quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Restaurante em Gramado: o excepcional La Table D'Or!

Vocês já viram o nosso Mini Guia da Serra Gaúcha? Tem várias dicas e informações bacanas dessa região linda do nosso Brasil!

E uma das dicas maravilhosas é jantar no Restaurante La Table D'Or, localizado muito próximo ao Lago Negro (Veja Aqui Como Chegar!), sendo esse um dos melhores restaurantes em que já estive!

Fomos convidados pelo chef Paulo Gradin a retornar ao La Table D'Or, restaurante que conheci em 2008, ocasião em que visitava a Serra Gaúcha pela primeira vez!

Para minha grata surpresa, o restaurante manteve-se com seu alto padrão de qualidade, requinte e sofisticação! Isso porque estamos falando de mais de 15 anos de existência do La Table D'Or!


Lago Negro

Ocupa nada mais nada menos do que o 1º lugar no ranking do TripAdvisor dos melhores restaurantes de Gramado, dentre 345 restaurantes avaliados pelo site! Conta com mais de 1.130 comentários!

Título justíssimo que não é para qualquer um. Ou seja, eu tinha certeza de que teríamos uma noite incrível em um ambiente lindo!

Obviamente que fiquei muito feliz com o convite para jantar, pois seria - e foi - uma oportunidade única para saborear, mais uma vez, pratos tão bem preparados com iguarias harmoniosamente orquestradas pelo Chef Paulo Gradin.

E, dessa vez, a companhia do meu marido fez tudo se tornar ainda mais especial e romântico.



Sim, trata-se de um ambiente bastante low profile e eu indicaria principalmente aos casais que desejam ter uma noite repleta de mimos, cuidados, um atendimento diferenciado e extremamente atencioso. .. ou seja, uma noite mágica e memorável!

Isso não quer dizer que famílias e amigos estejam excluídos do restaurante! De forma alguma! Basta ser um apreciador da alta gastronomia, alguém que deseje ter uma refeição perfeita numa imersão de sabores e temperos... e pronto! Você está mais que apto a ir ao La Table D'Or! Deve ir!


Havia, inclusive, famílias de turistas, casais muito bem vestidos, casais mais despojados... em resumo, pude perceber que é um ambiente bastante acolhedor e muito receptivo aos turistas e aos locais.

É claro que, pelas fotos, vocês percebem que é um restaurante que requer que se arrume minimamente bem para frequentá-lo. Você não vai de bermuda e chinelo num lugar assim, certo?

Afinal de contas, você estará em Gramado e, de preferência, com friozinho para se vestir adequadamente até porque Gramado é uma cidade famosa por ditar modas do inverno e ser muito bem frequentada.

Nossa Mesa

O restaurante é dividido em 3 salões muito bem decorados.

Uma ante-sala de espera lindíssima que deixa qualquer espera super agradável.



Por falar em espera, recomendamos que seja feita reserva antecipadamente, ok?

Dois ambientes dedicados às refeições, sendo um mais amplo, com bar, e outro menor somente com as mesas.

Reparem em como os dois conseguem ser tão diferentes! No menor, há televisão também.


  
Já na chegada do restaurante, embora haja estacionamento, fomos recebidos por uma espécie de vigia dos carros. Todos, em absoluto, são muito educados e simpáticos.

Após, a hostess já nos aguardava e fomos encaminhados à nossa mesa, de frente para a janela. Uma pena que essa região do Lago Negro não é hiper iluminada e a vista que tínhamos da mesa à noite foi muito limitada.

Escolhemos nosso vinho, um tinto da nossa amada região de Mendoza (veja aqui os posts sobre Mendoza) que harmonizararia com o prato principal, que foi carne vermelha. Optamos por um Malbec da bodega Finca La Linda, que pertence à vinícola Luigi Bosca. O vinho foi cuidadosamente transferido para o decanter, onde respirou um pouco antes de ser servido, e lá permaneceu ao longo do nosso jantar. 


Confesso que foi o primeiro restaurante que fez esse processo de decantar o vinho na minha frente. Nem mesmo nos restaurantes de Mendoza, quando lá estive, eu vi essa prática e achei muito interessante.

