sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Portugal: dicas de passeios e roteiros de viagem

A primeira vez que eu vi neve na vida foi na minha Eurotrip de 2005, quando passei 8 dias em Madri e outros 8 dias em Portugal, dividindo-me entre Viseu, Aveiro, Coimbra e Porto, todas estas cidades localizadas numa região conhecida como o Centro de Portugal, que também abrange Nazaré, Óbidos, Tomar, Fátima, dentre outras cidades e vilarejos que oferecem uma gastronomia riquíssima, natureza exuberante, muita cultura e história que deixam saudades (veja mais sobre essa região em www.centerofportugal.com)

Eu, na Serra da Estrela, em 2005
Estância de Ski Serra da Estrela: Crédito - Turismo do Centro
Chegou a cair neve em Madri numa noite, pois era ainda finalzinho de inverno, meados do mês de fevereiro, o que foi considerado naquela ocasião super atípico e inesperado para todos. Bem, como não foi uma nevasca, logo logo aquela neve branquinha que vi pela manhã ao acordar acabou virando gelo e laminha. Mas contou, certo? Depois disso, cheguei também a ver neve em Segovia e Ávila, cidades espanholas que visitei num bate e volta a partir de Madri.

Para a minha alegria, já em Portugal, que visitei na sequência, meus primos me levaram para um passeio na Serra da Estrela.


Estância de Ski Serra da Estrela: Crédito - Turismo do Centro

Estância de Ski Serra da Estrela: Crédito - Turismo do Centro
Subimos a serra e a paisagem já era incrível! Agora sim... neve de verdade! Densa, branquinha, montanhas e montanhas de neve para o delírio desta pobre mortal moradora de um país tropical e de uma cidade infernal (Rio de Janeiro) kkkk... pensem só se eu não estava quicando de felicidade!

Foto que a Lily tirou em 2005

Foto de 2005

Coisa linda de viver! Nunca me esquecerei dessa emoção de ver a neve, um lago imenso congelado, os cachorrinhos da raça Husky Siberiano puxando trenós para as crianças brincarem... amei!

Serra da Estrela, no Centro de Portugal: Crédito - Divulgação Turismo do Centro
Assim foi que eu, pela primeira vez na vida, fiz um boneco de neve, me joguei na neve e curti feito criança um pouco da Serra da Estrela, que é a escapada perfeita para quem gosta de frio e dos esportes de neve!

Serra da Estrela, no Centro de Portugal: Crédito - Divulgação Turismo do Centro
Aliás, vocês sabiam que esta é a única estação de esqui do país? A Serra da Estrela, localizada na região do Centro de Portugal, é a cadeia montanhosa com a maior altitude de Portugal Continental, e encanta os turistas com suas belezas naturais, pequenos vilarejos históricos, gastronomia sem igual e parques que ostentam paisagens de tirar o fôlego. Porém, seu grande diferencial está no fato de abrigar a única estação de esqui do país.

Serra da Estrela, no Centro de Portugal: Crédito - Divulgação Turismo do Centro

Serra da Estrela, no Centro de Portugal: Crédito - Divulgação Turismo do Centro
A Estância de Ski que também se chama Serra da Estrela, está situada em um dos pontos mais altos da região, onde a temperatura pode chegar aos 20ºC negativos no inverno. As ofertas de atividades são variadas, fazendo a alegria tanto das famílias em uma viagem de lazer, quanto dos atletas profissionais que buscam desafiar seus limites.

Os mais inexperientes podem se aventurar em uma aula de iniciação no esporte. Além de uma equipe especializada disponível para auxiliar os visitantes, o local conta com teleférico, telesquis e um tapete rolante que atende as 18 pistas da estação (nove balizadas e nove naturais). As crianças também podem sentir a adrenalina das montanhas cobertas de neve com os tradicionais trenós e donuts (boias de ar coloridas), que são as melhores opções para aproveitar com os pequenos. Impossível eles não curtirem, não acham?

