sexta-feira, 20 de maio de 2016

Una Noche en España, no Restaurante Cota 200: unindo boa gastronomia com turismo

Que tal unir alta gastronomia com um dos principais pontos turísticos da cidade? Que tal aproveitar um passeio a um cartão postal internacionalmente conhecido e, na mesma ocasião, almoçar ou jantar em um restaurante maravilhoso, com ótimas opções e, de quebra, uma vista de tirar o fôlego? Se você gostou dessa proposta, o Cota 200 Restaurante com certeza vai te conquistar, porque, localizado no Morro da Urca, onde é feita a primeira parada do bondinho que leva ao Pão de Açúcar, verdadeira atração turística da Cidade Maravilhosa, além de saborear pratos ricamente elaborados, com alto requinte e sofisticação, você poderá desfrutar de uma paisagem simplesmente incrível da Baía de Guanabara e do Cristo Redentor, outro cartão postal da cidade.


Bom demais, não acham? Passeio 2 em 1: turismo e gastronomia!


Há poucos dias, nós tivemos o imenso prazer de visitar o Cota 200 Restaurante por duas vezes no mesmo final de semana. Pura coincidência, porque, na primeira ida, estivemos a convite para participarmos de um evento na casa - !Olé! Uma noche en España - que foi um jantar harmonizado em parceria com a importadora de vinhos Devinum, no qual foram apresentados os vinhos da bodega Torres, de Barcelona, bem como, na outra ocasião, estivemos no restaurante para celebrarmos em família o Dia das Mães, durante o almoço.


Eu - Lily - já havia estado  no Cota 200 por outras duas oportunidades antes disso, em 2015, em um evento promovido pela Walt Disney World, com direito a tirar foto com o Mickey, inclusive rsrs... e, em outra vez, a passeio, com uma amiga que visitava a cidade, fomos turistar e passear no Pão de Açúcar e resolvemos almoçar no Cota 200 pela praticidade e beleza do lugar. 

Obs: Para chegar no Restaurante Cota 200, tem que subir de bondinho ou de trilha. Mas, se você tiver reserva feita no restaurante (tem que fazer a reserva), você estará isento de pagar o valor do bondinho até o Morro da Urca, o que será uma economia de R$20,00, e ganhará esse passeio. Se quiser subir até o Pão de Açúcar, já precisa ter definido isso antes e tem que comprar o bilhete lá embaixo, no guichê, antes de subir qualquer bondinho, porque no Morro da Urca não tem bilheteria para venda de tickets. E o bilhete entre Morro da Urca e Pão de Açúcar custa R$40,00. Agora, você tem que efetivamente consumir no Cota 200. Se você tiver feito a reserva e não tiver ido ao Cota 200, não terá o seu ticket validado para descer e acabará tendo que pagar essa viagem (os R$20,00). Portanto, nada de malandragem, gente? Reservem o restaurante, subam pela entrada que é diferenciada da entrada de quem não fez a reserva (você verá uma placa na fila que vai indicar qual é a entrada para quem fez a reserva no Cota 200) e consuma no restaurante. Ao final da sua refeição, antes de ir embora, o seu bilhete tem que receber uma validação do restaurante para você poder descer no bondinho. 

Você sabe por que o Restaurante Cota 200 tem esse nome? A inspiração veio do fato de estar a exatos 200 metros acima do nível do mar! E nós super recomendamos que se vá com bastante tempo para aproveitar o Morro da Urca, suas vistas para a Baía de Guanabara, o vai e vem dos helicópteros, porque o heliponto é ali pertinho, as vistas para a Praia da Urca, para o próprio Pão de Açúcar, o sobe e desce do bondinho e um pequeno museu que conta um pouco sobre a histórica do bondinho e da conquista do Pão de Açúcar.

Se der sorte, poderá também ver o decolar e aterrissagem de aviões no aeroporto Santos Dumont, bem como admirar a coragem dos escaladores dos dois morros! E haja coragem para fazer rapel nessas pedras, viu? 

Então, retornarmos ao Cota 200, em dobradinha no final de semana, mas vamos falar primeiro deste evento incrível que trouxe um pouco da Espanha para o Rio de Janeiro. Como já adiantamos, o !Olé! Uma noche en España foi um jantar harmonizado com espumantes e vinhos e a estreia do Cota 200 em eventos com esta proposta de elaborar menus condizentes com pratos e ingredientes que nos remetam aos países homenageados na noite.




