terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Dicas para Comprar Passagens e Voar com Companhias Aéreas Low Costs na Ásia!

Nosso roteiro pelo Sudeste Asiático abrange 9 voos internos que vamos listar logo abaixo (considerem que os valores estão para 2 pessoas e que compramos para todos os voos a franquia de bagagem despachads de 20kg até a metade da viagem e de 25kg a partir da segunda metade, pois já prevemos as comprinhas que faremos rsrs):

Air Asia
Air Asia

1° Voo 25/2/17: Kuala Lumpur –> Singapura (vom a cia aérea TigerAir, num voo direto) - 237 reais + iof no cartão de crédito - 10:55/12:05 (20kg bagagem)

2° Voo 27/2/17: Singapura –> Cebu City (com a cia aérea AirAsia, num voo direto) – 21:10 / 00:55, 578 reais + iof (20kg bagagem)

3° Voo 02/3/17: Cebu City –> El Nido (com a cia aérea Air Swift, num voo direto) – 15:15 / 16:58 (20kg de bagagem despachada) - 295 dólares + iof

4° Voo 7/3/17: El Nido/Puerto Princesa –> Boracay (com a cia aérea Cebu Pacific, num voo conexão em Manila) - 5J638 às 9:55 – 11:20 (Manila) e 5J901 12:45 – 13:45 / 710 reais + iof (20kg de bagagem despachada)

5° Voo 10/3/17: Boracay –> Bangkok (com a cia aérea Cebu Pacific, com conexão em Manila) - 17:05/18:05 5J906, conexão em Manila – 5J931 21:00/23:25 - Bangkok (franquia de 20kg despachado e 7kg na mão) – 217 euros + iof, por pessoa (para 2 = 1.500 reais)

6° Voo 14/3/17: Bangkok –> Koh Lipe (voo + carro + ferry – combo comprado com a cia aérea Air Asia) - 6:30 da manhã  do aeroporto Don Mueang para o aeroporto de Hat Yai, chegada às 8:00 – depois tem transfer incluso na passagem com a Air Asia que sai às 9:00 e vai para o píer de Pak Bara, com chegada às 10:30 – pegar o ferry às 11:30 para Koh Lipe, com chegada às 13:00 – com bagagem para os dois (Sunrise Beach) - 143.42 dólares + iof (inclui refeição) – bagagem despachada de 20kg

7° Voo 23/3/17: Krabi –> Chiang Mai (cia aérea AirAsia, num voo direto) - 20:40 / 22:10 (5.640 baths = 502 reais + iof) e 25kg de bagagem despachada

8° Voo 27/3/17: Chiang Mai –> Siem Reap (com a cia aérea AirAsia – voo com conexão em Bangkok) – 16:25/21:00 - 811 reais + iof (Air Asia operada por Thai AirAsia), com conexão de 2:20 horas em Bangkok

9° Voo 30/3/17: Siem Reap –> Kuala Lumpur (com a cia aérea AirAsia – voo direto) - 8:35 / 11:35 – 150usd para duas pessoas + iof (25kg de bagagem despachada).

- Alguns exemplos de Cias Aéreas Low Cost mais conhecidas no Sudeste Asiático: 

. Air Tiger
. Air Asia
. Cebu Airlines
. Jetstar
. Philippine Airlines
. Zest Air
. Fly SeAir
. AirPhil Express

Nossas pesquisas sobre voos, logísticas, horários e valores foram todas feitas nos sites do Skyscanner (usei o ".com" e não o ".com.br", Kayak e Google Flights.

Aliás, essa foi uma das dificuldades para fechar o roteiro, já que não adianta você estudar toda a logística da melhor época do ano, países a visitar e melhor itinerário a seguir sem casar todas essas informações com a disponibilidade de voos existentes.

Isso me obrigou a mudar o roteiro umas 2 vezes até chegar no atual que estamos agora fazendo. Logo, se você fizer o roteiro e deixar para ver as passagens aéreas em cima da hora, você pode ter que mexer no roteiro se não houver voo ou se for muito caro para o seu orçamento.

