terça-feira, 1 de novembro de 2016

Roteiro Completo EuroTrip 2016 (Parte 1): Viena, Croácia, Montenegro e Bósnia-Herzegovina

Colocarei aqui para vocês a primeira etapa do nosso roteiro da EuroTrip 2016, cujo foco ficou em dois países: Áustria e Croácia.

Stniva Bay - Ilha de Vis / Hvar - Croácia

A gente meio que dividiu em duas etapas: verão + outono. Logo, começamos pelos Bálcãs para curtir o sol e as praias e depois fomos para as montanhas dos Alpes, para a segunda etapa da viagem.

Dubrovnik

Como compramos o voo com a Alitalia em janeiro de 2016, sem saber direito para onde a gente iria ali no meio do roteiro, a única certeza de que tínhamos àquela época é de que queríamos muito conhecer a Áustria, país que nem eu nem Julio tínhamos visitado antes. Deixamos para definir o resto do roteiro com o passar dos meses, acompanhando a questão da crise dos refugiados e atentados terroristas (infelizmente, não dá para ser omisso quanto a isso e tínhamos um plano B e um plano C, por isso que nosso voo foi Rio – Viena e Viena – Rio, com conexão em Roma nos dois trechos).

Sveti Stefan - Montenegro

Baía de Kotor - Montenegro

Dessa forma, nosso roteiro inicialmente pode parecer meio doidinho (até que é mesmo rsrs), mas, diante dessas explicações até que faz sentido. Outra questão era o fato de que Julio já conhecia a Croácia e ficou muito relutante em retornar. Eu ganhei! Hahahahah... voltamos e fizemos o roteiro que segue abaixo. Reparem, contudo, que esse roteiro foi o planejamento da viagem com tudo o que pretendíamos fazer mais algumas informações que acrescentei sobre o que não deu para fazer, mas resolvi deixar aí para vocês verem as opções possíveis e, quem sabe, vocês não conseguem fazer tudo o que pensei e coloquei no roteiro?

Mostar - Bósnia

Dubrovnik

Krka - Croácia

Em resumo, a viagem inteira foi assim:

22 noites, que equivaleram a 23 dias, passando por 7 países: Croácia, Montenegro, Bósnia-Herzegovina, Suíça, Liechtenstein, Alemanha e Áustria. Sendo que, como já dito, o grande foco da viagem ficou com a Croácia e a Áustria, países onde estivemos mais dias.


 

Pegamos o final do Verão e o início do Outono europeu, com dias lindos, ensolarados e quentes. Super recomendamos essa época do ano. Setembro, apesar de verão ainda, é fora da temporada, quando os preços começam a baixar nos destinos de praia. É claro que também não haverá as festas de Julho e Agosto, auge da temporada. No entanto, no nosso caso, pegamos a Oktoberfest, que começa em Setembro e demos a sorte de curtir as festas em Salzburgo, Munique (a maior e mais tradicional do mundo!) e de Viena! Portanto, perdemos as festas do verão, mas aproveitamos outras! Foi muito divertido!

 

Hvar

Ilha de Palmizana - Hvar

Mostar
Agora, nessa primeira etapa, que vou contar para vocês neste post, em resumo foi assim: 11 noites no total, sendo:


- 1 noite em Viena

- 3 noites em Dubrovnik

- 1 noite em Budva

- 1 noite em Mostar

- 2 noites em Trogir

- 3 noites em Hvar

 

Vejam abaixo como fizemos, nossas dicas, hospedagens, deslocamentos, restaurantes, passeios etc etc

 

**ROTEIRO ÁUSTRIA-CROÁCIA COM AÉREO E ROADTRIP**

- Passaporte válido
- Não precisa de visto
- Não precisa de vacinas
- Para aluguel de carro, recomenda-se ter a Carteira Internacional de Motorista (expedida pelo Detran, aqui no Brasil).

- Rio - Viena 9/10 - Reserva: KP4HXO N. BILHETE 0552324006924-5 (8:15, conexão SP, Roma com chegada às 7:45 da manhã em Roma e partida às 14:35 para Viena) – o voo atrasou e chegamos em Roma com pouco tempo de conexão para fazer algum passeio pela cidade, mas se tivéssemos tido tempo, a ideia seria deixar as malas no locker ou despachá-las o mais rápido possível para dar uma volta em Roma e ver a Fontana di Trevi reformada.

** SE DESSE TEMPO EM ROMA:
 
- Sair do aeroporto até às 9h para dar tempo e valer a pena
 
- Sair do centro de Roma às 12h

- Locker - Luggage Storage no Terminal 3 (International Arrivals) - 6 euros por 24h

TREM LEONARDO DA VINCI EXPRESS (NO STOP) - deixa na Termini em 30 minutos: saída a cada 30 minutos entre 6:38 e 23:38. Ticket vendido no guichê ou máquinas de auto atendimento: 14€ (× 2 = 28€ + 6€ = 34€). Ao desembarcar, subir (elevador ou escada rolante).

