07 abril 2020

Conheça a Região de Zlín, na Morávia do Leste

Conheça a Região de Zlín, na Morávia do Leste

Que tal permitir-se explorar mais a República Tcheca, saindo do roteiro básico que normalmente só inclui Praga? O país, como um todo, composto por 14 regiões, é altamente convidativo e cada região possui sua própria personalidade, paisagens incríveis, história fascinante e gastronomia extraordinária!

Blog Apaixonados por Viagens - Região de Zlín - República Tcheca

Por isso mesmo, vamos apresentar um pouco da região de Zlín, localizada na Morávia do Leste, a 310 km de Praga, 230 km de Viena e 170 km da Bratislava, uma região muito rica em aventuras, mas também que encanta por sua arquitetura popular e urbana, do século XX, além do seu folclore e, é claro, da sua forte relação com a indústria de calçados. 

Quem aí conhece a loja Bata, que vende botas e outros calçados? Certamente, se você já viajou para a Europa, já se deparou com essa loja em algum momento, não? Pois a sua origem é justamente em Zlín, considerada como a cidade do sapateiro mais internacional!

Zlín, a capital da região, é a aventura obrigatória para os amantes da arquitetura do século XX e histórias de sucesso de famílias que criaram marcas internacionais que existem até hoje. No caso de Zlín, foi a família Bata (Baťa, em tcheco), que deu fama mundial à cidade. 

Blog Apaixonados por Viagens - Região de Zlín - República Tcheca

Tudo começou em 1894, quando Tomás Baťa, inspirado em Henry Ford, fundou a fábrica de calçados. Com isso começou a transformar a cidade, trazendo modernidade que até hoje é exemplo único de planejamento urbano e arquitetura do tempo entre guerras, não apenas na República Tcheca mas em nível internacional.

Blog Apaixonados por Viagens - Região de Zlín - República Tcheca
Museum Shoemaking

Tudo é econômico, racional, funcional: as vilas, casas e edifícios familiares, colônias da classe trabalhadora, casas coletivas, obras públicas, o primeiro arranha-céu tcheco (a sede da empresa onde o Sr. Baťa tinha sua mesa principal dentro do elevador para facilitar o rápido contato com seus funcionários), a numeração original das ruas de acordo com a orientação e a dos prédios de acordo com sua situação. 

Uma cidade peculiar onde os edifícios se assemelham e fazem deste um lugar muito interessante para se visitar.

  • Curiosidade: a família Baťa possui uma ligação com o Brasil. Com a eclosão da Segunda Guerra, membros da família imigraram para o Brasil, instalaram-se no sertão, onde usaram seus conhecimentos industriais para criar negócios. Acabaram por fundar duas cidades no Mato Grosso do Sul, que receberam os nomes de Batayporã e Bataiguaçu. Nestas cidades, até hoje, a cultura tcheca é preservada, através dos descendentes.

O que visitar na Região de Zlín


  • Instituto de Baťa (originalmente edifícios industriais de Baťa, os de número 14 e 15 tornaram-se num centro educacional e cultural onde se localiza a Galeria de Arte e o Museu do Sudeste da Morávia, com exposição sobre a história da empresa Baťa), 
  • Arranha-céu de Baťa, 
  • Bairro de Letná (com casas de tijolos que Baťa construiu para seus funcionários) e 
  • Memorial Tomáš Baťa.

Blog Apaixonados por Viagens - Região de Zlín - República Tcheca

Com a moderna cidade de Zlín à frente, é curioso que a região também abrigue lugares cheios de tradição, costumes, folclore e arquitetura folclórica tradicional, como a do arquiteto eslovaco Dušan Jurkovič. O estilo destaca-se pelas cores marcantes, mosaicos e elementos cerâmicos. Todas as suas obras têm um estilo peculiar que reflete uma grande influência da arquitetura popular.

Podemos encontrar várias construções desse arquiteto peculiar em toda a Morávia, mas, na região de Zlín, existem suas obras mais emblemáticas:

  • O Museu Etnográfico de Rožnov pod Radhoštěm (60 km de Zlín). A particularidade deste museu é que é ao ar livre e é uma cidade preservada no tempo, onde você encontra seus habitantes vivendo com o presente e preservando a arquitetura e as tradições da Valáquia.

  • A Vila de Madeira, parte mais antiga do museu ao ar livre, para a qual se trasladaram as casas da Praça Rožnov e uma bela igreja de uma cidade vizinha. A visita dentro desses edifícios o aproximará da vida de seus habitantes num passado distante. As construções técnicas estão representadas pelo Mill Valley, onde a maioria das exposições é impulsionada pela força da água. O povo da Valáquia mantém sua identidade, apesar de todas as mudanças que sofreu durante as últimas centenas de anos.

