quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Rio de Janeiro: Passeio pela Baía de Guanabara com o Rebocador Laurindo Pitta

Há poucas semanas, no final do mês de setembro, eu tive a oportunidade de fazer novamente o passeio no Rebocador Laurindo Pitta, da Marinha do Brasil, pela Baía de Guanabara.

Eu já tinha feito esse passeio em 2005 (sim, há 10 anos!!) e soube que ele tinha ficado um tempo sem operação e retornou às atividades recentemente. Portanto, nada melhor do que conferir novamente esse passeio e poder compartilhar aqui com vocês essa forma tão bacana de ver o Rio de Janeiro, de explorar a Baía de Guanabara e, de quebra, aprender bastante sobre a História da Cidade Maravilhosa, que já foi capital do Brasil de 1763 até 1960, quando foi transferida para Brasília. Ah, só por curiosidade, a primeira capital do Brasil foi Salvador, 

Ilha Fiscal


O Rebocador Laurindo Pitta é o único ainda existente da frota brasileira que participou da Primeira Guerra Mundial, construído na Inglaterra em 1910!

Incrível, não?

Só por isso já valeria a pena fazer o passeio e viajar um pouco no tempo dentro do Rebocador que foi remodelado em 1997 para receber 90 assentos e adaptado para fazer esses passeios. 

E ainda foi mais legal fazer esse passeio com a companhia dos queridos amigos Sy, do blog Viajando com Sy; Lu, do instagram @aventurasdalu e Bruno, do blog Viajando com Bruno Sgromo.


Bruno, eu, Lu e Sy

Sy, eu, Lu e Bruno

A gente se divertiu um monte!

Pena que o dia não estava tãããão bonito assim! Tinha um mormaço, nuvens e às vezes aparecia um solzinho bem tímido.

Nós fomos direto para o Museu Naval, que fica bem pertinho da Alerj, no centro da cidade, na Rua Dom Manuel n. 15, Praça XV (para quem mora no Rio, fica perto da PGE, do Tribunal do Júri, ali por trás do TJRJ). 

Você pode ir de ônibus, se estiver na Zona Sul, e pegar o Troncal que vai te deixar na 1o de Março perto da Alerj. 

Outra forma é ir de metrô e descer na estação Carioca, que é a mais próxima. Depois terá que caminhar cerca de 15 minutos.

Ou pegar um táxi, que foi a nossa opção.



Como chegamos ainda com um tempinho, demos uma volta pelo Museu Naval, que ocupa um prédio centenário e abriga uma exposição bem interessante sobre os avanços da Marinha no mundo, das embarcações, das conquistas, com maquetes e miniaturas de caravelas, de navios de guerra, dentre outros. 

Acabamos só dando uma volta rápida pela exposição Rumo à Terra Presentida. Com tanta informação e riquíssimo em dados históricos, é certamente um local para retornar e a entrada é gratuita.




Atendimento público: De segunda a sexta-feira, exceto feriado
Horário: 08:30h às 11:45h e das 13:15h às 16:00h
É lá no Museu Naval onde devemos adquirir os bilhetes para fazer o passeio no Rebocador Laurindo Pitta. 

Dias de visitação: de quinta a domingo. Não haverá passeio em caso de nevoeiro ou mau tempo.
Horários: 13h15 e 15h15.
Duração: O passeio tem a duração de 1:20h, aproximadamente.
Embarcação: O passeio é realizado no do Rebocador Laurindo Pitta, mas em caso de avaria será substituído pela escuna Nogueira da Gama.
Ingressos: Os ingressos serão vendidos no Museu Naval, somente no dia do passeio, no período das das 11h às 15h10
Inteira: R$ 25,00 (vinte e cinco reais).
Meia: R$ 12,00 (doze reais). 
Pagam meia: estudantes, militares e dependentes, maiores de 60 anos, menores de 12 anos, professores, servidores públicos e portadores de necessidades especiais.
Não pagam: crianças até 2 anos e guia de turismo em exercício da atividade.
** ROTEIRO DO PASSEIO ** 
1. Espaço Cultural da Marinha
2. Estação das Barcas
3. Aeroporto Santos-Dumont
4. Escola Naval
5. Aterro do Flamengo
6. Pão de Açúcar
7. Fortaleza de São João
8. Ilha da Laje
9. Fortaleza de Santa Cruz
10 . Museu de Arte Contemporânea
11. Ilha de Boa Viagem
12. Niterói
13. Diretoria de Hidrografia e Navegação
14. Ponte Rio-Niterói
15. Ilha das Enxadas
16. Ilha Fiscal
17. Ilha das Cobras
O passeio é muito legal! 
Um militar acompanha a gente desde o Museu Natal até o local onde a gente embarca no Rebocador. 

