quinta-feira, 13 de junho de 2013

Viagem aos EUA: Checklist básico para planejar a viagem!

Com intuito de ajudar parentes meus que viajarão para a os EUA em menos de um mês, eu resolvi fazer um post rapidinho com um Checklist básico de quem pretende fazer uma viagem assim. 

No caso deles, o roteiro inclui Flórida (Miami - Orlando - Disney) e uma esticadinha "básica" a NY. 

Bem, eles já tinham passagens aéreas de ida e volta do Brasil, mas precisavam ainda definir o restante: hospedagem, deslocamento interno, aluguel de carro e GPS, passagem aérea da Flórida para NY, definição do roteiro de compras e parques, compra dos passes/ingressos para os parques da Disney... enfim, todo o planejamento necessário para uma viagem desse porte. 

Ah... claro, além das passagens aéreas de ida e volta do Brasil-EUA, também já possuem passaporte e Visto, válidos e com vencimento superior a 6 meses (observe sempre a data de vencimento do passaporte porque eles costumam implicar mesmo com aqueles que possuem passaporte com vencimento inferior a 6 meses). 

Esse aqui é um breve Checklist com algumas dicas imediatas que passei para eles conferirem se já têm ou correrem atrás do que não têm ainda.

Aqui no blog tem muita informação e dica de NY... mas, quanto à Disney/Flórida, eu nem me sinto no direito de opinar muito, pois fui quando tinha meus lindos 13 aninhos. Lembro bem dos parques por onde passei: Magic Kingdom, Universal, MGM (ainda existe), Bush Gardens, Typhoon Lagoon, Sea World e Epcot Center. Eu fui de excursão com minha irmã, mais velha que eu apenas 2 anos (meus pais não seriam loucos de nos deixarem viajar sozinhas ou com pacotes... até porque naquela época nem se falava direito em pacotes de viagens... o très chic era fazer essa excursão brega, com direito a filmagens durante os passeios e parques... kkkkk... ainda bem que estamos aqui para evoluir, não?). 

Ahhhh... mas guardo ótimas lembranças, especialmente das Parades do Magic Kingdom, dos shows e apresentações na Universal, do castelo da Cinderela (coisas de meninas... rsrs...)... A Disney é um sonho!! Tudo tão fofo... até as árvores tinham formato dos personagem, dançavam e cantavam musiquinhas... lindo de morrer!!

De todo modo... algumas décadas depois, muuuuuuita coisa mudou!!! Portanto, recorri a super amigas que por lá estiveram nos últimos 2 anos para colaborarem com todas as dicas e informações que pudessem e se lembrassem. Logo logo eu organizo os posts com os comentários delas e publico aqui também, ok?

Mas... voltemos ao CHECKLIST DE VIAGEM!!

1) ACHO MUITO IMPORTANTE DEFINIR O QUANTO ANTES AS PASSAGENS AÉREAS INTERNAS - IDA E VOLTA A NY. Bem... mês de julho é altíssima temporada nos EUA como um todo. Os deslocamentos internos tendem a ficar mais caros, daí a importância de não deixar isso para a última hora (a não ser que não se importe em pagar bem mais caro). É bom definir quanto tempo deseja ficar em cada cidade - Miami, Orlando e NY - e comprar as passagens.

Eu geralmente acesso os sites www.decolar.com e www.submarinoviagens.com.br para levantar as tarifas, comparar preços.

EU NÃO COMPRO NESSES SITES!!! Uma vez tendo definido os horários das passagens e verificado qual a melhor companhia aérea (considerando o preço, nesse caso), EU ACESSO DIRETAMENTE O SITE DA CIA AÉREA, onde eu compro as passagens. Acho mais confiável fazer assim, pois fico com o e-ticket em mãos e não pago a taxa de comissão cobrada pelos sites acima citados. 

2) HOSPEDAGEM - eu sempre uso os sites www.bookging.com (onde costumo fazer minhas reservas, inclusive para viagens dentro do Brasil) e o www.tripadvisor.com .

Primeiro eu verifico os preços, a localização. Os comentários do booking.com já ajudam bastante a verificar se o hotel é bem localizado, se apresenta condições mínimas de comodidade, conforto e praticidade. 

