segunda-feira, 21 de julho de 2014

Foz do Iguaçu e Cataratas: Mini-Guia

Estive em Foz do Iguaçu há pouco mais de um ano, no feriado de Corpus Christi de 2013. Cidade localizada na Tríplice Fronteira, entre Brasil, Paraguai e Argentina, Foz atrai muitos turistas e também os famosos sacoleiros, em busca de barganhas e ganha pão com compras feitas em Ciudad del Este. 


Sempre quis conhecer as Cataratas do Iguaçu, afinal, estamos falando de uma das novas 7 Maravilhas do Mundo!! Não é qualquer coisa, certo? Além disso, Foz também sedia a maior usina hidrelétrica do mundo: Itaipu



Mas, depois que fui ao Canadá e visitei as Cataratas de Niagara (Niagara Falls), meu desejo de ir a Foz e conhecer as nossas quedas ficou maior ainda. Primeiro, para comparar a beleza e volume de ambas. Segundo, porque adoro um ecoturismo e acho que devemos valorizar nossas belezas brasileiras.

O feriado, que cai todo ano em uma quinta, foi perfeito para passear em Foz e conhecer tudo o que eu desejava.


Consegui comprar passagens a bons preços com a companhia aérea Gol, em voo direto do Rio de Janeiro na ida e com conexão na volta. Como viajei na quarta à noite e só voltei na segunda pela manhã,  bem cedo, aproveitei exatamente 4 dias inteiros e foi a conta certa, ao meu ver. Portanto, recomendo como tempo de estada, se puder, 4 dias.  Se não der, ao menos 3 dias.

Cataratas vistas do avião!

Ficamos hospedados no Hotel Águas do Iguaçu, em uma região central da cidade de Foz. O hotel nos atendeu muito bem. O quarto era mediano e tivemos alguns problemas, como mau funcionamento da descarga do vaso sanitário. Mas tudo foi resolvido com rapidez pelo staff do hotel que era muito simpático, educado e solícito. 



Endereço: Avenida Brasil, 84, Foz do Iguaçu, CEP 85851-000, Brasil (45) 3521-6000 - Cel.: [45] 9975-1651 - Av. Brasil tem as calçadas largas e bolas na cor laranja em suas extremidades.

O café da manhã era muito bom e diversificado. Além disso, a infraestrutura do hotel, com estacionamento próprio e piscina, também merece pontos.



A rua onde fica esse hotel, além de central, é repleta de farmácias (nunca vi tanta farmácia tão próximas), lojas e lanchonetes.  Ou seja, foi muito prático!

O Hotel Águas do Iguaçu tem a pontuação 8.5 no site Booking.com e 88% de aprovação no site TripAdvisor (consulta feita em de julho de 2014).

Uma pena que fazia muito frio, especialmente à noite, e não pudemos curtir a piscina do hotel. 


Aliás, o frio me surpreendeu porque sempre ouvi dizer que Foz é uma cidade quente. Durante o dia, eu saía de casaquinho, calça tipo de ginástica e com tudo confortável para fazer os passeios e trilhas. Fui de crocs porque sabia que poderia molhar o pé em algumas passarelas das Cataratas e andar de tênis e meia molhados não é uma ideia que me agrada. À noite, eu apelava para casacos de lã e sobretudo (embora eu seja carioca, sou muito calorenta, ou seja, estava frio!).

Como alugamos carro na Hertz, logo na saída do aeroporto, não tivemos problemas de locomoção e fomos por conta própria para todos os lugares. Justamente por isso, não contratei agência local para fazer os passeios, menos um (o de ida à Ciudad del Este).

Quanto às refeições, jantamos uma única vez em Foz do Iguaçu no ótimo restaurante Chef Lopes e, nas demais noites, jantamos na cidade de Puerto Iguazú, lado argentino das Cataratas,  nos restaurantes AqvaEl Quincho del Tío Querido e La Rueda, além de ter passado na sorveteria Freddo, claro!

A possibilidade de atravessar a fronteira e rapidinho (se não houver trânsito) chegar na Argentina, é um charme a mais. E nós aproveitamos bastante essa facilidade para matar a saudade dos cortes bovinos macios e suculentos argentinos, além de seus ótimos vinhos, doce de leite e sorvete!! Hummmmm... delicioso!!

Na verdade, contratei sim o serviço da agência de turismo Loumar, que tinha um escritório no hall do hotel onde eu fiquei hospedada. Muito cômodo também ter a agência ali no hotel porque tirávamos as dúvidas com eles e também é possível, se quiser, comprar ingressos para as atrações!

O único "passeio" contratado foi o transfer ida-volta para Ciudad del Este, com travessia pela Ponte da Amizade, que custou R$45,00 por pessoa.

Como havia lido bastante sobre  questões de segurança (falta de) e que é difícil estacionar o carro em Ciudad del Este, achei conveniente pagar esse transfer. E foi a melhor opção! Depois conto por que...

Então, eu fiz da seguinte forma:

1° dia: acordamos tarde porque chegamos de madrugada no dia anterior. Tiramos o dia para conhecer o Parque das Aves e as Cataratas do Iguaçu, no lado brasileiro.


Essa logística é ótima porque as duas atrações são próximas. Deixamos o carro no estacionamento ao lado do Parque das Aves (pagamos cerca de R$10,00 pelo dia) e, depois de percorrê-lo, em cerca de 2h, fomos a pé para o Parque das Cataratas.


O Parque das Aves me surpreendeu bastante. Organizado, limpo, com trilhas bem marcadas, explicações claras, aves soltas e também presas em gaiolas/jaulas grandes ou em espécie de estufas. Todas pareceram-me muito bem tratadas e alimentadas. Também há alguns répteis que fazem a alegria das crianças e adultos, como jacarés e cobras.


Conta com lanchonete, loja de souvenir e área para descanso e lanche. Os banheiros eram sensacionais e impecáveis de limpos e cheirosos! 



Criado em 1994 pelo casal Dennis e Anna Croukamp, o Parque das Aves é um zoológico especializado em aves que permite aos visitantes entrar em viveiros e ter contato direto as aves, muitas delas correndo risco de extinção. Nos amplos viveiros, integrados à exuberante floresta úmida subtropical, voam aves tropicais raras e coloridas e também outros animais, como jacarés, sucuris, jiboias, saguis e multicoloridas borboletas.






Para apreciar as aves, a área de répteis e o borboletário, os visitantes percorrem uma trilha plana e calçada de 1.400 metros. Logo na entrada, são recepcionados por araras e papagaios que em seus viveiros tentam a reprodução.


Em cada viveiro há placas com o nome científico e as regiões do planeta em que são encontradas as aves ali presentes. As espécies em extinção também são indicadas, bem como as que estão com filhotes.



Em resumo, com mais de 1.020 aves, é um excelente passeio para a família e uma distração para as crianças.

Horário de Funcionamento: das 8:30 às 17:00. Preços com descontos para brasileiros e moradores de Foz do Iguaçu. Av. das Cataratas, Km 17.1.

Depois, no Parque das Cataratas, como já entramos mais tarde, acabamos ficando  nele até sermos literalmente explusos rsrs. A grande razão da minha viagem não me decepcionou! As quedas, que são várias, compõem um cenário extraordinário e belíssimo.



 As Cataratas possuem formação geológica de mais de 150 milhões de anos, altura variada de 40 a 80 metros de altura e vazão média em torno de 1.500m³ por segundo. São dezenove saltos que compõem as Cataratas, cinco no lado brasileiro: Floriano, Deodoro, Benjamin Constant, Santa Maria e União, o restante no lado argentino, proporcionando uma excelente vista pelo nosso lado. O salto que mais chama a atenção dos visitantes é a Garganta do Diabo, uma profunda fenda provocada pela erosão, por onde a parte principal das Cataratas se precipita lateralmente. A Garganta do Diabo tem quase 85 metros de altura e seu formato lembra uma ferradura.


O Rio Iguaçu, que nasce na Serra do Mar, tem 1.320 Km de extensão e divide o Paraná de Santa Catarina. As Cataratas, por sua vez, formam quedas a 18km de o Iguaçu desaguar no Rio Paraná.


Ali, um desnível do terreno forma quedas de 65 metros de altura, em média, que se estendem por 2.780 metros de largura. Dependendo da vazão do rio, o número de saltos varia de 150 a 300 e a altura das quedas de 40 a 82 metros.


As Cataratas do Iguaçu despejam cerca de 1,5 milhão de litros de água por segundo, em períodos normais. Mas esse volume varia de 500 mil litros, em épocas de estiagem, a 6,5 milhões de litros, nos períodos de cheias do Rio Iguaçu.



O Parque Nacional Iguazú, que abriga as Cataratas do lado argentino, foi criado em 1934, com área de 67.620 hectares. Em 1984, foi declarado pela Unesco Patrimônio Natural da Humanidade.


O Parque Nacional do Iguaçu, no lado brasileiro, foi criado em 1939, com área de 185.262,2 hectares. Em 1986, também foi declarado pela Unesco Patrimônio Natural da Humanidade.


Considerada uma das 7 maravilhas da natureza, é rodeada por muito verde, diversos tipos de animais, ou seja, fauna e flora deslumbrantes.



O passeio começa na chegada ao Parque Nacional do Iguaçu, local que possui lojas especializadas com souvenirs, banheiros e painéis informativos. Em seguida, a embarcação é feita em ônibus panorâmico, o que facilita acompanhar a floresta até o caminho em que surge as Cataratas.

Ao chegar ao Mirante Central, a visão final é a mais bela: as magníficas Cataratas do Iguaçu, um passeio inesquecível rodeado por um céu amplo e azul, cantos de pássaros e quatis.




Horários de atendimento:
A visitação ocorre diariamente (inclusive domingos e feriados) das 09h00 às 17h00.
Valor do Ingresso: confira no site
Compra de ingresso: O pagamento é feito na bilheteria, em dinheiro ou cartão de débito/crédito. Também é possível comprar o ingresso pela internet, clique aqui.
Valor do estacionamento – R$17,00

Recomendações:
• Beba muita água para hidratar-se;
• Use sempre protetor solar;
• Para evitar os insetos, passe repelente com frequência;
• Utilize capas de chuva. Nas Cataratas há constantemente uma leve garoa;
• Use roupas e calçados apropriados para caminhada;
• Todos esses artigos estão disponíveis nas lojas de lembranças do parque.


O ônibus panorâmico deixa os turistas no ponto certo de embarque no início da trilha por onde se percorre, com vistas incríveis, ao longo da densa vegetação que circunda as cataratas.

Os quatis já logo nos chamam a atenção. Espertos, esses animais ficam por perto e preparados para pegar a comida que turistas deixam nas lixeiras. Mas não se deve alimentá-los nem se aproximar muito porque são animais silvestres e imprevisíveis. O mesmo vale para os micos e macacos. Evite acidentes e mordidas desses bichos que podem transmitir doenças. 



Quanto às Cataratas, um caminho tipo trilha, sem dificuldade, bem marcada, leva o turista para admirar as quedas em vários ângulos e mirantes. Um desses mirantes é o mais sensacional, que chega perto da Garganta do Diabo, a queda do Parque que mais impressiona pelo volume de água.


