segunda-feira, 9 de março de 2015

Aruba, além de sol e praia, tem também muita consciência ambiental!



Aruba ganha prêmio de sustentabilidade da National Geographic
Esforços ecológicos da Ilha Feliz foram reconhecidos durante o World Legacy Awards em Berlim

Elogiada por seus esforços inigualáveis no campo da sustentabilidade, Aruba foi a vencedora do World Legacy Awards da National Geographic na categoria “Destino Líder” durante a ITB Berlim, a maior convenção de turismo do mundo.

ARUBA
Como vencedora da categoria "Destino Líder", Aruba se destacou perante os avaliadores por suas iniciativas pioneiras para gerar eletricidade ecológica. Em 2012, a ilha fechou parceria com o projeto Carbon War Room, fundado para combater as mudanças climáticas. Devido aos recursos naturais provenientes do sol e do vento e ao plano dinâmico elaborado pelo destino e apoiado por diversos parceiros, Aruba está a caminho de se tornar o primeiro país do mundo a deixar de depender de combustíveis fósseis até 2020.



O governo de Aruba está promovendo ativamente o uso de energia renovável através de usinas eólicas, painéis solares no aeroporto, plantas de transformação de lixo em eletricidade, educação das comunidades e um investimento de um bilhão de dólares em atividades relacionadas com o ecoturismo

Uma nova rede de bondes percorre o centro de Oranjestad, a capital de Aruba, e é o primeiro sistema municipal do mundo que usa a tecnologia de célula de hidrogênio como combustível, utilizando bateria carregada através das energias eólica e solar. Aruba tem economizado 50 milhões de dólares por ano através de esforços de sustentabilidade. Em 2014, seis ilhas do Caribe comprometeram-se a seguir o “Modelo de Aruba”, assinado com o projeto Carbon War Room como parte do Desafio Ilha Renovável, que visa a transição para uma existência sem combustíveis fósseis.

O World Legacy Awards foi lançado em 2014 para reconhecer as empresas líderes de viagens e turismo, organizações e destinos que estão transformando o turismo sustentável. A organização recebeu mais de 150 inscrições representando 56 países e seis continentes. Os finalistas de cinco categorias foram selecionados por uma equipe internacional de 18 especialistas em viagens sustentáveis que realizaram inspeções minuciosas antes de escolher os vencedores em cada categoria.
Texto enviado para divulgação pela AFT Comunicação Integrada
Edição: Lily Pestana

Nenhum comentário:

Postar um comentário