**Algumas dicas e cuidados que devem ser observsdos com voos de cias aéreas low costs na Ásia,  especialmente com a AirAsia:

. Atenção para o tamanho e peso da bagagem. Ao comprar o seu bilhete, tem que redobrar a atenção para ver se está já comprando o bilhete com direito à bagagem despachada e quantos quilos a franquia permite. O ideal é já comprar a passagem com uma franquia boa de peso da mala que você saiba que vai precisar. Em nosso caso, compramos para a metade da viagem as passagens com direito a 20kg de franquia de mala despachada e para a outra metade da viagem (a metade do fim) com franquia de 25kg. A AirAsia trabalha com franquias de 15kg, 20kg e 25kg. Tudo deve ser pago de forma extra, além do valor da passagem. 

Além disso, vale dizer que eles costumam pesar a bagagem de mão também (vimos isso em Kuala Lumpur, mas na Singapura eles não tinham esse controle), que deve ter 7kg, no caso da AirAsia, 10kg no caso da Tiger Air (sempre leia o que a passagem informa sobre a franquia de bagagem de mão, quantas peças e dimensões) e tem que se enquadrar nas medidas permitidas para ser bagagem de mão. Normalmente, além desta de mão, eles permitem uma bolsa tira colo ou de laptop também. 

Aeroporto de Singapura 

Sei que é chato ficar buscando essas informações, ainda mais em site gringo, em inglês... mas vá por mim que é melhor prevenir! 

DICA: LEVE UMA BALANÇA DE MÃO para já sair do hotel com as malas pesadas e não ter surpresas no check in, daquelas de ter que abrir mala e começar a tirar roupa de dentro rsrs

. Atenção para a alimentação a bordo. Como a AirAsia é uma companhia lowcost, uma das maiores e melhores do mundo, ela não escapa da máxima de que “tudo deve ser pago”. Quando você olhar a passagem custando 20usd, não se anime muito, pois ainda terá que pagar pelo direito de despachar a bagagem, pela alimentação, se assim desejar, pela marcação de assento etc etc... Nosso critério foi o horário. Se o hotel não tiver café da manhã e seu voo for cedo, acho válido já comprar logo junto com a passagem a alimentação de bordo, que podem ser pequenas refeições ou lanches. O mesmo vale para voos noturnos, se não der tempo de jantar, por exemplo, e você for chegar num determinado local muito tarde, sem ter certeza do que estará funcionando nos seus arredores, eu também acho melhor já comer logo durante o voo, para chegar no hotel e descansar, sem precisar sair atrás de comida. 

. Atenção para a marcação do assento. Se você quiser marcar o assento por algum motivo (ficar na janela para ver uma paisagem, ficar no corredor para levantar mais vezes para ir ao banheiro, ficar ao lado de alguém..), tem que pagar por isso também no ato da compra da passagem. Mas se não fizer questão, deixe para marcar o assento no momento do check in e economizar alguns $$.

. Atenção para o check in. Se deixar para fazer o check in direto com o atendente, pode ter que pagar também por esse serviço. Mas se fizer online ou nos totens, aí não pagará nada. 

Portanto, vejam que só não se “vende a mãe” porque talvez seja ilegal rsrs... Se você tiver um lugar como hub, um aeroporto por onde passará diversas vezes e onde possa deixar a mala grande com roupas usadas num locker para seguir viagem com uma mochila, dentro dos limites da bagagem de mão, pode ser interessante para não precisar pagar pela bagagem despachada. 

Em Singapura, tentamos fazer no totem/máquina e deu erro. Nessas horas o coração já dá um salto kkkk... uma funcionária, então, vendo nossas tentativas, falou que era para irmos direto para o counter  (guichê) porque tínhamos malas a despachar e não conseguiríamos fazer o check in no totem.

. Atenção com os horários de check in e embarque!! Tem cia aérea que pede para chegar com até 45 minutos, tem cia aérea que diz que é com 1:30... tem que ler a passagem naquelas letras miúdas terríveis! 

Nossa sugestão: você não conhece o aeroporto, pode pegar fila, não sabe se terá que caminhar muito dentro do aeroporto... ou seja, não chegue em cima da hora! Tente chegar com pelo menos 1:30h de antecedência ao voo.

. IMPRIMIR TODOS OS TICKETS DE VOOS. Eles sempre pedem para conferir (nas Filipinas, antes mesmo de entrar no aeroporto, já te pedem o bilhete e há 2 verificações pelo Raio-X, uma ao entrar no aeroporto e outra ao embarcar.).