Esse mirante fica naquela passarela que geralmente é mostrada pela mídia quando o volume de água aumenta absurdamente, como ocorrido recentemente, no mês de junho de 2014, pois o volume bateu recorde de 31 vezes maior que o normal, e esse mirante/passarela fica interditado nessas situações por motivos de segurança e são retiradas as proteções laterais, isso quando a própria força e violência da água não arrastam as barras. Portanto, recomendo ter uma capa de plástico porque molha muuuito caminhar por ali. Aliás, cuidado com seus pertences que não podem ser molhados e proteja-os.


Uma dica para economizar, já que a capa de plástico bem vagabundinha pode custar de R$5,00 para mais, é "reciclar" as capas usadas por outros turistas que costumam largá-las em muretas e bancos próximos à entrada da passarela do mirante.


Também é possível fazer o sobrevoo e tem um heliponto bem próximo ao Parque das Aves e do Parque das Catararas.


Cataratas vistas do avião da Gol (não fiz o sobrevoo de helicóptero)

Outro passeio igualmente famoso é o Macuco Safari, que consiste num bote motorizado que leva os turistas por parte do parque, no lado brasileiro, passando perto das quedas. Esse é um passeio com emoção e que molha bastante. Não fiz porque não queria ficar molhada e depois sentir muito frio, já que, com o cair da tarde e anoitecer, o frio chegava com vontade e intenso.



E, para mais emoção e aventura, o Parque oferece também um passeio de rafting aos corajosos!!

Esse foi um dia muito proveitoso e à noite jantamos no restaurante Chef Lopes, muito top e que recomendo. O lugar é maravilhoso, ótima comida, atendimento atencioso, vinhos maravilhosos e preços muito justos (beeem mais em conta do que no Rio de Janeiro). Experimente suas carnes!! 





2° dia: Conseguimos acordar bem mais cedo e fomos para a Argentina. Mesmo saindo cedo, infelizmente, pegamos muito trânsito para atravessar a fronteira. Fiquei impressionada com o congestionamento enorme na ponte. Acho que perdemos ali cerca de 1h.


Para atravessar a fronteira, é necessário apresentar algum desses documentos: uma Identidade recente, com menos de 10 anos de expedição, carteira de motorista (acho que isso só vale para a fronteira terrestre) ou passaporte válido (fui com passaporte porque adoro enchê-lo de carimbos rsrs).

Além disso, para quem estiver de carro alugado (ou até mesmo emprestado) como a gente estava, tem que pagar pela tal da Carta Verde, um documento que pode ser exigido na Argentina aos motoristas. Na Hertz, empresa onde alugamos o carro, a Carta Verde já vinha incluída no valor do aluguel. Mas recomendo sempre confirmar e pedir o documento, até para saber qual é o documento. A consequência pode ser uma multa ou uma ida à Delegacia na Argentina. É aquilo: podem nem pedir pela Carta Verde (não pediram para a gente!!) mas se pedirem e você não tiver, a chateação pode ser grante... além de perda de tempo, ou seja, tudo o que não queremos nas férias.


Na cidade de Puerto Iguazú, além de visitar o outro lado das Cataratas, que são divididas entre os territórios do Brasil e da Argentina, também tem como atrativos turísticos um Cassino, Duty Free terrestre (cota de 300usd por pessoa - veja a regra aqui, pois recentemente a Receita alterou, mas revogou no dia no dia seguinte... havia diminuído para 150 usd, mas o governo recuou, ainda assim, fica o alerta para acompanhar a questão porque eles podem querer mudar de novo para 150usd por pessoa - quando eu fui, era de 300usd), excelentes restaurantes, os cortes bovinos argentinos incríveis (recomendo o ojo de chorizo) e tentadoras lojas de vinhos a preços ridículos de baratos (recomendo a loja Vinoteca Don Jorge). Aaaahhh, e o sorvete Freddo que tanto amamos, além dos alfajores Havanna e o doce de leite estupendo e maltado típicos daquelas bandas. (Vinoteca Oda também mé indicada para compras de vinhos)




** VINHOS ARGENTINOS:
.Pullenta Estate
.Vistalba
.Achaval Ferrer
.Angelica Zapata
.Ernesto Catena

Em Puerto Iguazú, os restaurantes mais familiares ficam na Avenida Cordoba e os mais jovens na Avenida Brasil. O GPS nem sempre funciona bem, mas é fácil andar por lá. Aos finais de semana, o agito toma conta da quadra entre Brasil e Misiones e Félix de Arara.

Restaurantes recomendados:


- Aqva - experimente os pratos de peixes.
- El Quincho del Tío Querido - com música ao vivo e show de tango, o lugar é bem animado e um tanto quanto pitoresco.
- La Rueda - excelente para comer carne. 
- Terra - não fui, mas é muito indicado
- La Feirinha - uma verdadeira feirinha, no final da Av. Brasil, um bom lugar para bebeliscar (beber e petiscar!). As empanadas são recomendadas, cerveja e alfajores!
- Il Fratello - italiano e carnes. 

OBS.: Você pode usar o dólar para pagar em restaurantes e em lojas! Pode até ser mais vantajoso. 

O Parque Cataratas do lado Argentino oferece um passeio mais completo e demorado, com mais trilhas e uma verdadeira imersão na mata, passando pelos rios e quedas de forma mais próxima.

Não me condenem rsrs, mas eu curti mais o passeio que fizemos no parque argentino.


A forma que mais achei interessante para explorar o Parque foi assim:


1) Peguei o trem (lá o transporte entre as trilhas é feito de trem ou até mesmo a pé para quem tiver mais disposição - o trem é bem charmoso!) e fui direto para a terceira e última parada, que é a da Garganta do Diabo. É o ponto alto do parque, o mais disputado mirante e também encerra mais cedo, às 18h, por isso mesmo é melhor chegar e ir lá direto.



Caminha-se um bom trecho em passarela em cima do rio Iguaçu, oportunidade para observar parte da fauna e flora da região, como jacarés, jabutis, aves, mais quatis, dentre outros.



De longe, já se ouve o estrondoso barulho da Garganta do Diabo. A fúria da água é impressionante! O mirante não é enorme e tem que disputar um espacinho para conseguir uma boa foto. E molha, molha muito! 



Mais uma vez, a capa faz diferença e ajuda, principalmente para quem tem equipamentos eletrônicos.


A vista de lá surpreendente tanto quanto o barulho que se ouve, parecido com trovão!

Depois voltamos de trem e descemos na segunda parada, de onde partimos para fazer as duas trilhas, uma maior, por baixo/inferior e chega bem pertinho das quedas, e outra trilha menor, alta/superior, que passa por cima das quedas. Achei fácil seguir pela trilha. Não vejo dificuldade nem grandes esforços. Apenas não recomendo para pessoas com baixa mobilidade ou dificuldade de locomoção. As trilhas são bem marcadas, quase todas em passarelas que margeiam as quedas, conferindo vistas lindas do cânion e das cachoeiras.




No final, nós desistimos de esperar o trenzinho, porque era o último, e a fila de pessoas era grande, e nos juntamos a um grupo de turistas que seguiu a pé, retornando para a saída do parque. E foi ótimo! Assim pudemos ver um pouco mais do parque e por outro ângulo. O ruim é que estava anoitecendo e os mosquitos não deram trégua.

Esse é o mirante Brasileiro, visto do lado argentino!


Como disse, eu gostei muito do lado Argentino das Cataratas. Achei que houve uma interação maior com a natureza, além de ser um passeio muito completo, com mais trilhas e quedas do que do lado brasileiro. Ou seja, tire um dia inteiro para passear no Parque das Cataratas do lado argentino porque vale a pena. É muuuito legal. E depois, estique o dia até o centrinho de Puerto Iguazú para jantar e comprar ótimos e baratos vinhos.


O Parque oferece também passeios de bote, como o Aventura Náutico, além de ter um show em noites de lua cheia e contar com restaurantes e lanchonetes, onde você pode descansar e saborear as famosas empanadas!



Obs.: tem Café Havanna e sorvete Freddo dentro do Parque Argentino... uma boa oportunidade de matar a saudade dessas delícias, além das empanadas!! Adoooooooro!!



- Para entrar no Parque, o pagamento deve ser em pesos argentinos. Veja aqui os valores.

Se você optar por visitá-lo em 2 dias (eu acho desnecessário, pois, em 1 dia bem aproveitado, dá tempo de ver tudo e ainda fazer pausas para lanches!!), tem desconto para a entrada no segundo dia. 

- Como chegar ao Parque: Pode-se também ir para o lado argentino de excursão, táxi direto ou ônibus até Puerto Iguazú e depois táxi ou ônibus até o Parque. Existe um ônibus que vai do centro de Puerto Iguazú até a entrada do Parque. 

- Funcionamento: das 08:30 às 18:00

**Comparando os dois lados:

Em termos de beleza, é realmente bem difícil de comparar os dois lados das Cataratas, pois são lindos e se completam. O ideal é ter pelo menos dois dias para conhecer ambos lados. Maaaass, a paisagem que vemos do lado brasileiro talvez seja um pouco mais bonita rsrs... 

Os dois parques têm ótima infraestrutura com lanchonetes, lojas de souvenirs e banheiros. E a organização dos dois é maravilhosa. Os dois oferecem o passeio de bote e dizem que o do lado argentino é com mais emoção e um pouco perigoso (em 2011, houve acidente com morte por aquelas bandas). Não fiz por causa do frio mesmo porque esses passeios molham demais.

Então, no conjunto, por tudo que oferece, pelas trilhas, pela imersão na natureza, eu aproveitei e curti mais o Parque das Cataratas do lado Argentino! 

E no final deste dia incrível de passeio e lindo demais, porque o sol torna tudo ainda mais bonito, fomos jantar no restaurante Aqva, em Puerto Iguazú. Conjugar o passeio às Cataratas do Iguazú, no lado Argentino, com um jantar em Puerto Iguazú é a melhor coisa, ainda mais se você estiver de carro!!






3° dia: Esse terceiro dia amanheceu chuvoso (eu já sabia por conta da previsão do tempo) e havia programado a ida ao Paraguai, em Ciudad del Este.


Bem, minha experiência "sacoleira" foi ruim: era feriado, tudo cheio, lojas lotadas, muitos ambulantes na rua, muita chuva, rios de lama, sujeira e lixo na rua, casebres decadentes... ou seja, visão do inferno! Kkkk...


Agora, o contraste com as lojas de multimarcas, que se parecem mais com shoppings, como a Monalisa, é gritante. Dentro dessas lojas, verdadeiros oásis em meio ao caos da rua, o clima é outro: ambientes sofisticados, organizados e que fazem até valer a pena ir lá.

Algumas das lojas em que estive:



- Monalisa - uma das mais famosas, um dos oásis de Ciudad del Este. Mas, ainda assim, fique esperto, desconfie de tudo e teste. Eu me senti segura comprando lá e achei que os itens eram bem originais.


- Mega Eletronicos - comprar eletrônicos em Ciudad del Este pode ser um suplício diante de tantas falsificações. Eu tive uma indicação ótima desta loja, de pessoas que conheço que moram em Foz e trabalham na Receita Federal do Brasil, pois conhecem o dono e asseguram que os produtos são originais. Mais uma vez, mesmo assim, teste os produtos eletrônicos antes de sair da loja e guarde sempre a nota fiscal!

- Shopping Barcelona - aqui onde comprei meu secador de cabelo bivolt rsrs... e só!