Depois eu coloco o nome do hotel no tripadvisor e confiro por lá também qual é a sua pontuação e as críticas feitas. Leio muito os comentários desse site. As críticas do tripadvisor tendem a ser bem rigorosas. Ou seja, um hotel bem cotado no tripadvisor será um excelente hotel. 

Por fim, EU PREFIRO FAZER RESERVAS NO BOOKING.COM EM HOTÉIS QUE OFEREÇAM A RESERVA SEM PAGAMENTO. 

Em outras palavras, hotéis que não cobram pela reserva e possuem uma política de cancelamento flexível. EU SEMPRE SELECIONO HOTÉIS QUE OFEREÇAM POLÍTICA DE CANCELAMENTO GRATUITA ATÉ PELO MENOS 3 DIAS ANTES DA HOSPEDAGEM. O melhor dos mundos é quando a política de cancelamento é gratuita até mesmo no dia do check in. 

A vantagem disso é óbvia: poder cancelar a hospedagem se surgir imprevisto e não ser penalizado por isso. Se você procurar direito, verificará que há muitos hotéis que trabalham com política de cancelamento gratuita e isso você identifica na própria descrição do hotel e do quarto. 

QUANDO AO LADO DO TIPO QUARTO APARECER QUE HÁ CONDIÇÕES ESPECIAIS PARA RESERVA, isso já é sinal de que a política de cancelamento não é gratuita, portanto, não deixe de clicar para entender direitinho quais são as regras da reserva.

Verifique também se o hotel oferece café da manhã gratuito ou não e quais são os impostos incluídos ou não. Além do estacionamento. Costuma ser comum cobrar à parte o estacionamento. Isso tudo deve ser considerado na escolha do hotel e na ponta do lápis pode fazer muita diferença.

3) CADEADO UNIVERSAL - é um cadeado aberto por chave mestra universal. É exigência para viajar para e pelo EUA. Fácil de encontrar em qualquer loja de bagagens como Le Postiche ou Baggagio. Ele tem um símbolo de universal. Mas eu sempre levo alguns cadeados não universais extras para colocar na bagagem dentro do hotel. Eu tenho mania de guardar dentro da mala tudo que eu considero mais importante, desde documentos a compras e, por isso, tranco a mala com alguns cadeados não universais para me sentir mais segura.

4) SEGURO VIAGEM - principalmente para quem viaja com filhos, para a Disney. É muito importante ter seguro viagem, pois os parques oferecem muitas atividades, brinquedos... Ninguém quer se machucar em viagem, mas se isso acontecer, é fundamental ter um Seguro de Viagem. Eu costumo contratar o MIC Seguro, porém, graças a Deus, nunca precisei acionar e não sei dizer se ele é o mais eficiente. 

LEIAM TAMBÉM ESSES POSTS QUE PUBLIQUEI NO BLOG QUE SÃO BEM BACANAS PARA AJUDAR NO PLANEJAMENTO DA VIAGEM:






Com base nesses posts acima, você conseguirá traçar um checklist do que já fez e do que precisa!!

4) ATENÇÃO PARA A RECEITA FEDERAL!!!!! A Receita Federal está pegando pesado com vôos originados de Miami. Praticamente sem exceção, todo mundo que eu conheço que viajou desde o final do ano passado até agora, vindo de Miami/Orlando, FOI PARADO PELA RECEITA e morreu numa grana pagando impostos sobre o excedente dos 500USD da cota.

** Eles costumam perguntar prontamente se o viajante possui produtos da Apple!!!!! E tributam mesmo, viu? O ideal é declarar logo e não se aborrecer, inclusive, porque se o produto custar realmente mais do que 500USD e você não declarar dessa vez, em outra viagem por exterior, se for parado, poderá ser tributado em relação a esse produto caso não tenha a sua declaração (isso já aconteceu com amigo meu!! Teve que pagar o tributo referente ao iPhone dele que era usado e tinha sido comprado com mais de um ano de antecedência em outra viagem feita para fora do Brasil).

** Passageiros com pelo menos 2 malas grandes chamam atenção e costumam ser selecionados pela Receita. Portanto, uma dica é não exagerar nos tamanhos da malas e nas quantidade por pessoa. O melhor é que cada um carregue suas próprias malas para chamar menos atenção. Não sei se faz diferença alguma, mas não custa nada ser discreto, não é?

