quarta-feira, 23 de julho de 2014

Rio by Boat: a Cidade Maravilhosa vista do Mar! Dicas de passeios no Rio de Janeiro

E que tal conhecer o Rio de Janeiro por uma nova perspectiva? A cidade que está nos holofotes do mundo inteiro, com aquele belíssimo show de imagens do Cristo e o pôr do sol que o encerramento da Copa do Mundo, no Maracanã, mostrou para todos nós, a cidade que está se preparando para receber as Olimpíadas de 2016 e que tão bem acolheu os milhares de turistas e fãs de futebol que para cá vieram acompanhar os jogos, curtir, comemorar, se divertir no Fifa Fan Fest (até mesmo os argentinos rsrsrs... que acamparam nas praias de Copacabana, no Terreirão do Samba, na Apoteose e na Rodoviária!! Nunca vi tanta barraca de camping ou motorhome na vida!! Rsrsrs) .... enfim, a Cidade Maravilhosa, Cheia de Encantos Mil, que está com tudo e toda prosa, fica ainda mais linda se vista diretamente do mar.


Esse mesmo mar que torna tudo ainda mais lindo, que nos dá praias que já foram eleitas como as melhores do mundo, confere um ângulo incrível da cidade.

E a convite do Rio By Boat, representando do GVBB – Grupo de Viajantes e Blogueiros do Brasil, fui conferir de perto esse passeio feito pela Baía de Guanabara até a Praia de Copacabana, com pausa para descanso e mergulho na Praia Vermelha, na Urca, aos pés de um grande símbolo da cidade: o Pão de Açúcar!




O Roteiro é maravilhoso para mostrar vários pontos turísticos bem famosos da cidade por novos ângulos.

Como foi um passeio demonstrativo para um grupo de blogueiros e guias de turismo, não fizemos a parte terrestre, que começa buscando os turistas em seus hotéis e percorre as principais vias da Zona Sul. O Rio by Boat oferece ambos: roteiro terrestre e roteiro marítimo.





Saímos, portanto, por volta das 9:30 da manhã e voltamos pouco antes das 13:00. O barco é confortável e acomodou muito bem o grupo de aproximadamente 15 pessoas.  Equipamentos modernos, bebidas e lanchinhos a bordo fizeram o passeio ainda mais agradável. Não cheguei a usar o banheiro para verificar como é, mas a embarcação também conta com banheiro unissex.


A equipe era composta por 4 pessoas, o capitão e seus auxiliares. Zelosos com nossa segurança, passaram informações e foram muito atenciosos com todos os presentes.


O Roteiro que fizemos foi assim:                 

- Partimos da Marina da Glória e fomos no sentido da Ponte Rio-Niterói, margeando a Baía de Guanabara.

. Marina da Glória: Localizada no Parque do Flamengo, Zona Sul do Rio, possui total infraestrutura e serviços para as embarcações. Para proprietários e visitantes, dispõe de comércio e cursos especializados, restaurantes e lojas de conveniência, além de segurança dia e noite.



. Ilha Fiscal: Transferida para a Marinha pelo Ministério da Fazenda, em 1914, é hoje parte do Complexo Cultural do Serviço de Documentação da Marinha. Lá, foi realizado "O Último Baile do Império", poucos dias antes da Proclamação da República. O Castelinho, cenário de tantos fatos históricos, é hoje uma das principais atrações turísticas do Rio de Janeiro.


. Porto Maravilha / Núcleo Praça Mauá: A região portuária passa por ações de reestruturação, dentro de um projeto ousado e de parceria público-privada, em muito inspirado em projetos exitosos, como o de Puerto Madero em Buenos Aires, e o de Barcelona. O Projeto Porto Maravilha tem como limites as Avenidas Presidente Vargas, Rodrigues Alves, Rio Branco e Francisco Bicalho, em uma área de cinco milhões de metros quadrados, e inclui a Praça Mauá, que também será modificada e ganhará uma garagem subterrânea, com capacidade para cerca de mil veículos. Ali, hoje, um grande atrativo é o MAR – Museu de Arte do Rio (http://www.museudeartedorio.org.br/), localizado na Praça Mauá.

. Baía de Guanabara / Ponte Rio x Niterói: Recheada de ilhas e contornada por montanhas está a segunda maior baía, em extensão, do litoral brasileiro. Atravessando a baía, temos a Ponte Presidente Costa e Silva, inaugurada em março de 1974, e ligação entre os municípios do Rio de Janeiro e Niterói, com aproximadamente 13 km de extensão.



Esse trajeto, percorrido pelo barco do Rio by Boat, é bem interessante. Primeiro, porque passar embaixo da Ponte Rio-Niterói é algo incrível diante de toda a sua magnitude, permitindo analisar seus pilares de perto.

Achei muito curioso observar pescadores que estavam ali embaixo, apoiados nas bases da Ponte, pescando. Algo que eu sequer imaginava.


A Baía de Guanabara, infelizmente, ainda está muito poluída e isso nós pudemos perceber ao notar a presença de muito lixo ao longo do caminho. Triste de ver! Mas é bem verdade que já foi muuuuito pior e que ainda temos muito a melhorar.

. Niterói: chegando em Niterói, depois de admirar a Ponte Rio-Niterói em vários novos ângulos, já ao longe avistamos o famoso Museu de Arte Contemporânea – MAC (http://www.macniteroi.com.br/), projeto do grande arquiteto brasileiro, Oscar Niemeyer.