Andei rapidamente pelas ruas e só dei uma espiada rápida em uma outra loja de cujo nome nem me recordo. As calçadas tomadas de ambulantes e camelôs realmente me deixaram aflita!! kkkk..  No Shopping del Este, onde estive de passagem, já não tinha mais saco para entrar em lojas, mas até que pareceu bem arrumadinho. É neste shopping onde as vans de turismo costumam parar e ele fica bem perto da entrada da cidade. 

Outras lojas em Ciudad del Este onde eu não estive:

- SAX: tida por loja sofisticada, com diversas marcas famosas e produtos supostamente originais. 
- S.A. Shop: onde tudo é baratinho
- Bonita Kim: lingerie como Victoria`s Secret, acessórios femininos e outros. 
- Casa China: itens para casa, decoração, perfumes, bebidas, artigos esportivos.
- Shopping Vendome: loja Home Goods com itens de casa
- Shop Nave: atrás da SAX, especializado em roupas
- Elegância Tower: outra famosa para makes e perfumes
- Jebai Center: onde fica a farmácia e perfumaria Amadeus, uma das mais famosas.
- Shopping Lai Lai: eletrônicos
Obs.: Lojas do lado direito da Avenida San Blás são mais caras.
Lojas do lado esquerdo da Avenida San Blás são mais baratas.

**Dicas para ir a Ciudad del Este:


1) A cota alfandegária terrestre é de 300usd (nova cota alfandegária que entrou em vigor em julho de 2014 foi revogada no dia seguinte. Ficar atento à essa questão porque o Governo pode implementar novamente a cota de 150usd - vamos acompanhar!). Cuidado com a aquisição de eletrônicos, principalmente os da Apple. Se for pego na fronteira, tenha em mãos as notas fiscais para apresentar.

2) Leve dólares ou reais. Ambos são bem aceitos. O uso de cartões de crédito e débito importará na incidência de Iof (6,38%), bastante desvantajoso, mas, se for usar, cuidado com fraudes e esteja por perto quando do uso do cartão, à sua vista. O melhor para levar é o Dólar já do Brasil (não deixe para fazer o câmbio no Paraguai porque você perderá dinheiro com isso). Em Foz do Iguaçu, tem casa de câmbio no Shopping Cataratas

3) Há um ano, quando eu fui, não encontrei informações sobre estacionamento de confiança em Ciudad del Este e por isso optei pela excursão da empresa de turismo Loumar, no esquema LEVA-TRAZ. Também não achei legal atravessar a Ponte da Amizade a pé, como alguns sugerem. Pareceu-me perigoso e não raro ocorrem roubos na ponte e também de carros estacionados lá do outro lado. 

Logo, ir com a excursão, principalmente por ter sido um dia chuvoso, foi a melhor opção. Com horários de saída e de retorno variados, fomos cedo, às 8h, chegamos lá às 9h porque pegamos engarrafamento e voltamos na van das 14h, cujo ponto de encontro era no Shopping Ciudad del Este. A grande vantagem da excursão é poder ficar mais tranquilo e também ter uma "quase certeza" de não ser parado na Receita na Fronteira. Pelo menos conosco foi super tranquilo.

4) Pesquise antes de ir em quais lojas deseja fazer compras e veja no mapa a localização delas para não ficar perdido no caos das ruas de Ciudad del Este. São tantos os ambulantes e camelôs ocupando as calçadas e parte das ruas que, além de dar muito nervoso, é fácil passar direto pela lojas e nem ver algumas. Tendo noção dos nomes das lojas, da qualidade dos seus produtos e escapando do famoso "La Garantía soy Yo", dá sim para compensar a ida ao PY e voltar com boas aquisições. 

5) Teste os produtos antes de levar para casa, dentro da loja, na frente de um vendedor ou em local da loja destinado para os testes, principalmente se forem eletrônicos! E abra as caixas para ver se está tudo dentro, viu? Não aceite caixa lacrada!! E exija a NOTA FISCAL dos produtos com o nome da loja impresso!!

6) Não faça câmbio na rua e atenção para notas falsas. Em Foz de Iguaçu, nós fomos ao Shopping para comprar dólares em uma agência de turismo, tanto para usar em Ciudad del Este como para usar na Argentina. Vale mais a pena do que usar reais e mais ainda do que cartão de crédito, fugindo do Iof.

7) Atenção para os vendedores ambulantes nas ruas e camelôs. Pelo que percebi, praticamente tudo que é vendido nas calçadas é falsificado. Aliás, andar pelas calçadas lotadas de camelôs já é um grande desafio.

8) Tratando-se de feriados longos, prefira ir ao Paraguai logo no primeiro dia, pois, com o passar dos dias, mais e mais pessoas e muambeiros chegarão e aquilo lá ficará entupido. Eu, infelizmente, só fui no terceiro dia porque havia conferido a previsão do tempo e sabia que choveria. Para não estragar os passeios aos dois lados das Cataratas com chuvas, decidi deixar a ida ao PY no dia chuvoso.

9) Verifique a data de validade dos produtos. 

10) Não compre perfumes de vendedores ambulantes, todos são falsificados.

11) Desconfie dos preços muito abaixo do mercado, mesmo para uma barganha. Não há milagres! O que ocorre em Ciudad del Este é uma isenção de impostos. 

12) Não compre em lojas que não tenham os preços marcados nas mercadorias, evitando assim que o preço seja de acordo com a cara do cliente. 


***SALTO DEL GUAIRÁ***

Uma alternativa às compras no Paraguai é a cidade de Salto del Guiará, que faz fronteira com o Paraná e Mato Grosso do Sul, estando na margem oposta do Rio Paraná.

Lá, em esquema mais arrumado, tranquilo, com menos assédio dos ambulantes, você poderá fazer suas compras tranquilamente em Shoppings em estilo multimarcas ou com lojas separadas. Infinitamente melhor e mais seguro.

A diferença de preços entre Salto del Guairá e Ciudad del Este é pequena. Nesse quesito, Ciudad del Este ganha e, por isso, atrai mais pessoas.

Em Salto del Guairá, que fica a cerca de 3 horas de Foz do Iguaçu, eu estive em junho de 2014 e gostei das compras que fiz no Shopping China (produtos originais de verdade kkkk). Outros Shoppings, como o Mercosur, onde nem deu tempo de ir, também pareceram bons e organizados. No Shopping China, você pega o seu carrinho de compras e, em esquema de auto serviço, como num supermercado, vai colocando tudo o que deseja no carrinho. Enlouquecedor. 

Os preços são sempre bem mais baratos do que no Brasil. Então, para quem tiver a oportunidade de ir lá, vale a pena.

Lembrando sempre da cota terrestre de 300usd para compras, por pessoa, que tem validade de 30 meses. Ok? Não adianta querer ir várias vezes na mesma semana para comprar mais de 300usd, porque não é por ida, mas sim o total no mês.

** O que é proibido atravessar pela aduana do Brasil: Bens cuja quantidade, natureza ou variedade revelem intuito comercial ou uso industrial.
- Cigarros e bebidas fabricados no Brasil, destinados à venda exclusivamente no exterior.
- Substâncias entorpecentes ou drogas.
- Remédios.
- Armas e munição.
- Bebidas alcoólicas, fumo, cigarros e itens semelhantes, quando trazidos por viajante menor de dezoito anos.
- Bens ocultos com o intuito de burlar a fiscalização.


No final do nosso terceiro dia, depois de me desestressar da ida para Ciudad del Este kkkkk (eu realmente cheguei à conclusão de que minha vocação para muambeira é baixa!!!), fomos passear em Puerto Iguazú.

Primeiro, paramos para um café + sorvete no Freddo (que amamos com muita paixão!).



E depois fomos conhecer o El Quincho del Tío Querido. Como já disse, esse restaurante é bem animado, grande e costuma encher, pois recebe muitos grupos de turistas, já que oferece apresentações de bandas e shows de tango. Chegamos cedo, por volta das 19:30 e não tivemos problema em conseguir mesa. O ojo de chorizo estava muito bom, mas confesso que o do Chef Lopes, em Foz do Iguaçu, superou! 




 


4° dia: No nosso último dia em Foz do Iguaçu, eu reservei com antecedência de 2 semanas a visita completa à Usina Hidroelétrica de Itaipu.


Agendei e paguei diretamente no site de Itaipu para garantir o passeio, que tem número de visitantes limitado por dia. Para os que querem muito conhecer a hidroelétrica Binacional - Brasil + Paraguai - sugiro que faça essa reserva pelo site. A procura pelo passeio completo é bem grande.


Itaipu é a maior geradora de energia limpa e renovável do planeta. Se o Rio Iguaçu abriga uma das sete maravilhas da natureza, no Rio Paraná, a apenas 38 quilômetros de distância, está uma das sete maravilhas da engenharia, segundo a lista elaborada pela Associação de Engenharia Civil dos Estados Unidos, após ouvir especialistas do mundo inteiro: a Usina Hidrelétrica de Itaipu, empreendimento conjunto de brasileiros e paraguaios. Responsável por quase 20% de todo o consumo de eletricidade no Brasil e mais de 90% do consumo paraguaio, Itaipu é gigantesca em todos os sentidos. Maior do mundo em volume de geração de energia elétrica, Itaipu é formada por uma barragem de 7.919 metros de extensão e altura máxima de 196 metros, o equivalente a um prédio de 65 andares.

O vertedouro da usina, que tem como função descarregar a água não utilizada para geração, tem capacidade para verter 62,2 mil m³/s, 40 vezes mais do que a vazão média das Cataratas do Iguaçu.


Nós gostamos muito dessa visita completa e guiada, que se chama CIRCUITO ESPECIAL. Iniciou-se com o vídeo sobre sua construção da hidrelétrica.

Depois fizemos um passeio de ônibus pelo exterior, passando pela represa e barragaem. Infelizmente, o vertedouro não estava aberto. É uma expectativa grande vê-lo aberto e isso geralmente ocorre quando o volume de água na represa está acima do aceitável. Logo, as chances são grandes depois de fortes chuvas, como as ocorridas em junho deste ano, ou em janeiro, quando costuma chover mais.


O passeio é guiado o tempo todo, com monitores trilíngues, ônibus especial com água a bordo e permissão total para filmar e fotografar (yupiiiiiiiiiiiiii!!!).


Em seguida, fomos para a usina e pudemos tocar em suas paredes e nos condutos que direcionam a água para o interior das turbinas. 


O ponto alto da visita guiada foi o passeio realizado numa pequena parte do interior de Itaipu, com direito a ver a sala de comando central, onde técnicos brasileiros e paraguaios monitoram a produção e distribuição de energia e à turbina em pleno trabalhoh de geração de 700 megawatts cada uma - energia suficiente para abastecer uma cidade com 2.5 milhões de residências. 



Para os engenheiros de plantão (não é o meu caso) essa visita completa é ainda mais interessante!

**Informações importantes para a visita:

. É obrigatório o uso de calçados fechados, sem salto, e de roupas com comprimento abaixo do joelho.
. É proibido entrar com bolsas, mochilas ou sacolas. Se necessário, há armários para aluguel.
. É permitido levar máquinas fotográficas, filmadoras e pertences pessoais, como óculos, celular, carteira, chaves etc.
. Recomenda-se a compra antecipada dos ingressos, pois o passeio tem vagas limitadas a 25 lugares por horário.
. O vertedouro só abre de acordo com a operação da usina.

