segunda-feira, 5 de junho de 2017

Bangkok: experiência gastronômica na Sala Rim Naam, no Mandarin Oriental Hotel

Em março deste ano, durante nossa passagem pela capital tailandesa, a agitada e atraente Bangkok, nós tivemos a oportunidade de conhecer de perto um pouco de um dos ícones da hotelaria da cidade, o Hotel Mandarin Oriental, cujo edifício em que se encontra foi o primeiro hotel luxuoso a ser construído na Tailândia, datado de 1879, com o nome de Oriental Hotel.



Vocês, portanto, já imaginam o valor histórico que o Mandarin Oriental representa não apenas para a cidade como para a própria rede em si, já que este hotel, juntamente com o Mandarin Oriental Hong Kong, original de 1963, são considerados os mais expoentes desta rede tão renomada e prestigiada em todo mundo, que conta vários hotéis ao redor mundo, com representações na Ásia, Europa, África, Américas, bem como projetos em andamento no Oriente Médio e Pacífico.



O hotel Mandarin Oriental de Bangkok oferece 373 quartos e 35 suítes, juntamente com 11 opções gastronômicas, dentre as quais se encontra a Sala Rim Naam, cuja especialidade é a mais autêntica e tradicional gastronomia tailandesa. E lá fomos nós fazer uma grande imersão nesta culinária asiática que nos atrai bastante.



Eu sou muito fã de restaurantes tailandeses, mas é claro que sempre há uma adaptação, aqui no Brasil, para o nosso paladar e eu estava super curiosa para conferir essa explosão de aromas, cores e sabores, já que Bangkok foi a nossa porta de entrada no país e estávamos bastante empolgados para explorar tudo. Mas confesso que também estava um cadinho receosa com o tom de apimentado dos pratos, pois, apesar de eu ter uma boa tolerância para temperos e comidas apimentadas, eu não aguento muita pimenta rsrs... em outras palavras, meu limite não é bem o estilo baiano, sabe? É bem menos rsrs... 



Assim que chegamos no hotel (nós fomos para lá de Uber e, como já falei nos posts anteriores sobre Bangkok, super recomendo o serviço da Uber em Bangkok que nos atendeu muito bem), nós atravessamos o seu imponente lobby e depois passamos pelo Riverside Terrace, um dos restaurantes do hotel. Tudo absolutamente charmoso e com uma das decorações mais ricas e impressionantes que já vi em hotéis, fazendo jus aos comentários que eu já havia lido a respeito do Mandarin Oriental Bangkok.







Então veio a parte mais graciosa: atravessamos o rio Chao Phraya, a grande artéria e, muito provavelmente, a principal avenida da cidade, com um barquinho muito fofo, de madeira, num estilo antigo e eu aposto que ele dever ser uma relíquia dos meados do século passado. 





Passamos pelo Terrace Rim Naam, onde também há um restaurante, localizado, portanto, às margems do rio, bem do lado oposto ao hotel, que oferece uma atmosfera clássica, a céu aberto, cuja especialidade é a gastronomia Thai mais moderna e exclusiva, chamada de Thai Signature. Seu dress code é o Smart Casual, ou seja, esporte fino (homens devem vestir calça e sapatos fechados).








Obs: não é permitido fumar nas áreas públicas do hotel. No caso, há um espaço reservado para isso, o Baan Noi Terrace. Na dúvida, pergunte a algum funcionário, pois são todos muito educados e solícitos. 

Atravessamos todo o espaço do Terrace Rim Naam e chegamos finalmente à Sala Rim Naam.




Nosso jantar na Sala Rim Naam estava marcado para às  19:30, mas chegamos um pouco antes para contemplar um pouco dos ambientes e poder mostrar para vocês essas áreas comuns do hotel às quais tivemos acesso. E também porque sabíamos que esse deslocamento interno levaria um tempinho, até mesmo porque a gente queria admirar tudo ao nosso redor. 

De fato, o jantar e a apresentação devem ter começado por volta das 20:15h. Logo que chegamos, já havia música ambiente bem relaxante, sendo utilizado um instrumento musical tradicional tailandês cujo nome eu não sei. Mas é um estilo de música que ouvimos muito por lá. 


O ambiente não poderia ser diferente: um salão em estilo clássico, chique, com decoração elegante que é inspirada no estilo dos edifícios da região norte da Tailândia, com dois tipos de assentos diferentes, pois de um lado havia mesas com cadeiras mais tradicionais de outro lado, em uma espécie de tablado, mesas que se assemelhavam a tatames.



No centro, o palco onde ocorreriam as apresentações da noite.


Bem, ao sentarmos em nossas mesa que era no estilo de tatame (mas havia um espaço para os pés, graças a Deus, pois eu estava de vestido rsrs... ), logo o garçom se apresentou e nos fez algumas sugestões de drinks para experimentarmos. A carta de drinks é muito atraente e fiquei com muita dúvida na hora de escolher o meu. Julio me acompanhou e também acabou escolhendo um cocktail para ele. 


Nossa mesa era, sem dúvidas, a melhor posicionada, de frente e muito perto do palco. Apesar de ser compartilhada com outros lugares (um outro casal sentou-se nela também), não vimos nisso um problema, já que havia bastante espaço, era confortável e ficamos à vontade para assistir ao show e podermos também apreciar o nosso fabuloso jantar. 



Obs: nessa mesa em que sentamos, os assentos não possuem encostos para as costas e isso pode ser desconfortável para algumas pessoas. Portanto, na hora de fazer sua reserva, caso tenha alguma preferência de lugar, sugiro já deixar isso claro no ato da reserva. 

