26 novembro 2019

Pokee-se: conexão Havaí e Ipanema

Pokee-se: conexão Havaí e Ipanema

Você já ouviu falar na comida chamada Poke? Se você não conhece ainda, prepare-se porque essa será com certeza a sensação do verão!

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

No dialeto local havaiano, poke significa algo como "cortar em pedaços", mas também é o nome de um prato típico local, que consiste numa combinação de peixe, arroz, legumes, frutas e uma opção de carboidrato. Foi na ilha, localizada no célebre arquipélago no meio do Oceano Pacífico, que o chef Pedro Mattos se apaixonou pela iguaria.

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

A paixão foi tamanha que ele recentemente trouxe para o Rio um espaço totalmente dedicado a esta culinária: o Pokee-se!

"É um prato que agrada em cheio ao público carioca, pois é saudável, colorido e super balanceado. Cada bowl tem quase 500 gramas de uma comida de alta qualidade", diz o chef, que ano passado participou do MasterChef Profissionais.

E nós fomos lá conferir essa novidade e o espaço, localizado em Ipanema, a passos da praia, e que tem a cara do carioca despojado, do nosso lifestyle, da vibe surfista que preza pela saúde e que faz com certeza uma verdadeira conexão Havaí e Ipanema! 

O novo shopping de contêiner Ipanema Harbor já foi uma novidade em si para a gente, pois ainda não conhecia esse espaço, que veio a ocupar os 850 metros quadrados na Rua Gomes Carneiro que antes eram em parte destinados ao restaurante Milano DOC.

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

Esse Shopping, que tem mais cara de galeria, é totalmente diferente, inusitado eu diria e super moderno. Para começar, estamos falando de contêiners. E a estrutura dele será erguida de acordo com o surgimento de demanda, podendo conter até 70 lojas, com os caixotes de aço sendo distribuídos por até 4 andares. Mas, por ora, não está com sua ocupação máxima alcançada e, como estivemos lá em um sábado chuvoso para almoço, o movimento estava um pouco fraco.

Imagino que será mais agitado em finais de semana ensolarados e também durante o final do dia e á noite. Lá dentro, além do Pokee-se, você vai encontrar lojas de moda praia, brechós, hamburgueria, opções veganas, cervejas artesanais e uma praça de alimentação cuja intenção é ficar rodeada por food trucks.

Achei toda a ambientação muito bacana mesmo e me surpreendeu por dois motivos: o aproveitamento do espaço está incrível, irreverente e super moderno e eu não fazia a menor noção da sua existência, não obstante já tenha sido inaugurado desde maio de 2018, com a primeira loja contêiner surgindo por lá. Aos poucos, novas lojas foram chegando e hoje a programação do Ipanema Harbour está sempre com novidades que você pode acompanhar pela página deles no Instagram - https://www.instagram.com/ipanemaharbor/ - vale a pena ficar de olho!

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

Portanto, podemos dizer que o chef Pedro Mattos acertou em cheio na escolha do local, trazendo esse pedacinho do Havaí para Ipanema.

A proposta da casa é simples, sem frescura, sem mistério, sem cardápios ultra elaborados... tudo bastante descomplicado e fácil para escolher. São duas opções para degustar com o hashi:

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

  • "Monte do seu jeito", custa R$38: você pode escolher os ingredientes que desejar, sendo uma base - arroz japonês, arroz integral ou quinoa -; uma proteína, que pode ser salmão, camarão, atum ou cogumelo; até cinco acompanhamentos, que podem ser manga, milho, pepino, entre outros; um molho (maionese de beterraba, maionese de sriracha, maionese de wasabi, maionese Pokee-se ou teriaki) e um complemento, como chips de batata doce, coco crocante, cream cheese, cebola crispy e nori. 

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

  • "Montamos para você", custa R$35: nesta opção, ótima para quem não quer pensar muito nas harmonizações do prato, o chef apresenta deliciosas criações pré-montadas com o seu toque especial. São quatro: o Ipanema (com quinoa, cogumelos, molho clássico, pepino, avocado, cebola roxa, cenoura, ervilha torta, tomate e lâminas de amêndoa); o Praia Vermelha (arroz japonês, atum marinado no shiro dashi, maionese de beterraba, avocado, cebola roxa, chuchu fermentado, gengibre, pepino, nori e chips de batata de doce); o Prainha (arroz japonês, camarão, maionese de sriracha, cebola roxa, cenoura, ervilha torta, manga, pepino e repolho roxo marinado), e o Itacoatiara, um mix de arroz japonês, salmão, maionese de wasabi, avocado, brócolis no missô, manga, pepino, cebola roxa cream cheese.

