31 outubro 2018

Dicas de Viagem: Arrumando a Bagagem

Dicas de Viagem: Arrumando a Bagagem

Vamos elencar aqui para vocês algumas dicas bem práticas para você colocar no seu checklist na hora de arrumar sua mala. E vamos começar com a mala despachada em voos internacionais. Afinal, você sabe o que pode e o que não pode levar na sua bagagem? Faça aqui o teste e depois nos conte se você já sabia de tudo!


Blog Apaixonados por Viagens - Arrumando a Bagagem - Dicas de Viagem

O que você pode levar na sua mala em voos internacionais


É curioso que, muitas vezes, recebo perguntas assim em grupos do whatsapp. Até o viajante mais experiente pode se deparar com dúvidas sobre o que é permitido ou não. De modo geral, dentre os meus amigos, a pergunta mais comum é sobre bebidas, quantos litros podem ser levados na bagagem a ser despachada... acho que meus amigos, assim como eu, não desperdiçam a oportunidade de comprar bons vinhos e bebidas típicas dos lugares que visitam, né?

Já ouvi relatos terríveis de amigos que não puderam entrar no Brasil com alguns produtos, como sardinhas enlatadas, vindas de Portugal, queijos, salames, chocolates... eu acho um absurdo quando se tratam de produtos industrializados e bem vedados, embalados a váculo, mas entendo os rigores necessários pela Vigilância Sanitária para fins de controles epidemiológicos. Por outro lado, é raro a gente saber de pessoas que, ao chegarem no seu destino de viagem, tiveram malas revistadas e produtos confiscados.

Curiosamente, eu passei por duas experiências recentemente e ambas relacionadas a bebidas kkkk... ok, ok, eu confesso que gosto de levar um vinho ou espumante para os lugares, para tomar quando chego e não precisar sair em busca de algo para brindar ao início da viagem, sabe? Pois bem, isso ocorreu em Barbados e nas Bahamas. Mais curiosamente ainda, ambos são países caribenhos e membros da Common Wealth Britânica. Eles perguntaram a minha procedência e, ao revelar que era brasileira, pediram para abrir minha mala e de pronto identificaram as garrafas de bebidas. Tiraram as garrafas e buscaram os registros delas, o código de barras e se estava vedada/lacrada. Ufa... eu estava certinha e pude seguir viagem sem maiores constrangimentos. Minha bebida também passou no teste kkkk... ainda bem, ou eu era capaz de abrir ali mesmo e beber se inventassem de confiscá-la kkkk...

Brincadeiras à parte, fato é que sempre existe a chance de confiscarem algo se encrencarem com você, com o produto e, justamente por isso, vamos colocar aqui algumas dicas para minimizar essas situações. 

Blog Apaixonados por Viagens - Arrumando a Bagagem - Dicas de Viagem

O Que Não Pode Ser Levado na Bagagem de Mão de Jeito Nenhum?


Nós até poderíamos começar com os itens que podem ser transportados, mas são muitas as possibilidades - mesmo. Por isso, é mais fácil falar sobre o que não pode ser levado sob nenhuma hipótese na sua bagagem de mão, de acordo com a ANAC.

  • Armas de fogo e todos os dispositivos que disparem projéteis, dispositivos neutralizantes (armas de choque, spray de pimenta), objetos pontiagudos ou cortantes e ferramentas de trabalho (chave de boca, macaco hidráulico) não podem ser transportados.
  • Itens considerados contundentes, que são aqueles que não foram desenvolvidos para ferir, mas que podem ser usados para tal, como tacos de golfe e de sinuca, não podem estar nas suas malas. Eu, por exemplo, já tive um monopod meu (um cabo para colocar a GoPro) confiscado quando passei pelo Raio-X. A sorte é que dava tempo de voltar ao balcão de check in da companhia aérea para despachar. Do contrário, teria perdido e deixado por lá porque resolveram encrencar com ele (isso porque eu já havia viajado com ele na minha bolsa em outras ocasiões anteriores).
  • Substâncias inflamáveis ou explosivas (dinamite, querosene, gasolina), tóxicas e químicas (cloro, soda cáustica) também não podem estar na sua bagagem.

Blog Apaixonados por Viagens - Arrumando a Bagagem - Dicas de Viagem

Quais Itens Podem Ser Levados na Bagagem de Mão?