Vocês sabiam que o Oscar Niemeyer idealizou a construção do MAC depois de ter sonhado que um Disco Voador – OVNI havia pousado na praia de Icaraí, em Niterói? Rsrs... e não é que o MAC verdadeiramente parece com um Disco Voador? Ainda não tive a oportunidade de visitar o MAC, mas quem foi conta que, estando em seu interior e olhando para o mar, a sensação é de estar flutuando ou voando sobre o mar.

E não é que de Niterói nós temos a melhor vista do Rio de Janeiro?



Depois seguimos atravessando novamente a Baía de Guanabara, rumo à sua saída para o mar.

Aproximando-se do Pão de Açúcar e das Fortificações que ficam na entrada da Baía, o mar vai dando sinais de muito agito. Quanto mais perto da entrada do mar, mais ondas e mais mexido o mar vai ficando.



Logo, uma dica muito importante: SE VOCÊ FOR MAIS SENSÍVEL, TOME UM REMÉDIO PARA ENJOO (eu indico o Dramin, mas consulte seu médico antes).

Eu não passei mal, mas algumas pessoas a bordo ficaram “mareadas”.

. Morro da Urca: Com 220m de altura, em seu pico está a primeira parada do Bondinho, que segue para o Pão de Açúcar. Dele temos uma visão privilegiada de vários pontos da cidade.


Na passagem pelo Pão de Açúcar, em direção à entrada da Baía de Guanabara, fomos abrilhantados com uma espetacular paisagem que unia, em um ângulo incrível, o Corcovado com o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar. Lindo demais!!


. Pão de Açúcar: Formado há mais de 600 milhões de anos, ainda possui em seu entorno um resquício de mata atlântica. Considerado um dos principais pontos turísticos da cidade, foi aos seus pés que Estácio de Sá, em 1º de março de 1565, fundou a Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro.

. Pedra do Leme: A formação rochosa, que, se vista de cima, remete ao leme de um navio, emprestou seu nome também ao bairro. A pedra é contornada pelas praias de Botafogo e da Urca.


. Praia de Copacabana: Famosa por seu calçadão, podemos dizer que é a praia mais conhecida do Brasil. A "Princesinha do Mar", como é chamada pelos cariocas, é palco de grandes eventos e passagem obrigatória de turistas que passam pelo Rio de Janeiro.


E, durante o passeio que fiz, em julho de 2014, a Praia de Copacabana estava fervendo com a quantidade de turistas e muitos estrangeiros que vieram prestigiar a Copa do Mundo no Brasil e escolheram Copacabana como palco das suas festas, comemorações, principalmente porque nela foi instalado o Fifa Fan Fest, uma arena repleta de atrações e com um telão de alta definição para acompanhar os jogos da Copa do Mundo.

Então, retornamos e fizemos uma pausa na Praia Vermelha, para descansar (os mareados puderam respirar um pouco melhor) e para fazer um lanchinho oferecido pelo Rio by Boat.



E não há cenário melhor do que este para apreciar! Concordam?


Alguns até arriscaram um tchibum na água!! Rsrs... Confesso que eu não tive coragem, porque a água estava bem fria.


Na sequência, nós voltamos rodeando o Pão de Açúcar e o Morro da Urca (vimos a casa do Roberto Carlos!!), passando bem próximo à Enseada de Botafogo, com seus inúmeros barcos, lanches, iates, e com uma vista linda do Cristo Redentor e Corcovado!


. Cristo Redentor: Eleito uma das Sete Novas Maravilhas do Mundo Moderno, cartão postal carioca mais famoso, foi inaugurado em 12 de outubro de 1931. São 38 metros que marcam a fé e a simpatia do povo carioca, com 82 anos completados em 2013.


Margeamos as enseadas de Botafogo e Flamengo e voltamos para a Marina da Glória, onde encerramos o passeio.


. Praia do Flamengo: A orla estende-se por todo Aterro do Flamengo, onde podemos destacar o parque, cenário de práticas esportivas, culturais e de lazer. A partir dela podemos ter uma bela vista da cidade de Niterói e do Pão de Açúcar.


Como descrevi, foi uma experiência formidável e proporcionou apreciar a cidade que tanto amo por novos ângulos e perspectivas. Agradeço ao Rio by Boat pelo convite e recomendo seus serviços!


Algumas informações:

- Saídas Diárias: a partir das 9h
10:30 – previsão de saída da lancha
13:30 – previsão de retorno à Marina
- Inclusos no passeio:
. roteiro terrestre: carro
. roteiro marítimo em lancha de 39 pés: bebidas e brunch. Duração aproximada de 3horas e pausa de 30 minutos para mergulho.

- Contato:
+55 (21) 99115-5854
+55 (21) 98804-2373

- Preços: podem variar a depender do tamanho do grupo, se a reserva é privada ou não.
Em torno dos R$150,00 por pessoa.

Leitor do Apaixonados por Viagens ganha desconto! Ao entrar em contato com o Rio by Boat, mencione esse nosso relato!!

- Roteiro: esse é o roteiro turístico padronizado do Rio by Boat, mas eles podem personalizar o roteiro a partir das preferências do grupo e a depender das condições da maré. Inclusive, o passeio pode ser estendido até as Ilhas Cagarras ou Ipanema, com mais horas de duração, para grupos fechados. Tudo isso pode ser negociado com eles.




2 comentários:

  1. Fotos lindas, passeio incrível! Tem que divulgar mesmo pq acho que muitos cariocas não pensam nessa opção.

    Maravilha!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou, Monica!
      O Rio de Janeiro visto do mar é ainda mais maravilhoso, não? O passeio é super interessante e confere uma perspectiva linda da cidade.
      Vale a pena fazer!
      Beijinhos,
      Lily

      Excluir