terça-feira, 18 de agosto de 2015

Lua de Mel Apaixonados por Viagens: Grécia e Londres - Post Introdutório com Dicas e Informações para você Planejar sua Viagem!


Ahhhhhh... suspiros e mais suspiros ao lembrar da minha lua de mel na Grécia!

Um sonho tem preço? Claro que não! Embora bem sempre consigamos realizar um sonho, ou às vezes leva um tempo até concretizá-lo, não se pode atribuir um preço. Pelo contrário, já dizia o poeta que "sonhar não custa nada"!

Navagio Beach em Zakynthos

E eu, desde que me entendo por gente, sempre sonhei e desejei passar a lua de mel na Grécia! Faltava o marido rsrs... levou um tempinho para que esse momento chegasse, mas também, quando finalmente chegou, eu vivi o meu sonho com a melhor companhia que eu poderia ter. Foi perfeito!

26 dias de lua de mel, de 2 a 28 de junho de 2015, sendo 24 dias na Grécia, com direito a muito sol, mar, história da antiguidade, cultura, mitologia, gastronomia mediterrânea, um povo muito receptivo e que adora brasileiros, lugares paradisíacos, uma beleza natural inigualável, um azul neon ridículo de doer os olhos... ou seja, dias intensamente vividos e uma viagem inesquecível!

Santorini

Esse é um post introdutório, apenas para a gente se situar no meu planejamento, ok?

Com a crise na Grécia, muitos me questionaram se valeu a pena, se afetou o turismo, se havia perigo, dentre outros receios.

Natural haver essa preocupação quando praticamente todo dia há uma notícia nos jornais sobre a crise grega: Grécia sai ou não sai da Zona do Euro? Grécia vai ou não dar calote? Grécia vai ou não conseguir mais empréstimo? Manifestações do povo na rua, pois muitos querem que o país permaneça na União Europeia e outros não querem porque isso implica em reformas severas, como a previdenciária com o aumento da idade para a aposentadoria, reforma política, ajustes financeiros.... ou seja, nada fácil para um país em crise que tem no turismo a sua principal fonte de renda.


Fato é que a Grécia já está negociando o seu terceiro pacote de ajuda e os bilhões e bilhões de euros vão se somando ao montante da dívida do país.

Praia Egremni, em Lefkada

Outro grande problema é a questão dos imigrantes que chegam aos milhares nas ilhas gregas. Aliás, problema vivenciado pela Europa como um todo, um dos mais debatidos hoje em dia e que atinge principalmente a Grécia, a Turquia, a Itália, a Alemanha, a França e a Inglaterra. E essa é uma questão muito séria e que pode agravar ainda mais a situação da crise grega. Afinal, como um país que já não tem muito poderá ainda dividir o pouco que resta com esses milhares de imigrantes?

Mas, para os que me perguntaram se a crise afetou algo na viagem, a resposta é que não! A gente só viu um pouco da crise em Atenas. Na verdade, nas ilhas, com o verão e o turismo em alta, essa é a época do ano de movimento, de agito e alegria (que vai de junho até setembro). Já em Atenas, vimos uma manifestação, poucos mendigos e o que nos chamou a atenção mesmo foi dentro de um supermercado da rede Carrefour onde havia vários produtos, como barras de chocolate e queijos, em caixas de acrílico e lacradas.

Navagio Beach, em Zakynthos

E como o turista deve se precaver nessa situação? Olha, é difícil dar um conselho assim, mas eu confesso que, se estivesse com passagem marcada e tudo reservado para ir para a Grécia agora, eu iria e arriscaria. Nada comprometeu a minha viagem! Eu apenas tomaria alguns cuidados:

1) Acompanharia os noticiários;

2) Levar dinheiro suficiente para não depender de saques em caixas de bancos nem de cartão de crédito;

3) Faria reservas em hotéis com a possibilidade de cancelamento gratuito, caso fosse necessário

E só! O resto faz parte do planejamento normal de uma viagem.

** MEU ROTEIRO DE VIAGEM **

Planejamento da Viagem


Fomos do Brasil para a Europa com a companhia aérea British Airways (passagem custou 1.100USD por pessoa e o voo durou cerca de 11h) e fizemos um stopover em Londres de 2 noites, onde ficamos no Hotel Tune Paddington, muito bem localizado, perto da estação de trem e metrô Paddington, onde chega o Heathrow Express, um trem de luxo que liga o aeroporto ao centro de Londres sem paradas e em cerca de 20 minutos apenas e custa em torno de 50USD por pessoa pessoa para o total de ida e volta.

Londres
Londres



Depois fomos de British Airways para Athenas (cerca de 3:30h de voo) e lá pegamos o vôo da Aegean Airlines / Olympics, de 30 minutos e 66 euros por pessoa, para Milos, onde ficamos 4 noites, no Hotel Orizontes Studios.

Obs: os voos internos com a Aegean Airlines e Olympics (a Olympics pertece à Aegean) têm limite de peso de 23kg na bagagem despachada e o quilo excedente custa alguns euros. Portanto, sugiro levar a balança de mão, para controlar as comprinhas (nós sofremos muito porque queríamos ter comprado mais vinhos e azeites...) e não exceder o limite!

Praia de Tsigrado, em Milos

Mergulho em Kleftiko, em Milos

Fomos de Milos para Santorini de ferry com a SeaJets, numa viagem de cerca de 2:30h, 58 euros por pessoa (recomendo tomar Dramin para quem enjoa fácil como eu rsrs) e ficamos 3 noites em Santorini, no Oia Mare Villas, em Oia.

Oia, em Santorini

O mais belo pôr do sol do mundo, em Oia - Santorini

Seguimos para Mykonos de ferry também com a SeaJets (em torno de 2:00h de viagem - 65 euros por pessoa), onde ficamos 2 noites, no Hotel Gorgona.

Mykonos

Mykonos

Essas foram as 3 ilhas Cíclades que conhecemos. As Cíclades ficam no mar Egeu entre a Grécia e a Turquia.

Partimos de avião de Mykonos para Atenas e depois de Atenas para Zakynthos, em 2 voos operados pela Aegan Airlines / Olympics (total de 220 euros por pessoa). Ficamos em Zakynthos 3 noites, no Lithies Studios Hotel.

Blue Caves (Cavernas Azuis), em Zakynthos

Navagio Beach

Na sequência, embarcamos de ferry de Zakynthos no porto Agios Nikolaos (cerca de 1:30h ou menos) para a Kefalonia, onde desembarcamos no porto de Pessada que fica no sul e atravessamos a ilha toda para pegar outro ferry no porto de Fiskardo que fica no norte,  para Lefkada (cerca de 1h de viagem entre Fiskardo na Kefalonia e Porto Vassiliki em Lefkada). Como o vôo que eu comprei com a companhia aérea Sky Express, que iria direto de Zakynthos para Lefkada, foi cancelado, não teve outro jeito.

Agiofili, em Lefkada

Porto Katsiki, em Lefkada

Obs.: na verdade, até tinha outra forma que seria pegar o ferry em Zakynthos para o continente, na cidade de Killini e alugar um carro para ir a Lefkada porque esta ilha tem ligação com o continente por ponte. O problema é que a taxa de devolução do carro em local diferente do da retirada era absurda, na ordem dos 300 euros.

Ficamos 4 noites em Lefkada, no Hotel Odeon em Vassiliki.

E nossa última ilha grega visitada foi a Kefalonia. Pegamos o ferry de Lefkada  para a Kefalonia, onde ficamos por 5 noites e dividimos a hospedagem, sendo 3 noites no Fiskardo Bay Hotel e 2 noites no Petani Bay Hotel.

Melissani Cave, na Kefalonia

Platia Amos, na Kefalonia

Zakynthos, Lefkada e Kefalonia foram as 3 ilhas jônicas que conhecemos e ficam no mar jônico entre a Grécia, Itália e Albânia.

Da Kefalonia nós fomos para Atenas de avião com a Aegan Airlines / Olympics (70 euros por pessoa), onde ficamos 3 noites no Hotel Novotel e utilizamos os pontos do Le Club Accor para pagar as diárias .

Templo do Zeus Olímpico, em Atenas

Acrópole, em Atenas

E assim foram os nossos 26 dias de viagem de lua de mel!!!! 

Absolutamente tudo foi reservado e comprado com meses de antecedência (salvo os ferries entre as ilhas jônicas):

- moeda local: Euro (e assim nós desejamos que continue sendo rsrs...). Com a crise na Grécia, vira e mexe o assunto de retomar a moeda local - o Dracma - e sair da zona do euro foi debatido. Compramos euros antes de viajar e indico, para os cariocas, a agência de câmbio DG Câmbio, que oferece bons valores e é muito segura.

- visto: para permanecer até 3 meses viajando a turismo, brasileiros não precisam de visto.

- passaporte: como sendo a Grécia um país signatário do Tratado Schengen, é suficiente ter um passaporte válido por mais de 3 meses (você deve verificar a data do seu retorno para ver se tem pelo menos 3 meses de validade ainda o passaporte). Mas para a Inglaterra, seu passaporte deve ter pelo menos 6 meses de validada contados a partir da sua data de retorno ao Brasil.

- seguro viagem: eu comprei minha passagem aérea com o Cartão de Crédito Visa Platinum e usei o Seguro oferecido por ele, que também é aceito pelos países signatários do Tratado Schengen, o qual estabeleceu a obrigatoriedade para turistas terem um seguro de viagem com cobertura de no mínimo € 30.000,00 para assistência médica. Este tipo de seguro é vendido pelas seguradoras com o nome de Seguro Schengen. (A Inglaterra - Reino Unido e Irlanda - não é signatária do Tratado, por isso não é exigido ter esse seguro se você for somente para lá).

- hotéis foram reservados pelo site Booking.com e Hoteis.com;

Oia Mare Villas Hotel, em Oia - Santorini

Petani Bay Hotel - Kefalonia

- passagens aéreas para os voos internos foram pesquisadas no site buscador de passagens do Skyscanner que sempre me mostrava como melhores opções os voos da Aegean Airlines e tive o problema da passagem com a Sky Express entre Zakynthos e Lefkada que foi cancelada (não recomendo a Sky Express por isso); 

- aluguel de todos os carros foi feito através do site Auto Europe. Nós alugamos carro em todas as ilhas e somente nas ilhas. Não vejo necessidade de alugar carro em Atenas menos ainda em Londres com a mão inglesa. Cidades bem servidas de metrô devem ser aproveitadas a pé para escapar do trânsito.

Obs: Atenção ao andar de carro pelas ilhas, principalmente Santorini e as jônicas, pela quantidade de curvas e montanhas, ou penhascos, é preciso andar com cuidado e, especialmente nas jônicas - principalmente na Kefalonia - atenção redobrada para os animais na pista. Estudar o mapa um pouco antes facilita e ter uma ideia do alfabeto grego ajuda bastante porque você vai se deparar com placas escrito somente em grego.

- ferries entre as ilhas Cíclades: foi tudo reservado daqui do Brasil pelo site Ferries in Greece e compramos os ferries da SeaJets porque tinham os melhores horários e preços, fora que são mais rápidos.

Obs.: os ferries entre as ilhas jônicas foram comprados na hora porque não havia como comprar pelo site. Mas nós ligamos via Skype para uma agência de turismo local, a Dioni Travel, que fez reserva não paga dos ferries da companhia Westferry entre Kefalonia e Lefkada e de volta de Lefkada para Kefalonia porque fizemos esses dois trechos com o carro no ferry e nos aconselharam a reservar para garantir porque poderia acabar o espaço para os carros.

** MELHOR ÉPOCA PARA VISITAR AS ILHAS GREGAS **


Firiplaka, em Milos

Indicar uma melhor época do ano para passear pela Grécia é complicado. Eu fui em junho e peguei o final da primavera e início do verão. O início da viagem, em Milos, até me assustou porque o mar estava muito gelado e o vento forte e frio desanimava bastante, mas com o passar dos dias e com a mudança de ilha, a temperatura foi subindo e melhorando. 

O clima nas jônicas é sempre melhor do que nas cíclades, o que significa estar mais quente e menos ventoso. 

Julho e Agosto são o auge do verão, com muitos turistas, muito calor e preços mais elevados, principalmente nas hospedagens. Setembro ainda está quentinho e parece com junho, pois já deixa de ser alta temporada. O problema de setembro é que pode ter mais ventos que em junho o que atrapalha os passeios de barco. Mas, por outro lado, a água do mar está mais quentinha em setembro do que em junho.


Praia Foki, na Kefalonia

Nas jônicas que visitei, os donos de hotéis, por exemplo, disseram que abrem em maio e fecham final de setembro. Mas pode ser que haja certo movimento em Santorini e Mykonos fora da alta temporada (resta saber se você quer ir para uma ilha linda com frio rsrs ... Eu não iria!). 

No verão é definitivamente sempre melhor para curtir as praias num clima mais quentinho. 

** MERGULHOS E VIDA MARINHA **


Mergulho em Kleftiko, em Milos

Com relação à vida marinha, vi bem menos peixes do que imaginava. Ah, muitos me perguntaram sobre tubarões, mas não vi e desconheço haver tubarões nesta região do Mediterrâneo. Ninguém falava sobre isso... Então acho que não tem.

** TEMPERATURA DO MAR E MODA NAS PRAIAS GREGAS **


Psarou Beach, em Mykonos

A água das praias, em junho, era de modo geral gelada. A nossa medição era assim: água congelante, muito gelada ou pouco gelada rsrs... Nível Rio de Janeiro ou Búzios, mas dá para encarar, viu? 

Só em Milos que eu quase não mergulhei porque o vento estava cruel e por mais que fizesse calor durante o dia e água estivesse gelada, o vento era forte e aumentava a sensação de frio. Nas demais ilhas eu mergulhei direto, todos os dias. Mesmo gelada , rapidinho você se acostuma com a temperatura.

Dica:

comprei a sapatilha de neoprene - a papete - para ficar mais confortável nas praias gregas que são, em grande maioria, de pedrinhas (algumas com pedras maiores e outras com pedrinhas menores).

Emplisi Beach, na Kefalonia

✔Chapéu e filtro solar potente (eu usei um com fator 50 para o corpo e um com fator 100 para o rosto) são fundamentais porque o sol do Mediterrâneo queima bastante. 

Fira, com o Vulcão ao fundo - Santorini
✔Cangas de Praia e Toalhas: as toalhas costumam ser oferecidas pelos hotéis. A canga de praia eu tenho por hábito sempre carregar e foi ótimo tê-la comigo durante a viagem, pois, em várias praias onde a gente só queria ficar um pouco, sentar para dar um mergulho, caminhar, foi interessante ter a canga para não ter que pagar pelas sunbeds e umbrellas (= espreguiçadeiras de praia e barraca de praia). Em média, o valor do combo 2 sunbeds + 1 umbrella era na faixa dos 12 euros. Imagine só pagar isso em todas as praias? A gente visitava em média umas 4 praias por dia rsrs... Aí complica, né? E sempre levávamos água e um lanchinho, que comprávamos em padarias e mercados. Quem me conhece, sabe muito bem que eu sou longe de ser uma pessoa muquirana kkk... muito pelo contrário, a minha fama é de gastadeira mesmo! Só que, vez ou outra, eu dou ataque de "mão de vaquice" e realmente resolvi que não iria gastar cerca de 50 euros por dia só com o luxo de ficar em barraca de praia e espreguiçadeira. É óbvio que nas praias onde a gente queria passar mais tempo ou quando o sol estava forte demais, nós recorremos às barracas e sunbeds. Interessante é verificar o seu roteiro do dia, saber quanto tempo você ficará na praia e avaliar o seu orçamento.

✔Biquínis são comuns entre as mulheres, sungas de praia são menos populares entre os homens que usam mais bermudas de praia do que sungas.  Se bem que chama a atenção mesmo é ver tanta mulher fazendo topless e muita gente pelada. 

Eu não fui a nenhuma praia de nudismo, mas percebi que qualquer praia poderia ter um canto de nudismo, como a Paradise em Mykonos; a Milos em Lefkada, a Firiplaka em Milos; a Dafnoudi na Kefalonia... essas tinham maior concentração de pessoas peladas. Eu fiquei muitas vezes constrangida por ser algo muito diferente do que estamos acostumados aqui no Brasil e isso me fez pensar que talvez nossa cultura seja mais enraizada em pudores do que a europeia. Noutras situações, era até engraçado observar os velhinhos pelados tomando caixote com as ondas rsrs.. 

Uma praia para chamar de SUA! Em Lefkada

** MINHAS ILHAS PREFERIDAS E O QUE EU FARIA DIFERENTE **

É muito difícil dizer de qual ilha mais gostei porque todas são únicas, especiais e diferentes entre entre si.

Dá para dizer, no entanto, que a mais romântica é Santorini!


Oia - Santorini

a praia mais linda que já vi é a Navagio Beach em Zakynthos!


Navagio Beach, Zakynthos

Por outro lado, a ilha mais festeira e animada foi Mykonos!


Chora - Mykonos

Porém, a ilha com o maior número de praias paradisíacas foi Lefkada!

Pelas estradas do litoral oeste de Lefkada, em algum lugar entre a Magali Petra e Kathisma

Mas nada do que foi dito acima desmerece as ilhas de Milos e Kefalonia, pois ambas têm praias lindas também, afinal, Sarakiniko, em Milos, com sua superfície "lunar", ou Myrtos na Kefalonia, eleita 11 vezes como a praia mais linda da Europa, também conquistaram o meu coração. 

Sarakiniko, em Milos

Myrtos Beach - Kefalonia

Será que eu recomendo tudo o que eu fiz no roteiro que vocês viram acima? Não! Seu eu já soubesse de tudo que viria e como seria, eu teria feito coisas diferentes.

Por exemplo, ficaria 4 noites em Santorini e não 3 apenas, e tentaria dividir a hospedagem entre Oia e Fira. 

Ficaria mais um dia em Lefkada (foram 4 noites e 3 dias... Se fossem 4 dias, seria perfeito!).

Ficaria hospedada perto da Little Venice de Mykonos e não em um hotel fora do centrinho - Chora, porque eu acabei não aproveitando a piscina do Hotel Gorgona e fui toda noite para Little Venice para ver o pôr do sol e para jantar. 

Apenas isso eu faria diferente! E sim, recomendo todos os hotéis, inclusive o Gorgona de Mykonos, principalmente para quem gosta de uma piscina e um lindo visual da cidade (mas o banheiro dele era ruim...). 

Esse é apenas um post introdutório! Aguardem os próximos para mais dicas e informações sobre cada local visitado.




45 comentários:

  1. Amei sua postagem, sou louca para conhecer a Grécia e achei seu roteiro sensacional :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Andréa!
      Que legal! Nossa... a Grécia é tudo! Você vai amar!!!
      Depois me conte se for e estou às ordens para qualquer dúvida, viu?
      Nós vivemos um sonho lindo lá e fiquei com vontade de voltar e conhecer mais ilhas =))
      beijinhos,
      Lily

      Excluir
  2. Oi, Lily! Adorei o post! Tudo bem detalhadinho como ir de um local pra outro. Parabéns! Estou em dúvida entre algum lugar do caribe (li seu post de Curaçao) e Grecia. Não consigo passar tantos dias como você porque tenho só 17 dias (15 inteiros, pois não conto chegada e saída). Nesses 15 dias, o que eu poderia fazer dentro do que tem de mais atrativo que eu não posso deixar de conhecer nessas ilhas? Vc pode me ajudar a fazer um roteiro por dia tipo 4 dias em santorini, 3 em mykonos etc? Ah, Lili! E essa questão de carro hein? Eu nem meu namorado dirigimos...As praias nas ilhas ficam muito distantes? Será que consigo conhecer tudo legal com agência? Desculpa tanta pergunta...É que sei que você detalha tudo tão bem que acho que só você poderia me ajudar uffffs..acabei kkkkkkkk. Bjs, Ju.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ju,
      tudo bom?
      Obrigada! Que bom que gostou do post! A lua de mel na Grécia foi um sonho de longa data que pudemos realizar. Você irá em qual época do ano?

      O fato de vocês não dirigirem vai dificultar bastante sim conhecer algumas ilhas com mais detalhes e praias, especialmente as jônicas, que são ilhas bem rústicas e a dependência de um carro é fundamental.

      Até mesmo Curaçao, viu? Sem carro em Curaçao, você fica muito limitada. É claro que dá para contratar um taxista e fazer um passeio particular e visitar algumas praias. Só que sempre é mais restrito.

      Para quem não dirige, eu indicaria Los Roques! Não precisará de carro para nada. E também indico Aruba onde, embora o carro facilite bastante os deslocamentos, você poderá contratar muitas agências de turismo para fazer passeios pela ilha e tem o Arubus, um ônibus que conecta algumas das principais praias com hotéis/resorts da ilha.

      Tendo 15 dias inteiros na Grécia, mas não sabendo dirigir, você pode colocar 4 dias em Santorini sim porque lá em Santorini há muitas opções de passeios de barco, transfers pagos à parte e excursões que você pode contratar diretamente com a ajuda do hotel, 3 dias em Mykonos (eu achei 2 dias suficientes, embora corridos, mas já que você não estará de carro, deixe 3 dias para visitar as praias de táxi! É possível fazer isso por lá porque a oferta de táxi é grande!), 3 dias em Milos (também dá para contratar um taxista que te leve para algumas praias e fazer passeios de barco que levam a várias praias. Daí você não precisará saber dirigir!). Com relação às jônicas, é super complicado não ter carro, viu? Exatamente por isso, só indicaria Zakynthos (ficará mais fácil para você se hospedar na capital da ilha e não onde eu fiquei, que era ao norte, porque o carro lá fará falta, já na capital você poderá pegar táxi com mais facilidade e contratar passeios de barco). Infelizmente, em Lefkada eu não vi muitos serviços turísticos como passeios/vans/ônibus e mal via táxi circulando. Embora tenha sido a ilha com a maior concentração de praias lindas que vimos, sem carro ficará impossível curtir o de melhor que ela tem a oferecer. A Kefalônica tem como opção para você ficar também hospedada na capital da ilha e lá você encontrará mais facilidade para ir às praias com passeios contratados. Na Kefalônia eu já vi alguns ônibus de turismo, portanto, deve haver agência de turismo que faça passeios por lá. Você também poderia considerar ir a Corfu, que é outra ilha jônica, onde eu não estive, que lembra um pouco o estilo de Mykonos, mais agitada, menos rústica, com uma vila mais desenvolvida, onde provavelmente você terá mais facilidade de contratar passeios para as praias com agências de turismo local ou taxistas.

      Espero ter ajudado!

      Abraços,
      Lily

      Excluir
  3. Oi Lily,
    ando pesquisando muito sobre a gréciá e suas ilhas porque sou apaixonada por praia e queria passar a lua de mel na Grécia.
    Ameeeei seu post, muito explicativo, mas queria saber se eu não falando ingles consigo me virar bem pela Grécia?? Eu e meu namorado nunca viajamos para fora do país e temos essa duvida.
    E outra, ficando em hotéis apenas bem localizados, sem luxo, e mais ou menos uns dois dias passando por cada ilha que você foi, apenas de estadia e gastos la, sem contar com as passagens é claro, você acha que com quanto eu consigo viajar??
    Obrigadaaa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee!!
      Primeiramente, muito obrigada! Fico feliz por ter inspirado a sua lua de mel na Grécia também. Foi um sonho que realizei e mal acredito que efetivamente estivemos lá... foi uma vida inteira pensando que esse seria o destino de lua de mel, incrível, não?
      Bem, o fato de vocês nào falarem inglês pode sim atrapalhar um pouco, até porque o alfabeto usado lá é o grego e vocês verão poucas placas em inglês. Logo, até mesmo para você tirar dúvidas seria legal falar um pouco de inglês, a não ser que vocês consigam entender um pouco de grego.
      Quando será a lua de mel de vocês? Não tem como fazer um cursinho intensivo de inglês até lá?
      Com relação a hotéis, há para todos os bolsos e gostos. Se você puder fazer a reserva usando a caixinha do Booking.com que fica aqui no blog na coluna do lado direito, você me ajuda um cadinho =))
      Então, por fim, valores... isso é complicado, sabe? Eu comprei o euro a R$3.00 e hoje oscila tanto já tendo chegado a R$4.90 no segundo semestre de 2015. É claro que essa oscilação faz encarecer a viagem.
      Eu quis fazer uma lua de mel top, com excelentes hotéis, alugamos carro, fomos a restaurantes maravilhosos... considere algo em torno de R$15.000 para cada neste ritmo, para 26 dias... não sei quantos dias você pretende fazer pela Grécia, mas sem passagens e em ritmo mais econômico, acredito que dê sim para fazer com uns R$7.000. Mas tenha em mente que essa alta do euro e dólar são bem complexos.
      Espero ter ajudado!
      Beijinhos,
      Lily

      Excluir
  4. Oi Lily! Amei o seu post para a Grécia. Tudo muito bem explicado! Eu e meu noivo estamos planejando nossa lua-de-mel lá também agora em junho. Porém, teremos apenas 15 dias para a viagem. Quais ilhas gregas você recomenda mais? E em quais delas você recomenda passarmos mais dias? Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Raissa!
      Nossa, que fofa! Obrigada pelo seu comentário!! É esse feedback que nos motiva mais e mais!
      Então... pergunta difícil a sua, viu? São todas maravilhosas!! kkkk
      Mas, como expliquei aí no texto, Santorini é a mais romântica, Lefkada é que a reúne a maior concentração de praias com aquele azul neon absurdo, Zakynthos tem a Navagio Beach que é uma loucura e só indo mesmo para sentir a emoção de estar lá e a Kefalonia tem a Myrthos, considerada como a mais bonita da Europa diversas vezes, tem a Caverna Melissani, tem a Petani Bay... você dever ter percebido a minha predileção pelas ilhas jônicas, né? Elas são mais rústicas e mais belas.
      Se você curte badalação, Mykonos será o seu lugar! Eu não estava nessa vibe...
      Milos tem um estilo bem parecido com as jônicas, menos badalada, mais rústica, cheia de praias lindas...
      Vixe... será que eu consegui te ajudar, hein?
      Beijinhos e depois trate de vir aqui contar tudinho para a gente, tá?
      Lua de Mel é para ser única! Eu realizei um sonho e espero que você realize o seu também!

      Excluir
  5. Oi Lily,

    Preciso muito da sua ajuda e opinião sobre meu roteiro na Grécia. Vamos lá:
    Vou chegar em Atenas e depois vou para Santorini (3 noites) e Mykonos (3 noites) e minha ideia inicial era ir para as ilhas jônicas depois de Mykonos.

    Minhas dúvidas:
    - Milos é imperdível? Devo incluir nas ilhas Ciclades, após Mykonos? Se sim, quantos dias?

    - Zakyntos estou certa de ir. Quantos dias acha necessário?

    - Acho que terei que escolher entre Kefalonia e Lefkada! Qual você preferiu?

    No fim das contas, Santorini, Mykonos e Zakyntos estão certas e tenho que me decidir entre Milos, Kefalonia e Lefkada (escolher 1 ou talvez 2) - Qual seria sua ordem de preferência?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Larissa!
      tudo bom?
      Que delícia saber que você vai para a Grécia! Foi um sonho realizado para mim e espero que seja para você também.

      Então vamos às dúvidas e respostas:

      1) Nós passamos 3 noites em Zakynthos que corresponderam, na verdade, a 2 dias inteiros. Foi mais que o suficiente para explorar bem a Navagio Beach, Blue Caves e dar um rolezinho básico no norte da ilha, nos arredores do porto Agios Nikolaos. Se você deseja conhecer mais que isso, considere 3 dias cheios, pelo menos.

      2) Entre Kefalonia e Lefkada, fique com as duas =P Como você me perguntou se valeria a pena incluir Milos no seu roteiro, agora eu te pergunto: como você faria para incluir Milos? Use esse tempo de Milos para Lefkada e Kefalonia. Eu fiquei 6 dias na Kefalonia e 4 dias em Lefkada, mas se você não tiver tudo isso, tente ficar pelo menos 3 dias na Kefalonia e 2 em Lefkada. Menos que isso, você vai mais se cansar do que aproveitar, entende? Kefalonia é enorme e tem muita coisa linda para ver. Mas Lefkada ganha no quesito "maior número de praias de azul neon" rsrsrs...

      Espero ter ajudado.
      Beijos
      Lily

      Excluir
  6. Olá Lily td bem? Estou montando o roteiro para as ilhas jonicas ZAKYNHOS, LEFKADA E KEFALONIA.
    Voce acha que 5 dias em cada da certo? Me da umas dicas de quantos dias ficar em cada por favor
    Obrigada e beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juliana,
      tudo bom?
      Que delícia de roteiro! Já havia te falado no instagram... nossa lua de mel foi linda e tenho certeza de que a sua viagem será também!
      Quando você vai mesmo?
      Olha, eu fiquei 3 noites em Zakynthos e acho que no máximo eu ficaria 4... 5 noites lá eu acho demais.
      5 noites em Lefkada e Kefalonia serão perfeitas!! Eu fiquei 5 noites na Kefalonia, pois a ilha é enorme. Em Lefkada, se você tiver 4 dias cheios (sejam 3 noites ou 5 noites, a depender dos horários de chegada e partida da ilha... trabalhe com 4 dias cheios!!) já serão suficientes e perfeitos!
      Espero ter ajudado.
      Beijos,
      Lily

      Excluir
  7. Lily, o que você achou de Mykonos? Achou a quantidade de dias que ficou lá suficiente ou teria ficado mais? No meu roteiro estou ficando 2 dias e meio lá! Será que é suficiente?
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie!!!
      Então... eu fui em lua de mel, né? Não fui para festar, ir para baladas etc... logo, achei suficiente sim a quantidade de dias e pude explorar a maioria das praias! Eu visitei todas as praias que queria e pude passar um tempo nelas, assistir ao pôr do sol... foi incrível! Mas tudo depende da proposta, porque se você for para alguma balada, pode ser que no dia seguinte você não consiga aproveitar tanto o dia... daí pode ser que você precise de mais um dia.
      Espero ter ajudado.
      Beijos,
      Lily

      Excluir
  8. Oi Lily,

    Tudo jóia?
    Preciso de ajuda em relação a aluguel de carro na Grécia? Você acha extremamente necessário em todas as ilhas, certo? Acha arriscado deixarmos para ver lá? Vc reservou tudo com antecedência? Recomenda a Auto Europe? Sabe dizer uma média de preços?
    Obrigadaaaa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Larissa!
      Tudo bem?
      Então, sobre o aluguel de carro na Grécia, em cada ilha, eu diria a você que sim! Talvez em Santorini não precisasse de ter carro todos os dias e lá é fácil até de contratar passeios em grupos. Eu prefiro mil vezes não depender de grupos e poder fazer meu próprio itinerário. De todo modo, as ilhas onde realmente ficar sem carro não dá são: Lefkada, Kefalônia e Milos. Em Mykonos dá para alugar o quadriciclo. Em Zakynthos, se você ficar na capital, também pode ficar sem carro. Mas, sinceramente, eu não recomendo! Acho que o carro otimiza bastante seu tempo e propociona que se conheça muitas coisas em um mesmo dia. Reservamos sim todos com antecedência daqui do Brasil. Sugiro que faça o seguro Total porque bateram em nosso carro (que estava parado no estacionamento público) em Milos e foi uma dor de cabeça porque não havíamos contratado o seguro total. Não tivemos problemas com a Auto Europe. Deu tudo certo. A média de preços seria em torno dos 50 euros a diária. Às vezes menos... Você pode fazer a cotação no site da AutoEurope e ver quanto que ficaria sem se comprometer em pagar.
      Espero ter ajudado
      Beijos,
      Lily

      Excluir
  9. Oie Lily!!
    Adoro seu blog, o jeito que você escreve e suas fotos são incríveis!!
    Vou pra Grécia em setembro e depois do seu post, decidimos incluir Kefalônia e Lefkada! Porém, não é fácil encontrar mtas informações!
    Você poderia me ajudar? Onde é melhor ficar em Kefalônia? Nós ficaremos somente 3 dias por lá e não gostaria de perder mto tempo com deslocamento.
    Estou aguardando ansiosa pelos outros post de lá pra pegar mais dicas!!rs

    Obrigadaa!!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Ana Paula!
      Muito obrigada pelo carinho e por nos acompanhar!
      Escrevo sempre com a alegria em poder compartilhar nossas dicas e em poder ajudar os futuros viajantes! =)
      Olha, Kefalonia é uma ilha enorme, viu? Ficamos 5 dias e dividimos a hospedagem, colocando 3 dias em Fiskardo e 2 dias em Petani Bay. Amei fazer dessa forma. Fiskardo é um lugar incrível e foi muito fácil conhecer o principal da ilha a partir de lá, principalmente o norte da ilha. Porém, não é muito convencional ficar hospedado por lá, sabe? As pessoas acabam ficando mais na "capital" da ilha, que é Argostoli, que fica mais ao centro sul da ilha. Aí é uma questão talvez de você traçar os lugares que mais deseja conhecer e ver onde fica melhor se hospedar. Mas logo te adianto que acho 3 dias pouco para lá. Eu recomendo ao menos 4 dias. Ficamos 5 noites/6 dias e dividimos a hospedagem, sendo 3 noites no Fiskardo Bay Hotel e 2 noites no Petani Bay Hotel. Alugamos carro na Hertz e buscamos explorar a ilha sem ter que passar o dia inteiro dirigindo. Nós adoramos as praias do norte , próximas a Fiskardo, como a Emplisi, Foki e Dafnoudi. O passeio à Caverna Melissani é Imperdível! A vila de Assos é muito linda e a visita às ruínas do castelo pode render fotos maravilhosas do pôr do sol. As praias do Sul foram as que menos exploramos, mas demos um giro por lá quando visitamos as cavernas Melissani é Drogarati. Na península, onde fica o Petani Bay Hotel, amamos a praia de Petani Bay e a vista da Platia Amos é espetacular. A Praia de Lepeda é fofa e muito agradável. A vila de Fiskardo é uma gracinha e ótima para jantar. Cuidado com as estradas e suas curvas. Dirija com cuidado e atenção para as cabras e cabritos.
      Espero ter ajudado um pouco!
      Beijos e depois me conte tudo, viu?
      Lily

      Excluir
  10. olá,
    Seu post está sendo maravilhoso para a minha organização! muito obrigada por compartilhar suas experiencias conosco!
    Vou em junho do ano que vem e pretendo fazer Zankhytos, Santorini e Mykonos (+ uma ilha) e estou super na dúvida entre Milos e Kefalonia. O que você escolheria? Sei que é uma pergunta difícil, mas estou super na dúvida entre o verde de milos e o azul de kefalonia.... hehehe
    ficaria assim:
    Zankhytos - kefalonia - santorini - myk
    ou
    Zankhyos - milos - santorini - myk
    Muito obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tetê!
      Que legal!
      Sempre ficamos felizes em poder ajudar.
      Nossa! Você está super adiantada no seu planejamento! Parabéns!!!
      Bem... vamos lá:
      Para eu te ajudar de melhor maneira, quantos dias sobrando você teria? Digo isso, pois a Kefalônia é uma ilha enorme e se você me disser que só tem 2 dias sobrando, eu te direi para escolher outra ilha que será mais proveitosa. Por outro lado, você escolheu 2 cíclades (Mykonos e Santorini) e 1 jônica (Zakynthos). Portanto, para otimizar mais os deslocamentos de um lado para o outro, você poderia sim escolher uma ilha jônica e fazer duas de cada lado.

      Em termos de beleza, é uma pergunta difícil mesmo. Que tal Lefkada? Em termos de praias com cor "azul neon ridícula" kkkkk, eu te digo que Lefkada ganha de Milos e Kefalonia. Mas a Kefalonia tem a Melissani Cave e outros atrativos... Milos tem a incrível praia de Sarakiniko e o passeio de barco para Kleftiko... rsrs... dureza, viu?

      Acredito que um bom critério para começar a definir seja mesmo esse da quantidade de dias. Na Kefalonia nós passamos 6 dias para aproveitar ao máximo a ilha, mas se puder ficar ao menos 5, já valerá muito a pena. Em Milos e em Lefkada, nós ficamos 4 noites, mas aproveitamos mesmo 3 dias inteiros, por conta dos horários de chegada e saída. Logo, 3 dias são bem bons para ambas as ilhas, mas é claro que se puder ficar 4, tanto melhor.

      Espero ter ajudado e não confundido mais ainda.

      Beijos,
      Lily

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  11. Indico a Praia do Rosa, SC, como umas das praias mais belas do Brasil e mais procurada por turistas no final do ano.

    ResponderExcluir
  12. A bela Praia do Rosa,SC tem o cenário formado por costões, areias claras, mar azul, ondas e uma lagoa de água salgada que serve de refúgio para quem viaja com crianças.

    ResponderExcluir
  13. A Praia do Rosa é sem dúvida uma das praias mais lindas do mundo...Cercada por uma mata nativa com uma fauna e flora incríveis!!

    ResponderExcluir
  14. Lily que post mais maravilhoso, simplesmente amei tudo, e acho que vou seguir seu roteiro viu! Parabéns por explicar tão bem e nos ajudar a escolher um local. Depois quero conversar com você se não for incomodo e se vc poder é claro.
    Caso tenha um tempo me mande um e-mail para eu poder conversar com você k.vasconceloos@hotmail,com
    Parabéns, arrasou demais viu lily

    ResponderExcluir
  15. Oi Kamilla! Que legal! Espero que você seja tão feliz na Grécia quanto nós fomos, viu? Nossa lua de mel foi um sonho realizado!

    Se você quiser saber mais informações, pode deixar aqui o seu recadinho que eu respondo. Ainda não escrevi detalhadamente sobre cada ilha... esse é outro sonho! kkkk... compartilhar com vocês as fotos e dicas! Mas vai sair um dia.

    Enquanto lá, estamos às ordens aqui para ajudar no que for possível!
    beijos,
    Lily

    ResponderExcluir
  16. Oi Lily, pesquisando sobre a Grécia encontrei seu blog e após ler seu relato e ver as fotos, não resisti e comprei passagem para conhecer as ilhas jônicas. No meu roteiro vou ficar em zakynthos, lefkada e kefalonia, chegando no aeroporto de zakynthos e partindo via aeroporto da kefalonia. Como estou olhando para me hospedar no lithies tb, fiquei com dúvida sobre o aluguel do carro, vcs pegaram e devolveram no aeroporto? Pois pelo que entendi o aeroporto fica longe do hotel e do porto por onde parte o ferry que vai para a kefalonia, é isso mesmo? Então na hipótese de devolução no aeroporto teria que arrumar outra forma de condução até o porto. Como vocês fizeram? Desde já, agradeço. Diogo.

    ResponderExcluir
  17. Oi Diogo! Que barato!!! Fico muito feliz por termos te inspirado assim, ainda mais para uma viagem tão maravilhosa como é a Grécia!

    Bem, de fato, olhando o roteiro, ficou faltando essa parte e você tem razão em perguntar. Vamos lá:
    - Alugamos o carro no aeroporto de Zakynthos porque realmente a distância entre ele e o Lithies não compensava ficar sem carro e ainda poderíamos conhecer algumas praias do norte da ilha e ir por cima, e de carro, conhecer a Navagio Beach lá do penhasco. Se você não tiver carro, ir ao penhasco será mais complicado.

    - Nós pagamos uns euros extras (acho que foram 50 euros) para devolvermos o carro no porto Agios Nikolaos, que fica perto do Lithies (coisa de 10 minutos de carro). Então deixamos o carro lá, sem precisar voltar para o aeroporto, e pegamos lá mesmo o ferry para a Kefalônia. Nós trocamos emails com a dona do Lithies para saber quanto custaria um transfer do aeroporto até o porto Agios Nikolaos e no final das contas não achamos vantajoso perder tempo para ir ao aeroporto deixar o carro e depois pegar um transfer para o porto. Era melhor pagar esse valor extra da taxa de devolução em local diferente para ficarmos com mais tempo e a diferença de preço seria bem pouca.

    Espero ter ajudado! Desejo que sua viagem seja tão incrível como a nossa foi. Se tiver mais dúvidas, estamos às ordens.
    Abraços,
    Lily

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lily, muito obrigado pela atenção. Já abusando da sua boa vontade, lá vão mais algumas perguntas. Quando vocês chegaram na Kefalônia pegaram o carro alugado no porto mesmo? Eu simulei a devolução do veículo em outra ilha e o valor ficou em R$ 545,00, então dependendo da existência de mais algum custo de deslocamento na Kefalônia para pegar o carro talvez seja melhor pagar essa taxa logo e levar o veículo de Zakynthos e devolver na Kefalônia assim que retornar de Lefkada. Esse ferry que sai de Agios Nikolaos leva veículo também né? Últimas duas perguntas, prometo, pelo menos por hora, rsrs, como eu disse na pergunta anterior, meu vôo de volta sai da Kefalônia, então, visando diminuir o tempo perdido no dia com deslocamento entre uma ilha e outra, você acha interessante, ao invés de chegar na Kefalônia e ir direto para Lefkada, ficar por exemplo 3 dias na Kefalônia, em Fiskardo por exemplo, depois partir para lefkada, para no retorno ficar mais 2 dias em outro ponto, Petani por exemplo, ou acha besteira? Por fim, tendo em vista os locais onde se hospedaram na Kefalônia, o tempo e trajeto para Myrtos Beach é tranquilo? Obrigado!!! Diogo

      Excluir
  18. Oi Diogo! Primeiramente, desculpa não conseguir responder na sequência, embaixo da sua pergunta. Meu pc não está deixando e não sei o porquê.

    Mas vamos ao que interessa:

    - Nós pegamos o carro no aeroporto de Zakynthos, devolvemos em Agios Nikolaos. Daí atravessamos o ferry sem carro para a Kefalônia e logo do outro lado, no porto de Pessadas, pegamos o carro com a Hertz (nessa parte deu ruído e só resolvemos porque pegamos emprestado o wifi do barzinho que tem lá no porto da Kefalonia para ligar via skype para Hertz que não registrou que o carro deveria estar no porto esperando a gente e estavam aguardando por nós no aeroporto, é mole?)

    Ficamos com o carro, atravessamos a Kefalonia e acabamos fazendo um passeio nessa brincadeira de ir do porto do sul para o porto do norte, lá para o porto de Fiskardo, onde embarcamos com o carro no ferry e fomos para Lefkada. Ficamos com o carro em Lefkada e voltamos com ele para a Kefalonia e devolvemos no aeroporto.

    Dessa forma, no primeiro trecho, em Zakynthos, como te expliquei, pagamos a taxa de devolução em lugar diferente porque pegamos no aeroporto e devolvemos no porto.

    No caso da Kefalonia, informamos que íamos com o carro para Lefkada também pagamos o seguro total e pegamos no porto e devolvemos no aeroporto. Salvo engano, acabamos pagando alguma taxa nessa brincadeira, porque eles se confundiram achando que íamos pegar e devolver no aeroporto. Depois, para levar para a gente lá no porto, pagamos uma taxa extra (tenho quase certeza... quem controla essas questões do carro é o Julio... mas nas minhas lembranças, teve sim),

    Sobre o ferry em Agios Nikolaos. Dá sim para ir de carro, mas requer que você compre a passagem com mais antecedência. Como a gente embarcou sem carro, compramos o ticket na hora sem problema. A depender da época do ano, se for auge do verão, pode ter problema de lotação. No nosso caso, em junho, achei tranquilo e dava para ter ido de carro sim, mas aí a gente ia pegar no aeroporto em Zakynthos e devolver no aeroporto na Kefalonia.

    É uma questão de fazer cálculos, sabe? A diária do carro tende a ficar mais barata se você colocar mais dias no período do aluguel. Então o que você pode economizar na diária, pegando o carro para mais dias, pode ser o que pagará nessa taxa de devolução em lugar diferente. Aí compensa e você perde menos tempo nesse processo de retirar e devolver carro, que é bem chatinho, né?

    Uma coisa que fizemos que ajudou muito ano passado foi colocar créditos no skype e ligar para as lojas para saber os horários de funcionamento, as taxas... nem sempre essas informações são claras na internet. Assim a gente conseguiu ajustar tudo do jeito que gostaríamos, ainda que pagando um pouco mais caro.

    Sobre a distribuição de dias que você pensou, ficando 3 dias em Fiskardo, depois Lefkada, daí mais 2 dias em Petani, eu acho ótimo.

    No meu caso, eu ia de avião de Zakynthos de para Lefkada com a maldita a Sky Express que cancelou nosso voo com 1 mês de antecedência. Os hotéis já estavam reservados e eu não tinha muito por onde correr, salvo fazer essa maluquice aí de atravessar a Kefalonia toda para chegar em Lefkada.

    No final das contas, Lefkada saiu prejudicada no meu roteiro. Eu teria 4 dias inteiros, mas ficaram somente 3. Que dor no coração. Por outro lado, exploramos bem - bem até demais! - a Kefalonia!

    faz parte!

    Espero ter ajudado!

    Abraços,
    Lily

    ResponderExcluir
  19. Lily! Quando encontrei seu post eu e meu noivo praticamente desistimos de ir para Bali e estamos decididos a ir para a Grécia de lua-de-mel! Como temos que comprar logo as passagens - casamos em 06 de maio de 2017 - gostaríamos de sugestões, se possível. Ficaríamos pouco tempo por lá... uns 7 ou 8 dias apenas. Me apaixonei pela Navagio Beach em Zakynthos e adoramos formações rochosas como cavernas e etc. Se tiver alguma sugestão... Seria uma honra! Abração! E obrigada pelas dicas! Bárbara Pereira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bárbara! Tudo bom?
      Nossa... está bem em cima mesmo... aproveite as inúmeras promoções de passagens!!
      Olha, sobre o roteiro, isso é tão, mas tão pessoal que nem sei como te ajudar. 7 ou 8 dias é pouco tempo... qual seria a sua intenção? Quer passar em Atenas? Quer focar só em praias? Quer dividir entre Cíclades e Jônicas?

      Se fosse eu, conhecendo o que conheci, eu dividiria, sabe? Apesar de você gastar um tempo no deslocamento de um lado para o outro, eu faria 3 dias em Santorini e 3 dias em Zakynthos, deixando aí 1/2 dias para os deslocamentos internos e, de repente, se conseguir, dar uma voltinha em Atenas para ver a Acrópole.

      Não sei se te ajudei muito, mas não desista e vá sim! Ainda que por pouco tempo, é melhor do que não ir!!Só tem um detalhe: início de maio deve estar ainda levemente friozinho, tá?

      beijos,
      Lily

      Excluir
  20. A Praia do Rosa é considerada uma das 30 baías mas lindas do mundo, excelente opção o ano todo para família. Trilhas ecológicas, passeio a cavalo, paisagens exuberantes, lagoas, cachoeiras e muito mais. Excelente infra estrutura e atendimento no que se refere a hotelaria e gastronomia.
    Além da temporada da Baleia Franca (julho-novembro) ainda recebe festivais gastronômicos como o PRAIA DO ROSA DEL VINO e SABORES DO MUNDO (agosto e outubro), além do festival de surf feminino FILHAS DO MAR e competições como o MOUNTAIN DO PRAIA DO ROSA e BIKE MARATHON.

    ResponderExcluir
  21. Oi Lily!! Tudo bem? Amei o seu post, e ele me animou ainda mais para ir para a Grécia de Lua de Mel! Tenho duas duvidas.. Vi em vários lugares que não é recomendado fazer as ilhas jónicas e as cíclades na mesma viagem, devido a distância. Mas você fez exatamente a viagem que eu sempre sonhei (com a diferença de ir para Roma ao invés de Londres).

    Ficou muito cansativo mudar tanto de ilha, arrumar mala, ir para aeroporto, pegar barco, etc.? Estou com medo disso.. Como é uma lua de mel, quero relaxar e não me estressar com esses tramites.

    Outra coisa, em relação ao aluguel de carro que você falou que é essencial. Eu e meu noivo adoramos beber um bom vinho, como vocês faziam em relação a isso? Bebiam e dirigiam numa boa, isso é comum por lá? Fico com esse receio, de não podermos aproveitar os restaurantes e praias, sabendo que vamos ter que dirigir em um país estranho depois! rsrs

    Muito obrigada pelo post!! Você me animou mais ainda para essa viagem dos sonhos!!

    Beijos

    Julia


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Julia! tudo certinho?

      Ahhhh... que lindo! Ótima escolha de destino para lua de mel, viu? Sou muito suspeita para opinar rsrs...

      Então, eu fiz tudo do jeito que coloquei no roteiro. Ficou sim um pouco corrido em alguns momentos. Se sua ideia é fazer algo mais light, eu sugiro fazer menos ilhas sim, para ter tempo de descansar e ficar mais de bobeira.

      Nós não ficamos de bobeira hora nenhuma, viu? Aproveitamos tudo ao máximo!

      Sobre dirigir, sim sim... somos caretas nesse aspecto e a última coisa que desejamos em uma viagem é ter problemas com a polícia de outro país kkkk...

      Em outras palavras, a gente não bebia durante o dia, mas somente à noite! De modo geral, as estradas são boas, porém, com muitas - MUITAS - curvas sinuosas e isso requer muita atenção. Logo, até mesmo por precaução e cautela, não bebemos nada durante o dia. Isso é algo pessoal e não estou aqui para julgar ninguém, viu?

      Espero ter ajudado!

      Depois nos conte o que você resolveu fazer e como foi.

      Beijo grande
      Lily

      Excluir
    2. Muito obrigada Lily!!! Seus posts estão ajudando muito! E em relação a bebida, também somos super caretas.. Por isso que perguntei! : /

      Beijinhos e obrigada novamente pela resposta

      Excluir
    3. Fico muito feliz em saber! Foi a viagem mais especial da minha vida. Depois venha nos contar como ficou seu roteiro e como foi sua viagem, viu? Adoro saber as atualizações dos lugares que visitei, as novidades!!

      Beijo grande e, qualquer coisa, estamos às ordens!
      Lily

      Excluir
  22. Olá, Lily! Tudo bem? Muito bacana seus relatos de viagem! Obrigada por compartilhar!
    Vou para Santorini em Setembro por 3 dias com o marido (outros 3 em Mykonos).
    Estou pesquisando preços e gostaria de saber mais sobre o Hotel Oia Mare Villas. É um dos dois hotéis que devo reservar (estou na dúvida entre este e o Caldera Villas, que tem preço e custo/beneficio aparentemente similar). Pelo que li o forte do local é a vista e por do sol. Localização, quarto, café da manhã... foram bons tb?
    Muito obrigada pela ajuda!
    Um bjo,
    Renata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiiiieee!! Que lindo! Jura que você vai para esse paraíso?? Quer me levar não? rsrs...

      Olha, nós amamos o Oia Mare Villas, viu? Foi uma experiência mais que perfeita! Localização incrível... só tem a questão das escadas, mas combine direitinho com eles o porter que eles têm e é gratuito... daí o rapaz te encontra e carrega as malas!

      Ficamos em 2 quartos, um superior tipo caverna rsrs... muito legal! E outro um pouco mais simples, mas ambos maravilhosos! Alto padrão e próximos da piscina.

      O café da manhã também era excelente. Eu adorava começar meu dia comendo salada grega à beira daquela piscina, olhando o mar e o Kastro... tão lindo!

      Sim, é possível ver o pôr do sol de lá e vimos uma só vez, pois, das outras vezes, a gente ia para o Kastro ou para baixo dele, para ter um ângulo um pouco mais bonito, com as casinhas e a encosta. De lá do hotel, o ângulo é mais sol e mar, sabe?? Daí, para pegar a encosta com as casinhas branquinhas, tem que ir um pouco para a direção do Kastro, cerca de 5 minutos de caminhada... ou seja, bem tranquilo!

      Espero ter ajudado!

      Tome vinho rosé por mim, coma muito queijo feta e contemple bastante este sunset incrível de Santorini!!! Coisa mais linda de viver!

      Beijos,
      Lily

      Excluir
    2. Muito obrigada, querida! Tomarei todo o vinho, contemplarei todo o sunset e brindarei toda a vida, conforme recomendado! ;)
      Bjos!

      Excluir
    3. Assim eu espero! Aproveite muito!
      Beijos

      Excluir
  23. Oi Lily, tudo bem ?

    Estou planejando uma viagem de 20 dias para a Grécia e vou passar praticamente nos mesmos lugares que você, com exceção de Lefkada! =(
    Estou super ansiosa, e a única coisa que falta é fechar o hotel em Zakynthos.
    Queria perguntar sua opinião sobre o Lithies. Você gostou? O que mais de passeio você fez em Zakynthos além de Navagio? Meu único receio com esse hotel é a localização. Entendo que tem um ponto muito forte de estar próximo de onde saem os passeios para Navagio, mas queria saber sobre os outros passeios e até restaurantes. Tem restaurantes próximos?
    Muito obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Vivien! Tudo bom?
      Sua pergunta é muito pertinente! Que legal que sua viagem será bem parecida com a nossa e que pena que você não conseguirá passar por Lefkada... mas olhe, eu mesma tive que tirar vários lugares que deseja conhecer, como Ios, Folengrandos, Creta, porque era impossível conciliar tudo numa nós viagem para lá. Em outras palavras, sua viagem será linda e inesquecível da mesma forma que a minha foi!

      Sobre o hotel, eu achei ótimo, viu? Mas precisa ter carro! Sem carro, não valerá a pena. A localização é perfeita para fazer o passeio das Blue Caves e Zakynthos. Nós fomos 3 vezes ao mirante do penhasco (lá do alto) e 2x para Zakynthos, só para você ter uma ideia!

      Além disso, percorremos algumas praias da região norte da ilha, do porto ... nosso resuminho da passagem por Zakynthos foi assim:

      Resuminho de: chegamos de avião em Zakynthos em vôo da Aegean Airlines (o aeroporto me impressionou, pois é grande e bem organizado - nós fomos de Mykonos para Atenas e de Atenas para Zakynthos e os dois voos custaram um total de 700 reais), ficamos 3 noites no Lithies Studios Hotel, ao norte da ilha, pois escolhi o norte pela facilidade de explorar a Navagio Beach e, no total, a minha estada correspondeu a 2 dias inteiros. Além disso, o hotel ficava a 10 minutos de carro do Porto Agios Nikolaos, por onde deixamos a ilha para seguir para a Kefalonia de ferry que compramos na hora por 8 euros para o porto de Pessada (se não tiver carro, é tranquilo comprar na hora - são 2 horários nessa época do ano de alta temporada, mas pode variar de acordo com o vento: 9:45 e 19:45.) Alugamos carro com a Green Motion pela Auto Europe (o aluguel de carro foi feito pela internet antes de viajarmos). Fomos de barco para a Navagio Beach 2x com os irmãos Potamis que saem do portinho perto do hotel (15 euros passeio completo) e ficamos 2h e 3h em cada passeio. Também fomos com eles para as Cavernas - Blue Caves, com barcos pequenos que entram nas cavernas onde mergulhamos. E também fomos de carro para ver a Navagio do alto, onde há uma espécie de desfiladeiro, com trilhas razoavelmente marcadas, por onde seguimos até chegar nesse ponto aí! Adoramos tudo e recomendo!

      Espero ter ajudado

      Beijos,
      Lily

      Excluir
  24. Lily, acompanhei de perto essa linda viagem! Parabéns pelo relato e pela escolha do destino!

    ResponderExcluir
  25. Que saudade da Grécia! Passei minha lua de mel lá tmb!

    Delícia!

    ResponderExcluir