Depois de Itaipu, atravessamos novamente a fronteira com a Argentina e fomos novamente passear em Puerto Iguazú, que é uma cidade muito charmosa e com ótimas opções de restaurantes.

Há um shopping em Puerto Iguazú, feirinha de rua, vinotecas como a Don Jorge que é maravilhosa, lanchonetes para você experimentar as empanadas... e, é claro, o Cassino e o Duty Free Terrestre.

Não fui ao Cassino porque não ligo para jogos de azar.

Almoçamos no restaurante La Rueda. Muito bonito, encanta pela decoração. O atendimento é ótimo também. O meu ojo de chorizo (para não perder o hábito) estava estupendo. Até as entradinhas, que em nada combinavam com o prato principal (rsrs), pois eram de salmão, estavam deliciosas. Vale a pena conhecer também esse restaurante. 





Passei rapdidamente no Duty Free Terrestre, que, no último dia de um feriado prolongado, estava capenga. Nem alfajor Havanna eu encontrei por lá. Achei meio fraco, mas vale a pena visitar e conhecer. Lembro que você não terá cota no Duty Free da Argentina, como funciona em aeroportos. Mas se for parado na fronteira pelos agentes da Receita brasileira e tiver que comprovar, a cota é de 300usd por pessoa.


Para fazer suas compras na Argentina, seja onde for, leve dólares! Muito mais vantajoso do que reais e cartões de crédito.

Para atravessar as fronteiras, tenha passaporte em mãos, carteira de motorista (só vale para fronteira terrestre, até onde eu sei, e não arriscaria em aeroportos) ou Id recente, com menos de 10 anos da data de expedição.

Em Puerto Iguazú, a Rodoviária fica no centro da cidade, perto do restaurante Aqva. Uma boa opção para quem não quiser alugar táxi. 

5° Dia: Dia de voltar para a casa e fim da viagem!!

**Aeroporto de Foz**

Por fim, vamos rapidamente dar esse alerta sobre o aeroporto de Foz de Iguaçu. Você terá que passar por Raio X na presença de agentes da Polícia Federal antes de embarcar sua bagagem e pode até haver cachorros treinados para cheirar bagagem com produtos ilícitos.

Dica n°1: Chegue com antecedência no aeroporto porque as filas do raio X e check in são grandes!

Dica n°2: Atenção para a cota de 300usd por pessoa e tenha as notas fiscais com você (veja mais regras aqui no site da Receita Federal), caso seja solicitado a mostrar. Essa dica vai diretamente para os que desejam adquirir produtos da Apple!! São muito visados pela Receita.

Dica n°3: Você pode carregar até 5 Litros de bebidas na sua bagagem de mão que não será despachada. 5 litros equivalem a 6 garrafas de 750ml.

Espero que esse guia ajude aos que pretendem conhecer essa Maravilha e estamos às ordens para as suas dúvidas!!

** Passeios que eu não fiz**

Não fiz esses passeios por falta de interesse mesmo:
- Marco da Tríplice Fronteira - sobre este, li que era complicado para chegar de carro e que tinha muito atoleiro no caminho. Desanimei por completo!

** Mais restaurantes em Foz do Iguaçu**

. La Cabaña - carne, rodízio, parrillada. 
. Vó Bertila: Rua Bartolomeu Gusmão 1116, Centro
. Hokila: Av. Juscelino Kubitschek 545, Centro
. Cuisine du Ciel: Rua Almirante Barroso, 2006, 18 andar - Golden Tulip Internacional, Centro
. Churrascaria do Gaúcho: Rua Tarobá, 632, Centro
. Bella Tavola Restaurante: Av. República Argentina, 1730, Centro, em frente ao Shopping Cataratas
. Messina: Rua Edmundo de Barros, 712, Centro
. Bufalo Branco Churrascaria: Rua Engenheiro Rebouças 530
. Porto Canoas: Final da Rodovia das Cataratas, km 25 - Parque Nacional do Iguaçu


**NOVAS ATRAÇÕES EM FOZ DO IGUAÇU - Recentemente inauguradas (2014)**

 - Vale dos Dinossauros: a sensação esperada é de voltar há 200 milhões de anos. São 20 protótipos do Jurassic Park que fazem ruídos, balançam os rabos e até mexem os olhos. Conta com herbívoros, carnívoros, filhotes, voadores, mas, é claro que o que mais chama a atenção no meio do vale é o Tiranossauro Rex com seus 20 metros de comprimento e 14 metros de altura. Os exemplares mecanizados foram produzidos na China. Inaugurado em julho de 2014, está fazendo sucesso em Foz do Iguaçu.

- Museu de Cera Dreamland: inaugurado em junho de 2014, o museu reúne 80 personalidades em tamanho real espalhadas em 16 cenários. Entre elas: Elvis Presley, Tom Cruise, Frank Sinatra, Michael Jackson, Santos Dumont, além de um cenário todinho dedicado ao Star Wars! Produzidas em Londres, o atrativo faz parte do complexo de entretenimento Dreamland. 

Ambos ficam localizados em um complexo na Avenida das Cataratas, próximo ao trevo de acesso à Argentina e ao Parque Nacional do Iguaçu.

Os igressos, hoje (julho 2014), para visitar ambos atrativos custam: R$40 para adultos. Idosos, moradores da região e estudantes pagam R$20. Crianças entre 7 e 12 anos R$25. Menores de 7 anos e deficientes físicos não pagam. Há descontos para visitar os dois atrativos!!


** ATENÇÃO ** Uma nova regra alfandegária, que entrou em vigor em julho de 2014, cortou a cota de isenção nas fronteiras terrestres para aquisição de produtos no exterior de 300usd para 150usd por pessoa MAS DUROU APENAS 1 DIA E JÁ VOLTOU PARA OS 300 USD POR PESSOA. Ainda assim, devemos ficar atentos à questão e, antes de viajar, conferir se a cota terrestre mantém-se nos 300usd (como sempre foi!) ou se foi reduzida para 150usd (vamos torcer para que seja mantida a de 300usd!). Ou seja, está confuso e precisamos acompanhar. Veja aqui as regras antes de viajar. =)

106 comentários:

  1. Muito bom o guia Lily! Ano que vem quero voltar a Foz, e explorar melhor o lado argentino. Tb conheci Itaipu, impressionante!
    Aliás não entendi mto bem, não dá pra ir para o lado argentino das Cataratas de carro alugado?
    Seus posts são muito completos, parabéns mais uma vez!!!!

    Bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Moniquiiiiiiinha!!
      Feliz por você ter gostado!! Que maravilha!!
      Então, Foz encantou-me muito... ou melhor, as Cataratas!! Amei demais!!
      E Puerto Iguazú é um charme! Vale a pena explorar!
      Nós alguamos carro na Hertz, que já inclui no valor a tal da Carta Verde, que é exigida na Argentina. É aquilo: pode ser que ninguém vá pedir a Carta Verde, mas se pedirem e você não tiver, putz... dá um problema danado!! A Carta Verde já é dada pelas boas empresas de aluguel de carro. Mas é sempre bom perguntar por ela e confirmar!!
      Muito obrigada mesmo!!
      E você é sempre bem vinda aqui!!
      Beijinhos

      Excluir
  2. Excelente post, Lily!
    Estou concentrando na próxima viagem, e logo logo vou pegar tudo aqui!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Fabiiii!!!
      Fico muito feliz que tenha gostado!!!
      Espero que o Guia lhe seja útil! E, se precisar, estou às ordens!
      Quer me levar junto com você não? Hein? rsrs...
      Beijinhos,
      Lily

      Excluir
  3. Oi lily! Li tudo ! Entao, dessa vez vou descartar paraguai, parque das aves e itaipu, pq ja fui. Agora quero concentrar no parque e tentar fazer o q nAo fiz: helicoptero e macuco e tb o templo budista. Esse restaurante aqva eh o q todo mundo indica... Ja ta no roteiro! Otimo post! Super completo beijo, Fabi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fabi! Ah sim... Ciudad del Este, se eu pudesse voltar no tempo, também descartaria kkkk.. foi uma experiência quase traumática! A chuva, a lama e o lixo potencializaram... Agora, estou super curiosa para conhecer o Jurassic Park... quanto ao Templo Budista, não era minha prioridade quando eu fui e não tive interesse. Mas, pelas fotos, parece bem bonito. Depois me conte como foi e, quem sabe, quanto eu voltar, irei lá. A cidade natal do meu noivo fica a 3h de Foz, mais ou menos, então não é tão longe de lá para irmos das próximas vezes ao Paraná... e iremos com mais frequência para ficarmos perto da família dele também... O macuco, eu queria muito fazer para comparar com o Maid of The Mist... mas Fabi, estava tão frio que só de imaginar ficar toda molhada e depois secar naquele frio, eu desanimei... fora que eu não tinha levado outra muda completa de roupa.. mas saí do hotel, onde eu estava, com o ingresso para o Macuco comprado, acredita? Por sorte, devolvi kkkkk... a Loumar é uma ótima agência de turismo. O vento frio não me motivou... rsrsrs... Quanto aos vinhos, essas duas vinotecas são muito boas! =))
      Beijinhos,
      Lily

      Excluir
  4. Passeios em Foz do Iguaçu

    Sou guia de turismo profissional em Foz do Iguaçu,
    Nilsa Witt
    (recomendada nos blogs de viagem)
    Trabalho com receptivos, passeios na Argentina e
    No Paraguai, tenho uma van de 15 lugares, muito
    Confortável, sou motorista e guia.

    Faça uma viagem tranquila com sua família.

    cotações
    45 91083151 vivo whatssap
    45 99259960 Tim
    www.iguasulife.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá, vc poderia me passar os valores pagos nos ingressos tanto pelo lado argentino quanto pelo lado brasileiro? O site brasileiro na parte dos ingressos está em manutenção, muio provável pq terá aumento das tarifas em novembro. Mas como irei agora no final de outubro acredito q pego os valores antigos...daí queria ter uma noção... Seu post é muito completo, um dos mais legais que li!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Samilly, tudo bom?
      Estivemos em Foz há pouco mais de 1 ano. No Parque Brasileiro, pagamos cerca de R$25.00 por pessoa com transporte (adulto). No Parque Argentino, pagamos 115 pesos por pessoa. Lembrando que no Parque Argentino eles só aceitam pesos. Os valores podem ter aumentado um pouco, mas acho que não muito mais que isso, né?
      Que chato isso de estar o site em manutenção.
      Quando vocë irá?
      Aroveite bastante!
      Obrigada por deixar seu recadinho!! E que bom que gostou do post! Fico muito feliz!
      Boa viagem e depois volte aqui para contar como foi, hein?
      beijinhos
      Lily