Muitos itens podem ser transportados em sua bagagem, mas é importante conferir quais são eles para ter certeza de que nenhum problema acontecerá.

  • Dispositivos eletrônicos para entretenimento, como players de música, videogames portáteis e câmeras fotográficas, podem ser levados tranquilamente na sua viagem. Seu notebook também pode ir, mas não deve ficar no bolso de trás dos assentos.
  • Calculadoras e barbeadores elétricos estão entre os itens autorizados para sua bagagem de mão, assim como uma caixa de fósforos e o seu celular - ainda bem, não é mesmo?
  • Mochilas, pastas, cabides com roupas, fraldas, remédios essenciais, como os de uso contínuo (se tiver, leve a receita, por precaução) e cosméticos sólidos, como blush, base, também podem ir na bagagem de mão.
  • Power Bank - o famoso carregador de celular - desde que seja usado durante o voo e não durante a decolagem e aterrissagem. Obs: os power banks não devem ser levados na mala despachada e a potência máxima permitida pela IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo) é de 100Wh.

Além disso, é importante que a sua bagagem de mão tenha itens essenciais, que possam salvar a sua pele caso você tenha que passar a noite no aeroporto ou em um hotel no caso do cancelamento ou do atraso de um voo, por exemplo, ou até mesmo se sua mala despachada não chegue com você por questões de extravio ou outros problemas. 

Por isso, é recomendável ter umas duas ou três mudas de roupa que te segurem por 2 ou 3 dias até resolver a situação, creme dental, escova de dente, desodorante (vale lembrar que não pode ser aerosol), perfume e creme, para que você não passe nenhum aperto. 

Itens como cremes dentais, desodorantes e perfumes que estejam na sua bagagem de mão devem estar em recipientes de, no máximo, 100 ml cada um. Se olharem a sua bagagem e as embalagens forem maiores de 100 ml, mesmo que não estejam cheios, os itens serão confiscados. Além disso, a soma de todos esses itens não pode ultrapassar 1 litro nas bagagens de mão. Podem ser 10 embalagens de perfume de 100 ml, 5 cremes dentais e 5 desodorantes de 100 ml cada ou a combinação que for.

Blog Apaixonados por Viagens - Arrumando a Bagagem - Dicas de Viagem

Quais Itens Podem Ser Levados na Bagagem Despachada?


As bagagens despachadas ou registradas não vão junto com você durante o voo. Como você só terá acesso a essas malas na hora do desembarque, então alguns itens que não são permitidos na bagagem de mão poderão ser colocados na mala despachada, tais como tesouras, alicates, shampoos, perfumes, desodorantes e cremes com mais de 100 ml.

O Que Acontece com quem Infringe as Regras?


Caso você contrarie alguma dessas regras, então estará sujeito a receber as punições cabíveis. Por exemplo, no caso de levar uma embalagem maior de 100 ml na bagagem de mão, ela será confiscada, o que pode representar um prejuízo bem grande. Itens proibidos, como lâminas de barbear, também podem ser confiscadas.

O maior problema está no fato de que os itens confiscados não são devolvidos depois e ficam lá no aeroporto. Cada aeroporto adota uma conduta diferente para o destino desses itens, mas eles não voltarão para você e isso é um fato.

Por isso, o melhor a se fazer é cumprir todas as regras para o seu voo internacional, de modo a não ter problemas, prejuízos e arrependimentos.

Posso Transportar Bebidas Alcoólicas?


Siiiimmmm!!! Graças a Deus e ao Baco, deus do vinho kkkk... Felizmente, você pode transportar bebidas alcoólicas durante viagens internacionais, mas somente na bagagem registrada. Nada de tentar levar na bagagem de mão! Elas podem ser barradas e você vai ter que acabar deixando no aeroporto.