Serra da Estrela, no Centro de Portugal: Crédito - Divulgação Turismo do Centro

Serra da Estrela, no Centro de Portugal: Crédito - Divulgação Turismo do Centro

Outra ótima pedida para explorar as incríveis belezas da Serra é o passeio com raquetes de neve. Aproveite a paisagem de inverno e desvende os incríveis charcos – poças de água repletas de material orgânico – e lagos que se originaram nos tempos glaciais.

Serra da Estrela, no Centro de Portugal: Crédito - Divulgação Turismo do Centro

Serra da Estrela, no Centro de Portugal: Crédito - Divulgação Turismo do Centro

Serra da Estrela, no Centro de Portugal: Crédito - Divulgação Turismo do Centro
Outra experiência sem igual é o piquenique gourmet, que pode até parecer algo simples, mas que acontece a mais de dois mil metros de altitude, no ponto mais alto da Serra da Estrela. Aproveite para celebrar uma data especial de maneira diferente, degustando pratos típicos e saborosos da região portuguesa com os amigos em um local único.

E se você for para essa região do Centro de Portugal, não deixe de reparar em uma das coisas mais lindas que os portugueses fazem há séculos: seus azulejos!

Mural em Viseu - foto do acervo da Lily, de 2005
Pintura - Vista Alegre: Créditos - Centro de Portugal
Das pinturas tradicionais espalhadas pelas áreas urbanas como Covilhã aos incríveis e coloridos azulejos que vestem seus monumentos imponentes, a região possui atrações que chamam a atenção dos apreciadores da arte. Conheça as principais construções portuguesas que fazem parte da incrível Rota da Cerâmica.

Sardinhas da Bordallo Pinheiro: Créditos Divulgação
1 – Estação Ferroviária de Aveiro

Famosa por suas rias e passeios de moliceiro, Aveiro também guarda um tesouro da cerâmica portuguesa: sua estação ferroviária. Repleta de azulejos azuis e brancos, a construção impressiona por conter a coleção mais significativa de azulejos na cidade. Uma lástima que eu não estive lá quando visitei a cidade.

Pelas ruas de Aveiro (foto da Lily, de 2005)
Em suas paredes, se formam diversos desenhos que retratam paisagens regionais. 

2 – Azulejos de Ovar

Ovar é famosa por suas cores e sabores. Mas o que realmente impressiona é a quantidade de edifícios revestidos com belas peças de azulejos. A criatividade é sentida em toda parte: igrejas, castelos e prédios. É um verdadeiro marco para essa arte que ganhou força no século XV.

3 – Igreja de Válega

Repleta de cores e detalhes minimalistas, a Igreja de Válega é uma das obras mais impressionantes de Portugal. Tanto o seu exterior quanto o interior remontam à paixão de artistas que, pacientemente, fizeram uma das mais belas construções da região.

Igreja Válega: Créditos - Centro de Portugal
Ao pôr do sol, a fachada se torna um verdadeiro espetáculo sob a luz natural. A freguesia de Válega situa-se a 6,5 km da cidade de Ovar e merece, sem dúvida, uma visita.

4 – Fábrica da Vista Alegre

Em Ílhavo, fica a renomada Fábrica da Vista Alegre. Com mais de cem anos de história, esta marca se consagrou como uma das porcelanas mais cobiçadas de Portugal. É possível fazer visitas guiadas para conhecer o processo de montagem dos produtos na íntegra, presenciando todo o carinho e cuidado investido na confecção de verdadeiras obras de arte.

Cerâmica Vista Alegre: Créditos - Centro de Portugal
5 – Fábrica de Faianças Artísticas Bordallo Pinheiro

Bordallo Pinheiro foi um renomado artista português do século XIX. Por meio de seu talento com a argila, criou obras que se tornaram referência artística em todo o mundo.

Pinheiro Bordallo: Créditos - Divulgação
A fábrica que leva seu nome está situada em Caldas da Rainha, onde é possível ver de perto peças decorativas repletas de cor e que demonstram a incrível criatividade de Bordallo.

Artista trabalha em uma peça da Fábrica de Faianças Arísticas Bordallo Pinheiro: Créditos - Divulgação
E se o seu roteiro permitir dar mais uma esticada... depois de passar pela Serra da Estrela, após observar os belos azulejos do Centro de Portugal, vá um pouco mais para o sul e explore a região do Alentejo!

A maior região de Portugal, considerado por muitos como o mais genuíno destino português, o Alentejo oferece inúmeras possibilidades de roteiros e passeios que vão muito além de seu famoso vinho! Privilegiando um lifestyle tranquilo, conta com belas praias intocadas e cidades repletas de atrações ímpares, como castelos e monumentos históricos. Detentor de três títulos da UNESCO e diversos outros prêmios e reconhecimentos internacionais no setor do turismo, o Alentejo oferece opções para todos os tipos de viajantes, sejam famílias, casais em lua de mel ou aventureiros. Para mais informações, visite www.turismodoalentejo.com.br.

E que tal percorrer por construções imponentes e centenárias, fazendo uma verdadeira viagem pela história da região e visitando 11 monumentos incríveis?

Palácio Ducal de Vila Viçosa - Alentejo 
Com pouco mais de 500 mil habitantes e 27 mil quilômetros quadrados, o Alentejo chama a atenção por suas pequenas vilas que abrigam tesouros impressionantes. 

Templo Romano - Évora  - Crédito Turismo do Alentejo
São castelos que contam histórias de batalhas épicas na antiguidade, capelas sinistras moldadas com crânios e outros ossos humanos e catedrais com detalhes minimalistas de estilos arquitetônicos consagrados.

Castelo de Reguengos de Monsaraz - região do Alentejo em Portugal - Crédito: Divulgação Turismo do Alentejo

Etremoz - Evoramonte

Monsaraz - Credito Turismo do Alentejo
Tudo isso em um território que anseia para ser explorado por aqueles que apreciam uma verdadeira viagem pela história. A seguir, listamos algumas dessas obras grandiosas.

1 – Paço Ducal de Vila Viçosa

Palácio Ducal de Vila Viçosa - Alentejo 

Palácio Ducal de Vila Viçosa - Alentejo
Um dos prédios mais emblemáticos do Alentejo, esse palácio foi um dos favoritos da família real portuguesa durante séculos. 

Detalhe Palácio Ducal
Sua fachada mede impressionantes 110 metros, revestidos com mármore extraído da própria região. Hoje, o paço funciona como um museu e seu acervo inclui o antigo mobiliário da realeza portuguesa.

Paço Ducal - Alentejo 

Palácio Ducal - Alentejo

2 – Castelo de Evoramonte

Situado entre Évora e Estremoz, esse castelo construído no século 16 fica no alto da Serra d’Ossa e é o guardião da pequena vila de Evoramonte, que foi fundada para fins militares.

Etremoz - Evoramonte
Composto por três pisos nobres no pavilhão central, tem salas de abóbadas góticas espetaculares e, no terraço, uma belíssima vista, com um campo de visão de 360 graus da paisagem.

Etremoz - Evoramonte

3 – Castelo de Marvão

No ponto mais alto da Serra de São Mamede, encontra-se essa construção magnífica, com seu belo e colorido jardim protegido por muros.

Castelo de Marvão - Crédito VictorCarvalho.com.br
A vista de tirar o fôlego é um verdadeiro espetáculo da natureza, possibilitando uma visão panorâmica dos vastos campos verdes da serra.

Entrada para o Castelo de Marvão - Crédito VictorCarvalho.com.br

4 – Capela dos Ossos

Évora - Capela dos Ossos
Uma das construções mais impactantes da região tornou-se símbolo da cidade de Évora.

Capela dos Ossos - Evora
Localizada no interior de Igreja de São Francisco e construída no século 17, seus pilares e paredes são revestidos por ossos que foram retirados dos cemitérios da cidade, transmitindo uma mensagem sobre a transitoriedade da vida.

