06 abril 2020

Onde comer em Tiradentes: Restaurante Virada`s do Largo

Onde comer em Tiradentes: Restaurante Virada`s do Largo

Finalmente nós conseguimos conhecer o consagrado e famoso restaurante Virada`s do Largo, da simpaticíssima Beth Beltrão.

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

Dizem que, quem vai a Tiradentes e não vivencia uma experiência gastronômica no Restaurante da Beth (como também é conhecido), tem que voltar porque não sabe o que está perdendo. E hoje eu posso confirmar que é verdade, pois, nas primeiras 3 vezes em que estive na cidade, eu cometi esse pecado de não ir lá no Virada`s do Largo... pronto! Já resolvi isso e coloquei o Virada`s como programa obrigatório para toda vez que eu visitar Tiradentes.

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

Mas vamo lá... a primeira premissa para se apaixonar pelo Restaurante da Beth é gostar de comida mineira! A casa, com toda a sua simplicidade, localizada um pouco mais afastada do Centrinho Histórico (nada que uma caminhada de 10 minutos não resolva... seguindo adiante, depois do Chafariz de São José), com jeitinho de casa de campo, super acolhedora, é totalmente especializada na gastronomia mineira, para fã de verdade, que aprecia toda essa explosão de temperos e sabores que a culinária mineira oferece.

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

Tem varanda com vista para a horta orgânica e várias árvores que são cuidadosamente mantidas pela Beth, o restaurante encanta justamente por sua simplicidade, em um casario charmoso, com janelas grandes, pé direito alto, decorada com plaquinhas fofas que são verdadeiras mensagens para a vida, em tom leve e de brincadeira, mas com destaque para todos os pratos pendurados da Associação da Boa Lembrança, que emolduram o teto, da qual a Beth faz parte e é presidente atualmente.

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

Você certamente já deve ter visto em algum restaurante o prato de cerâmica customizado com um desenho que faça lembrar do restaurante, do lugar onde se encontra ou seu proprietário. Esses pratos são criados para os restaurantes membros e os clientes podem levar para casa após experimentarem as receitas exclusivas da casa. 

No cardápio do Virada`s há o prato da Boa Lembrança: você pede o prato Górinhamesm, come e leva para casa de recordação a louça.

Por falar em cardápio, ele é surpreendente, simples, sem sofisticação e grande! Confesso que tive um bocado de dificuldade em escolher o que queríamos. Eu gosto bastante da gastronomia mineira, mas tenho as minhas predileções, como torresmo, linguiça, tutu, carne de porco, couve... é bem difícil eu me arriscar a algo muito diferente disso.

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

Claro que o cardápio, com receitas caprichadas e preparadas no forno à lenha, tem o toque especial e autoral da Beth! Aliás, gente... perdoem-me, mas não dá para falar do restaurante nem do seu cardápio sem falar da própria Beth, porque ela é a essência da casa, ela é uma figura importantíssima no cenário da gastronomia de Tiradentes, uma das precursoras a apostar na cidade com esse viés culinário há quase 30 anos, sendo uma verdadeira referência no assunto e não a toa que ela é super premiada. 

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

E a Beth, nascida na região da Serra da Canastra, com toda a sua simplicidade, faz questão de deixar claro que ela não é chef, mas sim uma cozinheira... e uma ótima cozinheira, diga-se de passagem, que transborda talento. Nós conversamos bastante, mais para o final do nosso almoço, quando o restaurante já estava mais calmo, e pudemos trocar várias ideias, conhecer seu trabalho com o acolhimento de imigrantes, seu fascínio pelas descobertas de novas receitas, sua perseverança, como na estória que nos contou sobre a máquina de fazer sorvete rsrs... acima de tudo, seu bom humor e carisma!

  • Pasmem: a Beth nunca fez curso de gastronomia. Aprendeu a cozinhar com o coração, com o dom e talento natos, quando optou por trocar a carreira de informática pela cozinha. Ela é autoditada e foi testando e experimentado tudo até chegar ao resultado final das suas receitas. 

Se você tiver a oportunidade de conversar um cadinho que seja com ela, vai confirmar tudo isso que acabei de dizer! Até porque ela faz questão de circular pelo salão do restaurante, conversa com os clientes, pergunta se está tudo certinho, dá dicas e sugestões do cardápio. Ela é uma figura! E seus óculos coloridos já dão o tom do seu jeito descontraído e alegre de ser. Ela é fonte de inspiração! Saímos de lá cheios (literalmente... e rolando) de ânimo e disposição após a experiência completa, da refeição maravilhosa ao bate papo gostoso com a Beth.

