quinta-feira, 3 de novembro de 2011

No Paraíso: Fernando de Noronha!!


Esse sim é o meu paraíso!! Ao menos enquanto eu não conhecer o Tahiti ou o Hawaii rsrsrs... Falar sobre Fernando de Noronha me faz suspirar de saudades daquelas praias. Primeiro, porque são as praias mais belas do Brasil. Segundo, porque aquelas águas transparentes, de cor azul-turquesa/esmeralda são tão morninhas, tão agradáveis. Terceiro, a emoção de mergulhar o tempo todo em meio a uma vida marinha tão rica, com tantos cardumes diferentes e tartarugas marinhas lindas, é indescritível!

Ah... Ir para Fernando de Noronha foi realizar um grande sonho!! E a vontade de voltar é enorme!! Pena que a vontade de conhecer lugares novos consegue ser maior ainda!! Heheheh...

Para quem gosta de ecoturismo, de praias belíssimas, mergulhos (flutuação ou com cilindro), trilhas, e mais e mais praias, esse é o destino ideal!!

Vou contar aqui um pouquinho dessa minha experiência tão fantástica em partes.


Todavia, antes de contar sobre os passeios que fiz por lá, creio que algumas informações devam ser mencionadas:

- Fernando de Noronha é um arquipélago vulcânico, localizado no meio do Oceano Atlântico.

- Situado a 540 Km de Recife e 380 Km de Natal,  compreende 21 ilhas e ilhotes, sendo que a principal, que dá nome ao arquipélago, tem 17 km2 de área.

- O  Arquipélago conta hoje com uma população aproximada de 2600 habitantes. Só era, quando eu fui em 2009, permitido o desembarque de 120 visitantes por dia, até o limite de 420 pessoas. É cobrada uma taxa aos visitantes, que varia em função do tempo de permanência na ilha. (http://www.noronha.pe.gov.br/)

- Voos saem de Recife ou de Natal, sendo que de Natal é mais próximo. Quando eu fui, em 2009, a Gol e a Trip (www.voetrip.com.br) voavam para lá (eu fui de Trip e foi uma viagem bem tranquila). Hoje, para chegar lá, continua sendo Gol e Trip, mas soube que, mesmo comprando passagem com a Gol, por esquema de parceria, é a Trip que assume o voo (tem que conferir como isso está funcionando!). Para quem é doido por fotos como eu e já gosta de começar a fotografar tudo de cima, sugiro ficar do lado esquerdo dentro do avião para ter uma bela visão de cima do arquipélago ao chegar na ilha!!

- A maior parte da hospedagem é feita em casas de pescadores adaptadas para receber turistas (pelo menos é assim que funciona nas Vilas principais do centrinho). Não espere luxo, mas conforto e excelente recepção costumam ser comuns por lá. Mas prepare seu bolso, já que, mesmo bem simples, as hospedagens não são baratas, nem os voos, nem a parte gastronômica... ir para Fernando de Noronha requer disposição financeira!!

- Em 1988, foi criado o Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha, passando a pertencer ao Estado de Pernambuco e tornando-se Distrito Estadual (há quem defenda a sua natureza como sendo autarquia estadual). Antes, Fernando de Noronha era território federal.

- Em 2001, foi tombado pela Unesco como Sítio do Patrimônio Mundial Natural.

- Clima em Noronha: O período de chuvas vai apenas de abril a junho e na maioria das vezes são apenas chuvas passageiras. A temperatura média é de 28ºC, mas a sensação térmica é mais confortável, pois venta muito o ano todo.

Nos meses de chuva, um repelente é essencial.

A água também é bastante agradável, durante o inverno na ilha (abril a agosto) fica em torno dos 26ºC e o resto do ano 27ºC, podendo chegar aos 29ºC nos meses mais quentes (janeiro e fevereiro).

