sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Noites de Jazz no Cota 200: Vista Incrível, Música e Alta Gastronomia no Rio de Janeiro

Ontem, nós estivemos na estreia da "Noites de Jazz" em um dos restaurantes mais lindos e com a vista mais incrível do Rio de Janeiro: o Cota 200!


Não é a primeira vez que visitamos o Cota 200 e sempre curtimos muito ir lá, pois é um verdadeiro passeio turístico na cidade, além de termos a certeza do alto padrão de qualidade gastronômica oferecida pelo restaurante. 


Isso porque, para chegar no restaurante, tem que subir de bondinho, aquele mesmo que vai para o Pão de Açúcar! Que máximo, não é? 

É claro que você pode subir pela trilha para o Morro da Urca, mas, considerando que quem faz reserva no Restaurante Cota 200 tem direito a subir de bondinho de graça até essa primeira parada dele, vamos combinar que nesse caso eu prefiro economizar meus pezinhos rsrs... Obs: tem que fazer a reserva no restaurante e o bondinho é de graça somente até o Morro da UrcaO bilhete entre Morro da Urca e Pão de Açúcar custa R$40,00, caso você depois do almoço ou jantar deseje subir até o último ponto do bondinho.

LEIA AQUI a matéria completa sobre o Restaurante Cota 200! 




Se você tiver feito a reserva no restaurante Cota 200 e não efetivamente feito a sua refeição, não terá o seu ticket validado para descer e acabará tendo que pagar essa viagem (os R$20,00). Portanto, nada de malandragem, gente? Reservem o restaurante, subam pela entrada que é diferenciada da entrada de quem não fez a reserva (você verá uma placa na fila que vai indicar qual é a entrada para quem fez a reserva no Cota 200) e consuma no restaurante. Ao final da sua refeição, antes de ir embora, o seu bilhete tem que receber uma validação do restaurante para você poder descer no bondinho. 



E você sabe por que o Restaurante Cota 200 tem esse nome? A inspiração veio do fato de estar a exatos 200 metros acima do nível do mar! E nós super recomendamos que se vá com bastante tempo para aproveitar o Morro da Urca, suas vistas para a Baía de Guanabara, o vai e vem dos helicópteros, porque o heliponto é ali pertinho, as vistas para a Praia da Urca, para o próprio Pão de Açúcar, o sobe e desce do bondinho e um pequeno museu que conta um pouco sobre a histórica do bondinho e da conquista do Pão de Açúcar.


Bem, mas voltemos a falar da Noite do Jazz! Foi um convite muito especial, pois foi a primeira noite musical assim no restaurante e estava uma delícia!


Apesar do frio e da chuva dos dias anteriores, a gente deu muita sorte e não pegamos chuva. Ainda fomos brindados, ao final da noite, com a aparição do Cristo Redentor, que estava encoberto dentre nuvens. 




A apresentação musical aconteceu junto com o jantar preparado pelo chef Luiz Edu Castro. 

O estilo foi o jazz instrumental com releituras de clássicos da bossa-nova. Hummm... uma delícia por completo!


Portanto, embalados por um repertório incrível, com muito Tom Jobim, Vinícios de Moraes, João Gilberto, dentre outros, nós experimentamos o Menu Jazz, que consistia em:


Entrada: Três pães rústicos crocantes com cobertura de tomate temperado, cogumelos e abobrinha. Todos estavam divinos, mas amei mais o de cogumelos!!


Principal: Camarões com canjiquinha ou dados de mignon com molho escuro, vegetais e abacaxi. 

Não resistimos ao mignon e todos na mesa - eu, Julio, Mauricio (do blog Aventureiros) e Ana (do blog Viangens Imperdíveis) - pois ninguém se animou muito com a canjiquinha que, na descrição oferecida pelo garçom, lembraria o cuscus marroquino.


Sorte nossa porque o prato com os dados de mingon estava perfeito! Tempero certo, carne macia... tudo muito saboroso. 


Sobremesa: Trio de cheesecake feito com frutas vermelhas, damasco e chocolate. Hummmmm... que delícia!!!! Adorei os três sabores, leves, marcantes e muito bem feito!

O creme e calda que acompanharam também harmonizaram perfeitamente. O único problema foi o gostinho de quero mais, porque estava bom demais!!


Acompanhando o jantar, eu escolhi um drink autoral chamado Maria's e o Julio escolheu o Praia Vermelha, que foi o indicado pelo garçom. Confesso que gostei mais do meu, que tinha, dentre outros ingredientes, vodka, mel e licor Frangelico. 


Então, gostaram? Então fiquem de olho na programação da casa e aguardem a próxima Noite de Jazz!



** FICHA TÉCNICA DO COTA 200 RESTAURANTE **

- Endereço: Av. Pasteur, 520, Urca – Rio de Janeiro

Reservas: 55 21 2543-8200 ou http://www.cota200restaurante.com.br/reservas/

Capacidade: 210 lugares

- Horário de Funcionamento: Domingo, segunda e terça das 12h às 20h. Quarta, quinta, sexta e sábado das 12h à meia noite

- Pagamento: C.c: todos; C.d: todos; Cartões de refeição

- Site: http://www.cota200restaurante.com.br/


- Almoço: todos os dias, das 12h às 16h



- Happy Hour: carta de bar e petiscos, todos os dias, das 16h às 20h



- Jantar: de quarta a sábado, das 20h às 24h


- Bondinho: Para quem faz reserva para o Cota 200 Restaurante a entrada para o Bondinho é gratuita e exclusiva. O ticket é válido apenas até a estação do Morro da Urca. Se quiser subir até o Pão de Açúcar, tem que adquirir o ticket para lá, no guichê de compra, que fica lá embaixo na Praia Vermelha e, neste caso, o ticket entre Morro da Urca e Pão de Açúcar custa R$40,00 (o tícket entre Praia Vermelha e Morro da Urca custa R$20,00).



Nenhum comentário:

Postar um comentário