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

Aliás, lá vem a primeira dica: se você puder preferir ir ao restaurante para almoço, acho que será mais interessante porque a comida mineira é tradicionalmente mais pesada, daí você fica com a tarde toda para se recompor rsrs... e fazer uma ótima digestão caminhando pela cidade. E não vá com pressa! Vá com tempo suficiente para saborear tudo: a comida, o ambiente, o bate papo com a Beth.

Inclusive, o movimento no sábado que fomos (18 de janeiro) para o horário do almoço era intenso. Sugiro até que você ligue antes para reservar mesa se estiver com um grupo grande porque o restaurante Virada`s é bem famoso e costuma ficar cheio.

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

E vocês podem ter certeza que tudo que é feito no Virada`s é feito com paixão e com preocupação com a qualidade e origem dos insumos, colhidos da horta particular da casa ou comprados de produtores que priorizam o plantio orgânico. Para ter uma ideia, o frago caipira leva pelo menos 6 meses para ir para a panela... os legumes, verduras e frutas são cultivados na própria horta, as linguiças também são feitas pela Beth com carne mesmo, com sabor, com tempero, com amor!

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

Foi justamente com ela que nós começamos os serviços: uma porção de linguiça feita pela Beth. No cardápio tem a Fogosa (R$44) e tem a Defumada (R$43). A nossa, a fogosa, veio acompanhada de cebola, alho e pão, em uma porção bem satisfatória para dividir como entrada (ou até mesmo com prato principal se pedir algo a mais para acompanhar).

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

Aliás, vamos para a Segunda Dica: os pratos servidos no Viradas`s do Largo são absolutamente generosos!! Absurdamente bem servidos. A gente ficou observando as mesas próximas e perguntamos ao garçom se os pratos eram para compartilhar. Quando ele disse que aqueles pratos eram os individuais, decidimos na hora que pediríamos um individual para compartilhar, pois não aguentaríamos o prato principal para na sua versão maior, para dividir.

Na verdade, a versão individual é perfeitamente compartilhável e generosa. Claro que vai da fome de cada um e nós havíamos tomado um ótimo café da manhã na Pousada Aromas da Montanha, além da entrada, que foi uma fartura danada.

Bem... os preços são muito bons também, super em conta e bem honestos. Portanto, não é pelo valor e sim pela quantidade mesmo.

Assim, pedimos como principal o Lombo Ocupado (R$48), prato individual que dividimos (vejam na foto e depois me contem se não é enorme), composto de: arroz com alho, tutu, couve salgada, ovo frito, lombo de porco grelhado!

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

Sério... eita trem bom demais da conta, sô!!! Que gostosura danada! E a apresentação super fofa, na panelinha!

A gente se esbaldou e atolou o pé na jaca com prazer! E o tempero é de comer ajoelhado rezando!

  • Nota: os nomes dos pratos são super divertidos e criativos. Tem o Bunitim (vegano), Arrumadim, Trem Bão, Minêrim Pomposo, Póvim Cumê Quetábão, Bacananinha... a gente se divertia lendo o cardápio enquanto escolhia nosso prato. 

Se vocês tiverem curiosidade em explorar mais os sabores da Beth, saibam que os pratos mais representativos da comida mineira estão presentes no cardápio, como o tutu com costelinha e lombo, feijão tropeiro, frango com quiabo, frango caipira, pernil, pururuca, frango com ora-pro-nobis, que é uma planta super popular em Minas.

Por fim, não poderiamos encerrar esse experiência extraordinária sem um docimm, né?

Depois da estória da máquina de sorvete (perguntem para a Beth quando forem lá...) é claro que fizemos questão de degustar seus sorvetes! 

Jabuticaba, Queijo com Goiabada, Doce de Leite e Abacaxi com Manjericão!

Onde comer em Tiradentes: Virada`s do Largo - Restaurante da Beth

Tudo caseiro, 100% artesanal e muito gostoso! Meu preferido, em primeiro lugar, foi o de Goiabada com Queijo (Romeu e Julieta), em segundo lugar, o de Doce de Leite. Mas todos estavam muito cremosos, saborosos e com os sabores bem destacados.

Agradecemos muito pelo convite e por termos conhecido essa pessoa sensacional, que é a Beth! Adoramos toda a experiência e esperamos que vocês também curtam bastante quando estiverem por lá. 

Mais informações sobre o Restaurante Viradas`s do Largo




Postar um comentário

Botão do Whatsapp só funciona no celular

Digite o que procura e tecle "enter" para buscar