domingo, 13 de agosto de 2017

Mandarin Oriental Kuala Lumpur: Gastronomia e Dicas de Passeios

Dando continuidade ao review sobre nossa hospedagem no hotel Mandarin Oriental Kuala Lumpur, onde estivemos no final do mês de março de 2017 (CLIQUE AQUI e confira o post anterior onde mostramos as facilidades da nossa suíte, alguns ambientes do hotel e as várias opções de lazer oferecidas), agora vamos falar sobre algo que interessa a muitos: gastronomia e passeios!

** GASTRONOMIA ** 

Hummmm... miam miam! Ou melhor... Mama Mia! Gente, eu confesso que se tem uma coisa para a qual eu não tenho a menor maturidade quando eu viajo é com a gastronomia do país/destino que visito! Por exemplo, não sei fazer dieta em viagem rsrs... é sério! Acho uma heresia de experimentar coisas novas.





Eu fico super curiosa e quero provar tudo (bem, com algumas restrições porque tudo tudo mesmo eu não provo kkkk... tipo, não comi escorpião na rua de Bangkok, mas o maior motivo não foi frescura e sim porque eu tinha passado mal poucos dias antes nas Filipinas e ainda estava com o estômago e intestino bem sensíveis, portanto, há uma moderação nisso, mas sou super curiosa, fico querendo descobrir os aromas, as texturas, os pratos principais, os costumes porque, para mim e para o Julio, essa imersão na culinária também faz parte da viagem!).

Notem que, diferentemente da  Tailândia, achei a culinária malaia (ao menos o que experimentamos) bem menos apimentada e mais rica em temperos. Não sei vocês, mas eu até tenho certa tolerância para pimenta, mas acho que ela rouba o sabor da comida. Já há diversos temperos outros que não roubam o sabor, mas sim potencializam e deixam até mais rico.

Algo de que sinto falta é a parte dos doces. Nesse ponto, eu tenho um paladar bem brasileiro e gosto de doce que seja doce mesmo. Para o Julio, por outro lado, foi ótimo porque ele curte doce menos doce. De modo geral, em todos os lugares por onde passamos na Ásia, os doces eram bem pouco doces. Ok, eu comia porque gosto de todos os doces, mas senti falta de algo tipo um doce de leite bem pasteurizado ou maltado, a la argetino, sabem? rsrs...




E nesse ponto o Mandarin Oriental Kuala Lumpur dá show! Não faltam opções gastronômicas para todos os gostos, com ambientes lindísssimos, desde o mais chique e elegante ao mais despojado e descontraído, o hotel oferece restaurantes, bares, lounges, varandas com vista para os jardins do KLCC Park e vistas panorâmicas do skyline da capital malaia que são de tirar o fôlego!

O melhor de tudo é que o hotel está preparado para atender tanto os hóspedes ou clientes que estão à procura dos sabores mais locais, sejam malaios ou simplesmente asiáticos, tanto quanto está também preparado para agradar quem prefira uma cozinha mais internacional ou até mais ocidental.



Algumas das opções gastronômicas são:

- Lounge on the Park, que funciona todos os dias das 8h da manhã à 1h da madrugada, com sofás aveludados, janelas de vidro, a decoração com toques chineses transformam esse ambiente em escolha perfeita para um café da manhã ou um lanche de tarde, especialmente para curtir a varanda que confere vistas lindas para o KLCC Park ao som de piano.

- MO Bar, que funciona todos os dias das 12h da tarde às 24h, sendo um ótimo local para ter uma coversa e tomar bons drinks com uma seleção de snacks deliciosos como ostras ou tartar de lagosta, curtindo um ambiente super elegante ao som de piano... muito chique! Fiquem atentos que nele há um dress code que só permite entrada de que esteja com sapados fechados (não podem chinelos, por exemplo) e estejam com roupas apropriadas. Outro detalhe é que lá dentro é permitido fumarl



- Kyō é a baladinha do hotel, que funciona de quarta a domingo, depois das 21h até de madrugada, com influências europeias e também asiáticas num espaço enorme decorado no estilo minimalista chic design industrial. Se precisar reservar mesa, faça reserva por email (vania@clubkyo.com e nora@lec.sg

- Ren é um luxuoso cocktail loung em uma atmosfera que soube conjugar elementos contemporâneos com um estilo asiático. Funciona das 17h até tarde da noite, de segunda a sábado

- The Mandarin Cake Shop funciona todos os dias, das 8h à 1 da madrugada e é uma verdadeira perdição de sabores e doces, com uma variedade incrível de chocolates, tortas macaroons, além de pães, sanduíches e chás (não poderiam faltar os chás, que são tão apreciados no Sudeste Asiático, ainda mais que a Malásia foi colônia Britânica também).