Táxi do aeroporto de Roma ao centro - 40/50€ , tempo médio de 30 minutos

SITE PARA CONSULTAR VALORES DE TÁXI: www.worldtaximeter.com

**CHEGADA EM VIENA**

- 10/9 (sábado )- 16:10 Chegada em Vienna: média de 40 euros o táxi / 30 euros Uber ou:

1) Ônibus do aeroporto para Schwedenplatz, pegar o U4 no sentido de Heligenstadt, sair em Schottenring, pegar U2 na direção da Karlsplatz e sair na Schottentor

2) City Airport Train (CAT) para Wien Mitte Train Stations, Pegar U4 no sentido de Heligenstadt, sair em Schottenring, pegar U2 na direção da Karlsplatz e sair na Schottentor

. Temperaturas médias na chegada: max 29° min 14°- nascer do sol: 6:25 / pôr do sol: 19:16

↘ 10 - 11: 1 noite em Vienna de chegada no Hilton Vienna Plaza + jantar (parceria) - dar uma volta rápida nos arredores

Jantar no BRASSERIE & BAR EMILE - cozinha com inspiração francesa e austríaca (café da manhã das 7h às 10h / jantar até às 2am) - www.emile-brasserie.at




. Museu Sigmund Freud fica perto do Hotel Vienna Plaza

** 11/9 (domingo): Viena - City tour com o Vienna Tourist Board @ViennaTouristBoard #WeLoveVienna pela manhã, das 9h às 12h – O passeio foi feito com o guia Pablo Rudich que fala português (telefone/whatsapp: +43(0)650 25 444 36)

- Cortesias do Tourist Board:
. Vienna Cards: acesso free a transporte público
. Food Vouchers




Sair às 13h para o aeroporto:

- Vienna Airport Lines Bus (leva direto ao aeroporto e sai de Westbahnhof Train Station, localizado ao lado do hotel Ruby Marie): uns 45 minutos 
- Suburbian Train - Linha S7 na estação de metrô Wien Mitte. O valor do ticket no aeroporto custa 4 euros cada trecho.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

-->> voo Vienna - Dubrovnik 15:20 - 16:35 com Air Berlin (297 dólares para 2pax - Booking reference 8QBU2J - flight number HG 2334 com a Niki/empresa parceira da Air Berlin - limite de 23kg bagagem despachada e 8kg de bagagem de mão)

** Transfer do aeroporto para Old Town: melhor custo-beneficio é o ticket da cia Atlas ida e volta que é vendido num dentro do aeroporto. Mas nós acabamos pegando um táxi mesmo porque estávamos com pressa de chegar e com malas. O táxi custou 35 euros.

↘11 - 12 - 13 - 14 : 3 noites em Dubrovnik no Apartment Nivić (contato Diana e Zdravko Nivić - 00385 98 139 07 96) - dê preferência, se puder, a ficar hospedado dentro das muralhas.

. Croácia tornou-se independente da Iugoslávia em 1991 e pertence à UE desde 2013, mas manteve sua moeda: Kuna

www.xe.com - 1 euro = 7,487 Croatian Kuna (a gente fazia a conta de mais ou menos 1 kuna para 2 reais)




. Temperaturas médias: max 28° min 20° / nascer do sol: 6:25 - pôr do sol: 19h

- Gastronomia:

. Burek: massa folheada típica da região (carne, queijo)

. Peka de Polvo

. Somersby Cider de pera

. Konobas são restaurantes de famílias locais onde comida costuma ser muito boa, simples e com preços justos

. Curiosidades: A gravata surgiu na Croácia

- DICAS DE PASSEIOS EM DUBROVNIK

- Dubrovnik Card: abrange diversas atrações e você pode adquirir para usar para vários dias (não apenas um dia)

- Visitar a muralha pela manhã cedo – abre às 8h – ou no final do dia para escapar das multidões que chegam nos cruzeiros (cerca de 2km – reservar umas 2h para a caminhada com fotos) – são várias as entradas. Nós subimos pelo Museu Marítimo, que ficava perto do apartamento onde nos hospedamos, mas também é possível subir pelos portões Pile e Ploce
 
- Mosteiros Dominicano e Franciscano

- Museu da Guerra (fica no alto, no Forte, subida de Cable Car)

- Vista da Muralha pela Fortaleza de Lovrjenac

- Fortaleza de Lovrjenac (para chegar lá, que fica fora da muralha, deve-se caminhar por uma rua próxima ao Portão Pile até a “prainha” de onde saem os passeios de caiaque. Logo ali ao lado encontra-se a escadaria que leva à Fortaleza, onde foram gravadas diversas cenas da série Game of Thrones.



