quinta-feira, 15 de março de 2012

Viagem de Trem pela Europa!!

Fonte: Internet/Google

Recebi um e-mail hoje da TAM, que talvez não seja novidade para muitos, mas para mim foi e achei muito bacana: parceria da TAM com a RAIL EUROPE!!

Com essa nova parceria entre TAM e Rail Europe, brasileiros poderão comprar bilhetes de passagens de trem pela Europa, bastando acessar o site da TAM e clicar no ícone que tem um desenho de trem na home page da TAM, logo ao lado do campo de pesquisa de passagens (no meu caso, apareceu ao lado).

Levante a mão quem nunca - NUNCA MESMO - teve alguma mínima dificuldade em comprar passagem de trem pela internet, principalmente quando não está disponível o idioma português?? 

Confesso que eu já tive alguma dificuldade sim, especialmente quando pensei em comprar um bilhete de trem de Praga para Viena (acabei desistindo e não cheguei a conhecer Viena).

Então espero que essa novidade realmente facilite a vida da gente e que os preços, em reais, sejam correspondentes aos preços praticados lá na Europa, sem acréscimos... será?? Só testando mesmo e comparando para conferir isso, mas a promessa da reportagem é de economizar. Tomara!!

Eu mesma adoro viajar de trem na Europa e já usei e abusei desse transporte das vezes em que estive na Itália, na Espanha e em Portugal, percorrendo cidades dentro de cada país. A malha ferroviária é fantástica!! É possível chegar a vários lugares, aos mais remotos e escondidos, valendo-se do trem. 

Ainda não usei o trem para viajar de um país para outro. Mas sei que é formidável por vários amigos que utilizaram. Além do que, na Europa, tudo é tão perto que realmente compensa ir de trem.

Vantagens de andar de trem? Inúmeras!! Vou listar algumas:

* Pontualidade - é raro um trem atrasar e, quando isso aconteceu comigo, os atrasos eram pequenos e quase sempre relacionados a condições meteorológicas. Logo, não é bom arriscar chegar 1 minuto sequer atrasado na plataforma do trem!!!

* Conforto - é claro que existem ainda muitos trens mais simples e antigos circulando pela Europa, principalmente em países com economia mais abalada, só que a maioria oferece um conforto mínimo e, a depender do quanto se pretende gastar na viagem, as categorias de assentos mais caras são um verdadeiro luxo. Alguns trens dispõem de cabines especiais para dormir em viagens noturnas, muitas vezes, a depender da classe, é realizado um serviço de bordo, entre outros mimos.

* Bagagens - voar dentro da Europa de um país para outro, até onde eu sei e já vivenciei, costuma ser considerado como voo doméstico e, por isso, o limite de bagagem sem pagar excesso é baixo, na ordem dos 20/23kg para mala a ser despachada e de 05/10kg para bagagem de mão. Já no trem, pelo menos nos que eu andei na Itália e na Espanha, não havia ninguém pesando a bagagem, o que facilita muito. A dica é tentar entrar logo no trem para arrumar um lugarzinho bom para guardar as malas durante a viagem.

* Localização das Estações de Trem - as estações de trem costumam ficar localizadas em lugares bem centrais nas principais capitais europeias e, quase sempre, estão muito bem interligadas com a rede metroviária dessas cidades, o que facilita bastante o seu acesso, sem ter que ficar dependendo de traslados e, principalmente, sem ter que se adiantar tanto para chegar na plataforma do trem, como de costume tem que ser feito quando se opta por viajar de avião, já que o embarque no avião começa em torno de 40 minutos antes do horário marcado para a saída do voo. Já com relação aos trens, eles param na plataforma no horário agendado para sua saída e ficam poucos minutos aguardando os passageiros subirem. Portanto, como já disse, pequenos atrasos podem custar uma nova passagem!! E isso já aconteceu comigo em Portugal e foi por apenas 1 minuto de atraso que eu perdi o trem de Coimbra para Aveiro.

* Paisagens - especialmente para quem viajar de trem durante o dia, a viagem em si já é um passeio, pois o percurso do trem é repleto de paisagens deslumbrantes e contemplativas. 