      Excluir
  6. Oi Lily, tudo bem, muito legal seu blog.Deixa eu te perguntar uma coisa, pretendo ir a foz em março com meus pais, mas eles são idosos com alguma dificuldade de locomoção, não conseguem andar grandes distancias.Não pretendo ir a muitos lugares mais mesmo é leva-los as cataratas e parque das aves, você acha que vou ter problemas com as distancias lá dentro? Será que eu consigo algum pacote de acessibilidade especial? Viu algo assim por lá? Aguardo resposta, Um abraço, Vanda Stephen.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanda!
      Tudo certinho, e vc?
      Obrigada por acompanhar o blog! Fico feliz em ajudar!!
      Quanto a Foz do Iguaçu, infelizmente, eu confesso que não reparei muito na questão voltada à acessibilidade. Vi sim muitas rampas pelas trilhas, o que facilita para cadeirantes. Mas são trilhas que requerem deslocamento. No lado brasileiro, chega-se ao início da trilha de ônibus, o que já facilita. Mas ao longo da trilha, nas passarelas próximas às cataratas, há algumas escadas e não vi pacote de acessibilidade especial. Você já considerou em alugar alguma cadeira motorizada? Pode ser interessante para os seus pais andarem por lá.
      Eu agradeço por sua observação e prometo passar a reparar mais nessas questões que são extremamente importantes.
      Espero ter ajudado de alguma forma.
      Abraços,
      Lily

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Oiiiiiiiiiiii
    Excelente!!!!
    Estou indo dia 20abr e fico até dia 25abr (acho que dá p conhecer bem!!!!!).... adorei suas dicas!!!!!
    Obrigaduuuuuuuuuu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que delícia!!! Espero que você goste bastante!
      Depois venha aqui me contar como foi e me atualizar também dos passeios e restaurantes, viu?
      Abraços,
      Lily

      Excluir
  9. Bom dia
    Parabens pelo Blog
    vc poderia me informar se novembro é uma epoca boa para conhecer?
    Se esse mes é de alta ou baixa temporada?
    7 dias daria para conhecer os dois lados ( argentino e brasieiro) ?
    ou qlguma coisa que queira acrescentar .... será sempre bem vindo,
    obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcelo,
      tudo bom?
      Novembro ainda é baixa temporada no Brasil e com certeza estará bem mais quentinho do que quando eu fui, em junho. 7 dias são mais que suficientes. Eu fiz tudo em 4 dias e com folga, viu?
      Se tiver alguma outra dúvida, estou às ordens! Aqui no mini guia tem muitas dicas. Fique à vontade!
      Abraços,
      Lily

      Excluir
  10. Olá, se possível me esclareça uma dúvida: ao visitar o parque no lado argentino onde vocês deixaram o carro? Qual o valor do estacionamento? Desde já, obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá João, tudo certinho?
      Nós deixamos o carro no próprio estacionamento do parque. O valor pago em 2013 certamente não será o mesmo valor de agora, em 2015. Mas não era muito caro, viu? Ainda mais com a moeda argentina desvalorizada. A dia importante é ter pesos para pagar o estacionamento e a entrada do parque , ok? E valia a pena pela facilidade e proximidade com o parque. Outra opção é pegar o ônibus do centrinho de Puerto Iguazu que leva até o parque ou pagar um transfer/remís que faça o passeio.
      Qualquer outra dúvida, é só perguntar!
      Abraços,
      Lily

      Excluir
  11. Olá Lily, bom dia!

    Eu e minha esposa também somos apaixonados por viagens e nossa próxima será para Foz entre os dias 18 e 23 de junho.

    Dessa vez levaremos nossos pais, porém em razão da idade dois deles já não se locomovem com tanta facilidade. Vi ali em cima que você não observou muito a questão de acessibilidade, mas sugeriu aluguem de cadeira motorizada. Eu e minha esposa já havíamos pensado nisso, mas em pesquisa pelo Google está complicado de achar locais q aluguem. Por isso t pergunto: você viu por lá, ao menos nos pontos turísticos espaços voltados para esse tipo de aluguel? No exterior é fácil localizar nas entradas dos parques, shopping. E etc. Lá em Foz, como isso ocorre? Se não viu lance de alguém, ao menos observou pessoas com essas cadeiras?

    No mais t parabenizo pelo blog q está bem completo.

    Abraços,
    Bernard

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bernard!
      Tudo bom?
      De fato, não observei mesmo essa questão da acessibilidade. Lamento por isso. Mas reforço tudo o que disse acima quanto às trilhas e escadas. Com relação às cadeiras, foi realmente uma sugestão para fins de pesquisa, pois concordo com você que aqui no Brasil ainda não vemos muito esse tipo de facilidade como encontramos fora do país. Será que a equipe do Hotel onde você se hospedará ou alguma operadora de turismo local não poderia ajudar com alguma dica? A Loumar Turismo me pareceu ser uma agência séria.
      No mais, se eu puder ajudar, estou às ordens.
      Muito obrigada! Seja sempre bem vindo ao blog.
      Abraços,
      Lily

      Excluir
  12. Oi.....uma dúvida....vale mais a pena alugar um carro já no aeroporto ou fazer os passeios com os "transfers" de passeios pagos de ônibus?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Então, eu aluguei o carro já para retirar no aeroporto. Achei que valeu mais a pena para poder ficar à vontade para passear e jantar na Argentina, por exemplo. Financeiramente falando, provavelmente o aluguel de carro ficou mais caro do que se eu pagasse os transfers. Mas eu ganhei tempo, liberdade de programar meus horários e pude explorar vários lugares.
      Abraços,
      Lily

      Excluir
  13. Olá, ameiiii seu roteiro e as dicas, estou saindo de carro dia 18/7 de Ribeirão Preto para Salto de Guairá (fazer umas comprinhas) e depois para Foz para fazer esses passeios que vc mencionou, é minha primeira viagem e vou com meu marido. Não pretendo fazer compras em Cidade do Leste pq é muita muvuca, meu marido não topa! Rsrs Não podemos gastar muito, por isso gostari a de uma dica de hotel, restaurantes mais em conta, pois não gostaria de abrir mão dos passeios. Me falaram alguma coisa sobre uma rota onde se pega menos pedágios, vc conhece?Se vc puder me dar mais umas dicas q vc achar importante, vou adorar!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rosane,
      tudo certinho?
      Muito obrigada! Gostaria de pedir desculpas por não ter respondido antes. Espero que sua viagem tenha sido linda!
      As dicas de hotel e restaurantes são essas que já estão no post. Infelizmente, não tenho outras dicas além das já mencionadas. Com relação à estrada, eu também não sei informar porque cheguei em Foz do Iguaçu de avião.
      Espero que as dicas que estão no post tenham sido úteis a você, ok?
      Beijinhos,
      Lily

      Excluir
  14. Olá Lily, gostaria de saber se você alugou o carro direto no aeroporto, na chegada ou fez reserva anteriormente? Fiz um simulação no site e não vi nada sobre a carta verde, por isso minha dúvida.
    Obrigada,
    Kelly

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kelly, tudo bom?
      O aluguel do carro foi arranjado antes da viagem, para que a retirada e entrega dele fosse realizada no aeroporto. Ou seja, já estava reservado para a gente. Com relação à Carta Verde, é sempre bom perguntar. Se não te entregarem, insista para ter e evitar problemas na Argentina, ok?
      Beijinhos,
      Lily

      Excluir
  15. Boa tarde!!!
    Adorei o blog!! por enquanto é o mais completo que vi ate agora!!! Adorei a sinceridade falando do Paraguai!!!
    Estou indo para Foz no final de setembro e ja reservei voo e hotel. Estou pensando em alugar um carro mas li em alguns sites que o carro não pode entrar nos Parques nem da Argentina, nem do Brasil... é verdade??!! Como li em sites que vendem passeios fiquei um pouco desconfiada... é muito longe o local onde estaciona o carro???
    obrigada desde já

    Ana Luisa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana,
      tudo bom?
      Olha, eu entrei de carro até o estacionamento. O estacionamento é o limite. Você deixa o carro lá e segue caminhando. Mas isso é normal, como em qualquer outro parque, Shopping Center... etc
      Eu gosto de caminhadas e sou nada preguiçosa kkkk... não achei longe! Para ser sincera, nem senti essa distância toda. Se eu voltar um dia, com certeza alugarei carro novamente.
      Espero ter ajudado.
      Beijos,
      Lily

      Excluir
  16. Oi, Lily! Gostaria de saber se esses restaurantes que você foi são caros. Sempre que viajo dou preferência para restaurantes recomendados (vejo em blogs e sites como Tripadvisor) pois sei que em cidades turísticas tem muito restaurantes que cobram caro por pouca qualidade (tipo engana turista), infelizmente.

    Adorei suas dicas!!!

    Beijos

    Fernanda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda!
      Tudo certinho?
      Ótima pergunta a sua! Olha, não me senti enganada em nenhum deles. Porém, meu parâmetro é o Rio de Janeiro, cidade onde moro e onde está tudo muito caro. Portanto, não achei os restaurantes de Foz nem os da Argentina caros. Pelo contrário, eles foram mais baratos do que os do Rio que oferecem o mesmo padrão de qualidade. Mas não dá para dizer que sejam restaurantes baratos, viu? Acho que estão na média de bons restaurantes não extorsivos, entende?
      Espero ter ajudado!
      Beijinhos,
      Lily

      Excluir
    2. Obrigada, Lily!!! Ajudou sim!!

      Beijoss

      Excluir
    3. Que bom, Fernanda!! Depois me conte como foi!
      Beijinhos,
      Lily

      Excluir
  17. Sou de BH, estivemos em Foz do Iguaçu este mês. Deixo minha contribuição:
    Inicialmente, quero registrar a amabilidade do Paranaense. Observei em Curitiba e confirmei em Foz: eles são extremamente hospitaleiros!!! Viajo muito e lá isto me chamou a atenção.

    FOZ DO IGUAÇU – Me surpreendi positivamente com a cidade. Organizada, limpa, estruturada, aparentemente tranquila e com trânsito bom.

    HOTEL DEL REY – Antes da viagem, efetuei uma solicitação quanto ao apartamento e fui atendida de pronto, e com extrema gentileza, pela gerente Luíze.
    Hotel simples, mas muito confortável, com preço justo, muito limpo, com boa localização, cuidado, organizado, banheiro amplo com bom chuveiro, roupas de cama/banho de qualidade, esculturas com toalhas, wifi grátis. Observei zelo e profissionalismo em todos os quesitos.
    O hotel possui 2 diferenciais:
    1 - a simpatia/prontidão dos funcionários. Todos. A equipe funciona de forma sincronizada e muito eficaz. Me senti em casa, com tanta gentileza/carinho do staff e o atendimento ímpar que recebemos. Jaqueline (café) é o destaque.
    2 – o café da manhã é superior à categoria do Hotel, tem porte de 4 estrelas. Ex-ce-len-te! Qualidade, variedade, tudo delicioso.
    Nenhum ponto negativo. Voltaria mil vezes.

    PASSEIOS – Conheci o Paulo César Rack em comentários de sites de viagem. Arrisquei e ganhei na loteria. Fizemos todos os passeios com ele. Profissional simples, atencioso, carismático, responde todos as mensagens tempestivamente, super pontual, hiper profissional, zeloso e o melhor: a preço justo, com o plus de buscar e levar ao aeroporto como cortesia. Ele nos deu dicas sobre moedas, cotações, qual usar, restaurantes mais em conta, restaurantes mais sofisticado, melhor horário p atividades, melhores lojas, os cuidados devidos em cada local, etc, etc... nos sentimos cuidadas. Contato: ( 45) 9136-8038.

    CHURRASCARIA RAFAIN – O Paulo reservou uma mesa na primeira fila pra gente, com vista privilegiada. Não deixe de ir! Show regional bacana. Comida variada e gostosa. Local turístico, muito agradável. Bom atendimento. Vale o preço. Dica: chegue cedo.