A ideia é dar continuidade ao projeto com a organização de noites que prestigiem outros países e os próximos que estão sendo considerados são Portugal, Itália e Argentina. Hummmmm... eu, que sou também portuguesa, já fiquei super feliz e curiosa por ver como será essa noite com inspiração na Terrinha!

Mas calma aí que hoje vamos falar da Espanha, outro país muito querido, onde já tive a honra de visitar por duas vezes, conhecendo as cidades de Madri, Barcelona, Toledo, Avila e Segóvia e tenho muito carinho por sua cultura, seus artistas e admiro muito a sua história.




A noite foi simplesmente maravilhosa, com clima ameno e delicioso de outono, perfeita para degustarmos os vinhos trazidos pela importadora Devinum, originados da Espanha - salvo o espumante que foi inicialmente servido, o qual era da vinícola Torres, mas de origem chilena e maravilhoso também - na qual pudemos experimentar um verdadeiro tour enogastronômico, tendo sido o menu cuidadosamente elaborado pelo Chef Luiz Edu Castro, especialmente para esse jantar, que foi acompanhado também pelo sommelier João de Souza, que auxiliou na harmonização do cardápio junto com Marc Prelló, diretor da importadora Devinum.

Antes de iniciarmos o jantar propriamente dito, Marc Prelló, Luiz Edu e João de Souza apresentaram-se, rapidamente, contando um pouco para gente deste projeto de o Cota 200 organizar jantares temáticos, dando uma volta ao mundo, um pouco da experiência da cada um e da elaboração do cardápio da noite.



Vejam um pouquinho como foi especial esse nosso jantar:

*Boas Vindas*

- Carpaccio de Magret defumado com chutney de frutas vermelhas
- Tartar de Salmon, Maçã verde e Tapenade
- Cogumelo Paris recheado com Manteiga de escargot
- Espumante Torres Santa Digna Estrelado Rose




O espumante era divino e foi perfeito para as nossas boas vindas. Em relação ao prato servido, o cogumelo paris, em disparado, foi o mais saboroso. Bem, estava tudo muito gostoso, mas  não associamos muito bem a relação entre carpaccio de magret com a Espanha, nem do cogumelo. Neste quesito, achamos que faltou ser um pouco mais espanhol, embora, e vale a pena reforçar, estava muito bem preparado, com linda apresentação do prato e saboroso.

*Entradas*

- Terrine de Lagosta com Mexilhões ao perfume de Mel com Açafrão
- Vinho Torres Viña Esmeralda



Uma ótima entrada, leve, gostosa, linda apresentação do prato também e muito boa harmonização com o vinho branco que nos foi servido.

- Pirarucu crocante ao molho Antiboise
- Vinho Torres Fransola Sauv.Blanc/Parellada




Mais um vinho branco para acompanhar o pirarucu que estava divino. E foi uma grata surpresa, ao retornarmos no domingo, para o almoço do Dia das Mães, podermos comer mais uma vez o pirarucu, que foi também servido no buffet do almoço de domingo. Portanto, se vocês forem almoçar no Cota 200 e tiver o pirarucu, que é feito de forma empanada, não deixem de comer porque ele é maravilhoso, rico em sabor e nos marcou. 

*Prato Principal*

- Eisbein Confit sobre cama de Repolho roxo ao Cassis e Aligöt de Batata doce
- Vinho Torres Altos Ibéricos Tempranillo



Eisbein é joelho de porco e este estava sensacional! Que ponto mais perfeito, viram? Desmanchava na boca. Até o purê de batata doce, de qual não sou grande fã, combinava muito bem. O vinho Altos Ibéricos foi perfeito para o prato, com taninos e acidez na medida e este é o considerado pelo sommelier João João de Souza como o melhor custo benefício dentre os vinhos da vinícola Torres que chegam para a gente no Brasil. Ficamos curiosos e depois vamos entrar em contato com a Devinum para averiguar os valores, que não foram passados para a gente. 

- Carré de Cordeiro grelhado com Batatas picantes e Salsa trufada
- Vinho Torres Mas La Plana Cab. Sauvignon


Sem dúvidas, um prato bem elaborado, com apresentação ímpar, rico em sabor e complexidade no seu preparo, pois o cordeiro ficou horas sendo feito, entre cozimento e assado, realmente foi um o melhor prato da noite, com a carne no ponto certo, desmanchando na boca, com pouca gordura, do jeito que eu gosto, porque não curto carnes entranhadas de nervos ou gordura. As batatas, embora picantes, era bem leve e achei também muito saborosa. 