Observação: a única forma de levar uma bebida na bagagem de mão é no caso de você comprá-la no Duty Free do aeroporto, ou seja, depois de já ter feito o check in, de já ter entrado para o salão do embarque, se você adquirir algo no Duty Free, não terá problema. Porém, cabe outra ressalva: Se você não tiver um voo direto para o Brasil e se você tiver comprado passagens com companhias aéreas diferentes, essa regra muda. Minha sugestão sempre é perguntar antes de embarcar se pode. Eu já tive uma situação em que comprei cervejas nas lojinhas do aeroporto de Berlin, já dentro do salão de embarque e meu voo depois era direto para o Rio de Janeiro. Não tive problema e coloquei tudo na bagagem de mão. Contudo, se eu tivesse uma conexão em outro lugar antes de vir para o Brasil, por exemplo, não tenho certeza se implicariam ou não com as cervejas que não estavam embaladas nas sacolas do Duty Free porque não era a loja do Duty Free, mas sim um restaurante/bar dentro já da aérea para embarque no aeroporto. Às vezes também vale a pena colocar na balança se compensa arriscar ou não. Vai depender do seu orçamento, do preço do produto que você está comprando porque também sei que nem sempre as companhias aéreas são tão claras em passar essas regras, ainda mais quando há conexões. 

Para evitar que as garrafas quebrem ou sejam danificadas no caminho, você pode comprar embalagens específicas para acondicioná-las, envolvê-las com meias ou peças de roupa ou plástico bolha. Nós usamos sempre uns bags próprios para vinho, daqueles que inflam e são facilmente encontrados na internet ou em vinícolas. Nunca tivemos problemas! Aliás, a única vez na vida que tive problemas com alguma bebida foi uma latinha de cerveja que estourou n a minha mala e fez uma lambança danada. Logo, vai outra dica aí importante: se você estiver carregando bebidas alcoólicas que possam manchar suas roupas em caso de acidentes ou deixá-las fedidas, no caso da cerveja, embale suas roupas em sacos plásticos, mais herméticos e proteja-as para não ter problemas. 

Ainda sobre o Duty Free: quando você chegar ao Brasil, no aeroporto em que for desembarcar, poderá comprar até 24 garrafas (12 garrafas de vodka e 12 garrafas de vinho, por exemplo) de bebidas alcoólicas, o que é uma ótima oportunidade para abastecer a sua casa ou presentear os amigos e a família.

Ah, você também deve lembrar que apenas passageiros com mais de 18 anos podem comprar bebidas alcoólicas e isso não muda com o fato de estar ou não em um aeroporto.

Blog Apaixonados por Viagens - Arrumando a Bagagem - Dicas de Viagem

Arrumando a Bagagem: Kit de sobrevivência para quem viaja muito a trabalho


Não é muito o meu caso, lamentavelmente... até que eu gostaria de viajar muito a trabalho rsrs.. mas conheço várias pessoas próximas que costumam viajar em média 1 vez por semana a trabalho e, para facilitar a sua vida, caso você não seja experiente no assunto, mas vai iniciar essa rotina de passar mais tempo entre uma cidade e outra do que na sua própria casa, saiba quais são os itens essenciais que nunca podem faltar na sua bagagem

1 - Carregador portátil para celular


É muito incômodo ficar sem bateria no celular durante uma viagem. Nem sempre há tomada disponível por perto, nem todos os aviões disponibilizam entradas USB ou tomadas para carregar o celular e a falta de comunicação quando estamos longe de casa pode nos colocar em situações adversas. Afinal, você não quer chegar no destino final sem celular, não é mesmo?

Por isso, não se esqueça de incluir na sua bagagem de mão um carregador portátil. Modelos com capacidade de carga de 10.000 mAh são os mais indicados, pois conseguem dar de três a quatro cargas completas nos celulares.

Blog Apaixonados por Viagens - Arrumando a Bagagem - Dicas de Viagem

2 – Necessaire com itens de higiene pessoal


Esse é outro item que não pode faltar em hipótese alguma. Em uma pequena necessaire, guarde itens como escova de dente, pasta de dente, fio dental, enxaguante bucal, pente, cortador de unhas e perfume. Além disso, inclua também cremes hidratantes, balm para os lábios não ressecarem durante o voo, água termal e um sabonete. Mas não se descuide do volume das embalagens para não ter seus produtos confiscados no aeroporto.

Com esses itens você está preparado para encarar viagens mais longas sem perder a boa aparência. Bastam cinco minutos no banheiro para se mostrar com um hálito fresco e aspecto renovado. Afinal, sabemos que cuidar da boa imagem é sempre essencial.

Blog Apaixonados por Viagens - Arrumando a Bagagem - Dicas de Viagem

3 – Um canivete (na bagagem despachada)


A maioria das companhias aéreas proíbe que os passageiros embarquem com canivetes e similares em sua bagagem de mão. Porém, esse item pode estar na sua bagagem despachada, especialmente se você está indo para uma viagem internacional.