    RESTAURANTE TIO QUERIDO – Um bom restaurante, bem decorado, bem frequentado. Sem plus. Gostei mais do RESTAURANTE BEL VIALE, local aconchegante, com bom atendimento, cardápio super variado, comida gostosa, farta, preços não turísticos.

    ITAIPU – Interessante, obra impressionante, cultural, vale a pena para quem gosta de algo mais consistente. Orgulho de ser brasileira.

    CATARATAS – Espetaculares. Os 2 lados são muito diferentes e belos. Contudo, o lado argentino é infinitamente mais bonito que o brasileiro, a meu ver. O passeio de barco (emocionante!) do lado argentino é mais barato. Entretanto, não faça o passeio de barco atrelado com o passeio na mata, pq ouvir los Hermanos falar de paca, capivara, jaquatirica, árvores, sacolejando dentro de um pau de arara, por cerca de uma hora, não vale a pena para brasileiros - que temos flora e fauna riquíssimas. Furada. Passeio para gringo. A garganta do diabo é o ponto alto do passeio.

    Feirinha de Iguaçu: não espere muito.
    Templo budista: maravilhoso, vontade de passar a tarde.
    Paraguai: com o dólar alto, poucas oportunidades; cansativo, muitos ambulantes, assédio chato, pechinche. Pitoresco.

    Adorei esta viagem! Voltarei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Simone!
      Nossa! Quanta riqueza em detalhes!!
      Muito obrigada por sua colaboração! Tenho certeza de que será muito válida para vários leitores!
      Adorei seu relato! Parabéns!
      Beijinhos,
      Lily

      Excluir
    2. obrigada por tantos detalhes !!!

      Excluir
  18. AMEI O POST, SEM SOMBRA DE DUVIDAS FOI DE GRANDE AJUDA, POIS ESTAREI EM FOZ NO PRÓXIMO FIM DE SEMANA E ESTAVA CHEIA DE DUVIDAS. MAS COM ESSAS DICAS TÃO COMPLETAS ESTOU MAIS SEGURA, É UMA PENA QUE VOU FICAR POUQUÍSSIMO TEMPO, MAS SEI QUE SERÁ O SUFICIENTE PRA QUERER VOLTAR. MUITO OBRIGADA.
    BJS...
    ANA CAROLINA AMORIM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana Carolina,
      que fofa! Muito obrigada por vir aqui comentar! Fico super feliz com um feed back assim e isso só me motiva mais e mais a seguir escrevendo!
      Depois volte aqui para contar para a gente como foi lá, ok?
      Beijo grande e boa viagem!!!
      Lily

      Excluir
    2. Oh Lily eu que agradeço, e continue sim com esses post tão ricos em detalhes, são de grande ajuda. Bem como havia dito fiquei pouco tempo lá, mais valeu cada segundo. Indescritível a sensação de estar nas cataratas , é incrivel, não queria ir embora nunca mais kkkk
      No Paraguai me sentir meio perdida, pois fui despreparada sem saber o queria comprar. No primeiro dia mais me divertir com meus amigos do que comprei, voltei no dia seguinte só com um amigo e em menos de 2horas lá comprei mais do que um dia inteiro..apesar da correri gostei, o dia tava agravel e gostei dos preços tbm.
      Na Argentina fui no Dut Free, que na verdade não gostei muito..e dps pegamos um taxi que nos deixou no IceBar, foi incrivel, 10º a baixo de zero. Pagamos 50 reais e ficamos lá por 30 minnutos, o bar é opem. Vale muito a pena conhecer, amei. Queríamos muito ter ido ao El Quincho del Tio Querido, mais não tivemos tempo infelizmente.
      Os outros passeios ficaram pra a próxima que com certeza vai ter em breve. Preciso levar meus pais pra conhecer essas maravilhas. De lá seguímos pra São Paulo e cheguei aqui, em Vitoria da Conquista-Bahia, onde moro, na madrugada de Quarta. foi uma viagem meio louca, por que todo o percurso foi feito de onibus, mais valeu muito ter conhecido esses lugares incriveis e fazer novas amizades.
      Beijo grande... Ana Carolina

      Excluir
    3. Oiiii... que legal! Que bom que deu tudo certo! Pois é... nem sempre vemos tudo o que o destino oferece, mas com certeza plantamos a semente para depois retornar e curtir ainda mais.
      Obrigada por compartilhar conosco a sua experiência!
      Beijos,
      Lily

      Excluir
  19. Olá Lily,
    Viagem marcada para 3 a 7 de Outubro para eu e minha esposa, será primeira vez em Foz do Iguaçu.
    Estava com muitas dúvidas, mais graças a sua dedicação em escrever e com riquezas de detalhes, tirou muitas delas. Vou alugar um carro para retirada no Aeroporto e tentar visitar Argentina (Nem sabia que existia a tal da Carta Verde), você me deixou com mais vontade de visitar Argentina.
    Estou mais aliviado em saber que não vou perder muito em não querer visitar o Paraguai.
    Muito obrigado por compartilhar sua experiência em Foz, ajudou e muitoooo!!!
    É horrível ir para um lugar sem ter noção de nada!!!
    Gostei das fotos, bom fotógrafo e belo casal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Oi Robson! Que legal!
      Fico muito feliz com seu comentário!
      Estou na torcida para que seja uma viagem linda e inesquecível!
      Muito obrigada pelo carinho! Seja sempre bem vindo aqui no blog!
      Abraços,
      Lily

      Excluir
  20. Esqueci de mencionar, pretendo visitar as cataratas dia 05/10 Segunda-Feira para comemorar aniversário de casamento 3 Anos! Hehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Noooossa! Que legal! 3 anos? Tem que comemorar mesmo!
      Parabéns!
      Que venham muitos e muitos anos pela frente e muitas comemorações!
      Abraços,
      Lily

      Excluir
  21. Olá, Lily...
    Nossa seu post é incrível, bem completo e com certeza irá me ajudar e muito na viagem que vamos fazer em Novembro para lá.
    Estamos pensando em alugar um carro também, para ter mais liberdade... Achei o valor dos transferes bem caros, não sei se é impressão, mas parece que tudo em Foz é bem próximo do centro e de fácil acesso.
    Uma dúvida, no nosso Hotel não tem estacionamento, você sabe se os valores de diárias lá são muito altos?
    Suas dicas são ótimas, não estou muito animada para conhecer o Paraguai não.. Mas se eu for, quero ir apenas nas lojas maiores tb, não tenho paciência para muita muvuca! rs
    Quanto aos Parques, gostaria também de conhecer o lado Brasileiro e o Argentino.. Mas vamos ver se será possível!

    Muito obrigado pelas dicas!!!

    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tatiane! Tudo bem?
      Que maravilha! Muito obrigada mesmo!
      Com relação às diárias de estacionamento, eu realmente não sei informar. Mas você já perguntou para o staff do Hotel? Como eles não têm garagem, eles devem saber esses valores.
      Estou na torcida para você conhecer os dois lados do Parque, viu? Vale muito a pena! Você vai amar!
      E tente também visitar o Parque das Aves que é lindíssimo!
      Beijinhos,
      Lily

      Excluir
  22. Oi Pessoal

    Sou guia Nilsa Witt, Foz do Iguaçu, tenho uma van e credenciamentos pela
    EMBRATUR, sempre com atendimento amigável e passando boas dicas
    especializados em atendimento a famílias grandes,
    com crianças e melhor idade, gostaria de deixar meu contato,
    para orçamento.
    iguassulife@gmail.com
    45 91083151(vivo) whats
    45 99259960(tim)

    ResponderExcluir
  23. Boa tarde Lily. Você é a segunda pessoa que diz não ser perigoso atravessar a fronteira de carro (da Argentina). Vamos para Foz nas Férias de Janeiro e queria dar um pulo em Puerto, só que queria ir com meu carro pq vou com minha filha de 2 anos. Você me recomenda um estacionamento seguro lá? E a média dos preços. Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tays!
      Tudo bom?
      Então... nós fomos para Foz em um feriado... estava tudo muito movimentado! E como Puerto Iguazú tem restaurantes mais interessantes ao meu ver, com preços melhores, diga-se de passagem, nós estivemos lá por três vezes! Não tivemos qualquer problema! Só recomendo que você veja a questão da Carta Verde para você trafegar lá, já que seu carro é brasileiro. A gente estacionava na rua mesmo. Não vi perigo. Com relação aos preços, eu sei que achei tudo mais barato do que no Rio de Janeiro, onde vivemos. Com R$100,00, a gente fazia excelentes refeições (para 2 pessoas). =))
      beijinhos e depois me conte como foi lá!
      Lily

      Excluir
  24. Olá, Lily
    Primeiramente queria parabenizar pelo blog! muito show o jeito que vc descreveu sua viajem! Vou para foz com meu marido no final do mês e seu blog foi muito esclarecedor.
    Tenho algumas duvidas sobre dinheiro...vc acha melhor levar dolares (no atual valor :S) ou melhor levar pesos? para jantar na argentina tem que ter pesos né? troca dinheiro aqui ou em foz? (faz diferença?)
    vc sabe se os parques abrem de domingo?

    obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Muito obrigada! Fico muito feliz pelo blog estar ajudando no planejamento da sua viagem!
      Então, quando eu fui, em 2013, eu levei dólares e reais. Mas na Argentina, usávamos dólares direto porque valia muito mais a pena. O câmbio negro era super vantajoso, sabe? Mas hoje, sinceramente, eu talvez levasse meio a meio e veria na hora o que teria mais vantagem. Eu não deixaria de levar um pouco de dólares. Na Argentina, especialmente em Puerto Iguazú, o único local onde você obrigatoriamente precisa ter pesos para pagar é no Parque das Cataratas. Nos restaurantes e lojas, você paga tanto com real quanto dólar, sendo que, pagando com dólar, eles costumam fazer um câmbio muito muito bom comparado ao câmbio oficial.

      Esse é o site das Cataratas do lado Argentino - http://www.iguazuargentina.com/

      Horarios y Tarifas
      • El Parque Nacional Iguazú está abierto todos los días del año sin excepción.
      • Las tarifas están expresadas en pesos argentinos, y solamente se pagan en esa moneda y en efectivo. El uso de tarjetas de crédito y débito es aceptado en el interior del Parque Nacional, pero no es aplicable para el pago de ticket de acceso ni del estacionamiento.
      • Tanto la venta de entradas como el ingreso al Parque Nacional estarán permitidos hasta las 16:30. El horario de permanencia dentro del Parque se extiende de 8:00 a 18:00.
      • Es necesaria la presentación del Documento de Identidad o Pasaporte en la boletería al momento de adquirir su entrada. El domicilio que conste en dicha documentación será el único determinante para establecer la categoría del visitante y por ende, el valor de la entrada respectiva.
      • No está permitido el ingreso de drones, ni su telecomando dentro del Parque Nacional en toda su extensión.
      • En el área del Portal de Acceso hay lockers disponibles con costo para guardar equipaje, como así también caniles para mascotas, cuyo ingreso al Parque no está permitido.

      Entrada está custando hoje (novembro de 2015) 200 pesos para Brasileiros.

      Espero ter ajudado!
      Boa viagem!
      Depois venha aqui contar para a gente como foi, viu
      Beijos,
      Lily

      Excluir
  25. Ola Lily...boa noite!