Paço Imperial e Praça XV

Praça XV

Rebocador Laurindo Pitta

Com relação aos assentos, na verdade tanto faz onde você vai sentar porque, na verdade, só é obrigado a sentar em dois momentos: na partida e na chegada. 

Ao longo do passeio, você poderá e deverá ficar em pé para apreciar melhor a paisagem e tirar suas fotos. 







Muito pontualmente, a aventura começa pela Baía de Guanabara. Não deixem de prestar atenção nas informações históricas que são passadas durante todo o roteiro, em que são apontadas as principais atrações turísticas. Como a pessoa que passa essas informações fala pelo microfone e como o barulho do próprio rebocador pode ser em determinados lugares bem alto, é melhor ficar mais perto da pessoa/guia que estiver falando se você quiser aprender um pouco mais sobre a história da cidade.

Igreja Candelária no canto direito da foto

Aeroporto Santos Dumont


Outeiro da Glória ao centro (igreja no alto)

Os pontos altos, na minha opinião, são:

- a Ilha Fiscal, onde ocorreu o último baile do Império Brasileiro, promovido por Dom Pedro II. Aproveite os diversos ângulos para apreciar tão bela arquitetura com toques góticos. 





- a aproximação com o Pão de Açúcar. Esteja preparado, em pé, do lado direito e aproveite para tirar muitas fotos desse verdadeiro cartão postal da Cidade Maravilhosa.



- observar as fortalezas que protegiam a entrada da Baía de Guanabara contra ataques de piratas, franceses, holandeses, dentre outros. 



- a orla de Niterói e o Museu de Arte Contemporânea - MAC, que fica em Icaraí, obra de Oscar Niemeyer, que se assemelha a um disco voador (e reza a lenda de que ele sonhou com um disco voador pousando na praia de Icaraí e daí veio a inspiração para a arquitetura do museu... será?).




Além disso, curta bastante o passeio, aprecie a paisagem, veja as cidades, Rio e Niterói, por ângulos diferentes, admire a imensidão da Ponte Rio Niterói, observe como infelizmente a nossa Baía de Guanabara ainda está bem suja, a despeito de supostos esforços que os governos dizem implementar para a sua limpeza (estou com pena dos competidores de vela que virão para as Olímpiadas de 2016).

Tire muitas fotos! Claro, né?







Por que eu recomendo esse passeio? Porque, com apenas R$25,00, você terá uma experiência bem completa e uma verdadeira aula de história! É um passeio muito bacana mesmo que merece ser divulgado.

Veja aqui no TripAdvisor as resenhas sobre o passeio, que tem nota 9, dentre as atrações turísticas do Rio de Janeiro.

Mas, se você procura luxo e conforto, esse não será o seu passeio. O passeio com o Rebocador é de estrutura simples, afinal de contas, você estará em uma embarcação de valor histórico, usada na Primeira Guerra Mundial. Eu já acho até legal que eles disponibilizam água filtrada para os passageiros. 

Parasail, ao fundo, é a nova moda para ver o Rio de Janeiro por outro ângulo


Caso você prefira fazer um passeio pela Baía de Guanabara com mais glamour, eu recomendo o passeio Top que eu já fiz com a equipe do Rio By Boat

Espero que tenham gostado dessa dica!

Sy e Bruno, que são mineiros, adoraram o passeio! E estou aguardando o retorno de vocês para programarmos mais passeios legais pelo Rio!! São sempre muito bem vindos! =))

Paço Imperial, por onde você passa para embarcar no Rebocador

Av. 1o de Março

Alerj - Palácio Tiradentes


2 comentários:

  1. Oi Lily sua linda! Vamos ver se agora meu comentário vai...Já tentei e não dá certo.... Amei nossa viagem amiga e estou com muitas saudades. Estou bem atrasada mas estou escrevendo no blog os nossos dias no Rio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii, Sy!
      Amiga, estou vendo sim! Chegou!
      Obaaaaaaaa!!
      Muito obrigada pela visita aqui no blog!
      Depois vou conferir seus posts!
      Beijinhos,
      Lily

      Excluir