A vantagem desse acessório é que ele pode ser a salvação em muitas ocasiões: talher para tomar um iogurte, sacador de rolhas em vinhos, estilete para abrir caixas e até tesoura para cortar etiquetas de roupas. Tudo isso em um item prático e que ocupa pouquíssimo espaço. Nós temos 3 modelos da Victorinox e sempre levamos (eu carrego o meu, que tem tesoura e até lixa e o Julio carrega o dele que é maior e tem saca-rolhas de vinho).

4 – Cuidados extras com a saúde


É importante que você pense também nos remédios que vai levar consigo na viagem. Se, porventura, você tomar algum de uso contínuo, leve-os. Além deles, acrescente comprimidos para dor de cabeça e resfriados, dois dos males mais comuns que acometem os viajantes.

Inclua ainda na lista pastilhas para a garganta, protetor labial e algum antiácido, afinal alguma refeição pode não cair bem. Por fim, não se esqueça de um protetor solar e de vitaminas revigorantes para quando estiver cansado. Fale com o seu médico para saber quais são as melhores para você.

5 – Aviamentos para costura


Muitos hotéis costumam oferecer para os seus hóspedes pequenos kits de costura. A lista de aviamentos inclui prioritariamente linhas e agulha. Eles serão essenciais caso um botão da sua camisa caia e você precise recolocá-lo o mais rápido possível.

Note que, para isso, você vai precisar saber o básico de costura, por isso nada melhor do que praticar como pregar um botão. No YouTube há muitos vídeos mostrando como fazer isso. Não precisa ficar perfeito, mas deve ser o suficiente para remediar uma situação.

6 – Garrafinha de água


Nós devemos ingerir pelo menos dois litros de água por dia. Quando estamos em casa, fica mais fácil não apenas se lembrar disso, como também ter acesso a água potável. E em uma viagem, como fazer isso?

A dica é manter sempre uma garrafinha de água na mochila. Seja uma garrafa simples ou personalizada, o que importa é que ela possa ser enchida a qualquer momento. Antes de passar pelo raio X no aeroporto, esvazie-a e deixe para enchê-la depois, mas não viaje sem uma.

7 – Lanchinhos rápidos


Quando a fome aperta, pode ser que não tenha mais nada aberto – ou nada por perto – para comer imediatamente ainda mais a depender do horário que você chegar no seu destino e, em muitos lugares, as coisas fecham cedo e você pode se deparar com aeroportos sem lanchonetes abertas nem mercados. Vamos combinar que, para muita gente, ficar com fome causa irritação, cansaço e problemas de saúde. Por isso, garanta que na sua mochila tenha sempre alguma coisa para beliscar.

Chocolates e snacks são uma boa pedida. Evite andar com frutas, pois a entrada em alguns países com itens de origem vegetal não declarada pode ser proibida – e você vai ficar sem o seu lanche. Evite comidas gordurosas e dê preferência a lanches leves e de fácil digestão.

Guia de como arrumar a mala perfeita para sua viagem (check-list)


Nem sempre a hora de arrumar a mala é a preferida das pessoas. Eu mesmo sofro um bocado antes, pensando no que levar, se estará quente ou frio no lugar, nas roupas e looks, no que não pode faltar... e muitas pessoas acabam se perdendo e deixando para trás itens importantes. Pior ainda é quando tudo parece importante e no final das contas nada parece caber em um espaço tão pequeno.

Calma, não há motivo para pânico. Arrumar uma mala de viagem não precisa ser um tormento. Basta que você siga as nossas dicas e faça um check-list com os itens mais importantes. É fundamental levar em consideração o destino para onde você vai e quantidade de dias também.

Blog Apaixonados por Viagens - Arrumando a Bagagem - Dicas de Viagem

1 – Pense no clima que vai encontrar


Vamos supor que você planeja passar uma semana em Paris. Dependendo da época do ano, pode ser que o clima esteja extremamente quente ou que esteja nevando. Porém, raramente vai acontecer de as duas situações ocorrerem na mesma semana.

Portanto, o primeiro passo é olhar a previsão do tempo para os dias em que você estará viajando. Se a previsão for de calor, não há porque colocar casacos pesados na mala. Se o tempo virar, um look é suficiente para dar conta do clima inesperado.