    Meu nome é Iury, sou de BH e embarco para Foz nesse fds!

    Todos os anos, mais ou menos dois meses antes das férias, procuro entrar em sites e blogs procurando dicas sobre os locais onde vou, pois sempre tem alguma sugestão que nos facilita a vida ou que nos tira do sufoco, fazendo a viagem ser ainda mais agradável.

    Sem contar que os preparativos também fazem parte da viagem...rs

    Este ano não consegui fazer isso e, somente hoje tive tempo para essas pesquisas. Achei algumas informações em diversos endereços eletrônicos, mas nenhum tão completo como o seu!

    Parabéns....milhões de vezes!!!! Isso sim é utilidade pública.

    Agradeço pelas dicas, pelo requinte dos detalhes, por me passar uma visão real do que poderei encontrar nessa viagem!

    Parabenizo também as demais pessoas que vieram corroborar com suas informações, inclusive fornecendo outros detalhes.

    Espero assim que voltar relatar aqui minha experiência, e que esta possa ser útil a outras pessoas, como as dicas neste post me foram.

    Não sei sua religião, mas peço que Deus lhe dê saúde e condições de continuar viajando e relatando suas experiências!

    Abraços....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iuyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyy.... que gentil da sua parte vir aqui e deixar esse comentário tão fofo!

      Você não imagina a minha felicidade!! Que bom que o blog te ajudou!! Seja sempre bem vindo!

      E depois volte aqui para nos contar como foi a sua experiência, viu?

      Abraços e boa viagem!
      Lily

      Excluir
    2. Boa noite Lily...tudo bem????

      Espero que sim.

      Voltei para agradecer a vc pelas dicas...foram ótimas...me senti um "veterano em Foz"...rsrsrs..

      Minhas considerações aos que pretendem ir:

      a) aluguel de carro: se for ficar até quatro dias alugue sim. Se for focar mais dias, a pessoa terá tempo de sobra, e pode utilizar o transporte publico e táxis...muito tranquilo de se usar;

      b) quanto ao dinheiro e compras: com o dólar a R$4,00, tudo acaba saindo muito caro. Na semana em que eu estava lá aconteceu uma reforma cambial na Argentina, elevando o dólar de 9,5 pesos para 14 pesos. Antes dessa mudança valia e muito trocar real por peso no Brasil e ir às compras o Dutty. POr exemplo, um produto de 100 dólares seria cotado a 980 pesos ou também R$ 400,00. Você pega os R400,00 e troca a 0,255 pesos no Brasil, compra o mesmo produto por 980 pesos... e ainda sobrariam 620 pesos (economia de 40%). Com as mudanças cambiais, no meu exemplo, o mesmo produto iria para 1400 pesos, deixando de ser interessante. Sei que este tópico foi de números...mas espero que ajude..rsrsrs

      Com isso, compramos poucas coisas na Argentina, e muitos perfumes no Paraguai. Com relação às lojas em Ciudad Leste.... as melhores foram as que vc citou Lily. Na Sax descobri algo interessante: todos produtos com etiquetas arredondadas de cor vermelha são promocionais, chegando a 40% desconto. Ai sim valeu pena. Um Óculos Prada saiu pela metade do preço do Brasil.

      c) Passeios: todos muito bons. Acho que vc descreveu bem cada um deles. Fiz o Macuco Safari...muito legal... mas poderia sim ser bem mais barato...rsrs. Com relação às Cataratas,,,ponto alto da viagem.. se puder a pessoa puder fazer os dois lados.. ótimo.. se tiver que escolher um...vá no argentino. Além de ser mais bonito, a interação com o parque e com a natureza é muito maior.

      No mais, todas as informações já foram repassadas anteriormente por vc e pelos demais leitores do blog.

      Espero que meus comentários possam complementar os seus,, e ajudar outras pessoas.

      Abraços...e mais uma vez muito obrigado!

      Excluir
    3. uauuu!!!!
      obrigada pela ajuda !!!

      Excluir
  26. Ola meu nome é Marcos Palombo ,ja estive la sozinho a trabalho e passei uma semana ,foi legal e agora em Janeiro volto com a familia. Muito bom suas dicas vou utilizar quase todas,mas gostaria de sugerir se acharem interessante , o bar gelado , divertido uma mini boate de gelo e da pra ir com a familia , criancas e baratinho tipo R$9,00 pessoa, obrigado pelas dicas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcos!
      Excelente!
      Muito obrigada pela dica! Sempre é muito válido. Não fui ao bar gelado, mas sei que muita gente vai e se diverte!
      Valeu mesmo!
      Uma ótima viagem com sua família e depois venha aqui contar para a gente como foi, o que vocês farão de diferente, ok?
      Abraços,
      Lily

      Excluir
  27. Lily, Boa noite. Primeiramente parabéns pelo blog. EXCELENTE. Da confiança e coragem de fazer a viagem mais tranquilo. Uma coisa que me deixa preocupado com essa viagem é que eu iria com minha esposa e filha de 1 ano e 8 meses. Acredito que um dos passeios inviaveis seria PARAGUAI, o qual estava ate comentando com minha esposa que nao tenho a menor vontade de ir. Tanto pelos valores como comentarios...rsrs Enfim. Mas acredito que mesmo com a minha filha nao tenha problemas para fazer os passeios principais como Lado Argentino ou ir ate Argentina, os parques etc ? Ou voce nao recomendaria ? Irei no final de março por volta do dia 20 a 25 e pretendo fazer igual a você alugar um carro. Outra duvida é em relaçao ao Hotel...encontrei alguns perto do parque da aves, qual você acha mais indicado ? Obrigado e mais uma vez parabéns pelas dicas e conselhos.
    Abc
    Rafael Zamora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rafael,
      primeiramente, mil desculpas por não ter respondido antes. Passou despercebido! Espero que ainda dê tempo de tirar suas dúvidas:
      - não vejo problemas em levar sua filha para os passeios dos Parques. Basta apenas ter cuidados com os bichinhos, passar repelente, filtro solar... essas coisas normais!
      - com relação ao hotel, nós optamos por ficar no centro da cidade pela facilidade de jantar à noite, proximidade com farmácias, lanchonetes e também para ficarmos na metade do caminho entre os parques e Itaipu, pois também visitamos Itaipu. Diante disso, nem tenho como te indicar um outro hotel perto do parque, mas com certeza existem bons hotéis por lá.
      Eu quer agradeço pela confiança em vir aqui planejar sua viagem com base em nossas experiências e dicas! Qualquer coisa, estou às ordens.
      Abraços,
      Boa viagem!
      Lily

      Excluir
  28. Bom dia

    Mto bom o Blog mesmo Lily, eu sou Josué trabalho na Loumar Turismo em Foz temos inclusive um balcão da nossa agência no Hotel Águas do Iguaçu (Hotel que ficou Hospedada), coloco aqui o contato da nossa empresa e site caso alguém tenha alguma dúvida ou necessidade de montar o seu pacote.

    45-3521-4017 ou 45-3521-4000
    Whats: 45-9935-2652
    Site: http://www.loumarturismo.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Josué, tudo bom?
      Obrigada pelo contato.
      Abraços,
      Lily

      Excluir
  29. LILY, ESTOU PESQUISANDO ROTAS: ASSUNÇÃO, BUENOS AIRES, MONTEVIDÉU E TALVEZ CHILE DE CARRO. SOMOS DOIS CADEIRANTES, MAS NÃO ENCONTREI NADA. COMECEI A VER SEUS PASSEIOS POR FOZ DO IGUAÇU, COMO JÁ CONHEÇO, VI TUDO DE NOVO ACHEI MUITO BEM DESCRITOS TODOS OS PONTOS, PARABÉNS. CONHECE ALGUM CADEIRANTE QUE JÁ FEZ ESSA VIÁGEM, SE SOUBER ME FALE, ABRAÇOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Josino, tudo bom?
      Que bacana esse seu roteiro! Bem completo pelo Cone Sul!
      Fico feliz por ter vindo aqui no Apaixonados por Viagens fazer suas pesquisas.
      Sobre a sua pergunta, infelizmente não conheço nenhum cadeirante que já tenha feito essa viagem.
      Mas há tantos recursos hoje em dia que acredito que ser possível sem contratempos. Planejando bem direitinho, observando os horários das atrações, pegando hotéis bem localizados, próximos às principais atrações, acho que será um sucesso. Dos lugares que você mencionou, temos muitas dicas aqui no blog de Montevidéu, Buenos Aires e Chile. Só não conheço Assunção por falta de curiosidade rsrs... mas se você for, depois venha me contar como é lá, ok?
      No que pudermos ajudar, estamos às ordens!
      Boa sorte na aventura!
      Abraços,
      Lily

      Excluir
    2. Seja sempre feliz que o resto são detalhes. Obrigado darei detalhes de Assunção. Abraço

      Excluir
    3. Seja sempre feliz que o resto são detalhes. Obrigado darei detalhes de Assunção. Abraço

      Excluir
  30. LILY, VAMOS SAIR DE BRASÍLIA DIA 04/03/2016

    ResponderExcluir
  31. LILY, VAMOS SAIR DE BRASÍLIA DIA 04/03/2016

    ResponderExcluir
  32. Olá amigos,
    achei o blog super legal, Parabéns!!

    sou guia em Foz do Iguaçu, tenho uma van executiva autorizada para passeios, sou credenciada pela Embratur, trabalho com roteiros personalizados, de acordo com o tempo
    e interesse de cada família. No tripAdvisor você poderá ver e fazer avaliações sobre meus serviços, lá vocês me encontram com nome da minha empresa Iguassu Life tour

    Peço licença para deixar meu contato
    iguassulife@gmial.com
    45 91083151 vivo e whats
    45 99259960

    ResponderExcluir
  33. Ola! Adorei o blog, muito completo em informações, parabéns! Vou para foz em Agosto e também vou alugar um carro, minha dúvida é quanto a estacionamento em Puerto Iguazu, onde vcs deixavam o carro quando iam pra la a noite? Obrigado por responder! Paulo Spealls

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigada!
      Todos os posts são escritos com muito carinho e dedicação! Fico feliz por ter gostado =)

      Sobre o estacionamento em Puerto Iguazu, nós deixamos o carro na rua, respeitando as placas de estacionar e olhando onde havia outros carros também parados. Mas lembro de um estacionamento perto da rodoviária, que fica no centrinho também, como também em um shopping, tipo galeria, logo na entrada. Espero ter ajudado.
      Abraços e boa viagem.
      Lily

      Excluir
  34. ótimo post! parabéns, realmente Foz do Iguaçu é muito lindo. Existe um site que organiza as casas de cambio e mostra a melhor taxa, ele tem muitos resultados em Foz do Iguaçu, Ciudad del Este e Paraguai. o nome do site é www.aquicambio.com vai ajudar muito para quem vai trocar dinheiro para compras no tres países, usem!! eu economizei dinheiro, além que o site mostra no mapa onde estão localizadas as casas de cambio! bem show!!!