  • A cidade-spa de Luhačovice, a 25km de Zlín. Precisamente ali, Jurkovič assumiu a tarefa de compor a concepção urbanística geral do balneário e também elaborou os projetos para 14 obras. Nem todos foram preservados, no entanto, os principais podem ser vistos, com toda a sua beleza original. Jurkovič começou a reconstruir a casa de Jan (agora a casa de Jurkovič), que hoje é um dos lugares mais solicitados pelos hóspedes do spa para passar sua estadia nesta cidade. Ao caminhar pela cidade, não deixe de visitar as vilas de Jestřabí e Valaška, Sluneční lázně ou Hudební pavilon (o pavilhão musical) no parque spa.

  • Em Pustevny (a 1.018 m de altura e a 80 km de Zlín), um dos lugares mais visitados nas Montanhas Beskydy, existem duas casas de campo do arquiteto Jurkovič: Maměnka (hotel) e Libušín (restaurante), e um campanário. Pustevny  é um importante centro de esqui no inverno e esportes como caminhadas, ciclismo, parapente, passeios em skates ou segways no verão. Em 1940, foi inaugurado o primeiro teleférico de Trojanovice a Pustevny, o mais anguloso da Europa. O nome  significa eremitas - diz a lenda que em meados do século XVIII neste local foi construída a primeira capela de madeira para um eremita, daí o nome.

Dica: caminhe 4 km a pé a partir de Pustevny até alcançar a montanha Radhošť (1.129 m) de onde se terá belas vistas das montanhas de Beskydy.

Seguindo o caminho das tradições, e se você realmente quiser experimentar algo único do folclore tcheco, não perca a Cavalgada dos Reis de Vlčnov (40 km de Zlín), geralmente no final de maio (29.-31.5.2020).

É um rito inicial original, durante o qual meninos de 18 anos são recebidos entre adultos. Cada um deles pode atuar como membro da comitiva apenas uma vez na vida; o rei é um menino de 10 a 12 anos, vestido com um traje de menina. A programação do evento Cavalgada dos Reis oferece shows folclóricos, shows de grupos de charanga e címbalo, degustações de vinhos, feira de artesanato e exposições. Antes da Segunda Guerra Mundial, a Cavalgada dos Reis era celebrada em quase todas as cidades da região de Slovácko. Hoje a tradição é preservada em Vlčnov, Hluk, Kunovice e Skoronice.

Além dos legados da arquitetura, esta região também possui um legado reconhecido pela UNESCO: o palácio do arcebispo e seus jardins em Kroměříž (a 30 km de Zlín).

Blog Apaixonados por Viagens - Região de Zlín - República Tcheca
Jardins de Kroměříž

O jardim das flores foi criado em meados do século XVII e mostra simetria precisa. É abundantemente adornado com esculturas e fontes. No centro, você também encontrará uma rotatória cuja parede inteira é cercada por uma elegante avenida com esculturas dos deuses da antiguidade. O jardim ao pé do palácio é um belo exemplo de um parque muito bem preservado, com uma coleção única de árvores.

Blog Apaixonados por Viagens - Região de Zlín - República Tcheca

O ponto dominante do recinto, sob o patrocínio do Patrimônio Mundial, é o monumental palácio barroco, cuja torre alta oferece vistas inesquecíveis da cidade, seus belos terraços e arredores.

Outra visita recomendada, a apenas 30 minutos de carro de Zlín (35 km), seria o Mosteiro de Velehrad. O mosteiro de Velehrad e especialmente sua basílica representam o centro espiritual da República Tcheca. 

Blog Apaixonados por Viagens - Região de Zlín - República Tcheca

Aqui começou a ser escrita a história milenar do cristianismo nesta parte da Europa. É o local em que peregrinações nacionais são realizadas anualmente, em que dezenas de milhares de pessoas participam. A mais importante, em 5 de julho, celebra a chegada dos apóstolos eslavos Cirilo e Metódio à Grande Morávia, no ano 863,  portanto há 1157 anos.

Falando diretamente de tradições, você não pode perder o licor mais tradicional deste lugar: o Slivovice.

Este destilado é, geralmente, de ameixa, incolor e com renome mundial. Tradicionalmente, as pessoas, fiéis aos costumes, acreditam que uma dose dessa bebida pela manhã retira tudo de mal do corpo e da mente. Acredita-se que isso venha de um costume do século XIII, em que destilados eram sinônimos para a prevenção de doenças contagiosas, como a peste.

Para visitar: A destilaria de Rudolf Jelínek, a mais conhecida internacionalmente, fica em Vizovice (a 20 km de Zlín).

Roteiro recomendado para 3 dias de passeios na região de Zlín

  • Dia 1:  Zlín – Vizovice - Luhačovice
  • Dia 2: Kroměříž – Velehrad - Vlčnov
  • Dia 3: Rožnov pod Radhoštěm – Pustevny – Radhošť

A melhor época para viajar para a Região de Zlín é de abril a outubro. Para os amantes de esqui, de meados de dezembro a princípio de março.

Para mais informações, mais história, dicas e recomendações, visitem os sites www.destinotchequia.com e www.czechtourism.com

Postar um comentário

Botão do Whatsapp só funciona no celular

Digite o que procura e tecle "enter" para buscar