terça-feira, 5 de julho de 2016

Gastronomia na Barra da Tijuca: conheça o The Bife

Já não posso mais dizer que vou poucas vezes para a Barra da Tijuca, pois esse ano eu tenho ido em média 1 a 2 vezes por mês explorar mais os encantos da Zona Oeste: seja para curtir as praias, as trilhas, os hotéis ou restaurantes!



Fato é que há muitos novos empreendimentos surgindo por lá até mesmo porque a região é muito grande e ainda possui muitas áreas passíveis de construção. Assim que nós, na semana retrasada, conhecemos a super diferente e, pelo menos para nós, bem inovadora casa de carnes, localizada no Parque das Rosas e que se chama The Bife.

Adoramos o convite, principalmente o Julio, como bom sulista que é, não dispensa uma boa carne ainda mais se vier harmonizada com cervejas gourmets e artesanais! Pronto, prato literalmente cheio para o Julio! Acho, inclusive, que ele que deveria escrever esse nosso relato rsrs



Sobre essa casa de carnes especiais, o ambiente é bem descolado, descontraído e moderno. Ótimo para reunir amigos num happy hour, para um almoço em família, para um pós praia... a casa também tem TV grande e passa jogos de futebol e outros esportes, portanto, boa pedida para assistir aos campeonatos com os amigos e tomar cervejas de ótima qualidade.




Segundo um dos donos, que nos recebeu, eles já estão planejando a expansão do ambiente porque vem sendo comum a formação de filas na porta, principalmente aos finais de semana. Diante do sucesso e para acomodar melhor ainda seus clientes, o The Bife deve em breve ganhar mais espaço.


O The Bife fica em um corredor lateral no Parque das Rosas e, logo que chegamos, deparamo-nos com um tablado do lado de fora com mesas altas e cadeiras bem típicas de barco.

No corredor de entrada, refrigeradores com carnes e cervejas dão as boas vindas e já sinalizam que há um quê de diferente no lugar! São uns "quês", na verdade, porque no The Bife o cliente é convidado a escolher sua própria carne após receber uma consultoria muito especial sobre os tipos de cortes, maciez, sabor, gordura saturada ou insaturada, ponto da carne, marcas, tamanhos.... tudo quanto for necessário para que escolhamos a carne que mais agrade ao paladar e também esteja de acordo com a quantidade de pessoas presentes na mesa! Ou seja, não é um açougue, mas também não é uma churrascaria comum.




Isso é incrível já que a principal razão desse sistema é poder evitar o desperdício de carnes não consumidas na churrasqueira.

Outra vantagem enorme é você poder escolher a carne com o preço que acha mais justo pagar porque todas as peças são embaladas e com preços. E se você achar que o pedaço escolhido é muito grande e não dará conta, eles embrulham novamente a vácuo o pedaço da carne que não será assado, colocam nova validade e entregam ao cliente para que leve para casa, se desejar.



As carnes ficam separadas entre as Refrigeradas e as Congeladas. As congeladas são as mais próprias para serem levadas para casa. 


Ainda, cada cliente do The Bife tem a oportunidade ímpar de receber uma aula com vários ensinamentos importantes sobre as carnes e harmonizações com as cervejas servidas tendo por base todos os conhecimento do gaúcho e biersommelier Rossano, que é um dos donos do The Bife, também especialista em carnes (afinal de contas, como todo bom gaúcho, Rossano conhece muito bem de carnes!).


A Casa não apenas prioriza carnes especiais, como também cervejas muito bem selecionadas, sendo alguns rótulos conhecidos por nós e outros não.




Além disso, podemos considerar o The Bife como uma verdadeira Boutique de Carnes: você poderá comprar praticamente todos os ingredientes de que precisa para fazer seu churrasco em casa também! Carnes, sais, molhos, linguiças defumadas, geleias, mostardas e temperos de modo geral, um super kit completo de itens que garantirão que seu churrasco será um sucesso. Isso sem contar as cervejas, que são vendidas em temperatura ambiente, ideal para levar para casa, como também geladas, para serem consumidas logo, além de ter duas chopeiras. 




A experiência, portanto, é completa! E não podemos deixar de mencionar os acompanhamentos possíveis, como o creme de abóbora com cubos de gorgonzola que você também pode comprar congelado e levar para casa.


Nós iniciamos nossos trabalhos com uma entrada que é imperdível: Pão de Alho e linguiças, sendo uma de Costela Angus - super diferente e saborosa - e a outra de Porco Duroc (custa R$29,90).

  
Esses são preparados pela Chef Ane Treib da casa, na cozinha, e não na churrasqueira. Gente, foi o melhor pão de alho que já comi em toda a minha vida! Simplesmente amei!!!


Também experimentamos uma linguiça defumada com geleia de morango com pimenta que estava muito saborosa. Achei diferente o fato de ser servida fria. 


Uma curiosidade do The Bife é que eles não trabalham com cardápio até porque digamos que 90% das comidinhas oferecidas pela casa ficam expostas nas geladeiras, no corredor de entrada, com etiquetas e preços. Só que esses itens extras, como a entrada, as linguiças defumadas, essas são pagas à parte. 

Nós escolhemos a nossa carne - nós não! Foi o Julio mesmo rsrs - uma Sete de Paleta de Australian Angus, com certificado de Carne Sustentável, o que significa que o gado não era confinado, alimentava-se bem, por exemplo, dentre outros critérios para dizer que é sustentável. 


A carne foi preparada com a colocação de um termômetro dentro dela que controla a temperatura, o que ajuda também na escolha do ponto da carne.




O ponto da casa era do jeito que gostamos: avermelhada por dentro, sem estar sangrando. O tempero usado é somente o sal grosso.



Enquanto a carne ficou assando, chegaram as batatas para provarmos que são assadas e não fritas. Já adorei! Aliás, elas são temperadas com alecrim e acompanhadas de um molho ranch da casa maravilhoso (custa R$24,90).


Assim que a carne ficou pronta, o que levou cerca de 15 minutos ou menos, vieram os acompanhamentos que estão incluídos no prato: farofa e molho da casa. 


A farofa era maravilhosa, com ovos e linguiça. E o molho a campanha do The Bife é um pouco diferente do molho tradicional. Mas não revelarei a diferença. Vocês terão que ir lá e provar! rsrs...

Reparem nas paredes do salão principal do The Bife porque é uma ótima aula para quem não entende muito sobre os cortes de carnes - como eu! - e achei muito bacana poder identificar cada corte do boi e do porco. 



A carne estava muito macia, suculenta, saborosa e o ponto veio realmente do jeito que pedimos. Julio simplesmente adorou! Eu acho que comi cerca de 90% da carne, porque não como a parte dela que tem nervos ou gordura, embora fosse uma carne com pouca gordura, motivo pelo qual comi praticamente todo o meu pedaço.


Essa pacote de carne custaria cerca de R$50,00 e vejam bem como serviu muito bem dois pedaços. É, inclusive, importante perguntar na casa quais são as carnes que "incham" ao serem assadas porque isso acontece também e você pode achar que o pedaço é pequeno e depois acaba se surpreendendo. No nosso caso, a carne deu uma inchada e serviu muito bem nós dois. 

Nem precisaria de tantas entradas, apesar de que esse pão de alho é irresistível e super recomendo que ao menos peça ele para provar.



Outra coisa muito bacana do The Bife é o fato de serem somente empregados pela casa para trabalharem como garçons universitários, pois o intuito é oferecer um atendimento de primeira qualidade, com garçons que possam interagir com os clientes, explicar sobre as carnes e harmonizações possíveis com as cervejas disponibilizadas pela casa. 




E, de fato, o atendimento é muito atencioso e educado. Fez bastante diferença. Rossano nos contou que uma vez na semana ele se reúne com os garçons e faz demonstração e degustação de cervejas com eles para que eles conheçam os paladares e aromas e possam indicar com mais propriedade. Achei incrível esse cuidado e acredito que ele esteja fazendo uma grande diferença agindo assim, trazendo um serviço muito bom para seus clientes.

  
Para cada prato que íamos experimentando, como a entrada, o principal e a cerveja, o Rossano nos servia uma cerveja que melhor harmonizasse com o sabor do prato e com o copo da marca da cerveja escolhida. Nós nem hesitamos em questionar e acolhemos todas as sugestões feitas por ele. 


Por fim, fomos desafiados a experimentar a sobremesa da casa, que é o sorvete de nozes com casquinha de harumaki (custa R$9,90) harmonizada com uma cerveja Chimay Blue. Foi super diferente, mais até para o Julio do que para mim.

Julio não gosta de comer doce algum com cerveja, porém, diante do desafio, seguimos a indicação do Rossano e fizemos da forma como foi orientada: uma colher de sorvete e um gole da cerveja, tudo junto!


É impressionante como o sabor da cerveja muda quando se faz dessa forma! Achei a experiência muito interessante. 

Mas ainda preferi tomar o sorvete puro, sem a cerveja, até porque o sorvete de nozes, que é feito na casa, pela Chef Ane Treib, à mão (na batedeira) é simplesmente maravilhoso!! E ela ainda nos explicou que tira a casquinha e pele de cada noz, com todo cuidado, porque se deixar a casquinha pode fazer com que o sorvete fique mais azedo. 


Esse sorvete é dos deuses!!!

Dessa forma, encerramos nossa maravilhosa experiência no The Bife! Uma boutique de Carnes Especiais com um incrível toque Gourmet, na Barra da Tijuca, que é bem novinha, com menos de 6 meses de inauguração, mas que está trilhando um caminho de sucesso, com muita dedicação de todos envolvidos, muitos cuidados e carinho com seus clientes. Nós visitamos a convite, adoramos e recomendamos!




** FICHA TÉCNICA DO THE BIFE **

- Endereço:  Avenida Marcechal Henrique Lott, nº 120 – loja 112 – Barra da Tijuca / Parque das Rosas
Telefone: 3648-1006
- Site: http://www.thebife.com.br/
- Estacionamento: sim
- Bebidas: cerca de 30 rótulos de cervejas e adega com cerca de 35 rótulos de vinhos
- Horário de Funcionamento: Terça à Quinta, 14h às 22h (salão à partir das 18h); Sexta, 12h às 24h (salão desde 12h); Sábado, 10h às 24h (salão à partir das 13h); Domingo, 10h às 18h (salão à partir das 13h)
- Espaço Degustação: Possui espaço para degustação e harmonização
- Workshop: organiza esporadicamente
- Ano de Inauguração: 2016
- Capacidade: 23 lugares internos e 12 lugares externos



Nenhum comentário:

Postar um comentário