** Se quiser declarar os produtos eletrônicos, já preencha isso na declaração, ao desembarcar no Brasil. Lembre-se, além de poder ser tributado no que exceder aos 500USD, você também poderá pagar multa por não ter declarado. Isso varia muito de acordo com o bom humor do fiscal que te "pegar". Tem fiscal que só cobra o tributo, tem fiscal que cobra o tributo e a multa. E não tem muito o que fazer: ou paga ou deixa as compras com eles.

** CARREGUE SEMPRE SUAS NOTAS FISCAIS !!!! GUARDE AS NOTAS FISCAIS E TENHA EM MÃOS QUANDO DESEMBARCAR NO BRASIL. Tem ouvido muitos relatos de amigos que foram parados pela Receita Federal, reclamando que foram tributados com base em valores especulativos dos itens que possuíam dentro da mala. Alguns realmente não tinham em mãos as Notas Fiscais. Outros tinham, mas os fiscais não quiseram ver para conferir. Eles abrem a mala e avaliam mais ou menos o que está dentro dela. Daí, chutam um valor e calculam o tributo. Se você tiver as notas fiscais em mãos, pode ser mais fácil dialogar com o fiscal e evitar pagar um valor maior do que o efetivamente devido.

** Reza a lenda que, quanto mais roupa suja em cima da mala, melhor para disfarçar perante a Receita Federal rsrsrs... Muita gente costuma mesmo comprar roupas lá fora, tirar as etiquetas e já usar durante a viagem. É claro que isso dificulta a conferência pelos fiscais a respeito do que é novo e o que é velho. Porém, não se iludam, eles estão sempre mais atentos aos produtos eletrônicos e, mais ainda, os da Apple.  

LEIAM MEU POST SOBRE AS REGRAS ALFANDEGÁRIAS para viajar com tudo bem esclarecido e não passar por constrangimentos ou surpresas.



5) ALUGUEL DE CARRO - Quando eu fui ao Canadá no ano passado, descobri que fazendo a reserva do aluguel de carro pelo Brasil, diretamente com a empresa, que no caso foi a Hertz, saía muito mais barato. Não incide IOF nessa operação, já que é feita no Brasil, paga-se em reais e ainda pode parcelar em até 3x. SUGIRO SEMPRE LIGAR PARA AS EMPRESAS MAIS CONHECIDAS, COMO HERTZ, AVIS, ALAMO, PARA COMPARAR OS PREÇOS, INFORMAR O ITINERÁRIO QUE PRETENDE FAZER e decidir com qual fará a reserva.

Quanto ao GPS, se você tiver um bem atualizado com mapas dos EUA, vale a pena levar e economizar uns trocados no aluguel do GPS. Se você não tiver GPS nem pretende comprar um, alugue o carro com GPS, pois facilita muito a vida de vocês (considerado obrigatório pelas minhas amigas!!).

SOBRE NOVA IORQUE, MEU BLOG ESTÁ RECHEADO DE DICAS, INCLUSIVE HOSPEDAGEM!!!

CONFIRA TUUUUUUUDO SOBRE NY AQUI:


PS.: Eu sempre recomendo os Outlets da rede Premium, como o Woodburry em NY... dizem que o de New Jersey é fraco perto do Woodbury, por isso mesmo eu nem perdi meu tempo indo nele.

Ainda no assunto compras, fui informada que já está disponível um aplicativo da Amazon.com para iPhone pelo qual você pode, a partir da barra de código do produto, saber o preço diretamente pela Amazon e, com isso, já tem noção se o valor está bom ou não. Uma amiga que foi para Miami fazer o enxoval de bebê usou esse aplicativo várias vezes e disse que foi muito prático. Os produtos mais baratos na Amazon, ela comprava pelo site e pedia para entregar no hotel. 

Outra dica que recebi há poucos meses é que a loja Ross é uma verdadeira barganha, muito barata e reúne várias marcas famosas de moda. Além disso, parada obrigatória é a na WallMart, loja sensacional para compras. 

Portanto, dentro do planejamento dos dias da viagem, deve lembrar de reservar alguns dias para Outlets e lojas que são verdadeiros shopping centers, principalmente para os que viajam mal intencionados para muitas compras, pois brincando brincando é muito fácil perder dias inteiros fazendo compras!! 