- Mergulho: para os que preferem águas tranqüilas, com navegação curta e calma até os pontos de mergulho, os meses de agosto a outubro são a melhor opção. Durante esses meses, o mar de dentro (voltado para o Brasil) fica mais calmo e a visibilidade chega aos 30 metros. Já nos meses de dezembro a março a situação inverte, pois o vento muda de direção e os pontos do mar de fora (voltado para o continente africano) são os mais visitados. A navegação é um pouco mais longa e o mar um pouco mais agitado. Contudo, a visibilidade do mar de fora é impressionante, alcançando de 40 a 50 metros nos melhores dias.

- Eu fui em setembro, portanto, pude aproveitar bastante as praias do mar de dentro que estavam bem calmas, verdadeiras lagoas, ou melhor, verdadeiros aquários naturais! Simplesmente deslumbrante!

- Para os surfistas: durante os meses de dezembro a março o vento muda de direção, fazendo com que as praias do mar de dentro ofereçam ondas tubulares de até 12 pés.

- O que levar: não pode faltar protetor solar, óculos, tênis para as trilhas, mochila com água, lanchinhos (barras de cereais e biscoitos), considerando que não há muitos bares/quiosques/infraestrutura nas praias, sendo tudo bem rústico mesmo, é sempre bom carregar alguma coisa para repor as energias. Roupas leves, de banho, óculos para mergulho, snorkel, boné também são fundamentais!

Por se tratar de um arquipélago vulcânico, não há muitas sombras pelas praias. Em 2009, o aluguel do snorkel era em torno de uns R$15,00 por dia. O meu foi comprado em loja esportiva no Rio de Janeiro por uns R$70,00, logo, foi bem válido, já que fiquei quase uma semana por lá!

Não cheguei a precisar usar, mas repelente, a depender da época em que se for, pode ser bem útil também.

Câmera fotográfica aquática!! Seja a digital aquática, a descartável aquática, a embalada em caixa ou plástico próprios para mergulho, seja qual for, esse é um item que não pode faltar! A vida marinha é espetacularmente deslumbrante!! Tem que ser registrada!

- Fernando de Noronha é considerado um dos lugares mais seguros do Brasil. Eu costumava deixar minha mochila na areia da praia para mergulhar e ficava horas mergulhando e não tive problema algum. Todos os meus pertences continuavam lá intactos. 

- Acho interessante levar dinheiro em espécie em quantidade suficiente para pagar passeios, comidinhas, comprinhas, deslocamentos, entre outros, ou cheque para não ficar dependendo somente de cartão de crédito. Visa e Master, todavia, são bem aceitos nos estabelecimentos. Mas caixas automáticos, quando funcionam, são poucos. Lembro que havia um dentro do supermercado na Vila dos Trinta e um próximo ao Projeto Tamar e só.

- Por se tratar de Parque Nacional Marinho, há muitas restrições e fiscalização (graças a Deus!!!) pelo Ibama/ICMBio, portanto, é bom conferir antes de fazer o passeio para onde se pode ir, onde é área de desova de tartarugas marinhas cujo acesso é proibido ou somente com fiscal do Ibama, onde não se pode entrar usando protetor solar (como no caso da piscina natural do Atalaia), saber que coletar conchinhas e pedrinhas é crime, que não se pode nadar com golfinhos nem tocar nas tartarugas marinhas quando estiver mergulhando perto delas, entre outras informações necessárias para a manutenção e preservação ambiental de todo o arquipélago.

- O fuso horário é de 1 hora a mais que em Brasília (exceto no horário de verão).

- Celulares, ao menos quando eu estive lá em 2009, funcionavam mal demais! Sinal bom é quase raridade e praticamente só mesmo nas Vilas. O DDD é 081.

- Evite ficar doente em Noronha, pois só há um hospital público para necessidades básicas. Logo, tome todos os cuidados possíveis para não se machucar e carregue seus remédios.
- Há dois supermercados.

- Todas as noites ocorrem as palestras no Centro de Visitantes do Projeto Tamar e eles distribuem o cronograma das palestras para os visitantes (eu assisti a duas, uma sobre os tubarões e outra sobre as tartarugas marinhas e achei as duas excelentes!).

- Energia é de 220 volts.