Há outros também, como o Aqua Restaurant e Bar, na área da piscina, onde a Lee nos contou que a pizza servida é maravilhosa, como também o Mandarin Grill, onde nós jantamos e o Mosaic, onde tomamos café da manhã.

JANTAR

O Hotel Mandarin Oriental nos convidou para jantarmos e foi uma experiência sensorial sensacional!




Em primeiro lugar, ficamos encantados com o ambiente do restaurante onde nosso jantar foi realizado, o Mandarin Grill, que é um restaurante com uma proposta mais internacional para atender a todos os paladares.




Reparem nesses lustres maravilhosos!

Em segundo lugar, ficamos até emocionados com o carinho que tiveram conosco ao nos receber com um Menu especialmente preparado para o Apaixonados por Viagens, algo que foi a primeira vez que aconteceu com a gente e que jamais esqueceremos tamanha consideração! Foi uma honra!


O jantar, como não poderia deixar de ser, foi espetacular! Uma explosão de sabores e nós gostamos de tudo que nos foi servido, inclusive, com um atendimento bastante solícito e atencioso, a harmonização de todos os passos do jantar foi irretocável, com espumantes e vinhos muito saborosos.







Sabem como é ter uma experiência memorável em todos os aspectos? Foi assim que nos sentimos, bem acolhidos, com um garçom muito sorridente que conversou um bocado conosco e estava curioso para saber como eram as coisas na América do Sul e, especialmente, no Brasil. Ele nos contou que o sonho dele era visitar o Peru.


Logo depois, juntou-se a nós para jantar a Lee, que havia nos recebido mais cedo para apresentar algumas das instalações do hotel. Então o jantar ficou ainda mais especial e prazeroso com um bate papo super agradável e animado com a Lee, que nos revelou seus desejos de viagens, contou um pouco para a gente como era a vida em Kuala Lumpur e foi um intercâmbio cultural delicioso.


Especificamente sobre o jantar, cabe destacar alguns dos pratos (apesar de que todos estavam fabulosos):

- Os pães estavam bem quentinhos, frescos e macios... irresistíveis!


- O cordeiro estava dos deuses! No ponto que pedimos (explicamos direitinho que gostamos do ponto mais para vermelho, porém não sangrando e eles acertaram em cheio!), bem temperado... desmanchava na boca!


- Smoked Dark Chocolat Cigar foi, sem dúvidas, uma das sobremesas que mais me impressionou na vida! Além de riquíssima no sabor, a apresentação do prato era algo digno de Master Chef! Em formato de charuto, o chocolate escuro foi apresentado com direito a cinzas (feitas de tapioca - se é que entendemos corretamente) e havia, para compor o prato, fumaça - gelo seco - que somou todo um charme a mais ao que já estava lindo e surpreendente!



Mas as sobremesas todas estavam maravilhosas, com a torta de maçã e os chocolates também servidos. E como vocês já sabem que eu sou uma formiguinha, não dispenso sobremesa de jeito algum!



E por falar em apresentação dos pratos, todos estavam impecáveis!




Realmente, se você estiver em Kuala Lumpur, ainda que não esteja hospedado no Mandarin Oriental, vale muito a pena passar por lá, pelo hotel, e escolher um dos seus restaurantes para jantar porque a experiência certamente será riquíssima e muito especial.


Vejam aqui alguns outros pratos do menu e valores também, caso estejam interessados em passar por lá.



CAFÉ DA MANHÃ

Opa, essa é a parte que eu mais curto numa hospedagem em hotel! Simplesmente amo conhecer o café da manhã servido pelos hotéis e vamos combinar que, em se tratando de um hotel de luxo 5 estrelas do porte do Mandarin Oriental, a gente já logo imagina que o café da manhã será um verdadeiro brunch!



Bingo! Digo e feito, pois o café da manhã servido pelo Mandarin Oriental Kuala Lumpur é absolutamente farto, completo e oferece aos seus hóspedes um verdadeiro passeio de imersão pelas principais gastronomias asiátiacas, incluindo a própria Malaia, a Vietnamita, a Chinesa, mas não deixou de atender aos paladares menos curiosos e mais tradicionais, oferecendo também uma estação com comidas tipicamente norte americanas, sem contar com os pães, doces, frios, saladas... muita variedade!







