quarta-feira, 10 de julho de 2013

Turistando pelo Rio de Janeiro... Pão de Açúcar!!

Antes de falar propriamente sobre o Morro e Bondinho do Pão de Açúcar, vale avisar que DURANTE A OPERAÇÃO ESPECIAL DA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE, de 17 de julho a 01º de agosto, A BILHETERIA DO MORRO DA URCA ESTARÁ FECHADA e o acesso de subida pela trilha implicará obrigatoriamente na sua descida pela trilha também!!

QUEM QUISER ACESSAR O PÃO DE AÇÚCAR E SUBIR O BONDINHO ENTRE 17 DE JULHO E 01º DE AGOSTO DEVERÁ COMPRAR OS BILHETES ONLINE!! ACESSE O SITE http://www.ingressorapido.com.br/bondinho/ e agende a data, o horário, a quantidade e indique se é inteira ou meia entrada. As informações estão aqui no site http://www.ingressorapido.com.br/bondinho/infos.html .

O valor para a entrada inteira custa R$53,00 e para meia entrada R$26,00, incluindo subida e descida. As vendas serão limitadas a 05 ingressos por CPF e a visita terá duração específica de 01:30.

Agora sim, falando sobre o Pão de Açúcar mesmo!!! 

Sabe aquela pessoa que sempre se dispõe a levar os amigos e parentes de fora para passear nos pontos turísticos da sua cidade? Você conhece alguém assim? Pois então, se conhecer, essa pessoa é como eu!!

Eu já perdi as contas de quantas vezes subi o Bondinho para passear no Pão de Açúcar e para festas no Morro da Urca. Acho linda demais aquela vista da Baía de Guanabara de um lado, guardada pelo Cristo Redentor, e de outro lado as praias da Urca, Leme e Copacabana, seja de dia ou à noite (se bem que a vista que eu conheço à noite é somente a do Morro da Urca).

Esse cenário de belezas naturais fascina todos que por lá estiveram e deixam ótimas lembranças e lindas fotos também!!

A subida para o Pão de Açúcar pelo Bondinho está localizado no bairro da Urca, já o morro em si, encontra-se na entrada da Baía de Guanabara, ao lado dos Morros Cara de Cão e da Urca.

Com 396 metros de altura, personagem principal dos super divulgados vídeos pelas redes sociais - "O Gigante Acordou" - estima-se que tenha mais de 600 milhões de anos!!

Sem sombras de dúvidas, em conjunto com o Cristo Redentor/Corcovado, o Pão de Açúcar é uma das principais e mais visitadas atrações turísticas do Rio de Janeiro.

Já o Bondinho do Pão de Açúcar, inaugurado em outubro de 1912 no seu primeiro trecho, entre a Praia Vermelha e o Morro da Urca, quase completando seus 101 anos (ainda está perdendo para o Oscar Niemeyer!!!), funciona hoje em duas rotas: a primeira linha tem 600 metros de extensão e funciona com velocidade máxima de 6 metros por segundo. A segunda linha que liga o Morro da Urca ao Pão de Açúcar possui 850 metros de extensão e velocidade máxima de 10 metros por segundo.

Com capacidade atual de 65 passageiros por viagem, o trajeto em cada linha é realizado em aproximadamente 3 minutos e sempre me inspirou bastante segurança. Mais de 40 milhões de pessoas já circularam no bondinho.

Existe ainda um projeto para construir uma terceira ligação, entre os Morros da Urca e o da Babilônia, no Leme, que foi recusado por cruzar uma área de segurança nacional e, recentemente, ressuscitado pelo então prefeito Eduardo Paes, que vem tentando articular sua instalação com o Governo Federal. Você acredita que isso vai sair do papel?? Sei lá, acho estranho e estou feito São Tomé: só acredito vendo em funcionamento!

Ixi, não pense que só de bondinho é possível chegar no topo do Pão de Açúcar!! Acredita que há mais de 60 vias de acesso que permitem a escalada do morro? Algumas mais fáceis e outras mais difíceis, é claro. Pelo que li, o Pão de Açúcar é o pico com maior número de vias de escalada do mundo!!!

Mas prestem atenção: não há caminhadas até o cume!!! São vários os níveis de dificuldade, para quem curte esse esporte e tem que ter cuidado, preparo físico e estar bem equipado, ok??? Não faz muito tempo em que ocorreu o acidente envolvendo a queda com morte de uma pessoa que escalava o Morro.

E para os que têm medo de altura, o que fazer??? Puxa, eu sugiro vencer o medo e subir ao menos uma vez para admirar as paisagens lá de cima, viu??

O que posso recomendar é deixar para conhecer o Pão de Açúcar ou até mesmo o Cristo Redentor em dias ensolarados e claros é infinitamente melhor do que em dias nublados com baixa visibilidade. Outra coisa é evitar os dias chuvosos ou com ventanias. Muitas vezes o próprio Bondinho fecha quando a ventania é forte demais. Ainda assim, se estiver funcionando com ventania, eu sugiro não arriscar, a não ser que você seja do tipo que curte um coração batendo mais forte com emoção, porque as chances de o bondinho balançar são enormes!!

De modo geral, as duas subidas são calmas e agradáveis. 

Tanto no Morro da Urca como no Pão de Açúcar, há um apoio com bares/lanchonetes e banheiros, além de lojas de souvenirs. Aliás, embaixo, no primeiro ponto de subida,  há lojas de souvenir também e uma sorveteria. E, bem ao lado, para os mais animados que queiram já esticar para jantar ou uma noitada, está o Restaurante e Boate Zozô. 

Também é possível usar as lunetas para enxergar mais longe, mediante depósito de moedinhas. 

Para chegar, basta ir para o bairro da Urca. A subida pelo bondinho fica na Avenida Pasteur n. 520. Funciona a partir das 08h e a bilheteria (quando em funcionamento normal) fecha às 19:50. A última viagem entre Morro da Urca e a Praia Vermelha ocorre às 21:00. As viagens ocorrem de 20 em 20 minutos ou quando preenchida a capacidade máxima de 65 pessoas. 

Há adaptações com banheiros e elevadores para portadores de necessidades especiais e Estacionamento do Círculo Militar na Praia Vermelha que, pelo menos em todas as vezes em que eu fui, costuma ter vaga. 

Bem... nada melhor do que fotos para mostrar e provar que o passeio vale a pena, não?? Abaixo, coloquei as fotos da minha última visita, em fevereiro de 2013. Espero que gostem!!










Bairro da Urca



Enseada de Botafogo e Corcovado ao fundo

Praia Vermelha no canto esquerdo 


Corcovado com Cristo Redentor


Dentro do Bondinho


No canto esquerdo: Praia Vermelha + Leme + Copacabana / No canto direito: Enseada de Botafogo

Embarcando no bondinho





Nenhum comentário:

Postar um comentário