Aguardem os próximos posts das minhas lindas colaboradoras!!!


11 comentários:

  1. Primeiro Post que li no Blog e adorei !
    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Jéssica!
      Seja bem vinda!
      Em breve atualizarei com mais posts... ando meio sem tempo, mas tem muita coisa legal por vir! Aguarde!! =))
      beijos e boa leitura!!

      Excluir
  2. Olá Lili. Tirei meu visto em out/2009. Por causa de alguns imprevistos ainda não utilizei mas gostaria de viajar em abril de 2014, porém meu visto vence em out de 2014, você acha que eles podem encrencar? Desde já agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rogerio!
      Tudo bom?
      Então, até onde eu sei, o visto é válido até a data da expiração dele, sendo válido, inclusive, se estiver em passaporte vencido (desde que você apresente um passaporte novo e válido juntamente).
      Eles implicam mesmo com a questão da validade do passaporte. Se estiver para vencer em menos de 6 meses, pode ter certeza de que terá problemas.
      Quanto ao visto, é sempre bom lembrar que ter o visto não significa garantia de entrada nos EUA. Como qualquer outro país soberano, o visto é só a primeira formalidade. Quem vai mesmo determinar a sua entrada, se for com a sua cara, é o oficial da Imigração. É claro que ter o Visto é um grande passo e que sem Visto você não entrará mesmo, a não ser que tenha outra nacionalidade - dupla nacionalidade - de país com quem os EUA mantenha tradado de isenção de visto, bastando apresentar o documento chamado ESTA (eu tenho a dupla nacionalidade, a portuguesa também, e apenas apresento o ESTA junto com meu passaporte português).
      Portanto, o visto estando válido, acredito ser suficiente sim. Mas é sempre bom confirmar com o Consulado. Se puder, mande e-mail para eles ou tente um contato telefônico para certificar-se disso.

      No site do Consulado Americano a informação que aparece é:

      "Validade do Visto

      Um visto é a permissão para solicitar sua entrada nos Estados Unidos. É um documento oficial que é anexado em uma página do seu passaporte. Os vistos são válidos até a data de sua expiração. Um visto não é a garantia de entrada nos EUA. Um visto apenas indica que sua solicitação de entada foi analisada por um cônsul americano em uma Embaixada ou Consulado, e que esse cônsul determinou que você está elegível à viajar por um propósito específico. O porto de entrada pode ser um aeroporto internacional, um porto marítimo, ou uma fronteira.

      Não é necessário renovar o visto seis meses antes da data de sua expiração. Um visto pode ser utilizado desde a data de sua emissão até a data de expiração para viagens da mesma natureza, quando o visto for de múltiplas entradas. O período que compreende a data de emissão do visto até a data de expiração é chamado validade do visto. Caso você viaje com frequência aos EUA, não sera necessário solicitar um novo visto a cada viagem aos EUA.

      Os vistos permanecem válidos até a data de expiração, mesmo quando estão em um passaporte vencido. Para viajar com um visto válido em um passaporte vencido,o indivíduo deve estar em posse de um passaporte válido ou novo, e do passaporte vencido com o visto válido. Cidadãos brasileiros podem viajar com um passaporte que tenha menos de seis meses de validade, entretanto, seu período de permanência nos EUA não poderá ser superior à data de expiração do passaporte."

      Espero ter ajudado e boa sorte!
      Abs

      Excluir
  3. adorei,viajem dos meus sonhos.!


    sunga boxer
    http://www.grigocollection.com.br/sunga-boxer

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde, não esqueçam de incluir o inglês na bagagem e, para saber como aprender de forma rápida, prática e objetiva, sugiro que acessem:
    http://inglesparaviagenseconcursos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inglês é super importante mesmo! Obrigada!
      Abraços,
      Lily

      Excluir
  5. Obrigada, Ricardo!

    Saber falar inglês é realmente bastante importante!

    Abraços,
    Lily

    ResponderExcluir
  6. Adorei o check, é super importante não esquecer nada principalmente os documentos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Raiane!
      Que bom que gostou do nosso check list!

      Eu que agradeço por nos acompanhar aqui no blog!

      Beijos,
      Lily

      Excluir