Antes de falarmos dessa variedade toda, vale mencionar que o ambiente onde é servido o café da manhã, no restaurante Mosaic, é lindíssimo e me impressionou! Aliás, todos os ambientes do hotel são muito bem cuidados, com profissionais atenciosos, prestativos e que falam inglês fluentemente, o que é um grande diferencial.






Mas se você quiser tomar café nas mesas e sofás do Lounge on the Park, inclusive na varanda, também pode. Não há problema. O hotel é bem tranquilo quanto a isso e você pode se servir e levar para esse outro ambiente o seu café da manhã.



No café da manhã, os cuidados eram nitidamente percebidos quando de tempos em tempos um funcionário do hotel vinha nos perguntar se estávamos bem, se precisávamos de algo, se podiam trazer um café e perguntavam que tipo de café gostaríamos (eles não sabiam que éramos blogueiros e observamos que faziam isso com todos ao nosso redor).





Agora sim, falando um pouco mais sobre o café da manhã, bem... eu já não tenho maturidade para cafés da manhã normais e clássicos, mesmo os que servem só pão de queijo e omeletes, agora pensem em um café da manhã altamente refinado, luxuoso e completo como esse do hotel Mandarin Oriental de Kuala Lumpur? Eu confesso que fiquei quase 2 horas lá saboreando um pouco de cada estação.



Ah sim, as gastronomias eram apresentadas por estações, o que eu achei muito fofo e até charmoso no café da manhã, com quadros que apresentavam cada estação, de qual país era, o que facilitou bastante e foi bem legal para poder conhecer um pouco mais da culinária desses países.







Cada prato tinha seu nome e sempre havia um garçom para explicar e servir também. Tem como não amar sentir-se mimado assim? Foi bom demais!


Portanto, um verdadeiro brunch que, para a gente, foi formidável porque depois desse café da manhã em abundância, nós fomos bater perna pela cidade e depois paramos rapidinho somente para um chá da tarde e já viajaríamos à noite de volta para o Brasil.

Assim foi a nossa experiência completa no Mandarin Oriental Kuala Lumpur. Notem que nós pagamos a diária com desconto e fomos convidados para o jantar, mas em hipótese alguma a parceria interferiu em nosso julgamento sobre o que percebemos por lá e vivenciamos.

Vejam abaixo algumas dicas de passeios e um resumo sobre o hotel.

** FICHA TÉCNICA MANDARIN ORIENTAL KUALA LUMPUR **

- Endereço: Kuala Lumpur City Centre, 50088 Kuala Lumpur, Federal Territory of Kuala Lumpur, Malásia

- Localização: no centro de entretenimento,. chamado de Triângulo de Ouro, entre as famosas Torres Gêmeas Petronas e os belos jardins do Parque Municipal de Kuala Lumpur, ele está a 5 minutos a pé de Petronas Twin Towers e Suria KLCC Shopping Centre. Pavilion Kuala Lumpur e Torre de Kuala Lumpur também ficam a 2 km. O hotel fica a cerca de 45 km do Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur, o que dá, em regra, cerca de 50 minutos a 1hora em condições normais de trânsito.

- Telefone: +60 3-2380 8888  | Fax: +60(3)21798659

- Email: mokul-reservations@mohg.com




- No TripAdvisor: nota 9, com mais de 4.790 avaliações, além de ter recebido o Certificado 2017 Travellers` Choice - clique aqui e veja os comentários

- No Booking.com: nota 9.2, com cerca de 2.000 avaliações. Clique aqui e confira os comentários

- Check-in:
. Horário inicial do check-in: 14h00

- Check-out:
. Horário do check-out: meio-dia

- Tipos de pagamento: dinheiro e cartões de crédito MasterCard Diners Club Card JCB International Visa

- Categoria do hotel: 5 estrelas

- Quartos: são 643 elegantes quartos distribuídos em 30 andares, incluindo 41 suites e 51 apartamentos. Os quartos standards têm em média 40m2, as suítes oferecem 82m2 enquanto que os apartamentos contam com 130m2. Todos são equipados com:


. 24h serviço de quarto
. Ar condicionado
. Banheiro luxuoso revestido de mármore com banheiras e chuveiros separados, além de amenities de banho, Secador de cabelo
. Roupão e Chinelos
. Wi-Fi grátis 
. Felefone
. Docks para iPod
. DVD player
. TVs LCD de tela plana 42" com canais via satélite
. Frigobar e comodidades para fazer chá e café
. Garrafa de água grátis
. Serviço diário de arrumação de quarto
. Abertura de cama para dormir
. Ferro/Tábua de passar roupa
. Cofre no quarto
. Escrivaninha
. Cortinas blackout
. Camas extras/dobráveis (sobretaxa)
. Quartos para não fumantes
. Jornal grátis



- Serviços: Serviço de quarto 24 horas, Recepção 24h, Equipe Multilíngue, Serviço de Concierge, Cofre na recepção, Wi-Fi grátis, Elevador, Lavanderia (cobrado à parte), Serviços de babá ou de creche (cobrado à parte), serviço de limousine/transfer (aeroporto - cobrado à parte), serviço de câmbio de moeda junto à recepção, 16 salas de Business Center e Salas de Reunião e Espaços para Conferências, Computadores com internet, Área destina aos Fumantes, Serviços relacionados à organização de Casamentos (cobrado à parte), Depósito de bagagem (luggage room), Estacionamento

. Casamentos e demais Eventos: especializado em organizar e receber casamentos, o hotel disponibiza uma equipe para auxiliar tanto em termos de decoração quanto na parte gastronômica. Vale mencionar que os casais que se casarem no hotel recebem uma noite de cortesia em sua lua de mel além de benefícios se vier a se hospedar em outro hotel da rede Mandarin Oriental.



- Lazer: Piscina externa (descoberta) com borda infinita, Piscina Infantil, Hidromassagem, The Spa e Mind & Body Studio contempla um serviço completo, com instalações recém renovadas, de última geração, que oferece 8 tipos diferentes de tratamentos (massagens musculares profundas, massagens com pedras quentes, aromaterapia e reflexologia, massagem com pedras quentes, massagem muscular profunda), Sauna a Vapor e Sauna Seca, Jacuzzi, Fitness & Wellness Center, Quadras de Tênis e Squash, Área Coberta para praticar Golfe no terceiro andar que oferece pelo menos 50 diferentes tipos de cursos em cortesia aos hóspedes em simuladores high-tech, Salão de Beleza (serviços cobrados à parte), Lojas de presentes, Aulas de pilates e de ioga no local (cobradas à parte), Deck com cadeiras para relaxar

Observação: os serviços de Spa devem ser reservados com antecedência




- Acessibilidade: há elevadores, quartos acessíveis onde o ambiente do chuveiro apresenta barras de apoio


- PetFriendly? Animais de estimação não são aceitos

- Gastronomia: oferece 5 restaurantes, 3 bares/lounges e um bar ao lado da piscina, para desfrutar de pratos diversos da cozinha local e internacional no Restaurante Mosaic, bem como especialidades cantonesas autênticas no Lai Po Heen. No MO Bar e no Lounge on the Park é possível saborear bebidas e coquetéis refrescantes. 







. Café da Manhã: muito farto, servido todas as manhãs entre 6h00 e 10h30.




- Dicas de Passeios: não deixar de fotografar as Petronas Twin Towers de dia e à noite (ela fica ainda mais linda à noite, toda iluminada!), nós não subimos ao deck de observação dela, que fica no 86º andar e de onde com certeza se deve ter uma vista incrível da cidade, mas fica a dica até porque está do lado do hotel e dá para ir lá cedinho, antes do café da manhã, enfrentar a fila para comprar o bilhete e agendar a sua visita, daí volta para o café da manhã e depois ir lá. Também merece uma visita a praça Merdeka, que fica no coração de Kuala Lumpur, local onde foi declarada a independência do país em 1957 e cujo conjunto arquitetônico, com influência islâmica, é belíssimo (o Letreiro I Love Kuala Lumpur fica nesta praça também). Outro passeio imperdível, que dá para ir de metrô ou de táxi/Uber é o templo Hindu Batu Caves, que, de fato, consiste em uma enorme caverna tornada em templo de adoração hindu.




- Batu Caves:

Pegamos um Uber a partir do hotel Mandarin Oriental que custou 20myr até lá. Uma outra opção bem mais econômica é ir de metrô, a partir da estação Centraal e descer na própria estação Batu Caves. Como estávamos com pressa e ainda não era Rush hour, fomos de Uber e ficou bem barato também.

O hotel também sugeriu de reservarmos um táxi para X horas para rodarmos tudo, considerando o tempo curto que tínhamos. Os táxis executivos custavam 60myr a hora e os normais 40 myr a hora. A ideia é boa para quem não quer perder tempo e vale ser considerado a depender da sua situação.

Para ir, como usamos o wifi do hotel, pedimos um Uber sem problemas. Para voltar, como não tínhamos simcard internacional no celular, estávamos desconectados e pegamos um táxi de rua mesmo. Não tivemos dificuldade em pegar Táxi para voltar da Batu Cave, mas perdemos um tempo negociando valores já que é bem raro eles usarem taxímetro por lá. Negocie sempre o valor antes de começar a corrida ou peça o taxímetro.

Sobre a Batu Caves, é muito interessante visitar um templo hindu encrustado numa caverna que também é uma cratera. Incrível lugar e muito diferente de tudo que a gente vinha vendo ao longo da viagem. Havia outra caverna, a Dark Cave, para visitar com tour agendado e guia que não fomos por falta de tempo e porque nesta há muitos morcegos, aranhas e outros animais de caverna que não me atraem muito kkkk... mas na Batu Caves que todos visitam é bem tranquilo, sem surpresas nem sustos, salvo se aparecer algum macaco malandro querendo pegar suas coisas, mas até eles estavam comportados.




Dicas para visitar as Batu Caves:

↘ Se tiver chip no celular e pouco tempo, vá de Uber (20myr a corrida... mais ou menos uns 16 reais e 35/40 minutos de distância para o hotel Mandarin Oriental)
↘ Mulheres devem subir com saia abaixo do joelho ou usar um tecido estranho que eles dão para amarrar na cintura por 5 myr (na hora de ir embora, eles devolvem 2myr). Como eu não sabia disso, usei esse pano feio e estranho.
↘ Achei os macacos comportados, mas fica a dica para não dar mole para eles, pois costumam pegar suas coisas em troca de comida e aí você pode correr o risco de perder algum pertence para eles (são bem espertos, mas nós achamos que eles estavam com preguiça no dia que fomos kkkk)
↘ Batu Caves, onde está o templo hindu, tem entrada gratuita, mas a Dark Cave cobra 35 myr para o tour educacional (se tiver interesse, separe pelo menos umas 2horas para fazer tudo por lá).


- Menara Tower (https://www.menarakl.com.my/):

Das Batu Caves fomos até a Menara Tower de táxi por 40 myr. Se estivéssemos com chip de celular, teríamos pedido um Uber com certeza. Garantia do preço final, que era sempre cerca da metade dos taxistas sem a sensação de ser enrolado por ser turista, sabe? O mais legal da Menara Tower é o Sky Deck e o Sky Box, mas o Sky Box estava fechado no dia que fomos porque choveu! Isso mesmo... que dó, tinha acabado de chover muito e eles fecham essa atração por questões de segurança e também, a bem da verdade, não teria a mesma graça já que o Sky Box consiste em um cubo de vidro transparente que se projeta para fora do prédio e dá a sensação de estar meio que flutuando em cima da cidade. É para os corajosos de plantão.


- Petronas Twin Towers:

Símbolo de modernidade, cartão postal de Kuala Lumpur, as Petronas Twin Towers são uma grande atração na capital malaia e ficaram ainda mais famosa após sua aparição no filme Entrapment (Armadilha), gravado em 1996, mas lançado em 1999, estrelado por Sean Conery e Catherine Zeta-Jones.


O horário mais lindo para fotografá-la, em nossa opinião, é durante o pôr do sol e um pouco após, antes de anoitecer por completo, porque vê-las acendendo é lindo! O hotel Mandarin Oriental fica a uns 3 minutos a pé das torres. A gente foi dos 2 lados para fotograr, do lado do parque KLCC e com a enorme fachada do Shopping Suria e também do outro lado, onde há um chafariz, que achamos mais bonito.

Não subimos nela porque pegamos chuva e o tempo ficou curto durante nossos 2 dias apenas em Kuala Lumpur. Então achamos melhor subir na Menara Tower que tem uma vista incrível da cidade, é mais alta do que as Petronas e tem vista para as Petronas

- No Instagram do Apaixonados:

. Foto do Quarto do Hotel: clique aqui
. Boomerang no quarto: clique aqui




Nenhum comentário:

Postar um comentário