    ResponderExcluir
  35. Oi Lily, muito legal seu post! Fez uma viagem bem completa pela fronteira :}
    A cidade é muito interessante e tem bastante opções de coisas pra fazer. Para quem curte mais o lado b, Foz do Iguaçu é um ponto de parada bem organizado e que tem opções pra diferentes públicos, o Refugio Biológico, por exemplo, é uma unidade de proteção para plantas e animais, que foram desalojados para construção da Usina.
    O Luau das Cataratas é uma boa, pra conhecer as Cataratas à noite. No Local Planet tem mais algumas dicas de locais pra visitar em Foz do Iguaçu: http://www.localplanet.com.br/o-que-fazer-foz-do-iguacu-lado-b/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Monica!
      Que legal o seu relato e sua dica! Com certeza tem muita gente que curte programas mais diferentes e alternativos, principalmente que vai pela segunda ou terceira vez e já fez o principal por lá.
      Obrigada!
      Beijos,
      Lily

      Excluir
  36. Amei suas dicas. Vou pra lá final de setembro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom! Ficamos sempre felizes em ajudar!
      Ótima escolha de viagem. Com certeza, você vai gostar.
      Abraços,
      Lily

      Excluir
  37. Olá! Na verdade gostaria de pedir uma dica: tenho loucura em conhecer Foz do Iguaçu e minha mãe também. Ela tem 70 anos, anda devagar, mas se locomove bem. Você vê muitos idosos por lá? Os trajetos são muito difíceis? Desde já, agradeço, Bjsss.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bom?
      Olha, infelizmente, no Brasil, nos destinos de ecoturismo ainda não são tão fáceis para quem tem dificuldade de locomoção, isso porque ela terá que caminhar um pouquinho, pelo menos, sabe? Mas as trilhas não são pesadas, principalmente o Parque Brasileiro, que tem uma estrutura menos rústica do que o lado argentino. Portanto, eu acho que ela ficará bem sim. Em Foz, a gente vê todas as idades, desde crianças pequenas a idosos também. Acho que vale a pena tentar.
      Depois me diga como foi, ok?
      Desde já, estamos na torcida!
      Beijos e boa viagem,
      Lily

      Excluir
    2. Muito obrigada, Lily! Conto, sim.
      Bjs,
      Luciana.

      Excluir
  38. Coberturas Seguro Auto


    Cobertura contra Danos

    Cobre dano parcial ou integral ao automóvel por colisão, incêndio ou roubo/furto seguro carro

    seguro casa

    ResponderExcluir
  39. Parabéns, achei muito completo e honestos comentários! Estou querendo ir com meu marido e filho. Pensamos em ir a Inhotim e de lá para Foz. Dois dias 2 dias em MG e três em Foz. Achei que ele não estava nem um pouco a fim de ir...mas me chamou a atenção quando você falou da hidroelétrica. Ele estuda engenharia. Valeu a dica! Obrigada

    ResponderExcluir
  40. Olá! Adorei seu blog. Sempre fujo do carnaval de Salvador, e este ano estarei optando em ir para Foz, que que foi um destino visitado por mim pela primeira vez há 35 anos!! Adorei seu blog e as dicas são precisas...! Todas as minhas dúvidas já foram esclarecidas com os comentários anteriores...(leio tudo hahaha).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Suely!
      Que legal saber que o blog te ajudou e que os comentários deixados aqui no blog também foram úteis! Adoro essa interatividade. Super importante quando os leitores voltam aqui e compartilham suas experiências, que são mais atuais e sempre são importantes.
      Espero que você se divirta bastante.
      Beijos,
      Lily

      Excluir
  41. Oiii, adorei seu blog, começei vendo Arraial do Cabo vim parar em Foz.
    Pretendo ir em Janeiro, você julga uma boa época para fazer os passeios?
    Outra questão, eu não alugarei carro. Visitar Argentina e Paraguai da pra ir apé, ou tem ônibus local que faz esse transporte, quanto tempo dura em média essa travessia?

    Obrigadinhaaa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Que barato! Dois destinos maravilhosos! Mas não desista de Arraial, viu?

      Bem, janeiro é uma época mais quentinha e será legal sim para os passeios.

      Sobre Argentina e Paraguai, não dá para ir a pé em hipótese alguma para a Argentina, pois é longinho.

      Ao Paraguai, embora seja possível atravessar a pé a Ponte da Amizade, eu não recomendo. Há muitos muambeiros por lá e a ponte é super visada para furtos e roubos por conta disso.

      Eu fui de van (está detalhado no texto o nome da empresa) e achei excelente.

      A travessia em si é rápida. Se for de carro/van, nem 10 minutos.

      Abraços e boa sorte!
      Lily

      Excluir
  42. Gostaria de contar minha esperienca para advertir sobre algumas coisas que acontecem do lado Argentino: primero aconselho pagar sempre em pesos porque eles fazem o cambio absurdo. Ferinha: Os doces de leite de caixa craft que vendem nao sou os mesmos daqueles que fazem degustar! Nao compre, nao seja enganado. O bar do gelo e um fiasco, uma salinha de 4x4 com paredes com blocos de gelo, teto e piso preto (sic), sem ambiente de bar, musica insportavel e os funcionarios muito antipaticos. O pior: eles cobram mais caro o ingreso para estrangeros, falta de respeito e discriminacao. Si for visitar os dois lados das cataratas aconselho fazer a « gran aventura » no lugar de « macuco safari ». Intente fazer todos os trajetos com onibus de linha, funciona muito bem e muito barato. Boa viajem !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas dicas e recomendações!

      Excluir
  43. Oi Lily, eu li tudo aqui para depois ir a Foz (foi tudo muito útil, parabéns), logo viajei e segui algumas instruções que aqui estavam. Foi tudo muito bom, Cidade linda, com muito verde, e claro! muita água. Eu pensei em alugar um carro, mas acabei pesquisando bastante, e encontrei um casal em Foz, Sidney e Rosana que levam a gente para todos os pontos turísticos, são muito legais, fizeram a gente se sentir entre amigos, além do preço ser muito bom. Peguei um pacotinho que eles fazem, que engloba todas os passeios, cataratas brasileira, argentina, paraguai, Itaipu, etc. Foi uma das melhores férias que tive, e pretendo voltar, pois eles me falaram que Paraguai não é só compras, lá tbm tem um city tour muito legal, mas eu não tinha mais tempo. O whats deles é 045 9154 0627 site: http://pgviajantes.com.br/. Fica a Dica.

    Abraços, adorei o blog.

    ResponderExcluir
  44. Olá, José! Tudo bom?
    Obrigada pela dica e informação. E que bom que deu tudo certo!!
    Quero muito voltar a Foz.
    Abraços,
    Lily

    ResponderExcluir
  45. Adorei seu Blog, muito bem explicado. Fui Para Foz do Iguaçu semana passada, esse lugar realmente é maravilhoso, conhecemos os dois lados das cataratas, brasil e argentina, conhecemos o Paraguai. Cidade com muita gente simpática, levamos sorte encontramos com algumas pesquisas um casal que faz os passeios com veiculo privativo na cidade, preço melhor que grupo, e ainda nos leva em um carro só a gente, foram super atenciosos e mostraram tudo, com muita simpatia, o hotel que ficamos deixou um pouco a desejar, mas quase nem paramos lá mesmo hehe. Parabéns. já estava esquecendo o whats desse casal de motoristas é 045 9154 0627 caso alguém precisar.

    ResponderExcluir
  46. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  47. Oi Lily, tudo bem?Pelo que li, no parque brasileiro e argentino tem transporte interno. Mas mesmo assim, como estou recem operada do pe, queria saber se mesmo assim caminha-se MUITO ou é algo suportavel, nada como andar um dia em uma disney por exemplo?
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  48. Olá, Pat!
    sim, há transporte nos dois, com certeza. Mas isso não significa não ter que caminhar.
    No lado argentino caminha-se bem mais, pois são trilhas mesmo. A caminhada é leve, mas é coisa de 20 minutos, a depender da trilha... acho que a mais longa que fizemos foi de 30 minutos. Tudo bem suportável, mas tem bastante sobe e desce de escada. No lado brasileiro é mais tranquilo e as trilhas são planas e bem pavimentadas. Acho que a caminhada sem fotos rsrs... direto, seria em torno de 30 minutos.
    Espero ter ajudado!
    beijos e depois me conte como foi
    Lily

    ResponderExcluir
  49. Oi Lily ! Parabéns pelo blog , simplesmente amei ! O relato sobre Foz está sensacional, a riqueza de detalhes, a forma como você descreve cada atração do local e as fotos estão incríveis !

    Esse ano decidi vou ir atrás do meu sonho de viajar e conhecer vários lugares diferentes, e após varias pesquisas sobre o meu primeiro destino, fiquei em um embate entre Foz do Iguaçu x Balneário Camburiú ... Acabei achando o seu blog e confesso que esse post fortaleceu minha vontade de conhecer Foz, muito obrigado !

    A propósito você já foi a Balneário Camburiú ? E se sim, tem algum post sobre a cidade ?

    Desde já agradeço, e o seu trabalho está muito bom !

    Abraços,

    Pedro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Pedro! Tudo certinho?

      Muito obrigada! Ficamos sempre felizes com esse feedback!

      Tenho certeza de que você vai amar as Cataratas!! Não foram escolhidas como as novas 7 Maravilhas do Mundo a toa, certo?

      Sobre o Balenário, já fui sim, mas minha experiência foi só para festas na Warung rsrs... não passei de dia e isso é algo que preciso voltar para fazer com calma, viu?

      Infelizmente, não poderei ajudar. Mas foque em Foz agora que você vai curtir muito.

      Abraços,
      Lily

      Excluir
  50. olá muito bom seu guia.
    realmente passou informações muito importantes e bacanas!

    gostaria de saber com sua experiencia o que é ideal, fazer um pacote com agencia ou pagar passagens e hotel separados? e quando é a primeira viagem?

    obrigada!

    abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Olá, Marina! Tudo bom? Muito obrigada! Ficamos felizes em saber que gostou de nosso Guia!

      Sobre fazer pacote de viagens ou organizar tudo sozinha, isso é sempre uma dúvida para muitas pessoas.

      Eu costumo dizer que, fazer por conta própria, quase sempre fica mais em conta, sabe? Porém, como você bem colocou, às vezes a pessoa não tem tanta experiência com viagens e saber que tem alguém vendo tudo por você é algo muito confortável e ficará mais seguro também.

      Em minhas primeiras viagens eu sempre viajava com pacote, sabe? Com o tempo, fui aprendendo o caminho das pedras até fazer tudo sozinha, sem precisar do apoio das agências de turismo.

      Espero ter ajudado.

      Você vai adorar, de uma forma ou de outra!

      Beijos e depois venha nos contar como foi!

      Lily

      Excluir
  51. Lily amei seu relato. Também não fiz o macuco,estava frio e não queria ficar molhada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei amiga! Pois temos que voltar para fazer o Macuco, né?
      Mas com calor dessa vez!
      Beijo grande,
      Lily

      Excluir
  52. Foz é uma cidade que me surpreendeu muito. Adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foz é uma cidade muito rica em atividades, não é mesmo? Totalmente vocacionada ao turismo... e o melhor é que ela atende bem todas as idades!
      Mas já está na hora de eu voltar!
      Beijos,
      Lily

      Excluir
  53. Maravilha Lily! Estivemos aí esse ano e adoramos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa... você foi há pouquinho tempo! Conte-me se as coisas estão muito diferentes do que eu vi por lá!!! Do que você mais gostou?
      Beijos,
      Lily

      Excluir