terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Polinésia Francesa: Tahiti e Moorea

Continuando a viajar junto com a Thais, do instagram @thatapelomundo, que tão gentilmente compartilhou conosco uma série incrível de posts e fotos de tirar literalmente o fôlego sobre a Polinésia Francesa, hoje nós vamos mostrar para vocês um pouco sobre o Tahiti, talvez a mais famosa ilha deste paraíso na Terra, e também Moorea!

Tahiti

Venham com a gente e encantem-se com as dicas maravilhosas da Thais! Mas não deixem de ver antes os posts que já foram publicados no Apaixonados:


Tahiti e Moorea, por Thais Eller

Tahiti é a ilha principal da Polinésia e onde chegam os voos internacionais. Como já disse, indo via Chile você chegará de madrugada e terá que passar uma noite aqui, obrigatoriamente. 

Dentre as opções de hospedagens, 2 ficam próximos ao aeroporto: o Tahiti Airport Motel, uma pousada simples, mas suficiente para descansar por uma noite; e o Intercontinental Tahiti Resort e Spa. Existem outros hotéis bons na ilha, mas se você não vai passar mais de uma noite por aqui como a maioria dos turistas e no dia seguinte de manhã já estará fugindo para outra ilha, acho que não vale tanto a pena se deslocar muito. 




Optei por ficar no Intercontinental, apesar de ser um pouco mais caro, pois depois de 3 voos e cerca de 24h de deslocamento, queria ter a certeza de tomar um banho relaxante e poder tomar um belo café da manhã. 

E achei uma escolha muito acertada. O resort é muito bonito, o serviço atencioso, quarto confortável e bom café da manhã. Quem tiver com mais folga, pode ate passar um dia por aqui que vale a pena. 




Moorea foi a nossa segunda ilha na Polinésia, depois de Rangiroa. É uma ilha vulcânica das Ilhas da Sociedade na Polinésia Francesa, ficando a apenas 17 km a noroeste do Tahiti, é denominada por vezes como "a ilha irmã". 

A ilha tem um perfil montanhoso, altitude máxima é de 1207 m no Monte Tohiea, com as vertentes cobertas de plantações de ananás, abacaxiS e toranjas. Além das duas grande baías, tem oito vales que formam uma estrela. 

Devido à proximidade com a ilha do Tahiti, é possível chegar em Moorea após 40 minutos de ferry ou menos de 10 minutos de voo. Acredito que, juntamente com Bora Bora, Moorea seja a ilha mais visitada na Polinésia, devido principalmente à localização próxima ao Tahiti. Encaixamos Moorea de última hora no nosso roteiro e por isso ficamos apenas 2 dias. 

Onde se hospedar? 

Por uma questão de logística, como iriamos mergulhar e devido ao fato de termos conseguido um desconto por termos nos hospedado em outro hotéis da rede, para nós a melhor opção foi ficar no Intercontinental (IC)Moorea, que fica em Papetoai, a 24 km do aeroporto, 30-40 minutos de carro. 


O Dive Center da Top Dive fica dentro do Intercontinetal e como tínhamos feito o pacote de mergulho com eles, isso acabou limitando nosso leque de opções. 

Entretanto, o IC está entre os 3 melhores hotéis da ilha, juntamente com o Hilton e o Sofitel. A principal diferença entre eles talvez seja a localização e, com isso, dizem que a praia mais bonita é a do Sofitel

O IC Moorea é um resort 4 estrelas, com 2 piscinas, 2 restaurantes e um bar de praia, spa, academia, quadra de tênis. O hotel ainda possui um centro de golfinhos, onde é possível a interação dos hospedes. 



Possui 142 quartos divididos em diversas categorias, desde os mais simples num prédio de apartamentos, até bangalôs overwater. Nós ficamos no quarto mais simples, o Lanai Room, que possui um bom tamanho, 37 m2, banheiro espaçoso, cama confortável e uma varadinha com vista para o jardim. O wi fi é gratuito em todo o hotel. 


Onde comer? 

Mais um vez: não deixe de fazer o pacote com o regime de meia pensão incluído. Em frente ao hotel, tem um restaurante, Holy Steak House, que, por ficar em uma encosta, oferece uma bela vista do mar. O serviço é muito atencioso, assim como a comida muito gostosa. Vale a pena se quiser variar um pouco da comida do hotel. 

O que fazer? 

Além dos mergulhos e de aproveitar as comodidades do hotel, é possível fazer passeios de barcos na ilha com encontro com tubarões e raias (como em Bora Bora), passeios de quadriciclo ao redor da ilha com visita as plantações de abacaxi, passeios de jet ski. Ou seja, nada muito diferente do que tem em outras ilhas. 



Minha experiência 

Eu não fiquei apaixonada por Moorea, mas essa foi a minha impressão e gosto é uma coisa muito pessoal. 

Mas posso justificar o porquê. Das 4 ilhas que visitei, Moorea era a menos bonita, o mar não é tao azul quanto o das outras ilhas, está mais para um tom de verde; os passeios oferecidos não têm nada de especial ao que é oferecido em outras ilhas; e por ser uma região mais montanhosa, nos 2 dias que ficamos pegamos tempo nublado e chuvoso, só piorando a nossa impressão. 



Contudo, vocês poderiam perguntar: e se tivesse sol? Continuaria achando que não vale a pena se deslocar para tão longe e pagar caro para conhecer Moorea (e essa opinião foi compartilhada por outros 2 casais que conhecemos por lá). Até mesmo no Brasil é possível encontrar praias mais bonitas. Se fosse novamente, não repetiria Moorea. Mas como disse antes, essa foi a minha impressão!


Nenhum comentário:

Postar um comentário