ficamos hospedados
 
3) Por falar em pôr do sol, Aruba tem mais restaurantes com essa proposta de jantar assistindo ao pôr do sol, com pé na areia, do que Curaçao, exatamente porque muitos restaurantes ficam em Willemstad - Punda, Otrobanda - e não tem vista para o pôr do sol no mar (o Restaurante do Hotel Bijblauw tem vista para o mar e para o pôr do sol, mas não é pé na areia).


4) Muitas praias em Curaçao são pagas. Paga-se para entrar com o carro (em média, 3.50usd), paga-se para sentar em uma cadeira (em torno de 5 florins ou 3usd), paga-se para tomar uma ducha (em algumas a ducha é gratuita), paga-se para respirar... kkkk... brincadeirinha! O bom é que esse valor é supostamente investido na infraestrutura das praias que possuem palapas e restaurantes. (pena que não investem em segurança, pelo visto).

Sea Aquarium Beach

Piscina do Papagayo Beach Club

Pôr do sol visto de Papagayo Beach Club

Há iguanas para todos os lados nas duas ilhas, mas em Curaçao nós vimos mais

A situação mais bizarra foi em Mambo Beach. Estávamos andando pela praia apenas para conhecer, sem intuito de ficar por lá. A gente só queria mesmo caminhar até sermos abordados por uma moça que veio cobrar 3.50usd de cada um por estarmos ali caminhando porque perto do mar tinha que pagar, porém, se caminhássemos pela passarela do Boulevard de Mambo Beach, não teríamos que pagar. Já sabem o que a gente fez, né? kkkk.. Óbvio que fomos para o Boulevard. 

Jeremy Beach

Klein Curaçao

Klein Curaçao

Já em Jan Thiel, a gente pagou para entrar com o carro (há um cobrador na entrada da praia, assim como tem em Cas Abao). Mas como já passava das 16h, não pagaríamos mais para sentar nas cadeiras. Escolhemos então o Papagayo Beach Club e ficamos lá tranquilos, nas cadeiras, tomando drinks e curtindo a piscina deles de frente para o mar, aguardando o pôr do sol =)) 

Kokomo Beach

Sethe Boka Park

Kalki Beach

5) Por fim, em Curaçao a gente sentiu uma dependência maior de ter um carro para se deslocar e percorrer as praias. Quem fica sem carro por lá acaba não explorando tanto a ilha quanto quem tem carro. Além disso, muitos hotéis não têm acesso direto à praia (um exemplo de hotel que tem acesso à praia é o Baoase). Logo, para quem fica hospedado em Punta ou Piertemaai, que são as duas melhores regiões de hotelaria, vai ter que se deslocar de carro (ou com uma boa caminhada) até a praia mais próxima que será provavelmente a Mambo Beach / Sea Aquarium Beach. 

Klein Curaçao

Praia privada do Ocean Resort (ficamos hospedados no Ocean Sky Apartment)

Além disso, eu não agências de turismo - vans, ônibus, jeeps - circulando em Curaçao com a proposta de visitar praias e city tour como vi em Aruba. Vi nenhuma, para ser sincera. Mas isso não significa que não haja, mas tão somente que deve haver poucas ao ponto de eu nem ver.

Kokomo Beach

Punda

Punda

Parque Nacional de Sethe Boka - Ponte Natural


E agora? De qual ilha você gostou mais? Qual ilha encaixa-se melhor no seu perfil de viajante? Eu sinceramente não sei dizer de qual efetivamente gostei mais. 

O que posso dizer, com absoluta certeza, é que se um dia eu voltar, eu voltarei para Curaçao porque o tempo que passei lá (5 noites e 4 dias) foi pouco para conhecer tudo e explorar com calma a ilha. Já em Aruba (5 noites, 6 dias), eu considero que foi suficiente o tempo e fizemos tudo o que eu havia planejado (menos ver os flamingos porque achei muito caro rsrs... ) 

** VEJAM AQUI OS POSTS QUE JÁ FORAM PUBLICADOS SOBRE ARUBA E CURAÇAO **

- Curaçao: Dicas, Informações, Hospedagem, Restaurantes & Muito Mais - Mini Guia de Curaçao!

- Aruba: Todos os Passeios que Fizemos!





2 comentários:

  1. parabens pelos relatos aqui apresentados, pelo que entendi vale muito mais ir para curação e como eu sou carioca ja aprendi a tirar de letra a bandidagem :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Fernando! obrigada mesmo pelo carinho. Todos os posts são feitos com muita dedicação aos meus leitores! Então, Curaçao foi um lugar que achamos mais rico em belezas, mas Aruba é mais prático em termos de infra rsrs... não sei se ajuda muito... mas é isso mesmo..
      Abraços,
      Lily

      Excluir