sábado, 23 de julho de 2016

Clubhouse Rio: O Primeiro Clube Urbano Carioca

Estivemos esta semana, pela primeira vez, no exclusivo Clubhouse Rio, que comemora seu primeiro ano de vida, com novidades e muita sofisticação, em uma casa no estilo arquitetônico inglês Tudor, dos anos 40, cuja decoração mescla elementos vintages com um incrível toque moderno, que confere aos ambientes um ar despretensiosamente jovial e descontraído.




Nós não conhecíamos o lugar e ficamos encantados com sua proposta, bem diferente e interessante. Trata-se, portanto, de um clube privado, localizado entre os bairros de Copacabana e Ipanema, cujo ambiente, no alto de uma ladeira, praticamente na entrada da favela do Cantagalo, foi construído em diversos níves, abarcando decks, varandas, piscina, uma vista incrível para a cidade, além de 5 suítes com decorações que as diferenciam, mas com o objetivo único de proporcionar ao seu hóspede, além de um momento de lazer, uma experiência muito refinada, charmosa e, também, reservada.

Com os amigos blogueiros (da direita para a esquerda): Tavinho - do Maior Viagem; Carla - do Fui, Gostei, Contei; Naira e Eduardo - do Embarque na Viagem e Gastronomia Etc; Victor - do Falando de Viagem

A ideia inicial, inspirada no SoHouse, em NY, e no Clubhouse de Palermo, foi a de unir a praticidade de uma guesthouse ao agito e entretenimento de um clube, sem dispensasr o aconchego de casa. Assim, surgiu o primeiro clube urbano da cidade, inaugurado no final de maio de 2015, pertecente ao grupo Oasis Collections, aberto com exclusividade para os seus sócios e com direção cultural assinada por Candé Salles, escolhido pela marca para cuidar da programação. Dentre os membros fundadores, encontram-se Seu Jorge, Camila Pitanga, Lenny Niemeyer, Alessandra Ambrosio, Bebel Gilberto...



A vantagem de ser sócio, ou seja, pagando a mensalidade, é a de ter desconto em diária em outras unidades, livre acesso aos eventos e festas, isso sem contar as exposições culturais que vira e mexe são organizadas por lá.  Logo, o conceito nos primórdios era o de ser um clube voltado para quem estava acostumado a apreciar o melhor da gastronomia, das artes e design.


Com um deck de 3 andares, lounge, bar, biblioteca, jardim externo com bar e piscina, aceita um número limitado de sócios que são avaliados mensalmente através de um processo de inscrição e depende de uma indicação feita por outro sócio atual, passando a ter acesso a toda a rede de parceiros do clube.


Esse modelo adotado de Guesthouse é muito famoso fora do Brasil. Forçando a barra, lembra as nossas pousadas, mas com uma bossa extra, muito conforto, exclusividade, charme e, essa localização, com vista para a favela, acaba atraindo em cheio justamente os gringos, que adoram essa proposta de inclusão em comunidades.



Ressalto, contudo, que o Clubhouse não está na região da favela, mas sim, em uma ladeira que confere acesso e, na sua subida, havia uma viatura policial e pareceu para a gente ser seguro. Conversando com os administradores da casa, foi-nos informado que eles fazem questão de manter bom contato com a Associação de Moradores da Comunidade do Cantagalo e garantiram que a favela está pacificada e, ao menos nesse último ano, não presenciaram qualquer incidente ou problema desabonador da região.


Nós visitamos uma suíte, localizada no segundo andar da casa. São 5 suítes exclusivas e decoração que vai do moderno ao romântico, prezando pelo conforto dos hóspedes: Pool Bungalow, Terrace Bungalow, Blue Room, Cinza Room e Master Room. Todas contam com ar condicionado, banheiros, amenities da marca Granado, WiFi gratuito, frigobar e petiscos. 




Detalhe para o fato de não ter TV no quarto!! A ideia é fazer um detox. Que tal? Você conseguiria? Eu e Julio já temos por hábito raramente ligar a TV quando viajamos até porque mal sobra tempo para isso. Então, para a gente não teria problema algum.

O  outro quarto que visitamos fica na subida para a piscina. Mais romântico, mais gracioso, ele tem um solário externo, com cadeiras e reparei que havia mimos aguardando os hóspedes, que consistiam em sandálias da marca Ipanema. Achei um toque muito fofo e carinhoso por parte do Clubhouse. 




Essa suíte, ao meu ver, é a mais interessante, reservada, com um espaço dela, afastada da casa principal e bem perto da piscina. Porém, por ser um lugar de passagem para a piscina, especialmente se houver uma festa lá, isso poderá gerar um certo transtorno em termos de barulho e também em relação à privacidade, já que a porta do quarto é de vidro e seria preciso ficar o tempo todo com a cortina fechada. Ainda assim, comparando com a outra suíte que visitamos, foi a que mais me agradou.

Por falar na piscina, também estivemos por lá, para conhecer a área, que é bem agradável e promete bombar nos eventos que estão por vir, especialmente durante os Jogos Olímpicos. Além disso, foi-nos contado que de lá, com sua vista, ainda que ao longe, para a orla, foi possível ver com muita clareza e nitidez os fogos de artifício da Orla de Copacabana, considerada a maior queima de fogos do Mundo!




Além disso, deve ser muito bonito assistir ao pôr do sol diretamente da piscina, que, apesar de não ser muito grande, parece adequada para a casa, até porque são somente 5 suítes e, como a maioria dos hóspedes são gringos, a gente sabe que eles querem mesmo é curtir praia e não piscina.

Bem, mas estou aqui falando somente do Club e suas suítes... vocês naturalmente devem estar pensando no propósito de eu divulgar algo que seja reservado, exclusivo e tal, certo?



Sim, há uma razão de ser, pois, como novidade na comemoração do seu primeiro ano, o restaurante do Clubhouse Rio abre suas portas também para não hóspedes e não associados, mediante reserva. 




Sob o comando do criativo chef francês Yann Kamps, que reside no Rio de Janeiro há 6 anos e não pretende mais retornar ao paíse de origem, o espaço gastronômico do Clubhouse Rio recebeu a gente em noite linda, estrelada e com lua cheia a abrilhantar ainda mais a ocasião.

Formado na escola Lycée Hôtelier le Touquet, Yann Kamps já passou pelas cozinhas dos restaurantes franceses Le Refuge Megèye e Thalassa le Touquet, dentre outros. No Brasil, absorveu muito do nosso lifestyle e aprendeu muito com nossa gastronomia, incorporando ingredientes mais exóticos e naturais do nosso país, ainda mais depois de ter passado pelo premiado restaurante Irajá Gastrô, do chef Pedro Artagão, antes de embarcar no Clubhouse Rio e assinar um cardápio bem contemporâneo.

Interessante notar que o cardápio do Clubhouse Rio não é fixo. Embora algumas de suas opções sejam permanentes, Yann Kamps busca, a cada estação, trazer pratos que estejam mais de acordo, seja em razão da temperatura, como fez no verão ao servir o ceviche, que não se encontra mais no cardápio, mas sim, em seu lugar, o chef colocou uma deliciosa sopa de abóbora com queijo gorgonzola, seja em razão também das frutas da época que ele prioriza em suas receitas que aliam muito do que aprendeu já no Brasil em termos de ingredientes nacionais com a sua bagagem trazida da França. 



Logo, o cardápio que experimentamos essa semana certamente não será integralmente o mesmo daqui algumas semanas, inclusive porque o Yann já nos adiantou que pretende fazer uma homenagem a alguns países que virão participar dos Jogos Olímpicos, incorporando ao cardápio pratos típicos ou com ingredientes tradicionais desses países. 

Dentre os pratos que experimentamos, além da sopa de abóbora que já mencionei (R$28,00), nós também degustamos outros pratos, que foram especialmente selecionados para a apresentação do cardápio e, portanto, alguns foram servidos em versões diminutas.

Os dadinhos de tapioca com geleia de pimenta estavam maravilhosos! Crocantes por fora e bem molinhos por dentro, com queijo derretido, o toque da geleia foi muito harmonioso e ficou uma delícia!




Para começar a noite, também experimentamos um drink da casa, com melão, muito refrescante, levemente doce, que acabei tomando duas vezes de tanto que gostei.



Outro drink que foi servido foi à base de pepino. Esse, todavia, não me emocionou já que não sou muito fã mesmo de pepino nas bebidas. 



Um prato que foi servido, cuja apresentação foi fantástica, muito bonito mesmo, bem preparado e estava delicioso, foi o polvo com spaghetti de vegetais (R$54,00). Adoro essas reileituras que são feitas com muita criatividade. O spaghetti estava perfeito, embora fosse de legumes. E o prato estava muito saboroso.



Acredito que apenas um prato servido que não me agradou muito que foi de legumes assados com queijo coalho (R$34,00). A apresentação estava irretocável, assim como a de todos os pratos oferecidos, mas não me apeteceu. Por outro lado, devo dizer que o Julio comeu o dele e o meu. Portanto, o problema foi exclusivamente comigo rsrs...


Em seguida, também experimentamos os burgers da casa que são DIVINOS!!! 

É sério e vocês, que nos acompanham, sabem bem que a gente vem experimentando muitos hambúrgueres em diversos restaurantes pela cidade. Não direi que foi o melhor que já experimentei, mas está dentre os melhores. 


O pão estava perfeito, a carne muito saborosa, o molho muito bem preparado... só tenho uma coisa a reclamar: a versão que nos foi servida - preparada especialmente para esse jantar de apresentação do cardápio que foi feita para nós blogueiros - foi pequena demais rsrsrs... eu teria comido uns 3 facilmente, mas minha educação me impediu kkk... é fato que voltarei para comer novamente desse hambúrguer e fiquei muito feliz em saber, por parte do chef Yann, que ele não pretende retirá-lo do cardápio!! Graças a Deus!!

Por fim, encerrando essa noite muito gostosa, a sobremesa que nos foi oferecida foi o brownie com calda de chocolate e morango.

Estava delicioso também e esse eu confesso que não me preocupei mais com a educação e comi logo 3! Não me julguem... mas estava tão delicioso... não tinha como resistir!


Então, ficaram curiosos? Só digo uma coisa: o lugar é muito diferenciado e vai te surpreender! Portanto, se você gostou do que leu aqui e das fotos, vale a pena programar-se para visitar o Clubhouse Rio. Mas lembre-se de ligar para saber a programação, ou acompanhe pelo instagram que eles estão sempre divulgando por lá também, já que é necessário fazer reserva. Nós gostamos e indicamos!

** FICHA TÉCNICA DO CLUBHOUSE RIO **


- Endereço: Rua Saint Roman, Copacabana - Rio de Janeiro - RJ

Telefone: (21) 3081-6485

E-mail: info@clubhouserio.com

- Site: http://clubhouserio.com

- Facebook: https://www.facebook.com/clubhouserio

- Reservas no Restaurante e Eventos: email rsvp@clubhouserio.com

- Instagram: https://www.instagram.com/clubhouse_rio/

- TripAdvisor: confira clicando aqui

- Serviços: programação variada, com jantares privados com chefs internacionais, exposições de arte, mostras de filmes e pool parties.

- Eventos Privados: entre em contato pelo email eventos@clubhouserio.com

- Wifi: sim, gratuito

- Localização:
. Posto 8, em Ipanema: 600 metros
. Posto 7, no Arpoador: 900 metros
. Posto 9, em Ipanema: 1km
. Aeroporto Santos Dumont: 8km

- RESERVAS DAS SUÍTES: faça pelo Booking.com



Um comentário:

  1. Adorei nossa noite na Clubhouse, Lily!!!! Ambiente discreto e moderno, muito bom que agora estão aceitando clientes em geral!

    ResponderExcluir