Ainda é possível escolher acompanhamentos premium como amêndoas, macadâmia, ervilha de wasabi e bottarga de Santa Catarina, a R$ 6, cada.

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

Como estávamos curiosos pelas possíveis combinações, preferimos o Monte do seu Jeito e resolvemos brincar de Master Chef... por que não?

Assim, o meu Poke teve por ingredientes: quinoa, salmão, broto de feijão, brócolis, repolho roxo marinado, tomate e kinchi. Ficou simplesmente maravilhoso!!! E não se enganem por ser uma refeição mais saudável, pois estamos falando de 500 gramas que foram muito satisfatórios e realmente foi mais que suficiente para uma refeição - no nosso caso, almoço. Dentre os molhos, eu confesso que fiquei na dúvida porque são todos muito interessantes e saborosos, mas provei todos e escolhi a Maionese Pokee-se. Uma delícia.

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

O Julio, por sua vez, montou o Poke dele um cadinho diferente do meu. Sua base também foi a quinoa (e que quinoa mais deliciosa, viu? Nós costumamos fazer salada de quinoa em casa, mas deu vontade de ligar para o Pedro e perguntar onde ele compra a dele para fazermos em casa uma igual rsrsrs), como proteína, ele escolheu o camarão - também uma delícia, e como complementos, foram: tomate, pepino, broto de feijão, kinchi e ervilha torta. Eu confesso que não sei qual foi o molho dele (esqueci), mas posso atestar que ele aprovou também as escolhas e o resultado final da sua combinação!

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

Será que levamos jeito como chefs de cozinha, hein? rsrsrs...

Além de ser um prato muito bonito, colorido, ele é bastante saudável, alimenta bem e consideramos o valor honesto pela qualidade de ingredientes que apresenta e por se tratar de Ipanema. Outra vantagem: é uma refeição montada de forma rápida!  

"O nosso maior diferencial é a valorização do produto, tenho fixação em trabalhar com coisa boa. Por isso fomos buscar os melhores fornecedores do país. Nosso camarão, por exemplo, vem do Rio Grande do Norte. Não vamos ser mais um poke, vamos ser o melhor do Rio", conta o chef, que também aposta em produtos que só ele tem. Nessa seara estão criações inusitadas como o brócolis de missô, o chuchu fermentado e a acelga apimentada fermentada. "Uso a técnica para valorizar o produto".

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

Aos 31 anos e com dez dedicados profissionalmente à gastronomia, o chef Pedro Mattos é um empreendedor nato. Além do Pokee-se, está à frente do Encarnado Burger, também no Ipanema Harbor, e do Ateliê Pedro Mattos, especializado em eventos corporativos, casamentos e outras ocasiões cujo bufê é o protagonista, além de consultoria gastronômica e personal chef.

Em suas empreitadas, já investiu em restaurantes japoneses, estudou a culinária asiática e francesa e acredita que, ao longo da vida, já leu mais de 50 livros de gastronomia.  "Tento estudar todo dia. Sou um cara estudioso e interessado", diz ele, que fez faculdade de gastronomia, cursos com Laurent Suaudeau e se especializou na cozinha francesa, além de cozinha molecular, cozinha molecular vegana e especialização em hambúrguer. Agora, o plano do chef é continuar expandindo seus negócios e assimilando novos conhecimentos. "Meu projeto é estar com três lojas já no ano que vem. Depois penso na possibilidade de investir em franquias", conta. 

Blog Apaixonados por Viagens - Pokee-se - Ipanema - Onde comer no Rio

Mais Informações sobre o Pokee-se


  • Endereço: Rua Gomes Carneiro, 132, loja 1 - Ipanema Harbor, Ipanema. 
  • Funcionamento: Segunda a sábado, das 12h às 23h. Domingo fechado.
  • Telefone: (21) 99920-6680
  • Siga: https://www.instagram.com/pokee_se/


Postar um comentário

Botão do Whatsapp só funciona no celular

Digite o que procura e tecle "enter" para buscar