17 outubro 2019

Primavera em Bariloche: mais cor, mais natureza, mais sol, mais aventura

Primavera em Bariloche: mais cor, mais natureza, mais sol, mais aventura

A primavera em Bariloche combina com natureza, sol e aventura


Confesso que eu - Lily - não tenho tanta vontade de conhecer Bariloche no inverno (talvez por nutrir certo preconceito com o fato de o destino ficar abarrotado de brasileiros e perder o charme por conta disso), mas se há dois momentos no ano em que eu gostaria muito de visitar a famosa região da Patagônia Argentina: a Primavera e o Outono! 

Blog Apaixonados por Viagens - Primavera em Bariloche

Primavera com suas flores, seu colorido e perfume, já o Outono, por sua vez, com sua paisagem única, alaranjada... um sonho a ser realizado! Enquanto isso, a gente fica aqui sonhando e curtindo as dicas das inúmeras atividades que o destino oferece, que recebemos do Turismo de Bariloche!

Uma viagem única, cheia de lugares que convidam a descobrir, explorar e retornar sempre. Aposto que vocês sentirão o mesmo que eu depois de visualizar as experiências possíveis em Bariloche fora da temporada de inverno! 

Blog Apaixonados por Viagens - Primavera em Bariloche

Na Primavera, por exemplo, você poderá explorar suas ruas, atividades ao ar livre, passeios pelos lagos... isso, é claro, além dos roteiros básicos que passam por Centro Cívico, Colonia Suiza e Puerto Pañuelo. Vejamos, então, as dicas para aproveitar bem a Primavera em Bariloche... acho que voc~es vão se surpreender e repensar se realmente vale a pena ir no inverno, hein? 

Blog Apaixonados por Viagens - Primavera em Bariloche

Blog Apaixonados por Viagens - Primavera em Bariloche

Aventura


As atividades de aventura em Bariloche são projetadas para apreciar a natureza, tendo o viajante como protagonista. 

Andar a cavalo nas estepes ou na floresta, caiaque, canoagem são opções mais tranquilas para ver as paisagens de outro lugar.  

Blog Apaixonados por Viagens - Primavera em Bariloche

Blog Apaixonados por Viagens - Primavera em Bariloche

Se o objetivo é viver emoções mais intensas, a proposta para o turista pode ser voar entre as copas das árvores, canoagem ou tirolesa, ou fazer rafting no rio Manso e levantar rafting no rio Limay. Estas são algumas das muitas opções que os amantes da natureza podem escolher durante a viagem.

Cervejarias


A cidade é especialista em cerveja artesanal, um dos principais produtos gastronômicos e turísticos de Bariloche. 

Com cervejarias premiadas e reconhecidas internacionalmente, é um item que já possui seu próprio distrito, sua própria rota e uma grande variedade de produtos, todos com uma impressão única. 

Blog Apaixonados por Viagens - Primavera em Bariloche

Há quase 100 anos, a cerveja artesanal é produzida em Bariloche, onde uma verdadeira “rota da cerveja” foi formada. Existem muitos tipos e diferentes matérias-primas. Entre eles, podemos encontrar Stout, Ale, Porter, Bock e Pilsen.

Pesca


O Parque Nacional Nahuel Huapi possui uma importante bacia de lagos e rios com costas de fácil acesso, particularmente adequada para a reprodução de espécies de grande valor esportivo, como a truta marrom e a truta arco-íris. 

Sua pesca é chamada de "esporte" porque apenas são usadas iscas artificiais, como moscas e colheres. Para praticá-lo, é necessário adquirir previamente uma autorização de pesca. Existem três tipos de pesca esportiva: pesca com mosca, fiação e pesca a bordo ou pesca à linha. 

Blog Apaixonados por Viagens - Primavera em Bariloche

A pesca com mosca geralmente se desenvolve nos rios e é uma técnica que requer algum conhecimento para o lançamento das iscas. Para quem inicia a atividade, é recomendável contratar a assistência de um guia profissional.

A simples menção da palavra Patagônia desperta uma grande expectativa no pescador esportivo. A sucessão de espelhos d'água, rios e córregos de Bariloche faz parte de sua natureza de enorme beleza. Excelentes ambientes que atendem às expectativas de todos os pescadores esportivos, seja nas modalidades spining, fly casting ou trolling.

Excursões pelos lagos  


Para viver algo inesquecível, uma das excursões imperdíveis a serem feitas em Bariloche é a navegação pelo lago Nahuel Huapi, que se caracteriza por seu grande tamanho, seus belos cenários e suas águas cristalinas. 

Blog Apaixonados por Viagens - Primavera em Bariloche

Velejar é uma das atividades favoritas de quem visita a região e que permite conhecer a extraordinária geografia e fauna a bordo de barcos modernos. Desconecte-se navegando pelas águas azuis do lago Nahuel Huapi em um catamarã moderno e confortável. Existe a possibilidade de escolher entre várias opções, passeios como visitar a Ilha Victoria e a Floresta de Arrayanes, Puerto Blest e cachoeira Los Cántaros ou fazer a travessia andina.

Excursões por terra


As excursões tradicionais de Bariloche também são uma boa pedida para quem prefere algo mais planejado e não quer ter muito trabalho em montar roteiros. Do centro da cidade, por conta própria ou contratando um passeio, é possível viajar quilômetros de paisagens e surpreender-se com vistas deslumbrantes.

Blog Apaixonados por Viagens - Primavera em Bariloche

As colinas são os guardiões da cidade. Elas protegem, cercam e fazem de Bariloche um dos destinos turísticos mais visitados da Argentina e do continente. Se estiver em Bariloche, o turista não pode perder nenhuma das colinas imponentes e visitar os circuitos mais tradicionais. Visite os arredores de Bariloche e também as cidades vizinhas.

O que você precisa saber sobre a Primavera Patagônica


Blog Apaixonados por Viagens - Primavera em Bariloche

A Temporada


É tradicionalmente uma das estações mais charmosas, que acontece de 21 de setembro a 20 de dezembro. Os dias começam a se prolongar, com um aumento gradual da temperatura, que varia entre 7 e 20 graus no final da temporada.

Vestimenta


O mais apropriado é a roupa casual, confortável e prática. Recomenda-se usar calçados de acordo com a montanha e o casaco durante a noite.

Blog Apaixonados por Viagens - Primavera em Bariloche

Ajuste o relógio


O nascer do sol acontece às 6 horas e 15 minutos e o pôr do sol às 21 horas e 20 minutos, com um fuso horário GMT-3.

Dicas importantes


  • A tensão é de 220 V e os plugues são do tipo I para todos os aparelhos eletrônicos. 
  • A discagem para telefonar para o Brasil é feito pelo DDI +55 
  • A discagem nacional direta da cidade é o número 294.
  • Uma peculiaridade na cidade é que os supermercados não entregam sacolas plásticas, um cuidado para preservar o meio ambiente.

Banco


O banco local funciona de segunda-feira à sexta-feira, com horário estabelecido das 8 horas às 13 horas. 

Para fazer as compras locais, a moeda utilizada é o peso argentino. Em toda a cidade há ATMs, caixas eletrônicos para retirar dinheiro 24 horas por dia. Todos os serviços e regulamentos aceitam cartões de débito e crédito do Brasil. Muitos se recusam a aceitar real para pagamento em dinheiro

Estacionamento


Na cidade, o estacionamento é medido. Ou seja, uma forma segura, moderna, ecológica e confiável eleito pelo município. Todos os turistas têm de adquirir o crédito virtual em pontos de venda autorizados.

Informações sobre esses e outros passeios de Bariloche, acesse:




Postar um comentário

Botão do Whatsapp só funciona no celular

Digite o que procura e tecle "enter" para buscar