quarta-feira, 8 de julho de 2015

Tallinn, a capital da Estônia - Guest Post por Intiways Travel


Tallinn: uma cidade pequena em Europa, por Lia Petruccelli

A maioria das pessoas sabe pouco sobre a capital da Estônia, já que não é uma cidade famosa como Paris ou Londres. A pequena cidade, localizada no Golfo da Finlândia e junto ao Mar Báltico, tem pouco mais de 400 mil habitantes e a cada ano atrai mais visitantes curiosos para explorar o Lado B da Europa, aqueles destinos menos pops e considerados mais secundários, mas nem por isso menos bonitos e atrativos. Mas essa linda cidade, embora seja uma novidade para muitos, é bastante antiga e data do século XIII. E é do tipo que saiu dos contos de fadas!


O principal motivo do aumento do interesse dos turistas pela cidade é a arquitetura local, que preserva características da Idade Média. Tallinn é umas das únicas cidades europeias que nunca chegou a ser bombardeada durante alguma guerra e por isso mantém as construções medievais quase intactas. A cidade fica ainda mais linda durante o inverno, quando uma camada de neve a cobre por completo, dando um charme especial.


Chega-se a Tallinn por avião, com companhias aéras como a Estonian Air, a Finnair, KLM, TAP, Easy Jet, dentre outras, ou por ferry, para quem estiver na Finlândia, ou de Estocolmo na Suécia, ou de São Petersburgo na Rússia.

Um dos principais atrativos da cidade é o grande número de restaurantes, tanto de comida internacional, como local. Caminhar pela Avenida Vene, repleta de restaurantes, já revela um pouco disso. A comida estoniana foi influenciada por vários povos que ocuparam a região, como os germânicos e os russos. Os ingredientes mais usados são a carne de porco e o peixe, a batata e o repolho. O tradicional pão preto acompanha a maioria dos pratos. Um dos pratos mais consumidos é o Sült, que para nós pode parecer um pouco estranho, feito com ossos de porco cozidos com gelatina. Outra tradição típica do país é o Verivorst, um embutido que se parece com a morcilha e que é servido no natal com chucrute ou molho de cranberry e batatas.


Também há na cidade muitos bares, que ficam abertos durante o dia e que servem lanches baratos, o que é boa opção para os que estão viajando com pouco dinheiro.  Os estonianos gostam de beber e produzem a maioria das bebidas no próprio país, como por exemplo, a Vana Tallinn (velha Tallin), que é um licor doce, aromatizado com baunilha. As vinotheques estão na moda em Tallinn e você poderá encontrar muitas delas durante o seu passeio. Elas são românticas e aconchegantes e claro, vendem vinhos de qualidade.

Você também pode optar por reservar um tour pela cidade, por exemplo, aqueles passeios Hop-On Hop-Off nos ônibus em que você pode descer nas atrações turísticas, visitar e depois pegar o próximo ônibus e seguir passeando. Existem tours temáticos de vários tipos, que vão desde tour gastronômicos até tours fantasmagóricos. Durante o inverno, você pode fazer um tour de trenó, puxado por huskys siberianos.


As principais atrações turísticas da cidade são:

- você pode simplesmente se perder por suas ruelas charmosas e medievais, observar as muralhas, contemplar a arquitetura sem destino, sem hora, sem roteiro e aproveitar ao máximo a Old Town de Tallinn, a Cidade Velha/Vanalin, que é considerada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO pelo seu magnífico acervo arquitetônico, muito bem preservado e que sobreviveu a muitas ocupações e guerras;
- comprar um Tallinn Card se quiser se locomover de ônibus, troles ou bondes e aproveite para visitar os moinhos de vento;
- Praça da Prefeitura/Praça Central/Town Hall Square, onde as multidões costumam se reunir;
- Visitar a Igreja de Santo Olavo (St. Olav) que é simples, bela e imponente com 159 metros de altura, já foi o edifício mais alto do mundo e do alto da sua torre é possível ter uma maravilhosa vista da cidade;
- Subir a rua Pikk Jalg, uma das mais graciosas, e encantar-se com Toompea, bairro na parte alta da cidade velha, com ares ainda mais medievais com suas torres e jardins, de onde se tem uma vista espetacular da cidade e onde fica o Castelo que abriga o Parlamento;


- Visitar a Catedral de Alexandre Nevsky, que é ortodoxa e fica em Toompea, que nos impressiona por sua arquitetura, duomos e rica decoração;
- Visitar a Igreja Toomkirik, que é luterana e a mais importante de Toompea, dando origem ao seu nome;
- Kadriorg Park, que fica um pouco mais afastado da Old Town, mas é lindo, com lagos, e convidativo para um passeio, especialmente nesta época do ano, durante o verão;
- Passear pelo Castelo Glehn, em Nõmme.

OBS.: Veja mais dicas em Visit Estonia, Lonely Planet, Visit Tallinn

Na hora de comprar um souvenir ou uma lembrancinha para a família, você pode optar por ir a um local onde você mesmo pode fabricar o produto. Na cidade existem vários, principalmente de produtos artesanais típicos do país.

Outro detalhe interessante é que a cidade é high-tech e os moradores costumam fazer tudo online. Existe wi-fi grátis por toda Tallinn e a sociedade estoniana se orgulha por ser tão digital.

Talvez o mais complicado para os brasileiros seja entender a personalidade dos estonianos. A impressão que eu tive é que eles são o oposto dos brasileiros e não gostam de conversar muito com estranhos. Se você quer fazer amigos, terá que arrumar uma desculpa para puxar papo.

Web: INTIWAYS
Twitter: @Intiways
Perfil do autor: Lia Petruccelli é Gerente de Operações na Intiways Travel, agência turística especializada em Turismo Receptivo de Luxo e viagens à medida em Lima, Peru
Fotos: enviadas pela Intiways Travel para divulgação da matéria




2 comentários:

  1. Esse lugar tenho vontade de conhecer...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também, Juliana! Ainda não fui! Mas está na minha lista.
      Obrigada pelo comentário.
      beijos,
      Lily

      Excluir