terça-feira, 16 de outubro de 2012

Montevideo: turismo na capital uruguaia (1)

Estive em Montevideo, capital do Uruguai, por 3 noites, em janeiro de 2011, logo após passar 7 noites durante o período de reveillon 2010/2011, em Punta del Este.

Preciso dizer que cheguei em Montevideo simplesmente no melhor estilo "mortinha com farofa"?? Imaginem só o meu estado físico depois de uma semana com muitas festas e passeios em Punta del Este?? Bem... eu realmente estava exausta!! Nem sei como consegui ainda fazer algum passeio turístico em Montevideo.

Fato é que, já que eu estava lá, eu ia conhecer um pouco da cidade (eu juro que me esforcei para isso!! Arrastei minhas pernas... rsrsrs...)

Fiquei em um hotel bem próximo a Ciudad Vieja e da Avenida 18 de Julio. O hotel, cujo nome não me recordo (graças a Deus), era simplesmente HORRÍVEL!!! Gente, na boa, foi o lugar mais xexelento em que já pisei em toda a minha vida. Lamento muito não lembrar o nome, mas o trauma foi tão grande que me permiti ter o direito esquecer o nome do hotel e nunca mais saber dele.

Assim que chegamos lá, eu e minhas 3 amigas, logo percebemos que o hotel era simples. Tá certo que não estávamos atrás de luxo, inclusive, não era essa a proposta. Afinal, após gastar os tubos em Punta del Este, fomos para Montevideo para ao menos dizer que conhecemos e estivemos na capital.

Como já disse, ficamos 3 noites. Sinceramente, podia até ter sido menos. Não sei se foi por causa do cansaço (enooooorme!!), não sei se foi por causa do hotel bizarro... mas a verdade é que não me encantei muito por Montevideo.

Talvez eu tenha que dar uma segunda chance à cidade e, se isso ocorrer, EU COM CERTEZA NÃO FICAREI no centro/Ciudad Vieja.

Durante o dia, caminhar pela Avenida 18 de Julio, Plaza Constitución, Plaza Independencia, até que está OK. Um passeio legal, cultural, histórico, interessante e com vistas agradáveis da região portuária.

Mas à noite, eu definitivamente não gostei de ficar hospedada ali (embora haja relatos de que nessa região central e Ciudad Vieja há forte concentração de restaurantes, bares, pubs, boates... eu  não vi nada disso e não gostei do aspecto noturno do lugar). Portanto, é muito melhor escolher outro local para hospedagem e deixar para conhecer esses lugares que citei acima durante o dia (uma manhã é suficiente para isso se você fizer render seu dia e otimizar as visitas!!).

Bem... outro dado importante é que descobri, apenas quando cheguei em Montevideo, que os dias da minha estada na cidade caíam justamente em feriado prolongado - Dia de Reis - 06 de janeiro.

Como fiquei em Punta del Este por 7 noites - de 30 de dezembro de 2010 a 06 de janeiro de 2011 - cheguei em Montevideo no dia 06 de janeiro de 2011, em pleno feriado.

A cidade estava vazia!! Quer dizer, para quem estava voltando de Punta del Este, sim... Montevideo estava às moscas!!!

É... talvez Montevideo mereça mais uma chance, com algumas condições:

1) uma hospedagem melhor e longe do centro/Ciudad Vieja, de preferência em Punta Carretas ou em Pocitos (equivalentes a Ipanema e Leblon - analogia feita para os cariocas!!),

2) em época que não seja feriado na cidade porque descobri que, em feriados, os locais "fogem" de Montevideo e vão para as praias badaladas, como Punta del Este, por exemplo,

3) definitivamente para uma estada menor (3 noites/4 dias é muito tempo em Montevideo)

4) e jamais depois de ter ido para Punta del Este (porque o gostinho que fica de estender a hospedagem em Punta é grande demais... ).

**** O Ibis de Montevideo pareceu-me um bom local para hospedagem. Merece uma consulta pelos interessados em viajar para lá. As críticas sobre o hotel nos sites especializados em hospedagem realçam a questão do custo-benefício e sua localização, na Rambla República Argentina.