Évora - Capela dos Ossos
5 – Sé Catedral de Évora

Outra importante atração da principal cidade do Alentejo é a maior catedral medieval de Portugal. Com duas torres assimétricas e uma cúpula notável, a igreja é austera e grandiosa.

Sé Catedral de Évora 
Sua capela-mor é decorada com mármores de diversas origens e seu verdadeiro nome é Basílica Sé de Nossa Senhora da Assunção, um verdadeiro marco da arquitetura portuguesa. 

6 – Castelo de Monsaraz

Monsaraz - crédito Turismo do Alentejo
Construído no século 14, proporciona uma vista panorâmica dos campos e do magnífico lago Alqueva. Sua localização é privilegiada já que Monsaraz é um dos povoados mais charmosos do Alentejo.

Castelo de Monsaraz
Construído com pedraria irregular de granito e xisto, é um castelo como o que as crianças imaginam em seus contos de fadas, com suas imponentes muralhas protegendo o vilarejo.

Vista do Castelo de Monsaraz, região do Alentejo em Portugal - Crédito - Divulgação Turismo do Alentejo

7 – Aqueduto da Amoreira

Um dos cartões postais da cidade de Elvas, o Aqueduto da Amoreira foi uma ousada construção para suprir a escassez de água devido ao aumento da população nos tempos antigos.

Elvas - Crédito Turismo do Alentejo
Sua construção foi iniciada em 1530 e se prolongou por um século.

Aqueduto da Amoreira - Elvas - Alentejo
Com 843 arcos e algumas galerias subterrâneas, é uma das obras mais intrigantes do Alentejo.

Elvas  - Crédito Turismo do Alentejo
8 – Templo romano de Évora

Templo Romano - Évora - Crédito Vitor Carvalho 
Com mais de 2000 anos, é uma das ruínas históricas mais importantes de Portugal e um dos mais visíveis símbolos da ocupação romana na cidade.

Templo Romano Évora - Crédito Turismo do Alentejo
Considerado Patrimônio Mundial pela UNESCO, é um ponto turístico obrigatório em uma visita pela região.
Templo Romano
9 – Forte da Graça

Conhecida por sua história marcada pela guerra, Elvas abriga diversos fortes construídos para proteger a região de invasores. Em posição dominante sobre o monte Nossa Senhora da Graça, o Forte da Graça destaca-se por sua arquitetura peculiar, que proporciona uma vista aérea impressionante. É possível conhecer outras construções similares na mesma cidade.

10 – Santuário de Nossa Senhora de Aires

Uma verdadeira obra de arte do barroco alentejano, fica no pacato vilarejo de Viana do Alentejo. Por dentro e por fora, a construção é um verdadeiro espetáculo de cores, com mármores e talha dourada, detalhes robustos e objetos centenários.

11 – Cromeleque dos Almendres

Com aproximadamente sete mil anos de idade, este impressionante monumento megalítico está localizado nos arredores de Évora.

Cromeleque Almendres
Com mais de 90 monólitos dispostos em formato circular e em perfeito estado de conservação, guarda parte da história da humanidade no período Neolítico.

Évora - Cromeleques de Almendres 

Évora - Cromeleques de Almendres
Então, o que você está esperando para aproveitar todas essas maravilhas de Portugal??? 

2 comentários:

  1. Que fantástico!! Não conheço Portugal, mas está na minha lista =)
    Apesar de eu amaaaar o verão, tenho também o sonho de "conhecer" a neve. Deve ser uma experiência incrível. Não sabia dessa lista de esqui, adorei saber sobre ela.
    Os artesanatos também são lindos. Ganhei um azulejo vindo diretamente de Portugal, que uma colega trouxe e é perfeito cada detalhe.

    Grande beijo, Mi
    www.triicotando.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Portugal é um país fantástico, com certeza! Tenho muito carinho por lá... e já passou da hora de voltar! Apesar de pequeno (do tamanho do estado do Espírito Santo, mais ou menos), é um país que se revela com inúmeras possibilidades de turismo e há muito o que ver e fazer!

      Muito obrigada pelo comentário,
      beijos,
      Lily

      Excluir