- É proibido acampar na ilha.

- Passeios imperdíveis: trilhas (caminhada histórica, Trilha longa do Atalaia, Trilha para conhecer a Praia do Leão), mergulho/batismo em Noronha é um espetáculo à parte, flutuação/apnea nas praias (especialmente na Baía dos Porcos e do Sancho), pôr do sol que deve ser admirado de todos os pontos possíveis do arquipélago (eu o vi da Praia do Cachorro, Praia da Conceição e por duas vezes no mirante do Boldró e é simplesmente maravilhoso! Lindo Lindo!), fazer o passeio de barco para ver os golfinhos, o passeio a reboque para ver o navio naufragado na praia do Porto, visitar o Projeto Tamar, ir ao Bar do Cachorro (onde sempre rola um forrozinho no final do dia) e interagir com os locais que são muito simpáticos e costumam fazer luau na praia. Esses são, sem dúvida, os passeios imperdíveis ao meu ver em Noronha!!

- Acho ideal ficar em Noronha ao menos 5 dias para curtir todos os atrativos oferecidos pelo local!! Eu fiquei 5 noites e consegui fazer tudo o que eu queria!!

- Dizem que Fernando de Noronha tem as 3 praias mais belas do Brasil: Baía do Sancho, Praia do Leão e Baía dos Porcos.

- As praias são divididas entre o Mar de Dentro e o Mar de Fora.

- Mar de Fora: Praia do Leão, Ponta das Caracas, Baía do Sueste, Praia de Atalaia, Enseada da Caeira, Buraco da Raquel e Ponta da Air France.

- Mar de Dentro: Baía e Porto de Santo Antônio, Praia da Biboca, Praia do Cachorro, Praia do Meio, Praia da Conceição, Praia do Boldró, Praia do Americano, Praia do Bode, Praia da Quixabinha, Praia Cacimba do Padre, Baía dos Porcos, Baía do Sancho, Baía dos Golfinhos e Ponta da Sapata.

- Tem bar na Praia do Cachorro, na divisão entre a Praia do Meio e a Praia da Conceição e um barzinho na chegada da Baía do Sueste (foram os que eu vi funcionando por lá em 2009).

- A Vila dos Remédios é a principal, considerada o centrinho da ilha, contando com restaurantes, lojas de souvenirs, farmácia e onde fica a Igrejinha de Noronha.

- Pode-se alugar um buggy, mas lembre-se de que o combustível é bem caro, porque só chega na ilha de navio! E só há um posto de combustível por lá. Outra forma de se deslocar é de ônibus que percorre a BR 363 que liga o nada a lugar nenhum (ou o Fernando a Noronha... rsrs... perdão pela piadinha infame!!). Mas preste atenção que o ônibus tem hora certa para passar e não fica percorrendo todas as vilas em todas as suas ruas (tem um trajeto fixo e passa, mais ou menos, de meia em meia hora). Ou pode-se também pagar o táxi que na verdade é um buggy. A quantidade de veículos em Noronha é fixa e carro novo só entra quando sai um velho.

- Comi algumas vezes no restaurante Flamboyant que é self-service a quilo e tem internet/computador. Ah, comidinhas em Noronha são meio carinhas!! Mas, fazer o que? Se está na chuva, é para se molhar! Também comi no Bar do Cachorro e, durante o dia, ao longo dos passeios e trilhas, eu enganava o estômago com barrinhas de cereais e biscoitos.

- Sites sugeridos para pesquisa sobre Fernando de Noronha: http://www.noronha.pe.gov.br/

- No próximo post eu contarei mais sobre os passeios que eu fiz e dicas sobre os mesmos!

*** Para informações atualizadas, consulte o site da empresa concessionária ECONORONHA que, hoje, dá o apoio ao turismo realizado em Fernando de Noronha e realiza a cobrança de ingressos para determinadas áreas do parque.
                                 





5 comentários:

  1. Vi hoje no telejornal "Bom Dia Brasil" (16/01/13) que Fernando de Noronha está em estado de alerta em razão das ondas que podem chegar a 5 metros de altura. Como expliquei no post, durante o verão, o Mar de Dentro de Noronha fica mexido, com ondas que atraem muitos surfistas. Não é tão legal para mergulhos e para curtir praia (a não ser que você goste de furar ondas gigantes... rsrs). A reportagem disse, inclusive, que alguns barcos estavam danificados e que a Praia do Porto era uma das mais atingidas pelas ondas.

    Sendo assim, mais uma vez, recomendo aos que preferem mergulhar e curtir uma praiana tranquila, que se organizem para visitar Noronha (isso porque é um destino caro e é bom se organizar para aproveitar o que o lugar tem de melhor: praias!!) de Julho a início de Novembro, temporada que tem chuvas reduzidas (EU FUI NO INÍCIO DE SETEMBRO E NÃO VI UMA GOTA DE ÁGUA SEQUER!!), com o MAR DE DENTRO calmo... a Enseada do Sancho (eleita como a mais linda praia do Brasil) transforma-se em verdadeira piscina. Nessa época, é o Mar de Fora que está mais mexido e com ondas, mas como o Mar de Fora é formado em sua grande parte por praias de pedras vulcânicas, você não vai perder nada!! Pode confiar em mim!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Lili, boa tarde ! Por favor eu estou indo viajar com minha filha ( adolescentes ) e estou em dúvida entre Los Roques e Fernando de Noronha. Li nos seus relatos que você já foi para ambas, o que vc achou mais interessante para ir ? Para Venezuela estou um pouco insegura de tanta coisa que já li ( assalto, violência, câmbio etc e tal ) , até porquê irei apenas eu e minha filha, ou seja, duas mulheres. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Simone,

      tudo bom? Perdão pela demora em responder... estive bem enrolada nas últimas 3 semanas.
      Então, tem sido super comum as pessoas me perguntarem sobre Los Roques x Noronha ! Ambos paraísos, né?? Difícil mesmo dizer qual é o mais bonito! Até porque os dois possuem belezas e atrativos diferenciados.
      Em termos de vida marinha para mergulho, Noronha ganha!
      Em termos de praias lindas, acho que Los Roques ganha, mas Noronha fica bem perto... afinal, a Baía do Sancho de Noronha não foi eleita a melhor praia do mundo pelo TripAdvisor à toa, certo?
      Ir para a Venezuela está confuso sim... e para chegar em Los Roques, tem que passar por Caracas e quase sempre pernoitar em Maiquetia. Portanto, ir para Noronha é mais fácil... beeeeem mais fácil!! Vc fará uma conexão ou escala em Natal ou Recife e proooooonto!!
      Em termos de preços, eu acho que Noronha sai mais caro, por incrível que pareça, viu. Bem, é que é mais fácil conseguir passagens com milhas baratinhas para chegar em Caracas do que para ir a Noronha. Aliás, é bem difícil ir a Noronha com poucas milhas.
      De resto, ambos são paraísos e valem a pena e todo centavo gasto!
      Talvez, no seu lugar, por nunca ter ido a nenhum, eu iria a Noronha pela facilidade de organizar a viagem, considerando que a Venezuela está em crise que você irá com filha adolescente. Mas é só uma dica, viu? Faça o que achar melhor e com certeza você vai amar qualquer um dos dois destinos!
      Beijinhos,
      Lily

      Excluir
  3. Muuuito bom e completo, Lily!!!
    Só não encontrei o valor do mergulho! Variava muito de uma escola/empresa para outra?
    Na véspera da minha ida pra lá volto aqui pra ler com mais calma os detalhes todos. :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieeeee Daliiii!!!!
      Que bom que você gostou!!!
      O post completinho que conta como foi a minha experiência mergulhando está no Post Índice de Noronha, na página principal, na coluna da direita, junto com os guias que já fiz. Lá contém informações como o valor do mergulho, qu eficou em torno de 300 reais!
      Noronha é um paraíso!
      Quero muito voltar um dia!!!
      Beijinhos e ótima semana!
      Lily

      Excluir