Na minha opinião, Punta Carretas e, principalmente, Playa Pocitos, são os melhores locais para hospedagem em Montevideo.

Aliás, diga-se de passagem que também descobri que o "top period", o mais badalado, agitado, movimentado, festejado e animado de Punta del Este é da semana do Natal até o dia 10 de janeiro (Fica a dica para quem tem vontade de curtir uma badalação top uruguaia!!).

Então... mesmo com muita tristeza no coração por ter ido embora de Punta del Este no AUGE do período de festas, lá estava eu com minhas amigas em Montevideo, procurando conhecer um pouco da cidade.

Não mudamos de hotel porque estávamos em 4, sendo que 1 iria embora no segundo dia de hospedagem e achamos melhor aproveitar o tempo para "bater perna" na rua do que ficar procurando hospedagem melhor.

Fomos de Punta del Este para Montevideo de ônibus, que sai da Rodoviária de Punta, na Península (é bem pequena, quase um ponto de ônibus melhorado), e vai até Montevideo. Não me lembro qual foi a empresa quem pegamos (a primeira com vaga no horário que desejávamos), já que são duas as famosas que fazem esse trajeto: Copsa e COT.

O ônibus nos deixou em um lugar em Montevideo, dentro da cidade, próximo a um estádio (que eu acho que era de futebol). Ou seja, não fomos para a rodoviária de Montevideo e não sei explicar o porquê disso. Pareceu-me que esse destino final do ônibus - Punta/Montevideo - era meio improvisado/adaptado por algum problema ocorrido na Rodoviária.

De lá pegamos um táxi e fomos para o hotel. O táxi em Montevideo, de cor preta, é meio estranho. Não senti nenhum perigo nem senti que os taxistas fossem malandros, inclusive, todos trabalhavam com taxímetro e marcador bem visível, mas havia uma espécie de vidro que separa o motorista dos passageiros e o ar condicionado, por exemplo, não refrigerava todo o carro. Talvez eu tenha tido azar em pegar táxis com carros velhos. Só sei que achei bem esquisito.

No nosso primeiro dia em Montevideo, conforme já havíamos combinado com o hotel no momento da reserva do quarto (quádruplo), contratamos e fizemos um city tour pela cidade.

Sabiam que Montevideo é a capital latina com a melhor qualidade de vida??? Além disso, está entre a as 30 mais seguras do mundo!! Portanto, umas caminhadas pela cidade, que não é muito grande, cai bem para conhecer suas atrações turísticas.

Com 67km de costa, banhado pelo Rio da Prata e com algumas boas praias de rio próprias para banho, o clima em Montevideo, no verão, é bem quente (muito quente mesmo!!!). À noite refrescava um pouco, mas eu dispensei os casacos que estava usando em Punta por falta de necessidade. O bafo quente era forte!

O Foco principal do City Tour foi a Ciudad Vieja. Antes de qualquer coisa, antecipo logo que, com um bom mapa em mãos e com um pouco de conhecimento sobre o local e sua história, o city tour torna-se dispensável. Mas, como era feriado, a cidade vazia e já com o city tour contratado, foi legal ter um motorista à nossa disposição para nos levar aos principais locais da Ciudad Vieja, Punta Carretas e Playa Pocitos, além de fornecer algumas explicações culturais e históricas sobre os lugares percorridos. Resumindo: com o cansaço pós Punta, o city tour foi mega prático. Se me lembro bem, acho que custou algo em torno de 25 dólares por pessoa (a dolarização das coisas no Uruguai é uma prática comum).

A Ciudad Vieja, área mais antiga de Montevideo, teve sua origem em 1724, quando o governador de Buenos Aires iniciou obras de fortificações. Época marca pela disputa entre portugueses e espanhóis pelo território ao redor do Rio da Prata, principalmente depois que os portugueses fundaram a Colónia de Sacramento, em 1680.


*** Quer saber mais sobre o CITY TOUR em Montevideo???

Não percam mais informações sobre os lugares que eu conheci no próximo post!! COM DICAS!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário