quarta-feira, 5 de julho de 2017

Siem Reap, Camboja: Post Índice

Eu confesso a vocês que minha intenção era escrever somente dois posts sobre Siem Reap: um sobre a experiência no magnífico hotel Park Hyatt e outro sobre os passeios aos templos do complexo de Angkor!

Ta Prohm
Bayon
Mas o problema é que eu fiquei tão fascinada com a história do país, dos templos, do Império Khmer... e com tantas fotos tão bacanas que tiramos lá, o que me gerou uma grande dificuldade em selecionar poucas para compartilhar com vocês, eu realmente não consegui escrever tão pouco sobre lá e me empolguei completamente! Ganham vocês, leitores, que tiverem a curiosidade de entender um pouco mais sobre o país e ganhou eu, principalmente e acima de tudo, que tive mais essa oportunidade de ler, estudar, reviver o que vi e sentir por lá, já que, infelizmente, antes de viajar, e como Siem Reap foi um dos últimos destinos que visitamos, eu não tive tanto tempo de pesquisar muito a respeito e acabei aprendendo mais agora, ao escrever as matérias, juntando fatos históricos, curiosidades sobre os templos e vendo as fotos, relembrando tudo que vivenciei... 


Foi incrível e deu vontade de voltar, até mesmo porque não acho que os dois dias inteiros que dediquei ao lugar acabaram sendo pouco. Bem, na verdade acabou sendo um dia e meio, ou seja, precisaria de mais, ao menos 2 dias inteiros e metade de outro ou, no melhor dos mundos, 3 dias inteiros para curtir mais os templos, a cidade, a noite tão engraçada e divertida de Siem Reap. 

Um dos templos, por exemplo, que não visitamos e que foi altamente recomendado para nós é o Bateay Srei que fica um pouco mais afastado, cerca de 20km de Angkor Wat, e por isso demanda um pouco mais de tempo para incluir na logística da visita aos templos. 

Espero que vocês se encantem como nós, que se apaixonem por Angkor, que se sensibilizem com a história de guerras e genocídios que esse país tão castigado vem enfrentando há séculos e agora, finalmente, em tempos de paz, busca reerguer-se, cientes de que o turismo é uma de suas principais fontes de renda. Desejo que vocês se emocionem e que considerem fortemente uma visita ao país quando estiverem no Sudeste Asiático, até porque é um lugar bem acessível e há vários voos com a  Air Asia, por exemplo, saindo de Bangkok e de outros lugares, como Kuala Lumpur, diretamente para Siem Reap, que é uma ótima e principal porta de entrada para o país em termos turísticos.

Não é a toa que Angkor foi declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco! Não é a toa que está dentre umas das 10 maiores obras humanas de todos os tempos! O lugar é de uma grandiosidade, de uma magnitude que nossos olhos não são capazes de absorver!

Portanto, sem mais delongas, deixo aqui para vocês os links dos posts publicados no Apaixonados por Viagens e lembrem-se de mim quando estiverem por lá! Ou melhor, carreguem-me junto porque eu já quero voltar!!








Um comentário: