terça-feira, 22 de março de 2016

Gastronomia no Rio de Janeiro: Restaurante Gabbiano al Mare

Tive o prazer de conhecer o restaurante Gabbiano al Mare, no último domingo, 20/03. Eu já nutria forte interesse em ir lá, já há algum tempo, principalmente por conta da participação do restaurante no guia de descontos Eat in Rio, que comprei final de 2014, mas acabei não tendo tempo nem oportunidade para ir.

Portanto, adorei o convite para visitar o restaurante e poder experimentar alguns dos seus deliciosos pratos.

Localizado no bairro de Ipanema, um dos mais charmosos e conhecidos dentre os gringos até porque também é um bairro onde tradicionalmente as baladas e festas acontecem. Ou seja, um bairro jovial e animado.

Além da localização privilegiada, o restaurante ainda nos dá de brinde, principalmente para os que conseguem sentar-se junto às janelas, uma vista deslumbrante para a orla mais descontraída da cidade! Um belo presente, não acham?



Nossa mesa, para minha enorme alegria, foi reservada exatamente ao lado da janela, o que nos permitiu observar o vai e vem dos carros, ônibus, pessoas, ciclistas, atletas dos finais de semana, já que era um domingo e, aqui no Rio de Janeiro, aos domingos e feriados, a pista da orla mais próxima ao mar fica fechada para a prática de atividades físicas e passeios.



Todo o ambiente do restaurante é muito bonito, com uma decoração clean, em tons claros, o salão fica bastante iluminado durante o dia pela luz solar que entra pelas janelas, que são fechadas, pois o restaurante é climatizado por ar condicionado e a temperatura estava agradável para fria (no final da tarde eu comecei a sentir um friozinho, por isso recomendo um casaquinho aos mais friorentos).

Quadros que remetem à cidade, à orla, pontos turísticos, flores na mesa, vasos... a decoração é muito delicada, elegante e sofisticada. 



Desde o primeiro momento, o atendimento mostrou-se muito cordial, gentil e simpático. Fomos muito bem recebidas pelo maître que nos informou que o chef Romano Fontanive, ao qual fomos apresentadas depois, prepararia uma sequência especial de pratos para que pudéssemos degustar algumas das suas melhores criações para o cardápio do Gabbiano al Mare. 




Inclusive, o cardápio do restaurante, com fortíssimas influências da culinária italiana, contemporânea, marcada com a presença dos frutos do mar, é assinado pelo Romano que esbanjou simpatia ao conversar um pouco conosco. 

O próprio nome do restaurante já sugere essa influência do mar, mas se você não for fã de peixes e frutos do mar, saiba que o cardápio também abrange ótimas opções de pastas, saladas e carnes. Portanto, agrada a todos os gostos. 



Foi-nos servidor um delicioso e refrescante vinho rosé malbec Viu Manent, chileno, na temperatura correta, super adequado para harmonizar com os pratos escolhidos pelo Romano que viriam a enriquecer a nossa tarde, que já estava maravilhosa.


O ambiente do restaurante é uma delícia, um convite a relaxar, a não se preocupar com o tempo, com o passar das horas, embalados por uma música muito gostosa, que variava do jazz ao blues, sempre no volume apropriado para não atrapalhar as conversas e, para tornar ainda mais especial, pudemos acompanhar um entardecer deslumbrante porque o dia estava lindo demais!



Eu e minha amiga Rebeca, que me acompanhou, ficamos muito à vontade e pudemos conversar bastante também sobre nossas próximas viagens. 


A entrada já nos surpreendeu, pois foi um Carpaccio de Polvo cuja apresentação estava linda - eu nunca havia visto um corte de polvo daquela forma - e o sabor estava perfeito! Acompanhado de cestas de pães e um molho à base de tomate cuja combinação ficou muito interessante.



Após, foi servido o primeiro prato principal, que dividimos, porque a intenção era que degustássemos outro prato principal e as sobremesas. Já amei de imediato a apresentação do Tagliatelle com ragú de Lagosta e lime, porque o toque especial e, que por algum momento conseguiu até nos enganar, foi ter colocado a carcaça da lagosta como decoração do prato, porém, a lagosta já estava devidamente cortada e mistura na pasta fresca - para nosso alívio porque ficamos até tensas em pensar na melhor forma de comer a lagosta sem fazer muita lambança.


Afinal, o restaurante é muito chique para a gente fazer essa atrapalhada rsrs... Por falar nisso, é importante mencionar que, embora seja um restaurante em frente ao mar e, não obstante aqui no Rio haver o hábito muitos que seguem para um local no pós praia, eu não recomendo o Gabbiano al Mare para esse propósito de um pós praia porque observei que as pessoas estavam bem vestidas (sem exageros), não havia pessoas com roupa de praia e, além disso, trata-se de um ambiente low profile, para momentos mais calmos. 


Voltando para a lagosta, o prato estava simplesmente divino!! Maravilhoso! Primeiro, porque não é todo dia que eu tenho essa oportunidade ímpar de degustar uma lagosta tão bem preparada e saborosa. Segundo, porque o ponto da massa estava perfeito. Terceiro, porque o molho combinava muito bem.



Logo, adianto que esse foi o nosso prato preferido! Paixão à primeira vista rsrs...

O segundo prato principal que nos foi oferecido foi Gamberoni Giganti ao Sale, ou seja, camarões VG ao sal grosso, servidos com batatas assadas e aspargos. 



A apresentação do prato nos impressionou. Muito bonita mesmo. E, da mesma forma, não é todo dia em que temos essa oportunidade de degustarmos camarões VG. Portanto, nossa primeira impressão foi ótima e adoramos a surpresa preparada pelo Romano.


Todavia, como eu não havia lido o cardápio, eu confundi o sal grosso que veio compondo o prato, apenas para decoração, e achei que pudesse ser algum grão, tipo quinoa, e acabei comendo um pedaço, para meu azar. Isso prejudicou muito o meu paladar e acabei não sentindo muito o sabor do camarão. De qualquer forma, minha amiga Rebeca, que não cometeu esse equívoco que eu cometi (até porque eu comi primeiro e a avisei rsrs) também achou que o camarão pedia um pouco mais de tempero, de sabor. 


Mas o ponto do camarão estava ótimo, mesmo não sendo muito fácil retirar a sua carne da casca rsrs... ainda bem que a gente não estava mesmo com pressa e conseguimos tirar a casca do camarão sem muita sujeira rsrs.. As batatas e os aspargos estavam bem gostosos e saborosos, combinando com o prato.


E, para o final, como sempre, na minha opinião, a melhor parte: a sobremesa! Vocês já sabem que eu sou uma formiguinha de plantão e fico sempre na expectativa da sobremesa. 


Dessa vez, nós que escolhemos as sobremesas, dentre as oferecidas pelo cardápio, e optamos por duas com propostas distintas, uma mais doce e outra menos doce.

A menos doce foi a Pêra al Gabbiano, uma pêra cozida no vinho tinto com sorvete de creme e farofa de amendoim.



A outra, mais doce (que obviamente foi eu que escolhi rsrs), foi a Torta al Pistacchio, que se tratava de uma torta de chocolate que me lembrou um brownie, com pistache na massa da da torta e sorvete de pistache. 


A minha preferida foi a torta rsrs... mas gostei bastante das duas. E a da Rebeca, foi a pera. 

Assim encerramos uma tarde deliciosa no restaurante Gabbiano al Mare, com direito a um pôr do sol belíssimo na praia e pudemos conhecer mais um restaurante no Rio de Janeiro. 



No instagram já me perguntaram sobre os preços. Pois bem, vocês podem conferir nas fotos do cardápio que eu registrei (são valores de março de 2016). Como moro no Rio e como os preços subiram por aqui astronomicamente nos últimos anos, sob as alegações desses grandes eventos, como Copa do Mundo e Olimpíadas, eu muitas vezes perco o parâmetro e o que pode ser Ok para mim, talvez seja caro para outros. Afinal, o Rio de Janeiro já é considerada uma das cidades mais caras para se viver no mundo. Lamentável, né? 




Mas a gente se acostuma porque não há o que fazer... então, o que eu posso dizer sobre o Gabbiano é que este é um restaurante bastante sofisticado e que não será um lugar para você fazer uma economia ou uma barganha, entendem? Não que seja caro, porque há outros bem mais caros. Mas não é barato. Contudo, você recebe em troca um serviço e atendimento incríveis e poderá experimentar pratos bem saborosos. Por exemplo, a lagosta que nós comemos, que custa $89,00, pode ser perfeitamente dividida entre duas pessoas e satisfaz a quem desejar também experimentar uma entrada e sobremesa. Portanto, isso varia de cada um. 

O mais importante é que nós tivemos uma ótima experiência e recomendamos sim o lugar!

Foto divulgação

Foto divulgação



**FICHA TÉCNICA**


Nome: Gabbiano Al Mare
Endereço: Av. Vieira Souto, 320 – Sol Ipanema Hotel
Telefone: 2521-6464  
Metrô:  a 500 metros fica a estação General Osório
Capacidade: 60 lugares
Horário de funcionamento: 12h às 00h
Cartões de crédito aceitos: Amex, Visa, Diners e Master
Cartões de débito: Sim
Cartões de refeição: Não
Estacionamento: Não possui
Manobrista:  Possui Valet Parking
Vinho em taça: Sim
Rolha: Não cobramos.
Acesso para deficiente físico: Sim, com rampa e elevador
Menu ou atividades para crianças: Menu especial mediante solicitação
Entrega em domicílio: Não
Wifi: Sim, gratuito
Ano de abertura: Outubro 2013
Reservas: faz, mediante contato



Nenhum comentário:

Postar um comentário