2 – Busque harmonia nas roupas


Saber como combinar uma roupa com outra é fundamental na hora de arrumar a mala. Ao invés de levar um casaco que só combina com uma determinada camisa, é melhor levar um casaco que combina com quatro ou cinco peças de roupa.

Quanto mais peças “coringa” você tiver na sua mala, menos roupas você precisará levar. Note que isso não significa levar poucas roupas, mas sim levar peças que sejam mais versáteis. Cores neutras e complementares são as mais indicadas.

3 – Duas partes de cima para uma de baixo


Seguindo os conselhos acima, você ainda pode adotar uma outra regra de ouro: leve duas partes de cima para cada uma de baixo. O que isso significa? Bem, é mais provável que você repita uma calça do que uma camiseta.

Se você pretende levar mais de uma calça, opte por modelos distintos, como uma mais clara e outra mais escura. O mesmo vale para saias e shorts. Assim, você ganha mais opções de variações e com poucas peças é capaz de compor looks para mais de uma semana.

4 – Cosméticos: o que levar?


Em uma viagem, não há necessidade de levar todos os cremes e cosméticos que você tem em casa. Aliás, produtos com embalagens grandes também não são indicados. O mais recomendado é separar um pouco do líquido em um potinho menor, algo suficiente para poucos dias.

Assim, itens como shampoo e condicionador, por exemplo, podem muito bem caber em um frasco pequeno, sem a necessidade de carregar embalagens maiores. Deixe para trás também o secador de cabelo, pois a maioria dos hotéis oferece esse item: basta solicitar na recepção.

Observação: se o frasco do seu shampoo, condicionador e hidratante for grande e você já tiver consumido parte, lembre de "tirar o ar" antes, abrindo-o, apertando-o e fechando rapidamente. Isso evitará que ele transborde/estoure e suje suas roupas.


5 – Como guardar as roupas


Agora que você já decidiu quais roupas vai levar é hora de saber como dispô-las dentro da mala de forma que ocupem menos espaço. Aquelas peças que não amassam podem ser guardadas em forma de rolinho. As meias podem ser guardadas dentro dos sapatos.

Distribuir peças de roupas menores em pequenos necessaires é mais interessante do que levar uma sacola grande. Isso fará com que elas fiquem mais organizadas e facilitem a sua vida na hora de procurar um item específico.

Se o destino for de frio e você estiver levando roupas muito volumosas, vale a pena investir em sacos de embalagem a vácuo, que reduzirão bastante o volume das roupas, fazendo com que você ganhe bastante espaço na mala.

Blog Apaixonados por Viagens - Arrumando a Bagagem - Dicas de Viagem

6 – Não encha a mala completamente


Quando você monta a sua mala é preciso que haja um espaço para adicionar mais itens, o que inclui roupas ou qualquer outra lembrancinha comprada no destino.

Lembre-se que o peso máximo por mala despachada é variável entre as companhias aéreas e de acordo com o destino. Contudo, tenha em mente o peso máximo de 23 quilos. Antes de sair de casa, pode ser uma boa ideia pesar a mala e ver se não haverá risco de excesso de peso. Por isso eu levo sempre a minha balança de mão para não ter problemas. Afinal de contas, levante a mão aí quem nunca teve que abrir a mala no aeroporto e retirar algo de dentro para evitar pagar o excesso de franquia, hein? Se você me disser que nunca nunca fez isso, eu vou achar que é mentira kkkk

7 – Atenção à segurança


Quando se trata da mala despachada, lembre-se que ela passará a maior parte do tempo longe de você. Por isso, não se esqueça de colocar um cadeado para fechá-la e, de preferência, um cadeado e/ou lacre que impeça o zíper da mala de correr de um lado para o outro. Assim, você reduzirá bastante as chances de ser vítima do golpe da cesária, evitando que mala não seja violada por qualquer pessoa que tenha acesso a ela.

Apesar dessa proteção, evite despachar itens eletrônicos, como notebooks e tablets. Esses itens podem ser danificados durante o manuseio e apresentar problemas no desembarque que serão difíceis de serem resolvidos. Os itens mais valiosos devem sempre viajar com você.


Postar um comentário

Botão do Whatsapp só funciona no celular

Digite o que procura e tecle "enter" para buscar