- Portões de Ploce e Pile

- Grande e Pequena Fontes de Onorifo

- Fortaleza de São João
 
- Fortaleza Minceta

- Igrejas: Ortodoxa, São Brás, da Salvação, dos Jesuítas
 
- Convento de Santa Clara
 
- Sinagoga e Igreja de São Nicolau
 

- Farmácia de 1317 (comprar os cremes de rosa)

- Palácios  Sponza e do Príncipe (visitamos o do Príncipe)
 
- Caminhar pelo Porto
(de onde saem os passeios de barco, inclusive o que vai para Lokrum)

- Catedral da Assunção da Virgem Maria

** PRAIAS **

- Sveti Jakov Beach (visitar essa praia em Dubrovnik - 70 kunas de táxi até lá saindo do Cable Car – nós fomos a partir da Banje Beach – subimos as escadarias até chegar na rua que seria o sentido para a praia e pagamos 50 kunas)


- Banje Beach – é a mais próxima de Stari Grad, de onde se tem uma linda vista da cidade


** RESTAURANTES EM DUBROVNIK **

- Restaurante Damaltino

- Restaurante Stara Loza
dentro da Old City dentro Hotel Prijeko Palace

- Nautika Restaurant  (com vista para a muralha) - n. 14 no TripAdvisor

- Restaurant 360° com vista para Old City - n. 11 no TripAdvisor 

- Oyster & Sushi Bar Bota - n. 9 no TripAdvisor  (dentro da Old City)

- Azur Dubrovnik - n. 12 no TripAdvisor perto do Apartment Nivić (na Old City)

- Gatsby Wine & Food na Old City - n. 6 no TripAdvisor 

- Restaurant Dubrovnik dentro das muralhas - n. 8 no TripAdvisor

**CENAS DE GAME OF THRONES**

Qualquer semelhança não é mera coincidência: Dubrovnik é cenário para King’s Landing de uma das séries de maior sucesso da atualidade – Game of Thrones!



Alguns lugares de interesse para os fãs da série são:

- Entrada para o porto de Kolorina que fica entre a Muralha e o Fort Lovrijenac, visto do Fort Bokar
- Torre Minceta  (cena da casa dos Imortais)
- Lokrum - Monastério Samostanski (cidade de Qarth)
- Jardim Trsteno Arboretum  (jardins de King's Landing a 20km da cidade)
- Pile Gate (quando Jaime voltou do norte e rebeliões contra o Rei Joffrey)
- Escadarias da Rua dos Jesuítas (Cersei é humilhada – quem acompanhou o Stories do Instagram viu que teve até reprodução da cena feita por mim kkkk)
- Escadarias da Igreja de São Sebastião (Tyrion e Bronn testemunham um discurso de protesto)
- Portão Red Keep (Cersei, após ser humilhada pelas ruas, chega para ser entregue novamente a realeza.)
- Ao lado do Forte Lovrijenac está o Parque Gradac (filmada a surpreendente cena do envenenamento do rei Joffrey durante o casamento com a Margaery Tyrell)

. Lokrum: museu interativo dedicado a GOT. Horário da volta costuma ter o último barco saindo às 18h (vale voltar um pouco antes para evitar o último barco lotado). Monastério Samostanski (réplica do Trono de Ferro – onde tiramos fotos e a entrada é gratuita) e jardim Maksimilanovi Vrtovi. Em Lokrum, não deixar de visitar o Dead Sea (espécie de lago de sal no meio da ilha, mas que é de água do mar que entra por um pequeno espaço em sua lateral, com uma cor esverdeada muito bonita)

** ROTEIRO DIA A DIA EM DUBROVNIK**



- 11/9: chegada em Dubrovnik às 16:35 - Nataśa do Instagram Dubrovnik em Português encontrará conosco para comermos crepes juntos

Tentar ir ao Buza para ver o pôr do sol  (existem dois Buzas dentro da muralha) - fim de tarde para drinks – não deu tempo e fomos em outro dia

- Buza Bar para o pôr do sol - Pôr do Sol a partir das 19:00

- Contato feito com o restaurante Stara Loza para jantar no dia 11/09 às 21:30h (jantamos lá e depois voltamos para tomar café da manhã, pois o nosso apartamento não tinha)
  
**Dubrovnik Tourist Board ofereceu (contato: Jelka)** @ExperienceDubrovnik

- Dubrovnik Card para nós 2 com o qual pudemos visitor a maioria das atrações e museus

- Ingresso para o Cable Car até Srdj Mountain

- Passeio de barco para Lokrum

- Guided city tour com a Natasha do instagram Drubrovnik em Português

- Jantar no Restaurant Panorama

- 12/9: dia cheio para passeio: Muralha pela manhã + guided tour com a Natasha de tarde pela Old City + Cable Car no final da tarde e reserva às 19h para jantar no Restaurante Panorama –

- 13/9: dia cheio para passeio: Café da manhã no hotel Stara Loza + Banje Beach e Sveti Jakov Beach pela manhã + Lokrum Island de tarde + Old City (museus) + jantar à noite no Dalmatino Restaurant às 20:30 (contato: Robert)

↘14/9 de manhã cedo, pegar o carro em Dubrovnik do lado do Hotel Hilton Imperial para devolver em Split (parceria com Croatia Nation Tourism)

- Falar um dia antes com Marko 099 219 5515 ou Ivan 099 362 0759 da Uni Rent  para combinar o local e horário para pegar o carro RAC center em Dubrovnik 020 333 664  E PERGUNTAR SOBRE A CARTA VERDE (documento necessário para passar pelas fronteiras de Montenegro e a Bósnia Herzegovina)

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
- No caminho entre Dubrovnik e Montenegro, tentar passar por Cavtat (de fato, nós passamos e paramos em algumas praias. Cavtat nos impressionou pela quantidade de prédios abandonados e bombardeados e/ou metralhados por conta da guerra... muito triste de ver).


