sexta-feira, 2 de junho de 2017

Começa Hoje no Rio de Janeiro o Maior Evento de Vinhos Portugueses no Brasil: VINHOS DE PORTUGAL

Em clima de friozinho do inverno que começa a dar as caras no Hemisfério Sul, vamos combinar que nada mais gostoso do que tomar um bom vinho, ainda mais no mês de junho, mês dos Namorados, juntinho do seu amor... huuummmm... bom demais! 



Portanto... habemus vinho! E vamos falar sobre Vinhos Portugueses! Por coincidência, dois eventos envolvendo Vinhos de Portugal movimentaram o cenário da viticultura carioca esta semana. Na quarta, 31/05, tive a oportunidade de prestigiar um evento para divulgar os Vinhos da Península de Setúbal, em Portugal, no icônico hotel Belmond Copacabana Palace que, em si, já é uma verdadeira atração turística na orla da Cidade Maravilhosa (clique aqui e veja o vídeo).

Este evento reuniu produtores e vinícolas desta região portuguesa que é pioneira na elaboração de vinhos de reconhecida qualidade, como o Moscatel de Setúbal! E eu tive que provar o famoso Vinho de Moscatel Roxo, de produção mais limitada e menos conhecido do que o Moscatel de Setúbal. Estava curiosa para prová-lo e gostei, viu? Mais licoroso e delicioso.




Foi ótimo para aprender sobre outras castas de uvas que realmente me surpreenderam, como o Vinho Branco Síria e o Palmela, da Quinta do Piloto, além de outros conhecimentos que adquiri no dia, como, por exemplo:⠀

- Arinto é uma das castas portuguesas mais antigas⠀
- Fernão Pires é uma das castas brancas mais disseminadas por todo Portugal e, depois do Moscatel de Setúbal, é a casta branca mais plantada na Península de Setúbal⠀
- O Moscatel de Setúbal, de Alexandria ou Graúdo, muito provavelmente é originário do Egito, expandindo-se pelo Mediterrâneo a partir de Alexandria, possivelmente na época do Império Romano⠀

- José Maria da Fonseca criou, em 1850, o vinho Periquita, da região de Setúbal, vinho tinto de mesa que ficou famoso. O nome Periquita tem origem na propriedade onde ele viria a ser produzido: a Cova da Periquita. Atualmente, o nome confunde-se com a casta que lhe dá origem, a Castelão, e com a própria história da empresa. As exportações deste vinho datam de 1881 e o primeiro prêmio internacional de 1888, na exposição de vinhos portugueses em Berlim.⠀

Gostaram dessas informações? Ficaram curiosos? Então saibam que teremos mais eventos sobre sobre Vinhos Portugueses no Rio de Janeiro!!


Para a alegria dos que não dispensam um bom vinho, saibam que COMEÇA HOJE, dia 02/06, e vai até domingo, dia 4/06, um evento para nenhum bom bebedor ou entendedor botar defeito! 

O Rio de Janeiro receberá o maior evento de VINHOS DE PORTUGAL, na sua 4ª Edição, no Casa Shopping, localizado na Barra da Tijuca, que reúne 70 produtores e 500 rótulos de vinhos e ainda contará com diversas atividades como palestras sobre mercado de vinhos, degustação, cursos e harmonizações guiadas por renomados críticos portugueses e brasileiros. 

Uma ótima oportunidade para conhecer e conversar com quem faz a fama dos vinhos portugueses, em um ambiente informal, em contato direto com os produtores, podendo participar de harmonizações, provas, cursos de vinhos, além de contarem com o reforço do único Master of Wine de língua portuguesa, o brasileiro Dirceu Vianna Júnior. 



Entre os produtores que vêm estão alguns dos mais prestigiados do mundo do vinho como Dirk Niepoort, Luís Pato, Anselmo Mendes e Domingos Alves de Sousa.
-->> Inscrições no site www.vinhosdeportugalnorio.com.br, onde poderá ver a programação e convidados.

No CasaShopping, este ano o evento será realizado em um novo local dentro do shopping - a renovada área de convivência, no nível zero. Ali os visitantes poderão comprar vinhos dos produtores presentes e participar numa das sessões gratuitas de Tomar um Copo – provas mais curtas e informais – em que as regiões vitivinícolas divulgam o enoturismo e a diversidade de Portugal.

A organização do evento ressalta que só é permitida a entrada de menores de 18 anos na área de convivência acompanhados pelos responsáveis.

Para participar do evento Vinhos de Portugal, os restaurantes do CasaShopping prepararam ações especiais para o público. O maior polo de arquitetura e decoração da América Latina reúne dez restaurantes: Fogo de Chão, L’Entrecôte de Paris, Mamma Jamma, Ráscal, Manekineko, Da Silva, Royal Grill, Sano, Balanceado e Spoleto. Durante os dias 2, 3 e 4 de junho, todas as casas aderiram a primeira rolha zero para os convidados que estiverem com a pulseira do evento. Alguns ainda vão presentear os clientes com mimos e promoções.


** BONDE PRAZERES 28 **
E para quem for ao evento, além dos vinhos, poderá também curtir o tradicional bonde lisboeta “Prazeres 28”, um dos ícones culturais e turísticos de Portugal e da cidade de Lisboa, que está presente no evento Vinhos de Portugal 2017, visando a promover o enoturismo do país. 

Conhecido em várias cidades do país e referência em Lisboa, o bondinho faz um verdadeiro passeio por um país moderno e diversificado, mas que mantém as suas raízes. Quem tomar assento estará embarcando em uma viagem pelas regiões vinícolas de Portugal, dando a conhecer castas e vinhos memoráveis, que já são marcas registradas da terra de Camões em todo o planeta.

Durante os dias do evento, quem visitar o bonde poderá testar uma mesa interativa, onde os visitantes manipularão aromas e texturas. O foco é a diversidade dos vinhos portugueses para que os participantes possam ter uma experiência real e sensorial. Serão igualmente conduzidas três palestras por dia, de 30 minutos cada, ocasião em que poderão degustar vinhos de Portugal para sentirem no copo o que viram na mesa de aromas. 

Ainda, dentro do amarelinho, quem embarcar vai encontrar um aplicativo com informações sobre os vinhos de Portugal, com perguntas mais frequentes, gastronomia e guia do viajante com curiosidades.  

** SOBRE OS VINHOS DE PORTUGAL **

É impossível falar de Portugal e não lembrar da extensa variedade de vinhos que já é marca registrada em todo o mundo. Afinal, são mais de 250 castas de uvas que proporcionam ampla oferta de todos os tipos. A grande presença de regiões vinícolas de norte a sul coloca o país no mapa do enoturismo e tem atraído cada vez mais visitantes que desejam não apenas experimentar os sabores, mas também conhecer todo o processo de fabricação e sentir o vinho.


Apesar de sua curta extensão, Portugal oferece uma série de roteiros que proporcionam a ampla dimensão do enoturismo, que inclui não somente as adegas, vinhas e caves portuguesas, mas também uma viagem cultural pelas tradições e costumes das regiões, quintas e casarões históricos, desfrutando vinhos e outros produtos de produção própria, como os frutos e compotas, queijos, azeites e doçaria artesanal. No fim do verão, há também as emblemáticas vindimas, o período da colheita e de celebrações típicas.

De norte a sul

Duas regiões concentram os maiores espaços dedicados ao enoturismo português. No Norte, o Vale do Douro é a grande referência em produção vinícola e naturalmente possui uma tradição em receber turistas, sobretudo o Alto Douro Vinhateiro, Patrimônio Mundial da Unesco, onde se produz o famoso vinho do Porto. Além das vinhas e adegas, a região traz um misto de vilas calmas e aprazíveis com paisagens de vinhedos, castelos e outros lugares onde vale muita a pena fazer uma parada e olhar o horizonte. 

Outro roteiro imperdível é a visita às dezenas de caves do vinho do Porto, onde é possível conhecer detalhes históricos da fabricação da bebida (desde a colheita das uvas ao processo de envelhecimento), além da emblemática degustação de vinhos. Elas ficam abertas para visitação durante todo o ano. Ainda no Douro, há a região de Favaios, que é sinônimo de Moscatel, com visitas guiadas por adegas e caves. 

A Rota dos Vinhos Verdes também é destaque turístico no Norte, na região do Minho. Além de descobrir as origens e sabores da milenar cultura vinícola, quem optar por esse roteiro poderá aproveitar desde praias a montanhas, vales e rios, além de uma paisagem única onde o verde, que dá nome ao vinho, é a cor dominante.

O outro grande ponto enoturístico de Portugal é o Alentejo, no Sul do país, onde se encontram vários dos principais produtores nacionais, considerada como a melhor região vinícola do mundo para visitar em 2014. A vinha corre ao longo de extensas planícies e acompanha olivais e florestas. É nesta paisagem de vastos horizontes que se inserem quintas e herdades produtoras de vinho com créditos firmados na hospitalidade e na gastronomia por que são conhecidas, sobretudo em Évora, que também é Patrimônio Mundial, e em outras sete localidades: Portalegre, Borba, Redondo, Reguengos, Vidigueira, Amareleja/Granja e Moura.

Mas o enoturismo em Portugal não se resume ao Alentejo e ao Norte. No Centro, ao redor de cidades como Viseu, Coimbra e Aveiro, há propriedades de antigas caves portuguesas, embora todas elas tenham acompanhado as atuais tendências de produção vínica e desfrutem dos mais modernos métodos de produção. São casas que trazem um legado histórico, por vezes até com núcleos museológicos.

Na região de Lisboa, mais precisamente no Vale do Tejo, estão concentrados alguns dos melhores produtores e também ótimos roteiros turísticos, a se destacar os percursos do Tesouro Gótico, Touros e Cavalos, Beira Tejo e Tesouro Manuelino, todos com uma série de adegas e quintas para visitação. Nos arredores da capital, há de se lembrar também das regiões de Carcavelos, Colares e Bucelas, cidade que abriga o Museu do Vinho e da Vinha.


** Serviço e Programação **

Vinhos de Portugal no CasaShopping
Data: 02 a 04 de junho de 2017
Preço do mercado de vinhos: R$ 130 + taxas = R$ 143,00
Preços das provas: R$ 130 + taxas = R$ 143,00
Provas especiais: R$ 150,00 + taxas = R$ 165,00
Informações e compra de ingressos: www.vinhosdeportugal2017.com.br
Horário: sexta e sábado, das 11h às 23h e domingo, das 11h às 22h30
Local: Casa Shopping – Av. João Cabral Melo Neto - PAV 2, Bloco P, Loja 210 (antiga Espaço 204) - Barra da Tijuca, Rio de Janeiro/RJ.

--> Sexta-feira, 2/06 - De 12h às 22h

PROVAS E CURSOS
13h - TEMA: Vinhos do Alentejo
CRÍTICO: Pedro Mello e Souza
15h - TEMA: Introdução aos Vinhos de Portugal
CRÍTICO: Rui Falcão
17h - TEMA: Grandes Tintos
CRÍTICO: Manuel Carvalho
19h - TEMA: Prova Especial - Castas Raras e Exóticas de Portugal
CRÍTICO: Dirceu Vianna Júnior - Master of Wine
21h - TEMA: Harmonização com Moscatel
CRÍTICO: Rui Falcão e Alexandra Prado Coelho

MERCADO DE VINHOS
17h às 19h
20h às 22h

--> Sábado, 3/06 - De 10h às 23h

PROVAS E CURSO
11h - TEMA: Introdução aos Vinhos de Portugal
CRÍTICO: Rui Falcão
13h - TEMA: Prova Especial - Grandes Produtores e Safras Históricas
CRÍTICO: Dirceu Vianna Júnior - Master of Wine
15h - TEMA: Dão, Harmonia e Elegância
CRÍTICO: Manuel Carvalho
17h - TEMA: Descoberta dos Vinhos de Setúbal
CRÍTICO: Rui Falcão
19h - TEMA: Harmonização com Vinho do Porto
CRÍTICOS: Alexandra Prado Coelho e Manuel Carvalho
21h - TEMA: Grandes Tintos do Alentejo
CRÍTICO: Rui Falcão

MERCADO DE VINHOS
11h às 13h
14h às 16h
17h às 19h
20h às 22h
  
--> Domingo, 4/06 - De 10h às 22h30

PROVAS, HARMONIZAÇÕES E CURSO
11h - TEMA: Introdução aos Vinhos de Portugal
CRÍTICO: Rui Falcão
13h - TEMA: Harmonização com Vinhos do Alentejo
CRÍTICOS: Alexandra Prado Coelho e Rui Falcão
17h - TEMA: As Castas Clássicas e Autênticas de Portugal.
CRÍTICO: Dirceu Vianna Júnior - Master of Wine
19h- TEMA: Porto, um vinho com muitos rostos.
CRÍTICO: Manuel Carvalho
21h -TEMA: Prova Especial - Vinhos Tradicionais X Modernos
CRÍTICO: Dirceu Vianna Júnior - Master of Wine

MERCADO DE VINHOS
11h às 13h
15h às 17h
18h às 20h



Nenhum comentário:

Postar um comentário