O nosso menu da noite foi composto por 14 pratos, em pequenas porções, que traduziram um verdadeiro passeio pelo melhor da culinária tradicional Thai. 




Antes que vocês pensem que saímos de lá rolando rsrs... não! Isso não aconteceu! Primeiro, porque sou muito fina para fazer isso kkk... segundo, porque, como disse, as porções são pequenas, a exemplo de finger foods, para que possamos fazer degustações. 

É claro que, somando os 14 passos, nós realmente ficamos satisfeitos e podemos dizer que o jantar foi absolutamente completo! Portanto, super vale a pena! Eu acredito que ninguém sairá de lá com fome.








Vejam aqui a foto do menu que nos foi servido na nossa noite e vejam se isso lhe apetece para ter interesse em conhecer de forma mais aprofundada a gastronomia tailandesa no seu formato mais tradicional. 



Observação: quando falamos sobre gastronomia tailandesa, é muito comum me perguntarem se eu me dei bem com os pratos servidos por lá. Em regra, sim. Porém, neste jantar no Mandarin Oriental, houve um prato que estava apimentado demais para o meu paladar. Sorte do Julio, que comeu o meu e o dele rsrs... Mas isso foi em apenas um prato. Portanto, a minha sugestão é que vocês deixem bem claro se gostam ou não de pimenta e, se a sua tolerância for baixa, peçam sem. Eu pedi com pouco e já foi demais para mim em um dos pratos. Já imaginou?

E o que dizer sobre o jantar? Todos os pratos, até mesmo este que estava um pouco mais apimentado do que eu aguento, que foi o Red Pork Curry, estavam muito saborosos, ricos em aromas e temperos! Algo que realmente me chama atenção na culinária tailandesa é como seus pratos são tão perfumados! 

Observação: Sobre o Dress Code para o jantar - Smart Casual Dress Code, que podemos traduzir para algo como o nosso Esporte Fino (isso vale para as crianças também). Em outras palavras, homens deve usar calças compridas, camisas adequadas e sapatos fechados (chinelos nem pensar rsrs). 

Ademais de termos essa experiência gastronômica, o nosso jantar nos ofereceu uma verdadeira experiência cultural que foi algo único, com apresentação de um show típico, que ocorre todas as noites, com músicos tocando canções nacionais, dançarinos com toda a leveza e beleza das coreografias tradicionais e folclóricas da região, que representam também um pouco da história do país. 


 


Assim, pudemos aprender mais sobre a própria história da dança na Tailândia, da sua gastronomia e até mesmo as origens da luta de muay thai, que é o boxe tailandês, há tempos já muito famoso no Brasil. Devo dizer, inclusive, que esse momento do Muay Thai até me surpreendeu porque teve uma pitada de comédia nele.



A apresentação foi realizada em 5 sets de danças e cada uma representava uma das diferentes regiões da Tailândia. Em nossa mesa também havia, além do menu, uma explicação sobre cada set que veríamos e o que cada um representava. 






O jantar, no nosso caso, foi servido em parte antes de iniciar a apresentação e, em parte, durante a apresentação. Isso, contudo, não nos atrapalhou em nada e pudemos contemplar toda uma deliciosa incursão em sabores ao mesmo tempo em que apreciávamos as músicas e danças típicas da Tailândia. 






Vejam as fotos de como foi a apresentação e reparem em como os artistas estão impecáveis com suas roupas e maquiagens. Tudo muito delicado e todas as performances foram muito bem executadas. 



Ao final do show, os artistas ficam à disposição para fotos. Aproveite para fazer seus registros já que eles são muito simpáticos, assim como todos os funcionários que nos receberam desde o início. Há uma certa expectativa para que deixemos uma gorjeta para os artistas, mas não se preocupe em dar a gorjeta, se não estiver à vontade com isso. É algo opcional.



Por fim, podemos dizer que a experiência como um todo foi muito positiva. Apesar de parecer a um primeiro olhar como sendo algo bem turistão (e talvez até seja... mas ok, eu também curto programas turistões), eu recomendo o Jantar com a Apresentação do Show na Sala Rim Naam a todos que desejem ir um pouco além e terem um contato maior com pratos típicos tailandeses e também poderem conhecer sobre a sua cultura e folclore por meio do show e das performances que são apresentadas. 

Agradecemos ao Mandarin Oriental Bangkok pelo convite, pois foi uma forma fabulosa de começar a nossa viagem pela Tailândia. 

No Instagram:

- Clique aqui e veja um vídeo completo sobre nossa experiência na Sala Rim Naam

- Clique aqui e veja mais um vídeo sobre a apresentação 

Endereço: 48 Oriental Avenue, Bangkok 10500, Tailândia, Hotel Mandarin Oriental

Telefone: +66 (2) 659 9000 ext 7330

Serviço: Set Menu Dinner na Sala Rim Naam (com 14 passos). 

Valor: foi uma cortesia para a gente, mas custa 55 dólares para adultos e 45 dólares para crianças, o que inclui o jantar e o show. Todas as bebidas são pagas à parte.


Cozinha: Tailandesa Tradicional

Almoço: das 12:00 às 14:30

Jantar: das 19h às 22:30

Apresentações/Shows: todos os dias, a partir das 20:15

Email para Reserva: mobkk-sala@mohg.com ou clique aqui e preencha a solicitação pela internet

No TripAdvisor: clique aqui e leia as resenhas sobre a Sala Rim Naam, que conta com mais de 600 avaliações, encontra-se em 148º lugar no ranking com mais de 9.600 restaurantes listados e ostenta Certificado de Excelência e nota 9.


Nenhum comentário:

Postar um comentário