terça-feira, 11 de abril de 2017

Filipinas: Roteiro Completo, Dicas e Mais!

Faz uma semana que voltamos de viagem do Sudeste Asiático, onde ficamos cerca de 40 dias, e ainda estamos enfrentando dois graves problemas do retorno: 

El Nido

Boracay

1) a DPV - Depressão Pós Viagem
2) o Jetlag (lidar com um fuso de 11h durante quase 40 dias e voltar a trabalhar não tem sido fácil - CLIQUE AQUI e leia algumas dicas sobre como lidar com o fuso horário durante a sua viagem)

Recapitulando, nós saímos do Rio de Janeiro no dia 22/02 à noite e embarcamos para o Sudeste Asiático na madrugada do dia 23/02, a partir de São Paulo, com a companhia aérea Ethiopian Airlines, que nos deu muita dor de cabeça do início ao fim e, por isso, não recomendamos.

Moalboal

El Nido

El Nido

CLIQUE AQUI e leia o post que conta nossa experiência na ida para a Ásia com a Ethiopian Airlines em que tentaram nos forçar a viajar sem malas que estavam etiquetas erradas (culpa, em tese, da Latam que fez o trecho RJ - SP e, supostamente, de acordo com a Ethiopian, colocou etiquetas erradas em nossas malas, o que nos obrigaria a viajar sem elas e só recuperá-las sabe-se lá quando... ). Atualizando que, na nossa volta, foi outro estresse, pois, para amenizar o aumento de horas de voos com as mudanças que eles praticaram após a compra das nossas passagens (o tempo total da viagem aumentou em cerca de 5h com inserçao de escalas que não estavam previstas quando compramos as passagens via Viajanet), nós então voltaríamos de Kuala Lumpur para Bangkok com a Ethiopian e seguiríamos de Bangkok para Dubai com a Emirates e depois de Dubai diretamente para o Rio.

Kawasan Falls

El Nido

Mas adivinhem?? O voo saindo de Kuala Lumpur atrasou em cerca de 2h o que causou a perda da nossa conexão em Bangkok e nos deram duas opções: ou voltar com eles, no voo "cata-corno" e chegando no Rio de Janeiro no sábado às 22:30 no GIG, ou dormir em Bangkok (às expensas deles) e pegar o próximo voo com a Emirates que chegaria no Rio no domingo às 14:30, sendo que a gente já voltava a trabalhar na segunda feira. Voltamos no cata corno mesmo e, pelo que vocês podem ver, chegamos cerca de 8h depois do previsto se tivéssemos ido com a Emirates. Bem... tudo isso só para complementar as informações sobre a Ethipioan e dizer que realmente ou tivemos muito azar ou a companhia precisa melhorar muito ainda.

Mas vamos voltar a falar de coisas boas, até porque o post aqui é sobre as Filipinas, certo? rsrs...

El Nido

Moalboal

Nosso ROTEIRO nas FILIPINAS foi assim:

Paaaara tudo! Antes de ver abaixo como foi o nosso roteiro, LEIA AQUI essa matéria que fizemos com muito carinho, ainda durante a viagem (sim, a Loka aqui postou cerca de 10 matérias durante a viagem e ainda achou pouco... queria ter postado muito mais!!) para vocês saberem informações muito importantes para planejar sua viagem para as Filipinas como, por exemplo, a melhor época, o que levar, onde ir, sobre dinheiro, religião, um pouco de história... 

Moalboal

El Nido

El Nido

- TOTAL DE DIAS:  foram 11 dias e 10 noites.

. 27/02 Viagem de Singapura para Cebu City com a Air Asia (2 noites em Moalboal)

Voamos com a AirAsia em um voo direto – 21:10 / 00:55, que custou 578 reais + iof para nós dois (compramos a franquia de 20kg bagagem)



Hospedagem em Moalboal (Cebu): chegamos na madrugada do dia 28 e ficamos até dia 02 de março - Quo Vadis Dive Resort - fizemos a reserva pelo Booking.com e pagamos R$465,00, sem café da manhã, que era pago à parte. 
Endereço: Panagsama Beach, Moalboal, Cebu, 6032, Philippines
Contatos: +63(0)32-4743068, +63(0)-9175194050


CLIQUE AQUI e veja como foi a nossa experiência em Cebu, mais especificamente em Moalboal, onde ficamos hospedados, e como foi incrível a aventura pelo canyon do rio Matutinao.

. 02/03 Viagem de Cebu City para El Nido com a Air Swift (4 noites em El Nido)

Voamos com a Air Swift em um voo direto – 15:15 / 16:58, compramos a franquia de 20kg de bagagem despachada. Custou o total de 295 dólares + iof, para nós dois.



Hospedagem em El Nido de 02 a 06 de março: Casa Cecília (8.000 PHP no total para 4 diárias), mais ou menos R$500,00. A reserva foi feita diretamente com o hotel, via email e o pagamento antecipado de 30% do valor foi feito via Paypayl (vale muito a pena abrir uma conta no Paypal para efetuar alguns pagamentos, se necessários, nas Filipinas).
Endereço: Rizal Street El Nido, Palawan, Philippines
Email: casacecilia.ph@gmail.com
Telefone: 0907-692-9798, 0926-203-2413



CLIQUE AQUI e leia como foi toda a nossa experiência em El Nido, todos os passeios, valores, opiniões e mais informações sobre Puerto Princesa.



. 06/03 Viagem de El Nido para Puerto Princesa de transfer/van (1 noite em Puerto Princesa)

Fomos de van de El Nido para Puerto Princesa, reservada pelo hotel Casa Cecilia, que custou 600php por pessoa (durou cerca de 6h e pegamos o último horário do dia, que saía às 19h).

Hospedagem em Puerto Princesa, por uma noite, de 06 a 07 de março no Fersal Hotel, por R$130,00 (a reserva foi feita pelo Booking.com e a escolha do hotel foi pelo fato de ser do lado do aeroporto)
Endereço: Rizal Avenue a passos do aeroporto (perfeito para quem tem voos em conexão).
Contatos: (632) 912-2691 - reservations@fersalhotelgroup.com


El Nido

. 07/03 Viagem de Puerto Princesa para Boracay com a Cebu Pacific (3 noites em Boracay)

Voamos com a Cebu Pacific, em um voo com conexão em Manila. Voo 5J638 que saiu às 9:55 de Puerto Princesa e chegou às 11:20 em Manila. Voo 5J901 que saía às 12:45 de Manila e chgaria às 13:45 em Boracay. Custou o total para nós dois: 710 reais + iof (20kg de bagagem despachada).

Na verdade, esse voo atrasou a sair de Puerto Princesa e perdemos a conexão em Manila. Por sorte, havia mais um voo no mesmo dia para Boracay. Portanto, fica a dica: ao comprar voos com conexão, tente sempre, na medida do possível, verificar se há mais voos no mesmo dia no segundo trecho e, se houver, compre para os primeiros horários para poder ter essa margem de manobra se houver atraso e você, em caso de perda da conexão, poder embarcar no próximo voo.

Hospedagem em Boracay, de 07/03 a 13/03, no Nigi Nigi Nu Noos (reserva feita pelo Booking.com) por R$872.00 + iof (valor total).
Endereço: Station 2, White Beach, Malay, Aklan, White Beach Path, Boracay, 5608 Aklan, Filipinas
E-mail: info @niginigi.com / infoniginigimain@yahoo.com
Telefone: +63-36-288-3101




. 10/03 – Viagem de Boracay para Bangkok com a Cebu Pacific (4 noites em Bangkok)

Voamos com a Cebu Pacific, num voo com conexão em Manila - 17:05/18:05 (Boracay - Manila) e 21:00/23:25 (Manila - Bangkok). Compramos a franquia de 20kg de bagagem despachada e tínhamos direito a 7kg de bagagem de mão. Custou 217 euros + iof, por pessoa (para 2 = 1.500 reais).

CLIQUE AQUI e veja como foi a nossa experiência completa em Boracay!

EM RESUMO:

- Moalboal (ilha de Cebu): 2 dias e meio, em que visitamos as praias da região e a Kawasan Falls




- El Nido (ilha de Palawan): 4 dias inteiros + um fim de tarde, em que fizemos os Tours A, B, C e ainda conhecemos algumas praias (Nacpan e Las Cabañas).




- Puerto Princesa (ilha de Palawan): foi apenas para dormir uma noite e embarcar no dia seguinte no aeroporto.

Observação: hoje em dia a Air Swift já tem um voo direto que vai de El Nido até o aeroporto de Caticlan, que é o mais próximo de Boracay. Ou seja, nós não precisávamos ter ido para Puerto Princesa, ter dormido lá, ter perdido a conexão e praticamente, por conta desta brincadeira, perdemos um dia de passeio em que ficamos nesses deslocamentos. Ganharíamos mais um dia de viagem, seja em El Nido ou em Boracay... muito melhor! Mas, quando a gente planejou essa viagem, não havia essa opção de voo, que é uma novidade, de fevereiro/março de 2017.

- Boracay (ilha de Boracay): 2 dias inteiros e um pela metade, em que aproveitamos para fazer o passeio de barco Island Hopping e também alugamos uma moto para percorrer suas principais praias abertas ao público, como a Diniwid, Puka Beach, Ilig-Iligan e Bulago Beach.




- O QUE EU FARIA DIFERENTE NO ROTEIRO:

Pergunta cretina e cruel kkkk.. mas sim, depois que a gente volta, começa a repensar se faria tudo igual ou não. Bem, se eu tivesse essa opção do voo da Air Swift que eu disse acima, com certeza não teria perdido um dia de deslocamento de Puerto Princesa para chegar em Boracay, passando por Manila.

Moalboal

Kawasan Falls (Cebu)

Cebu

Outra coisa que eu faria diferente seria não criar tanta expectativa em relação a Boracay, já que a gente não poderia sequer imaginar que a White Beach estaria verde, coberta por uma alga muito estranha, que aparece todo verão e normalmente nessa época do ano do mês de março. Ou seja, isso eu não curti mesmo e me dixou frustrada. Talvez... muito talvez... mesmo já cansada de fazer o roteiro e procurando por opções com acesso mais fácil, que foi o que me levou a visitar Boracay, porque chegar lá é bem tranquilo e trata-se de um destino turístico mais desenvolvido, mas novamente, talvez se eu soubesse dessa alga verde que tomou conta da paisagem eu tivesse colocado Coron no lugar de Boracay, que somente não coloquei por preguiça e estar cansada de planejar o roteiro.

El Nido

El Nido

El Nido

E, por fim, acho que eu teria colocado mais dias nas Filipinas para visitar Coron, que é um destino que me atrai muito, e também Manjuyod White Sandbar, que era um lugar que eu queria muito ter visitado a partir de Cebu, mas eu precisava de mais uns 2 ou 3 dias para ir a Manjuyod e mais uns 4 dias para Coron. Ou seja, ficaram para uma próxima visita às Filipinas!

Boracay

Boracay

dispensa legenda rsrs


OBSERVAÇÃO:

Antes de planejar sua viagem para o Sudeste Asiático, veja direitinho se a época do ano em que você pensa em ir é boa para conhecer determinado país, pois o Sudeste Asiático é duramente afetado pelas monções que trazem chuvas e isso varia de país para país. 

Moalboal

Por exemplo, nós fomos no final de fevereiro e ficamos o mês de março inteiro, certo? Esse é uma época muito boa para Tailândia, de modo geral, em seus dois lados (mar de Andaman e Golfo da Tailândia) bem como para as Filipinas, que foram os países em que concentramos o maior número de dias de viagem. Para o Camboja também é um bom mês, mas já não é considerado um bom mês para a Indonésia, Malásia nem Singapura, pois chove mais nessa época. No caso do Vietnam, por exemplo, que pensei muito em incluir no roteiro e depois tirei, apesar de ser até considerado um bom mês, pois não chove muito, por outro lado faz frio em Hanoi e Halong Bay (já em Ho Chi Min faz calor).

Boracay

El Nido

El Nido

El Nido

Kawasan Falls

Vejam, portanto, como essa tarefa de conciliar seus desejos de visitar determinados países em uma época do ano têm que ser muito bem avaliados com essas condições climáticas para você não correr o risco de estragar sua viagem com chuvas torrenciais nem tufões, ok?

Eu indico esse post do site Carpe Mundi como o melhor texto para entender a época do ano para visitar cada país no Sudeste Asiático: clique aqui 

- SOBRE OS VOOS INTERNOS:

Voamos com Cias Aéreas Low Cost e todas as pesquisas foram feitas no site do Skyscanner, Kayak e Google Flights, nas seguintes companhias aéreas:



. Air Tiger
. Air Asia 
. Cebu Pacific Airlines
. Jetstar
. Philippine Airlines
. Zest Air
. Fly SeAir
. AirPhil Express

No final das contas, acabamos voando bastante com a Air Asia, que tem sede em Kuala Lumpur, capiatal da Malásia, e é considerada uma das melhores companhias aéreas asiáticas low costs. De fato, não tivemos problemas com a Air Asia. Aliás, a única companhia aérea asiática que realmente nos causou problemas com atrasos e perda de conexão foi a Cebu Pacific Airlines.

DICA: tenha sempre com você o comprovante de compra de passagem impresso (o email ou o itinerário que você imprime do site) porque, nas Filipinas, eles pedem em alguns aeroportos para ver esse comprovante antes mesmo de você entrar no aeroporto.

Fique também atento às taxas aeroportuárias e se a sua passagem inclui ou não, pois, se não incluir, você terá que pagar no aeroporto o valor da taxa e em pesos filipinos. Logo, se você já estiver de saída do país e não tiver mais pesos em cash com você, terá que trocar dinheiro dentro do aeroporto para pagar a taxa. Minha dica é sempre perguntar na entrada do aeroporto (principalmente os que são pequenos) e no check in se tem alguma taxa do aeroporto para pagar.

El Nido

El Nido

El Nido

El Nido

El Nido

E é claro que você precisa ter um passaporte válido e é altamente recomendável ter o Certificado de Vacinação contra a Febre Amarela (Certificado Internacional emitido pela ANVISA nos postos de saúde). Não é necessário visto para brasileiros visitarem as Filipinas a turismo.

MAIS DICAS SOBRE VOOS E COMPRA DE PASSAGENS AÉREAS para planejar seus deslocamentos internos no Sudeste Asiático, CLIQUE AQUI e leia essa matéria.

- O QUE LEVAR NA MALA:

Você estará certamente visitando muitas ilhas e curtindo as praias na maior parte do tempo. Logo, leve roupas leves, roupas de praia... de modo geral, tirando Boracay, onde as pessoas se arrumam um pouquinho mais à noite para sair, todos andam muito à vontade mesmo, de chinelo o dia inteiro em El Nido e até mesmo em Boracay. Acho que eu só usei sandália para sair à noite em Moalboal. Não precisa de luxo nesses lugares que ainda conservam a essência simples do país.

El Nido

El Nido

El Nido

Lembre-se também de que o país é oficialmente católico, logo, não há muito rigor nas vestimentas rsrs...

Não senti tanta necessidade de usar repelente nas Filipinas como usei na Tailândia. Mas é sempre bom ter um bom repelente.

Filtros solares bons com alto fator de proteção são fundamentais. Lembre-se de que você estará bem perto da linha do Equador, com clima tropical semelhante ao da Amazônia, úmido e com alta incidência solar. Portanto, proteja-se com filtro solar, camisas com proteção UV, óculos de sol e chapéus/bonés.





Só usei a papete, aquela sapatilha de neoprene, no passeio pelo canyon para chegar na Kawasan Falls e depois no Tour B em El Nido (que nem era assim tão necessário). Eu sou do tipo estabanada que sempre corta o pé e se machuca... então, para quem não for assim, aí mesmo que não precisará usar.

Máscara e snorkel também são fundamentais! Se você for como eu e tiver nojinho de usar snorkel que não seja seu, principalmente em se tratando de Filipinas, onde as condições de higiene são duvidosas, eu altamente recomendo que leve o seu!

Uma mochila estanque, waterproof, cai muito bem, viu? Nós levamos duas do Brasil, de marcas boas, mas se você não tiver, o que mais verá vendendo nas ruas desses três lugares que visitei -  El Nido, Boracay e Moalboal - serão essas bolsas/mochilas à prova d'água, mais até do que ímã de geladeira kkkk... são vários tamanhos... só preste atenção se você comprar uma bolsa por lá e pretender fazer um passeio mais radical, como o canyoneering, porque você terá que pular com ela e confiar mesmo que ela não abrirá. Mas para passeios de barco, só para fins de desembarcar e levar algo para a areia ou para deixar no barco sem risco de molhar, acho que as bolsas e mochilas vendidas por lá, que são beeeeeem baratas, atendem ao propósito.




Outra coisa que não pode faltar é uma câmera à prova d'água, principalmente para você registrar as belezas do fundo do mar filipino!





- SOBRE DINHEIRO E QUANTO LEVAR:

Essa é uma das principais perguntas que as pessoas me fazem em relação ao planejamento da viagem. E é também uma pergunta difícil de responder porque isso depende um bocado do perfil de cada viajante. Tem gente que gosta de luxo e tem quem prefira algo mais modesto. 

Em regra, acho bastante confortável você planejar gastar 70usd por dia para essa viagem, o que incluirá gastos com hospedagem, comida e passeios. Passagens aéreas - TODAS - nós compramos com antecedência e sugiro que façam isso também. Não deixem para comprar os voos em cima da hora. Os gastos que tivemos com os voos vocês podem ver lá em cima. Nossa passagem com a Ethiopian Airlines custou algo em torno dos 3.000 reais para cada um.

A gente só viu máquinas ATM em Boracay. Nos demais lugares, não vimos. Isso não quer dizer que não existam, mas que não deve ser fácil de achar. Por isso que recomendo levar seu dinheiro para trocar, até mesmo porque você precisará de dinheiro em cash para pagar triciclos, comprar souvenirs, lanches, passeios e até alguns restaurantes.


- SOBRE O PÔR DO SOL:

Para a gente esse é um dos momentos mais especiais do dia! Sempre procuramos saber onde é o melhor lugar para assistir ao pôr do sol. Então, vamos às dicas:

. Em Moalboal: na White Beach, nós assistimos a um pôr do sol lindo! Mas em frente ao hotel onde ficamos hospedados o pôr do sol também não deixou a desejar, viu?



. Em El Nido: todo mundo recomenda que se vá para a praia Las Cabanas, onde também vimos um lindo sunste! Outro lugar muito Top para contemplar a despedida do Astro Rei é do Republica Sunset Bar. Mas tente chegar cedo para pegar mesa com vista. A gente até conseguiu mesa, mas sem vista.








. Em Boracay: esse é mais fácil, principalmente para quem estiver hospedado em White Beach, pois é nela que acontece o espetáculo de cores do pôr do sol. 





- SOBRE A ALIMENTAÇÃO:

Nas Filipinas, de modo geral, a comida tende mais para o insosso, em nossa humilde opinião, salvo quando tem muita pimenta. 




Aliás, certifique-se sempre antes, com muita insistência, se a comida é apimentada. Muitas vezes não vem escrito no cardápio e a comida era super apimentada. Ainda mais para quem não tem tolerância, vale a pena perguntar sempre. 

O que é curioso é que, apesar de tender para o apimentado, como na Tailândia, a comida nas Filipinas precisava sempre de um sal a mais ou um molho shoyo. 

Arroz é artigo presente em todas as refeições, do café da manhã ao jantar. Muitas frutas, como manga, coco, banana, melancia e abacaxi marcam presença também. Eles também gostam muito da jack fruit, a jaca deles, cujo cheiro eu não aguento nem lembrar que já me dá náuseas kkkk... Reparem na melancia amarela! Bem diferente, mas sabor parecido.

Com relação às bebidas, muitos shakes de frutas, normalmente feitos com leite ou iogurte. Se não quiser esses ingredientes, peça um suco normal.

Observem também as frutas secas, vendidas como se fossem snacks, que são bem famosos por lá. E, na hora do aperto financeiro, não se preocupe que sempre haverá um lanchonete ou 7 Eleven para te salvar, principalmente em Boracay, ond os preços são mais caros do que em El Nido e Moalboal.

- SE A GENTE PASSOU MAL:

Sim, eu - Lily - passei mal nas Filipinas uma vez e fiquei 2 dias um bocado prostrada em El Nido, com dor abdominal, tomando Plasil, Vonau, BuscoDuo, Tylenol e ainda passamos em uma farmácia para comprar uns eletrólitos e um remédio que a senhora lá falou que era bom para parar a diarreia. 

Boracay

El Nido

Moalboal

Não sei o que me fez mal e causou o desarranjo intestinal. Eu e Julio sempre comíamos as mesmas coisas, dividíamos os pratos, mas basta eu ter pegado um camarão ruim e ele não para eu ter passado mal. A solução foi maneirar na alimentação, tomar os remédios, carregar rolo de papel higiênico na bolsa durante os passeios (essa parte é bem deprimente kkkk...) e rezar para melhorar logo. Até que deu certo, viu?

Uma boa dica é comprar o CARVÃO ATIVADO, que ajuda muito nessas horas de desarranjos intestinais. 

Kawasan Falls

El Nido

El Nido
Eu e Julio não ficamos muito frescos durante a viagem, cercados de muitos cuidados. Por exemplo, a gente tomava shake na rua, comia crepe, pad thai, suco, água de coco, comeu frutos do mar todos os dias nas Filipinas... ouvi colegas falando que, por exemplo, só escovavam dentes com água mineral e nós, além de não fazermos isso, ainda tomamos sorvete caseiro na praia. Ou seja, se passei mal porque não fui tão zelosa, porque meu organismo é mais sensível ou simplesmente porque dei azar, não sei dizer. Julio não passou mal nas Filipinas, mas somente na Tailândia. Então, realmente não tenho certeza do que aconteceu, mas ficam as dicas para quem quiser evitar street food, shakes, sucos... dá para ficar por lá e só tomar água mineral e bebidas engarrafadas, comer comidas fritas e grelhadas e não cruas também é uma dica e prestar atenção em sintomas para não deixar um mal estar evoluir, agir rápido, desde que tenha uma farmacinha com você, também ajuda muito.

Nós levamos alguns remédios, como os que citei acima (BuscoDuo, Tylenol, Dipirona, Plasil, Vonau, antiácidos, dentre outros), e sempre vale a pena consultar seu médico antes e ouvir as recomendações dele.

Então meus amigos acho que era isso de mais importante que eu gostaria de compartilhar com vocês, fora os demais posts que estão linkados ao longo do texto e que, juntos, trazem todas as informações necessárias para vocês montarem uma viagem para as Filipinas e se apaixonarem por esse país que oferece belezas naturais estonteantes, mas que ainda lida com sérios problemas inerentes a um país pobre, do terceiro mundo, com um povo sofrido, humilde, porém muito carismático e que recebe os turistas de coração aberto. 

VEJAM AQUI MAIS FOTOS DE EL NIDO:





























VEJAM MAIS FOTOS DE MOALBOAL/CEBU:




VEJAM MAIS FOTOS DE BORACAY:














10 comentários:

  1. Lily!!!
    Que tortura esse post rsrsr, vontade mil de incluir a Filipinas no meu roteiro para Tailândia, como faz? Se tivesse lido antes isso aqui, com certeza compraria mais dias pela Asia hehehe.
    Adoreeeeiiii cada dica e explicação!
    Parabéns!
    Beiiijoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha... puxa, mas ele foi publicado há um tempão já... mas olhe, no seu lugar eu faria como você e ficaria mesmo só na Tailândia porque eu fiquei 17 dias lá e simplesmente amei! As Filipinas merecem pelo menos 10 dias para justificar os possíveis estresses dos voos que muitas vezes tomam um dia inteiro de deslocamentos, tem problemas de atrasos, perdas de conexões e cancelamentos.

      Vá por mim que vocês estão muito bem!
      Beijo grande,
      Lily

      Excluir
  2. Muito legal, Lily. Acompanhei de perto a viagem desde a elaboração do roteiro até a viagem propriamente dita. Parabéns pelo post

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Marcio! Obrigada!
      Foi uma viagem incrível.. daquelas que se tornam verdadeiros divisores de água e realmente a gente ficou encantado com tudo que viveu por lá!
      Mas você já é expert na Ásia... eu estou apenas começando a desbravar kkkk
      Beijo grande,
      Lily

      Excluir
  3. Super completo! Foi ótimo acompanhar essa sua viagem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Tavinho!
      Foi uma viagem muito linda e que ficará para sempre em nossos corações e memórias!
      A gente viveu, sentiu, experimentou e viu lugares incríveis! Super recomendo... apesar dos perrengues, planejando direitinho e deixando algumas margens de manobras, vale muito a pena!
      Beijos,
      Lily

      Excluir
  4. Acompanhei essa viagem magnífica amiga, e estou sonhando em ir, e sonhando com as pérolas também rrsss....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Éh amiga, foi um sonho, viu? Espero mesmo que você um dia consiga ir porque é um lugar muito especial e muito lindo, apesar da pobreza... e, com certeza, faça o favor de comprar mais pérolas do que eu! kkkkk... eu me arrependi de ter comprado pouco! Poderia agora estar rica vendendo as pérolas kkkk... brincadeirinha!
      Beijos,
      Lily

      Excluir
  5. Muito legal. Não sei se gostei mais dos detalhes ou das fotos. Estou muito arrasada de não ficar mais dias para poder visitar as Filipinas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eiii!!! kkkk... espero que tenha gostado dos dois igualmente! Muito obrigada!

      Sugiro pelo menos 10 dias para as Filipinas... se não der dessa vez, com certeza haverá oportunidades no futuro para voltar!

      beijos,
      Lily

      Excluir