Os valores dos vinhos começam a partir de R$70,00. Peça ao maître uma sugestão que possa harmonizar melhor com os pratos que serão servidos. No nosso caso, nós também experimentamos frutos do mar. Porém, como o prato principal foi a carne vermelha, consideramos o Malbec um bom vinho para acompanhar o jantar. 


Há também opções de vinho da própria Serra Gaúcha que podem ser interessantes.

Pois bem, após essa não tão breve introdução, é capaz de vocês já  saberem o que esperar de um lugar assim tão aclamado, certo? Errado! Minha recomendação é bem simples: Não espere nada e deixe-se surpreender com o excelente menu de degustações elaborado pelo chef Paulo Gradin.

Também tivemos a oportunidade ímpar de conversar um pouco com o chef Paulo Gradin, que nos explicou sobre suas influências gastronômicas e sobre seu enorme carinho dispensado ao restaurante que comanda há tantos anos.


Influenciado principalmente pela gastronomia mediterrânea, o chef Paulo Gradin trouxe para o menu elementos da culinária francesa, principalmente, em homenagem ao nome da casa, mas com toques bem marcantes da gastronomia portuguesa, espanhola e italiana, sem abandonar sua brasilidade, com notas e temperos baianos, por exemplo, observados em alguns pratos.
  



**MENU DEGUSTAÇÃO**

Menu Sugestão do Chef Paulo Gradin


1ª ENTRADA

Consomé Méditerranée: Consomé de Alho Poró ao Creme e Finas Ervas

ou                            

Consomé de Champignon Paris ao Creme com Tabasco


2ª ENTRADA                    

Champignon Paris: Champignon Paris com recheio ao Catupiry e Parmesão ao Sauvignon Blanc e Requeijão com Ervas Finas

ou

Cocktail Méditerranée: Coquetel de Camarão ao Conhaque e Páprica Picante, Alface e Tomate

ou

Siri ao Béchamel: Siri ao Bechamel Gratinado ao Forno

ou

Coquille de Bacalhau


PRATO PRINCIPAL

Crevettes et Truffes aux Formages: Camarões Grelhados e Trufas de Mussarela e Manjericão ao Molho Quatro Queijos e Finas Ervas

Ou

Crevettes au Shimeji: Camarões ao Molho Shimeji, Vinho Chardonnay, Creme, Avelã, Amêndoa, Passa de Uva, Tomate Seco e Sálvia servido com Trufinhas de Mussarela e Manjericão, de Tomate Seco e de Castanha de Caju

ou

Bacalhau Méditerranée: Bacalhau em lascas, Azeite de Oliva,Vinho Branco, Champignon, Batata Palha, Azeitonas, Salsinha e Arroz coberto de Castanha de Cajú

ou

Médallion à Fraise: Medalhões de Filé Grelhados servido com Penne ao Molho Quatro Queijos e Molho de Morango reduzido com Aceto Balsâmico e flambado com Cointreau

ou

Iscas de Filé a Rodes: Iscas de Filé ao Molho de Champignon, Mostarda, Açafrão e Creme, acompanhado de Arroz Mediterrâneo e Aceto Balsâmico Reduzido


SOBREMESA

Sucrérie du Lait

ou 

Crème Brulée

ou

Gateau Méditerranée




O Menu Degustação é composto, como vocês puderam ver acima, de primeira e segunda entradas, prato principal e sobremesa.  

É uma experiência muito completa e inesquecível. Se puderem optar pelo Menu Degustação, embora eu saiba que ele pode ser um pouco "salgado" para alguns bolsos, eu juro para vocês que valerá muito a pena! São dois tipos de Menu Degustação, um é o de Sugestão do Chef (o que nós degustamos) e o outro é o tradicional. 

O valor varia de R$85,00 a R$98,00 por pessoa (valores de outubro de 2015). Por isso mesmo sei que muita gente pode se assustar e achar que é caro... mas você estará pagando por uma qualidade muito superior e terá um momento maravilhoso nesse restaurante. Além disso, como vocês podem reparar lá em cima, o preço médio dos pratos é na ordem de R$65,00/R$70,00. Logo, o Menu Degustação compensa bastante financeiramente.

Uma dica super importante para quem optar pelo Menu Degustação: não coma muito antes de jantar! O Menu é muito bem elaborado e plenamente satisfatório. 

Inclusive, a própria apresentação dos pratos é algo a se admirar! Perfeita, delicada e muito bonita, a apresentação dos pratos foi impecável!

Começamos com umas pastinhas deliciosas e pães caseiros


Também experimentamos o Consomé de Alho Poró e estava com o tempero na medida e o Siri ao Bechamel que estava divino! Aliás, desculpem-me, eu não conseguirei falar mal de nenhum prato. Mas não pensem que é por que eu fui a convite. O "problema" é que realmente estava tudo muito gostoso ao meu paladar e do Julio.



Champion paris, um clássico do restaurante, foi um dos meus preferidos!!!! Recheado com catupiry. parmesão ao Savignon Blanc e ervas finas, ele é perfeito e delicioso.
  

Nós, que estávamos a convite, experimentamos praticamente tudo que está disponível no Cardápio de Degustação com as Sugestões do Chef.

Todos os garçons são muito atenciosos, tornando o restaurante em um estabelecimento diferenciado, harmonizado uma música baixa, adequada e agradável.

Para os pratos principais, começamos com o Crevettes au Shimeji e, depois, o Bacalhau Mediterraanée. Sensacionais!



Também como prato principal, ficamos encantados com o Médallion à Fraise. Pedimos a carne um pouco menos que o ponto da casa (para mim, estava ótimo! Para o Julio, poderia ter sido ainda menos ao ponto porque ele gosta da carne mais vermelhinha).

Além disso, o Penne estava espetacular! É impressionante como pratos muitas vezes simples, à primeira vista, podem ser tão elaborados e gostosos! E como eu amo queijo (Julio costuma dizer que eu comeria até pedra se tivesse queijo em cima kkkk), seria muito difícil eu não gostar desse Penne com Molho Quatro Queijos e temperos. 


E a melhor parte ainda estava por vir! Não... mentira! kkkk... tudo foi bom demais para eleger algo como melhor. Porém, como eu sou uma formiguinha, eu simplesmente fico ansiosa pelas sobremesas!

Dividimos (até porque não dividimos os outros e estávamos já com a consciência pesando horrores kkkk) o Gateau Mediterranée

Eu simplesmente amei a apresentação desse prato! Criativo e lindo, não acham? Nada mais apropriado!


Ainda, experimentamos o Sucrérie du Lait, que foi uma novidade para mim. Lembrando, um pouco, uma ambrosia. Achei levemente doce (para o Julio foi perfeito, para mim, sempre pode ser mais doce!), nada enjoativo e saboroso.


Por fim, mas não menos importante, eu delirei ao relembrar o sensacional Crème Brulée que é dos deuses! 

O mais legal é acompanhar o garçom que finaliza a sobremesa em nossa frente, gratinando-a com um maçarico e isso torna ainda mais especial! É claro que estava delicioso! 


Nós fomos para o restaurante de carro porque era uma distância curta, já que estávamos hospedados no centrinho de Gramado, no Hotel Petit Casa da Montanha, mas ficamos um pouco receosos com possíveis blitz da Lei Seca. Por isso mesmo, bebemos só um pouco de vinho para acompanhar o jantar.

Espero que tenham gostado da dica! E se forem lá, venham aqui contar como foi a experiência de vocês, viu?

Endereço e Contato para Reservas:

Rua Carrieri, 525 - Gramado - Rio Grande do Sul - Brasil

(54) 3286-6263 | (51) 8151-8191

comercial@cozinhamediterranea.com.br



2 comentários:

  1. Prezados Lily e Julio,
    Obrigado pelo carinho! Vocês são muito especiais para nós.
    Fiquei muito sensibilizado e emocionado com os elogios e, especialmente como a bela apresentação muito bem elaborada, bem ilustrada e muito didática.
    Atrevo-me a dizer que, com essa apresentação, se o La Table D´Or não fosse meu, iria fazer de tudo para te-lo.
    Abraços
    Paulo

    ResponderExcluir
  2. Olá, Paulo!
    Tudo bom?
    Que alegria receber o seu comentário aqui!
    Fico imensamente feliz por ter gostado do post! Foi um enorme prazer escrever essa matéria, pois tivemos experiências maravilhosas no La Table D'Or!
    Desejo que vocês sigam sendo o n. 1º de Gramado, pois merecem o título!
    Parabéns! Sucesso hoje e sempre!
    Lily

    ResponderExcluir