Com relação ao vinho, na minha opinião, foi sem dúvidas o melhor da noite! Mais encorpado, macio, com taninos e acidez muito harmoniosos, realmente deixaram para o final o melhor vinho da noite!!

*Sobremesa*

- Mini Torta gelada de Cardamomo com Sorbet de Manga
- Vinho Torres Floralis Moscatel ORO



Mas ainda havia a sobremesa, para encerrar esse verdadeiro passeio que fizemos pelos vinhos e gastronomia espanhola. Infelizmente, a torta gelada de cardamomo não me emocionou muito. Eu gosto de doce que seja doce e a torta merecia um pouco mais de sabor, na minha humilde opinião. O sorvete de manga estava gostoso e foi quem acabou conferindo mais sabor à torta, ao comer os dois juntos.

E o vinho de sobremesa, um Torres Floralis Moscatel ORO, realmente fechou com chave de OURO a nossa noite. Muito suave, como deve ser, docinho do jeito que gosto, foi mais uma ótima escolha da importadora Devinum em conjunto com o sommelier João de Souza.

Agora a gente aguarda as demais noites temáticas e já temos certeza de que será incrível como esta!

E, falando um pouquinho sobre o buffet da casa, servido aos domingos, especialmente no Dia das Mães, no qual estivemos lá, o preço é um pouquinho salgado, em torno de R$80,00 por pessoa para se servir à vontade e quantas vezes desejar, mas se você pensar no conjunto, no fato de economizar os R$20,00 do bondinho até o Morro da Urca e poder fazer ao mesmo uma excelente refeição e um passeio turístico pela cidade, compensa, viu?


O regime de buffet, embora não seja o meu favorito, no Cota 200 foi surpreendente pela variedade e pela alta gastronomia apresentada. 

Elegância, requinte e sofisticação de seu ambiente, muita simpatia e cordialidade dos garçons, todos muito solícitos, realmente foi uma experiência em família digna da celebração do Dia das Mães! Minha mãe ficou muito feliz e isso eu digo com muita segurança!



Meus sobrinhos ficaram mais ainda em poder passear de bondinho e depois brincar um pouco lá em cima do Morro da Urca! Foi uma linda tarde em família.

No buffet, destaque para o pirarucu, ao qual eu já havia me referido, bem como ao carpaccio de polvo, que estava muito gostoso, além de outros pratos, como a berinjela a milanesa, as batatas gratinadas, as saladas... gostamos de tudo! Acho que somente a paella que deixou a desejar um pouco, pois esperávamos mais sabor dela.

E a estação de doces foi uma perdição! Hummmmm... as tortinhas, o brownie, o cheesecake estavam dos deuses!!


Achei também muito bacana que havia no buffet um coquetel com álcool de coco que poderíamos servir à vontade, da mesma forma como no buffet. E o coquetel, tipo uma batida, estava bem gostosa!

Espero que vocês tenham gostado de conhecer um pouco sobre esse restaurante e, se forem lá, contem para a gente como foi a experiência de vcs!


** FICHA TÉCNICA DO COTA 200 RESTAURANTE **

- Endereço: Av. Pasteur, 520, Urca – Rio de Janeiro

Reservas: 55 21 2543-8200 ou http://www.cota200restaurante.com.br/reservas/

 Capacidade: 210 lugares

- Horário de Funcionamento: Domingo, segunda e terça das 12h às 20h. Quarta, quinta, sexta e sábado das 12h à meia noite

- Pagamento: C.c: todos; C.d: todos; Cartões de refeição

- Site: http://www.cota200restaurante.com.br/

- Almoço: todos os dias, das 12h às 16h

- Happy Hour: carta de bar e petiscos, todos os dias, das 16h às 20h

- Jantar: de quarta a sábado, das 20h às 24h

- Bondinho: Para quem faz reserva para o Cota 200 Restaurante a entrada para o Bondinho é gratuita e exclusiva. O ticket é válido apenas até a estação do Morro da Urca. Se quiser subir até o Pão de Açúcar, tem que adquirir o ticket para lá, no guichê de compra, que fica lá embaixo na Praia Vermelha e, neste caso, o ticket entre Morro da Urca e Pão de Açúcar custa R$40,00 (o tícket entre Praia Vermelha e Morro da Urca custa R$20,00).


Nenhum comentário:

Postar um comentário