quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Fernando de Noronha: Post-Índice e Batismo - Mergulho!


Snorkel na Praia da Conceição, em Fernando de Noronha

Post-Índice de Noronha:







Fernando de Noronha é sem dúvidas um dos nossos mais preciosos paraísos brasileiros e do mundo!

Nessa época do ano de verão, me dá uma saudade das praias lindas que já visitei no nosso Brasil.

E uma das experiências mais incríveis que já vivi na vida foi o Batismo em Noronha! Valeu cada centavo (e foi caro, viu?)!!

Aliás, em Noronha tudo é lindo e também caro. Eu fui a Noronha em setembro de 2009 e, na época, achei melhor fazer um pacote de turismo com o receptivo Atalaia que indicou a empresa de mergulho com quem eu fiz. 

Naquela época, há 5 anos e meio, custou uns R$300.00 por pessoa, mais as fotos que eu comprava por fora do fotógrafo que nos acompanhou! As fotos ficaram quase tão caras quanto o passeio (cada foto custava uns R$30,00, só que, quanto mais fotos eu adquirisse, mais "descontos" eram dados), mas com a vantagem de ser digitais, gravadas em CD. Mas foi tão mágico que eu certamente faria de novo! 

Batismo é quando a pessoa - no caso euzinha! - não tem curso de mergulho nem a credencial para poder mergulhar com cilindro sozinha. Assim, enquanto eu não fizer o curso e não obtiver a carteira, toda vez que eu quiser mergulhar terei que fazer o Batismo. Você pode ser batizado no mergulho a vida inteira, se não quiser fazer o curso. 

Ou faça o curso e tenha as vantagens de poder pagar mais barato (nesse caso, vai pagar só pelo aluguel do equipamento e pelo deslocamento do barco e poderá ficar o dia inteiro mergulhando, se quiser, sem restrição de horário nem restrição de profundidade, pois, supostamente você saberá os limites do seu corpo e o quão profundo que poderá chegar).

Uma jardineira me buscou na pousada onde eu estava hospedada e depois levou o pessoal para o barco da empresa de mergulho lá na Praia do Porto. Em cerca de 40 minutos, chegamos no Ponto de Mergulho, em um grupo de ilhas um pouco afastadas da Ilha principal de Noronha. 

Durante o percurso, até chegar lá, a gente vai tendo aulas de como manusear o equipamento e medidas de segurança. E fomos brindados na ida e na volta pela companhia de golfinhos que nos seguiram!! Lindos!!

Eu e meu irmão

golfinhos que acompanhavam o barco na ida e na volta do ponto de mergulho

Chegando no ponto de mergulho, a gente veste a roupa de neoprene, coloca o cilindro, pé de pato, máscara, respirador e pula! 

Posso confessar que eu odeio pular do barco?? Sim, tenho certa fobia! Eu cheguei a perguntar se podia descer de escada kkkkk.. é claro que fui motivo de piada! Descer de escada com pé de pato e cilindro nas costas não dá!

Tudo bem, superei o medo e pulei - só Deus sabe como! - e, na água, ainda ficamos uns minutinhos ali em cima com o instrutor dando orientações.

Já na água, com o instrutor

No Batismo, a todo mundo mergulha de mão dada com o instrutor, sendo um instrutor para cada pessoa, e a duração é de cerca de 1 hora (que passa voando!!!). 

Quando eu fui, o limite para o Batismo era de 12 metros de profundidade, o qual eu consegui atingi, depois de muito sofrer para equalizar e achar que meu ouvido ia ter um treco kkkk... 


DICA: O mês de setembro é considerado um dos melhores para a prática do mergulho e a visibilidade pode atingir os 50 metros de profundidade com muita transparência! 

Bem, eu não achei mergulhar com cilindro muito fácil, sabe? Olhe que eu já fiz 5 anos de natação quando criança, adoro o mar, adoro nadar, mergulhar ... mas o tal do equalizar foi meio complicado para mim. Cheguei a pedir para subir para conseguir desintupir o ouvido e depois tentei novamente, quando finalmente consegui! 


E também me confundi com os sinais kkkk... para os mergulhadores, o sinal de "joinha - tudo bem" (polegar para cima), significar subir! kkk... acho que fiquei tão boba de estar ali no meio daquele marzão azul transparente que eu fazia o polegar para cima crente que estava dizendo que estava tudo bem e o instrutor, que estava sempre de mãos dadas comigo, me puxava para subir! Ai ai ai... só rindo muito, viu?


Mas foi muito bom!!! Que azul indescritível! A vida marinha de Noronha é um sonho para qualquer um que goste do mar. 


Tartarugas marinhas, corais, peixinhos dos mais coloridos e variados, arraias e até uma horrenda moreia eu vi!!! 

Só não vi tubarão! kkk... e eu nem estava fazendo questão... nossa! Nem imagino minha reação ao ver um! Acho que paraliso de medo! 



No final, voltamos para o barco e aproveitei para ficar no sol um bom tempo porque, depois que tirei a roupa de neoprene, eu comecei a tremer de frio! A emoção de mergulhar foi tamanha que eu até esqueci do frio que fazia lá embaixo, a 12 metros de profundidade!



E mais golfinos nos acompanhando pelo percurso de volta ao Porto, onde desembarcamos e a jardineira me levou para o mirante do Boldró para eu assistir a mais um espetacular pôr do sol de Noronha!


Minhas dicas para quem quiser fazer o Batismo com segurança: faça um check up com seu médico antes de viajar e verifique se você realmente pode mergulhar. Lembre-se de que sua saúde é seu bem mais valioso!!

Evite fazer o mergulho nas 24h logo depois que chegar na Ilha e nas 24h que antecedem sua partida, nos casos em que o meio de chegada e partida for o avião. A combinação mergulho com voos de avião pode causar um problema sério e até letal! 

No mais, observe tudo ao seu redor, aproveite bastante esse paraíso!



4 comentários:

  1. Eu adoro mergulhar, por isso amo Noronha, tem um fundo de mar magnífico!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juliana!
      Noronha é um paraíso!!! Estou louca para voltar!
      Beijo grande,
      Lily

      Excluir
  2. Respostas
    1. Oi Marcio!
      Tudo bom?
      Que bom que lhe foi útil!
      Sua viagem foi fantástica! Deu vontade de voltar rápido para lá, viu? Ôh lugar lindo de Deus!
      Beijos,
      Lily

      Excluir