* Segurança - assunto delicado é falar em segurança. Certamente vocês se lembram de alguns atentados terroristas em estações de trem, como foi no caso de Madrid, na Estación Atocha. Mas, de modo geral, o trem é um transporte bastante utilizado pelos europeus e inspira muita segurança.

Enfim... certamente há outros bons motivos para apreciar uma viagem de trem pela Europa em vez de viajar de avião!! Por isso, vale a pena considerar fazer ao menos um trecho de trem para conhecer e ver como é legal!!


Texto retirado do site da TAM:

Os passes de trem permitem que você viaje por toda a Europa com a maior flexibilidade, conhecendo entre 1 e 30 países europeus com economia. Informando o número de dias nos quais você planeja viajar, onde pretende ir e com quantas pessoas vai, calculamos qual a melhor opção de bilhete para você.
Você pode escolher entre a passagem ponto a ponto e o passe de trem. A passagem ponto a ponto compreende uma viagem direta de uma cidade a outra, portanto é aconselhável para quem pretende viajar uma ou duas vezes apenas. Já o passe de trem compreende várias viagens em um determinado período e área, sendo aconselhável para quem pretende viajar mais de duas vezes.
A Rail Europe oferece trens variados, como os Trens de alta velocidade, que levam você às principais cidades europeias com rapidez e conforto, os Trens noturnos, que deixam você no destino, descansado e pronto para um dia de passeios turísticos (ideal para economizar uma diária de hotel), os Trens Panorâmicos e Cênicos, que proporcionam uma visão incrível enquanto você relaxa confortavelmente.
Quer ir além da Europa? Você pode conhecer os Estados Unidos e viajar pelas grandes cidades em um dia. Também pode ir até o Canadá, conhecer cidades como Vancouver e Victoria ou ainda passar pelas montanhas rochosas canadenses e pelas Cataratas do Niágara. De trem, com o Rail Pass.
Para reservar seus bilhetes é fácil. Basta clicar no ícone do trem que fica logo acima dos campos de pesquisa de passagem em nosso site (imagem abaixo). Vocês será direcionado à homepage da Rail Europe, e então basta planejar sua viagem!




2 comentários:

  1. Bom dia Júlio!! Adorei seu blog.Vou em setembro para a França, e pretendo usar trem várias vezes, mas tenho muitas dúvidas no site da Raileurope. A principal,é a seguinte: um dos trechos que vamos fazer é da cidade de Orléans até Paris(Aeroporto Charles De Gaulle). Há 1 conexão em St Pierre Des Cor de 12 minutos, e já vi este mesmo período em vários outros trechos que queremos comprar.Eu te pergunto, como alguém com malas consegue fazer uma conexão em apenas 12 minutos?Estou muito preocupada e insegura. Agradeço muito suas informações. Obrigado desde já, Maria Thereza de SP.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Renata,

      putz... tenso mesmo, viu? Essa sua observação é muito importante. Olha, se você conseguir ao menos descobrir quais as plataformas de cada trem e se, por acaso, elas forem próximas ou a mesma, aí fica sim um tempo razoável de conexão. Às vezes, a estação de trem é tão pequena que fica tranquilo mudar de um para outro... um pouco corrido porque é claro que você estará num lugar novo e sempre a gente fica um pouco receoso, mas se eles fazem assim é porque sabem que dá tempo. Agora, não sei sua idade, se tem alguma dificuldade locomotora.. neste caso, eu talvez não arriscasse. Outra questão é: você tem certeza de que precisa trocar mesmo de trem, certo? Não tem outra alternativa?

      Para ser muito sincera com você, eu particularmente não gosto quando tem conexão e sinto o mesmo medinho de não ter tempo suficiente. Mas depois fico pensando que eles fazem isso tão certinho já contando que dará sim... enfim, é uma sinuca de bico opinar... o que posso te dizer é: verifique todas as alternativas para tentar escapar dessa conexão, se possível.

      Depois me conte como ficou! Estou curiosa e na torcida.

      Beijos,
      Lily

      Excluir