. TAXAS DE AEROPORTO: nas Filipinas às vezes acontecem essas pegadinhas de ter que pagar taxas no aeroporto sem que a gente saiba por não estarem incluídas nas passagens. Isso aconteceu em Puerto Princesa, onde tivemos que pagar taxa de 200php em dinheiro. Então é bom sempre deixar um $$ em espécie para essas situações ou procurar semelhante informar antes para trocar dinheiro se necessário.

VERIFICAR OS HORÁRIOS DAS CONEXÕES!! Sempre que sair de um país para ir para outro envolverá:

1) Quando chegar em um novo país, antes de ir para a fila da imigração, procure o stand/sala/quiosqur de saúde - Health Control ou Quarentene para apresentar o Certificado Internacional de febre amarela , que é exigido de quem mora no Brasil, e preencher de um documento necessário para apresentar na imigração e entrar no país – não adianta chegar na Imigração sem esse papel, ou terá que enfrentar a fila 2 vezes!! Se não achar o quiosque, procure! Ele pode ficar em lugares distintos, mas costuma ser perto da fila de controle do passaporte.

Em Kuala Lumpur nós fizemos esse controle. Em Singapura também fizemos. Mas aqui nas Filipinas, onde estamos no momento, nós chegamos pelo aeroporto de Cebu City e não foi necessário esse Health Control. Até tinha um stand. Fui nele e apresentei o certificado. Eles disseram que não era necessário e que eu tinha que voltar para a fila da imigração.

2) Fila da Imigração / Controle de Passaporte e Visto ao entrar num país costuma ser grande e demorar, principalmente para entrar no país!!!!



Foi assim em Kuala Lumpur e em Cebu. Já nem Singapura foi uma maravilha! Sem fila!

ATENÇÃO: Ao comprar sua passagem, se não existir um voo direto entre os lugares, sei que às vezes é mais barato comprar dois trechos separados, que podem ser com a mesma cia aérea ou até com companhias diferentes. Porém, a nossa dica é para que você dê preferência às passagens que são com conexão (ou seja, você compra de uma vez só é não as que são compradas cada trecho de uma vez). Assim, será mais fácil não perder os voos nem ter que pensar em ficar casando horários, pois as filas da imigração são diferentes e o funcionário da controle de passaporte já vai conferir tudo. Mas, se ainda assim achar melhor comprar as pernas separadas de cada voo, na hora de casar os hora de voo, deixe umas 4h de intervalo, por garantia, para não correr o risco de perder o voo.

Espero que gostem das dicas! Sigam acompanhando a gente aqui no blog, no instagram, stories e #apaixonadosporviagensAsia17.


4 comentários:

  1. Adorando as dicas Lily! Seus posts estão me ajudando muito a montar meu roteiro pela Ásia. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Day, querida! Muito obrigada por nos acompanhar nesta aventura! Espero que os posts sejam muito úteis e te animem a ir em breve também! Beijo grande,
      Lily

      Excluir
  2. Apesar da pequena distância entre os vários países da Asia, até fechar o roteiro com as opções de deslocamento, é realmente difícil, como vc colocou no post. Fiz várias viagens à Ásia, e para aliviar o bolso, tento expedir algum trecho com milhas, com as parceiras das empresas brasileiras. É só consultar as empresas do grupo (Star Alliance, One World, Sky Team) e, se alguma se encaixar no roteiro, tentar a emissão com milhas. Além de não pagar o bilhete, normalmente a bagagem, o assento e as refeições não são cobrados (o que encarece um pouco qd encaramos a low cost), e os aeroportos são melhores. Além disso, várias companhias aéreas grandes vendem apenas um dos trechos, por preços próximos aos da low cost (mais conforto, sem os terríveis "extrinhas"), o que possibilita a triangulação no fechamento do roteiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Juliana!
      Que maravilha! Adorei as suas dicas. De fato, sequer considerei olhar as milhas (e tenho Smilies e Multiplus) para emitir passagens por lá. Excelente sugestão! Numa próxima aventura, estarei mais atenta a isso!
      Beijos,
      Lily

      Excluir