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

**MONTENEGRO**

- Pegar a rota D8 na Croácia e depois E65 em Montenegro, percorrendo a costa dos dois países. Somente em 2006 é que houve um referendo para votar, com sucesso, pela independência de Montenegro da Sérvia.

A língua oficial é o montenegrino e a moeda é o euro, embora ainda não faça parte da UE.

Passamos por toda a Baía de Kotor na ida e paramos em Perast primeiro e depois seguimos para Kotor, onde percorremos a Cidade Velha – Stari Grad – e depois subimos os 1.500 degraus até a Fortaleza antiga. Nós fomos dirigindo de carro por toda a Baía, inclusive porque queríamos parar em Perast, mas outra opção também é pegar o ferry de carro, se estiver na rota E65, para cruzar direto para o outro lado, economizando um tempinho da viagem, se preferir.

*KOTOR*

A Baía de Kotor foi tombada pela Unesco como Patrimônio Natural da Humanidade, classificada como o mais profundo fiorde europeu, devido a um cânion submerso.

- Observar na Baía de Kotor as duas ilhas: a ilha artificial da Nossa Senhora da Rocha e a Sveti Dorde, ilha de São Jorge. A segunda não está aberta para visitação, pois nela funciona um mosteiro beneditino do século XVII.

- Primeiro nós paramos em Perast, que é uma gracinha. Tem estacionamento do lado de fora (gratuito), de fácil acesso e depois você passa por uma cancela e visita o vilarejo que é bem pequeno e fofo.

Perast

- Chegando em Kotor, estacionamos o carro em um grande estacionamento (pago) frente à entrada principal de Stari Grad. Basta atravessar a rua e já está no portão principal da muralha que circunda a Cidade Velha de Kotor.

- O principal passeio de Kotor é vencer os 1.500 degraus de sua muralha, rumo à Fortaleza São João, avistando a cidade por cima, que tem formato triangular, e todo o Fiorde e parte da Baía de Kotor. Pegamos um temporal no meio do caminho e ficamos abrigados na Igreja Nossa Senhora dos Remédios, do século XIV.

- A cidade possui três acessos, sendo que a entrada principal é na Porta do Mar, localizada na Riva de Kotor. As outras duas são: a Porta do Rio, no norte da cidade e a Porta Gurdic, no sul.




- Na Praça das Armas, observar a Torre do Relógio, pois dizem que seu relógio data do período da ocupação napoleônica.

- Se vier tempo, seguem outros pontos de interesse para visitação:
. Parque Nacional Lovcen;
. Mosteiro Ostrog;
. Parque Nacional Durmitor;
. Parque Milocher;
. Parque Nacional Biogradska Gora;

- Após visitarmos Kotor, seguimos para Budva.

** Dubrovnik – Kotor: 2h (92,3km)
** Kotor – Budva: 30 minutos (22,8km)
** Budva - Sveti Stefan: 17 minutos (9,7km)

**BUDVA**

↘14 - 15 : 1 noite em Budva no Hotel Aleksandar Rafailovići que também ofereceu jantar para a gente (temperaturas médias 29° - 16°/ pôr do sol 18:55)

*Boates em Budva: Trocadero; Top Hill, Club Sparta (não conseguimos conhecer)

- Beach club em Budva que fica na praia de Ploce - de dia (não conseguimos conhecer)
- Old Town, Citadela custa 2,5€ e de lá se tem bela vista da Old Town


- Vestígios arqueológicos do século V antes de Cristo mostram que Grécia, Roma e Veneza também fizeram parte da história de Budva, sendo que os venezianos dominaram a cidade durante 300 anos seguidos. Mas também já fez parte do império Austríaco, Francês, Russo e austro-húngaro. Por fim, foi anexada à antiga Iugoslávia



- Tombada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade

- A praia mais famosa é a Mogren Budva, ao lado da cidade medieval (estava cheia quando visitamos e a água era muito azul e transparente)

- Outras praias:

. Ricardova Glava, acesso por dentro da cidade velha

. Pizana, localizada logo depois da marina;

. Slovenska, localizada na orla principal onde ficam os cafés e restaurantes;



15/09: Visitamos Sveti Stefan (fomos ao mirante e depois descemos para caminhar pela praia) + Fomos à Petrovac (não deixar de fazer a trilha até o “mirante” para a Rocha e antiga ruína da Fortaleza) + visitar o Centro Histórico / Stari Grad de Budva

- Petrovac fica perto de Sveti Stefan - 14 minutos: 9km


** Kotor - Mostar: 3:10 (187 km)

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

** MOSTAR - BÓSNIA E HERZEGOVINA **

↘ 15 - 16: 1 noite em Mostar

- Passear em Mostar no dia 15 de noite e 16 de manhã (temperaturas médias 29°- 15° / pôr do sol 19h)






. PASSEIOS EM MOSTAR:

- Ponte Stari Most (dá para subir nas torres da ponte e tem um museu simples nelas)

- Subir Na Torre Da Mesquita Koski Mehmed Pasha (De Abril A Setembro Das 8h ÀS 20h / Outubro Das 9h ÀS 17h / Nov-Mar Fechado)

- Rua KUJUNDŽILUK: bazar turco a céu aberto

- Biscevic Turkish House Ou Biscevica Cosak é a mais antiga, construída em 1635

- Casa Museu Muslibegovic Que Foi Construída Há Mais De 300 Anos E Hoje É Um Hotel.

- Cemitério No Centro Da Cidade

- Ponte Kriva Cuprija de 1558, no Lado Croata

- Comida Típica: CEVAP

- Passar em Blagaj a 12km de Mostar: principal atração é o Mosteiro Tekja construído por volta de 1520  + Fonte do Rio Buna que fica em uma caverna num paredão de rocha



- 16/09 - Seguir para Trogir de tarde, após passeio em Mostar.

** Mostar – Split : 3h

No caminho entre Mostar e Split, tentar passar e parar em (não deu tempo):

- Blue Lake (Modro Jezero)
- Makarska Riviera
- Brela Beach (Plaže Brela)
- Mirabella Fortress (Peovica)

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

**TROGIR - KRKA - SPLIT** 

↘16 - 17 - 18 - 2 noites em Trogir (bate e volta Krka e Split) temperaturas médias 27° - 20° / pôr do sol 19h

** Krka-Split : 1:10h
** Krka-Trogir: 45 minutos 
** Trogir-Split: 40 minutos

-16/9: chegada em Trogir provavelmente de tarde - RESTAURANT MONIKA ÀS 20:30 (cortesia oferecida pelo Central Dalmatia)

. HOTEL PALACE DEROSSI em Trogir (Parceria de 1 noite + café da manhã + estacionamento / 1 noite por 84€ - contato Priscilla)

**VISIT SPLIT** ofereceu:

- 2 Split Cards
- Tour Guide com o Guia Vjeran Mlacic em Split - AGENDAR O TOUR vjeran@visitsplit.com
. Pegar tudo no Tourist Information Center em Riva 

**CENTRAL DALMATIA: SPLIT - DALMATIA COUNTY TOURIST BOARD (contato Nasja) ** ofereceu guided tour em Trogir e Hvar e Split e meal em cada um

**PARQUE NACIONAL DE KRKA** ofereceu 2 entradas para o parque que poderemos usar ou no dia 16 ou dia 17 (contato Martina)

- 17/09: acordar cedo e fazer um passeio ao Parque Nacional de Krka (temperaturas entre 20° - 13°C) e na volta passar em Split (Se der tempo, passar em Klis Fortress / Tvrđava Klis) + Guide Tour em Split + JANTAR EM SPLIT NO RESTAURANTE KONOBA VAROS ÀS 20H (cortesia oferecida pelo Central Dalmatia)

**SPLIT**

Temperatura média em SPLIT durante nossa passagem (26° - 18°C)

Split é a segunda maior cidade da Croácia, que se desenvolveu ao redor do Palácio Diocleciano.

- Guided Tour marcado com o Visit Split com o Guia Vjeran Mlačić - vjeranmlacic@gmail.com (às 17h – estacionamos o carro no estacionamento principal da Riva, em frente à Stari Grad de Split – não é um estacionamento barato)

O Palácio Diocleciano foi a primeira construção de Split e é a atração que mais se destaca no local. Aliás, toda a cidade surgiu ao redor deste palácio. Diocleciano era um imperador romano que construiu seu palácio à beira mar como "casa de praia" dele, entre os anos de 295 e 305. As pedras usadas na construção foram trazidas da Ilha de Brac (essa ilha hoje é conhecida por sua produção de azeite), as colunas e as 18 esfinges foram trazidas do Egito.





Dizem que o chão da praça principal do palácio era revestido por ouro para que a luz solar refletisse o brilho nos trajes do imperador durante suas aparições públicas. Ele permaneceu no palácio até a sua morte em 311, que não se sabe ao certo se foi suicídio (dizem que ele ficou deprimido ao saber que sua esposa e filha tinham se convertido ao cristianismo, ou se foi assassinado).

A muralha encontra-se em bom estado, assim como a catedral na praça principal, o mausoléu do imperador, o vestíbulo, o templo de Júpiter e os porões que eram lugares de armazenamento de alimentos, por causa da temperatura baixa, e de lixo também, porque havia buracos nos tetos por onde eram jogados diretamente das casas (tudo foi retirado e limpo. Dizem que esse lixo petrificado fez com que as pilastras de sustentação não tivessem ficado danificadas).

- O que conhecer em SPLIT - passear na Old Town e a orla/Riva): Palácio Diocleciano (construído entre os anos de 298 e 305 d.C e serviu de residência de verão do imperador), Jardim Peristil, Praças que estão do lado de fora da muralha: Brace Radic (onde de tem a estátua do fundador da literatura croata: Marko Marulic) e a do Povo (onde fica a Prefeitura), o Oratório de Santa Catarina e a Riva.

- Dica: subir na torre da Catedral de São Domnius, dentro do Palácio Diocleciano e tirar fotos lá do alto (fomos no pôr do sol e foi belíssimo). Diocleciano foi imperador romano no século III e IV d.C. Entrada gratuita ao Palácio (Portão de Latão, o mais acessado por quem chega pela Riva; Portão de Prata que é o principal e logo se pode ver o Oratório de Santa Catarina; Portão de Ferro junto à Torre do Relógio e ao lado da Igreja de Nossa Senhora do Atalaia. O Portão de Ouro foi transformado na Igreja de São Martinho e depois desse portão de Ouro é possível ver a estátua de Gregório de Nin, um bispo que introduziu no século X o idioma croata às cerimônias religiosas cristãs que eram, até aquele momento, realizadas em latim – há uma tradição de esfregar o dedão do pé da estátua para dar sorte!). O Jardim Peristil é a praça principal e onde se pode subir na torre do palácio.

- Pontos de Informação Turística dentro do Palácio Diocleciano e do lado de fora, na Riva, com folders, livretos e mapas

- Relógio que marca 24h (e não 12h, como normalmente), fica perto da Praça Narodni

- Monte Marjan, seguindo pelo calçadão de Riva, tem 179 metros e vários mirantes.

- Final do calçadão da Riva, antes de subir o monte, tem lojas como Zara e Sephora, na rua Marmontova
  
**KRKA**

- São 142km² de área com cachoeiras
 
. Skradinski Buk: são 17 cachoeiras


. Visovac: pequena ilha no rio Krka onde os monges franciscanos construíram um monasterio em 1445 e uma igreja em 1576

. Roski Slap: 12 cachoeiras num espaço de 450 metros

. Trilha Skradinski Buk, a menor de todas

**TROGIR**

- Ir ao castelo Kamerlengo em Trogir (foto panorâmica da cidade) – situado no final da Riva de Trogir, construído pelos venezianos entre os séculos XIII – XV como uma base naval. Depois tornou-se a residência do governador veneziano. Hoje, nele funciona um centro multimídia com cinema open air e para outros eventos culturais. Pode ser visitado todos os dias a partir das 9h. Preços: adultos 10kunas, crianças e grupos por 5 kunas.

- Outros pontos de Interesse em Trogir: Convento São Nicolau, Torre do Relógio e Catedral St Lawrence.




- Trogir é considerada uma das cidades mais antigas da Croácia. Os primeiros indícios datam de 2.000 a.C . Em 1997, ela foi declarada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade.

A praça João Paulo II é a principal da cidade onde fica a Torre do Relógio e o Palácio Cipiko, ambos do século XIV, a Prefeitura e a Catedral de São Lourenço, erguida entre os séculos XII e XV, apresentando vários estilos arquitetônicos (gótico, barroco e veneziano). Observar o Portal da Catedral, obra de arte elaborada pelo mestre Radovan. A vista do alto da torre da Catedral é muito bonita também e complementa a vista que se tem do Castelo Kamerlengo.

- 18/09: passeio de manhã em TROGIR pela manhã - GUIDED TOUR ÀS 9H  (NORTH GATE) MS ANA VULETIC 098 396 77 33 - 1:15 DE TOUR

18/09 - ALMOÇO NO RESTAURANTE BOKERIA EM SPLIT ÀS 13H (parceria direta - contato: Luka -  não deu tempo de fazer)

DEVOLVER O CARRO NO PORTO DE SPLIT ENTRE 15H E 17H (OU ANTES)

**18/09: Pegar o ferry na cidade de Split para Stari Grad - Hvar Town

- Ver horários de ferry com a empresa Jadrolinija - www.jadrolinija.hr/en/ferry-croatia
18/9 (domingo) - o bilhete online pode ser comprado até 24h antes

Se for de catamaran, vai direto para Hvar Town e leva 1h: 60 Kunas com a empresa Jadrolinija ou 70 kunas com a Krillo: Horários - 10:30 / 12:00 / 15:00 / 17:00 com a Jadrolinija

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

**HVAR** 

↘ 18 - 19 - 20 - 21: 3 noites em Hvar - (temperaturas médias 26° - 22° / pôr do sol 19h)
  
- PROCURAR CAMPOS DE LAVANDA (não é a época: seria em julho)

- Hvar é muito procurada no verão pelo seu já famoso agito noturno. Tentar ver o pôr do sol no bar Hula Hula (até fomos, mas não teve sunset, pois as nuvens tomaram conta no dia).

- Outro lugar famoso para festas é o Clube Carpe Die, com duas casas: uma é localizada na praia de Stipanska, na ilha de Marinkovac, e a outra casa fica no final da Riva, perto de onde desembarcam os barcos/ferries.



- Parceria com o Hotel Amfora em Hvar (Reserva número 2016/11061/1). Contato direto com Anja: 2 noites em cortesia e 1 noite por 120€

**CENTRAL DALMATIA: SPLIT - DALMATIA COUNTY TOURIST BOARD (contato Nasja) ** ofereceu guided tour em Trogir e Hvar e Split e meal em cada um

- 18/9: chegada em Hvar – Tomamos uns drinks no Hula Hula _ RESERVA NO RESTAURANTE KOD KAPETANA ÀS 20:30 (cortesia oferecida pelo Central Dalmatia)

- 19/9: dia cheio - como amanheceu com risco de chuva, fizemos nesse dia o tour das Vinícolas pela manhã com a Hvar Tours e de tarde fizemos um City Tour oferecido pela Central Dalmatia + Jantar no restaurante DIVINO às 19:00 para ver o pôr do sol (não conseguimos chegar a tempo e perdemos o sunset – dica: tomar o Bolfan Paidia Rajnski Rizling 2009)

- Sobre o Wine Tour: a duração é de umas 4 horas. As vinícolas estão basicamente concentradas na região de Jelsa. O passeio foi feito em uma van. Visitamos duas vinícolas e, em cada uma, fizemos uma degustação de vinhos locais - http://www.hvartours.com/wine-a-gastornomy/hvar-half-day-wine-tour - o passeio busca no hotel e deixa onde o turista pedir. Nós ficamos perto da praça principal para encontrar a guia para o City Tour.




- Sobre o Guided Tour Em Hvar: ponto de encontro na Frente Do Tourist Board De Hvar Na Praça Principal - Ms Jana Vučetić (091 735 9864) - City Tour Dura 1:15 - a cidade medieval oferece uma bela arquitetura veneziana do século XIII a ser apreciada. A Riva, a rua beira mar onde os barcos atracam vindo de Split, concentra vários bares, restaurantes e feirinhas de artesanato, além de muito agito durante todo o dia. Pontos de Interesse: Monastério dos Franciscanos, Arsenal e Teatro (que já foi um estaleiro usado para construir embarcações de guerra), Igreja de Santo Estevão (com o seu campanário do século XVIII),  o Palácio Loggia e a Fortaleza.

- 20/9: passeio de barco com a Hvar Tours pela manhã e início da tarde ((custa 65€ - das 10:40 às 18:30): Vis + Blue Cave + Green cave + Komiza Town + Palmizana Beachclub (pedir para passar lá) + Stinivia Bay (não visitamos a Blue Cave porque estava fechada no dia à visitação em razão da maré e ondas) + Após o passeio de barco, voltamos para Hvar e fomos de táxi boat (25 reais – 10min) para a Ilha de Jerolim (praia de nudismo)  + depois de curtir a ilha de Jerolim, voltamos para Hvar e subimos até a Fortaleza (cerca de 160 degraus), de onde tivemos uma bela vista para a cidade durante o pôr do sol e jantamos à noite no Restaurante Passarola.

. Sobre o passeio de barco: como estávamos hospedados no Amfora Resort Hotel, a lancha da Hvar Tours buscou a gente no deck em frente ao hotel. Se fôssemos à Blue Cave, deveríamos pagar 50 kunas extras para o transporte que é feito em barco menor. A saída foi às 10:30.





. Não ficamos em Palmizana para almoçar (dicas de restaurantes em Palmizana: Toto’s, Restaurant Laganini, Lounge Bar, Zori) e voltamos para Hvar, onde pegamos um táxi boat e fomos para

- 20/09: Jantar no Restaurante Passarola às 20:30 (parceria direta com o restaurante / contato: Anamarija Barbaric)

- Outras opções de passeios em Hvar, se der tempo (nós não fizemos): Praia de Pokonji Dol Bay, onde é possível chegar a pé em Hvar + praias Zarace e Jels + Kiva Bar




- Dicas de Restaurantes:

. Restaurante Divino
. Restaurante Gariful
. Restaurante Passarola (gregada: calderada de peixe / lagosta, risoto de frutos do mar, Peka Croata feito com polvo e batatas)
. Melhor Sunset Party no Hula Hula Beach Bar (fica no cantinho direito seguindo a Riva - aberto ao público - pedir drinks de litro/mojito)

** Horários do CATAMARAN de Hvar para Split com a empresa Jadrolinija - saída de Hvar Town: 13:00 ou 14:00 (pegamos o das 14h que custou 90 kunas por pessoa)

- COMO IR PARA O AEROPORTO EM SPLIT: Em Split, após desembarcarmos do catamaran, fomos para a Rodoviária, que fica praticamente em frente ao local de embarque e desembarque dos ferries, e lá nós pegamos um ônibus que vai direto para o aeroporto e levou cerca de 40 minutos. O aeroporto, embora digam que seja de Split, fica mais perto de Trogir do que de Split.

↘21/9 (quarta) - voo de Split 19:20 para Zurique. Vôo no começo da noite.

Voo Germania Flug 19:20 - 21:15 / 108 euros (chegar 1h antes - bagagem despachada de até  20kg e de mão de até 6kg - Flight number GM 3989) 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

** SOBRE DIRIGIR DE CARRO PELOS BÁLCÃS **

 

Muita gente perguntou como foi dirigir pelos Bálcãs e vou contar a experiência aqui: Nós ficamos 8 noites na Croácia (3 em Dubrovnik, 2 em Trogir e 3 em Hvar), 1 em Montenegro e 1 na Bósnia-Herzegovina.

 

Na Croácia, fizemos bate e volta de Trogir a Krka, onde tem o Parque Nacional, pq a distância é de 40 minutos! Optamos por não fazer daytrip de Dubrovnik a Bósnia nem a Montenegro, o que é muito comum. Primeiro, porque queríamos explorar mais os vilarejos pelo caminho. Segundo, porque, normalmente, em razão das excursões, essas cidades mais badaladas que visitamos nos dois países (Mostar na Bósnia e Budva/Sveti Stefan/Kotor em Montenegro) ficam lotadas de turistas entre 11h e 18h, horário intenso de chegada dos ônibus de excursões. Dormindo nas cidades, portanto, a gente pôde também conhecer esses lugares vazios e tranquilos, no final do dia e pela manhã cedo.

 

Bem, o carro foi alugado em Dubrovnik e devolvido no Porto de Split antes de pegarmos o catamaran para Hvar. Dirigir pelos Bálcãs implica em passar pelas fronteiras. Tenha sempre o passaporte em mãos, documentos do carro e a Carta Verde, documento necessário para cruzar as fronteiras. A própria locadora de automóvel providencia esse documento, mas lembre de pedir e de avisar que vai cruzar a fronteira e informe quais os países.

 

Julio fez a Carteira Internacional de Motorista. Ele acessou o site do Detran e seguiu o passo a passo que está lá para a expedição desta carteira. Embora não tenha sido solicitada em momento algum, achamos prudente ter a carteira para especialmente o cruzamento dessas fronteiras nos Bálcãs. Portanto, recomendamos que tirem também, se forem dirigir por lá, pois é melhor prevenir do que remediar.

 

As estradas eram boas, no geral, salvo uns trechos dentro da Bósnia que estavam mais acidentados. Pode ser também pelo fato de termos pegado algumas estradas secundárias sugeridas pelo Google Maps. A locadora ofereceu GPS, mas ficamos com o Google Maps do celular, já que estávamos com o chip T-mobile da @easysim4u que funcionou muito bem em praticamente todos os momentos.

 

Por fim, cruzando as fronteiras: sair e entrar na Croácia é tranquilo! A única fronteira mais chata foi a de Montenegro para a Bosnia, onde perdemos uns 40 min esperando nossa vez, mesmo havendo somente uns 4 carros na frente. A verificação dos documentos na fronteira no interior dos países é mais demorada. Seguir pelo litoral por mais tempo é uma opção melhor nesse sentido de escapar dessas fronteiras do interior, só q o Google Maps nos mandou para o interior no caminho entre Montenegro e a Bósnia, ainda quando estávamos na altura da Baía de Kotor. Talvez porque entendeu ser a rota mais rápida, mas ele não considerou o tempo que perdemos na fronteira. Ou seja, dê preferência por seguir pelo litoral, se puder.

 

Vale também dizer que passamos somente 1 noite na Bósnia, em Mostar, e 1 noite em Montenegro, em Budva. Só que, após verificarmos as inúmeras possibilidades de passeios por esses dois países, com certeza fiquei arrependida e poderíamos ter passado ao menos mais 1 noite em Montenegro e também ter tentado encaixar o Parque Nacional Kravice, que parece ser tão lindo quanto Krka e Plitvice, na Croácia.

 

E, na Croácia, com certeza ficaram faltando vários lugares, como a própria capital, Zagreb, o Parque Nacional de Plitvice, o pôr do sol de Zadar... mas nem sempre conseguimos fazer tudo de uma só vez. Ou seja, não faltam motivos para voltar para os Bálcãs e explorar mais essa região linda, que sofreu tanto com as guerras de independências dos países que formavam a antiga Iugoslávia, além das guerras religiosas e as terríveis limpezas étnicas, a exemplo do ocorrido em Kosovo, história muito recente que ainda dói na população local cujas marcas são possíveis de serem vistas em várias paredes com buracos de bala, de bombas... muito triste mesmo... mas ficamos felizes em ver que esses países estão investindo no turismo, abrindo-se mais e fomos muito bem acolhidos em todos os lugares!

 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


** APOIO **

 

Por último, mas não menos importante, não posso deixar de agradecer ao apoio que recebemos dos parceiros que deixaram nossa viagem ainda melhor! A todos os hotéis, restaurantes e passeios o meu agradecimento! Em especial, pela confiança depositada em nós, obrigada ao @croatiafulloflife@experiencedubrovnik, @visitsplit@dalmatiahr e @dubrovnik_em_portugues (http://www.dubrovnikemportugues.com/)

E aos que nos acompanharam por toda a viagem, também agradecemos muito pelo apoio conferido pelo @assistcard e pelo @easysim4u, que permitiu que compartilhássemos rapidamente no instagram tudo o que vivenciamos com seu excelente chip T-mobile.

Lembrando que a tag #apaixonadosporviagensEuroTrip16 reúne todas as fotos e dicas publicadas no Instagram durante a viagem e após o nosso retorno!

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

CONFIRAM TAMBÉM A SEGUNDA PARTE DO ROTEIRO DA EUROTRIP 2016 - CLIQUE AQUI





2 comentários:

  1. Um post super completo como esse ninguém precisa de agente de viagens. Informações valiosíssimas foram compartilhadas. Parabéns pelo belo trabalho casal! Sucesso pra vocês! Abraços da terra do pão de queijo =)

    ResponderExcluir
  2. Ei, Kiko!! Que honra receber seu recadinho! Muito muito obrigada!! Espero que o Guia seja inspirador e útil para todos!! Foi feito com muito carinho.
    Pode mandar pão de queijo recheado com linguiça pelos Correios para mim, please? =)
    Abraços,
    Lily

    ResponderExcluir