24 setembro 2018

São Paulo mais limpa!

Notícia boa para começarmos a semana com mais esperanças em projetos bacanas que estão funcionando, pensando no futuro das nossas cidades, na preservação do meio ambiente e no desenvolvimento sustentável: São Paulo teve quase 3 toneladas de lixo eletrônico arrecadados por meio dos coletores de lixo eletrônico (e-lixo) implantados na cidade a partir da iniciativa do órgão de Turismo de Mônaco e  o Movimento Greenk.

Avenida Paulista
Museu do Ipiranga

O Movimento Greenk foi criado justamente para conscientizar a sociedade sobre a importância do descarte correto do lixo eletrônico, principalmente do e-lixo das chamadas linhas verde e marrom (computadores, smartphones, tablets, fios, baterias, carregadores, monitores, aparelhos de tv e rádio, entre outros). Greenk é a junção das palavras “Geek” (apaixonado por tecnologia) com “Green” (verde e meio ambiente) e a ideia é exatamente esta: reunir diversas atrações do universo geek, como tecnologia, games, youtubers, cosplays, moda, atitude, música, drones, para conscientizar e mobilizar as pessoas para o descarte correto do e-lixo.


A iniciativa do Turismo de Mônaco e do Movimento Greenk, que implantou coletores de lixo eletrônico (e-lixo) em São Paulo, já está gerando resultados importantes para o meio ambiente. Em menos de quatro meses, foram arrecadados 2.738 Kg de e-lixo. Desta forma, 935 Kg de CO2 deixaram de ser emitidos e 9.403 kW/h de energia foram economizados.

Ibirapuera

Ibirapuera

No primeiro semestre de 2018, foram instalados os primeiros 15 pontos públicos de coleta de lixo eletrônico em parques e prédios públicos na cidade de São Paulo. O engajamento da população paulistana foi tão alto que, desde que foram implantados, já foram realizadas 28 coletas. O ponto do Parque Ibirapuera é o mais ativo e já foi esvaziado seis vezes, arrecadando mais de 700 Kgs, seguido do Parque da Aclimação, com 600 Kgs.

Os coletores recebem diversos tipos de lixo eletrônico, como computadores (notebooks e CPUs), impressoras, celulares, tablets, monitores, acessórios, cabos e equipamentos eletroeletrônicos de pequeno porte. O e-lixo é recolhido e transportado por empresas certificadas e homologadas pela GREEN Eletron. Os equipamentos que ainda estão em condições de uso são remanufaturados e doados para escolas públicas. Já os produtos e peças que estão fora de uso seguem para uma empresa ambiental que irá desmontá-los, de forma que os diferentes materiais sejam reinseridos na cadeia produtiva como matéria-prima.

A iniciativa, que conta com o apoio da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, foi criada visando a facilitar e incentivar o descarte correto de e-lixo na cidade de São Paulo (e no Brasil), além de conscientizar a população sobre a importância de se desfazer de materiais eletrônicos minimizando danos ao meio ambiente. O Principado de Mônaco apoiou a iniciativa dado que o governo, empresas e instituições monegascas e até mesmo a própria população estão engajados em prol de um futuro melhor para o planeta. Eles estão envolvidos em projetos que vão desde incentivos para utilização de veículos mais sustentáveis à valorização da gastronomia orgânica, utilização de energias limpas, proteção dos oceanos, entre muitos outros exemplos. O descarte correto de lixo eletrônico é uma questão fundamental e por isso o governo decidiu apoiar um projeto com uma causa ambiental tão importante na cidade de São Paulo.


Os pontos de coletas estão localizados nos seguintes locais:

  • 1) Parque Ibirapuera – Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – Portão 3
  • 2) Parque Trianon – Rua Peixoto Gomide, 949
  • 3) Parque Prefeito Mario Covas – Avenida Paulista, 1853
  • 4) Parque da Independência – Avenida Nazareth, s/n
  • 5) Parque do Chuvisco – Rua Ipiranga, 792 – Jd. Aeroporto
  • 6) Parque Lina e Paulo Raia – Rua Volkswagen, s/n
  • 7) Parque Buenos Aires – Av Angélica, 1.500
  • 8) Parque do Povo – Av. Henrique Chamma, 420
  • 9) Parque da Aclimação – Rua Muniz de Souza, 1.119
  • 10) Parque Burle Marx – Av. D Helena Pereira de Moraes, 200
  • 11) Parque Piqueri – R. Tuiuti, 515
  • 12) Parque do Carmo – Av. Afonso de Sampaio e Sousa, 951 – Itaquera
  • 13) Parque Vila Guilherme /Trote – Rua São Quirino, 905
  • 14) Sede da Prefeitura de São Paulo – Viaduto do Chá, 15 – Centro
  • 15) Prédio da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente – Rua do Paraíso, 387


Para mais informações sobre a iniciativa, acesse www.greenk.com.br/pontos-coleta-saopaulo.

E agora vamos torcer para que esta iniciativa tão importante se espalhe pelo Brasil e chegue logo em outras cidades, como no Rio de Janeiro!



Postar um comentário

Botão do Whatsapp só funciona no celular

Digite o que procura e tecle "enter" para buscar