sexta-feira, 2 de junho de 2017

Onde se Hospedar em Bangkok: Dusit Thani Hotel + Passeios

O que falar sobre um hotel onde, ao mesmo tempo em que chegamos para fazer nosso check in, estava acontecendo de um lado uma festa de casamento (que eu espiei um pouco para ver como seria uma festa de casamento tailandês) e de outro lado havia uma comitiva de boas vindas e honrarias para receber a Família Real da Nigéria? No mínimo posso dizer que se trata de um hotel muito chique, não acham?



Olha que, quando chegamos e avistamos a comitiva, a gente até pensou: "será que é para nos receber?" kkkkk... E aproveitamos para ver a recepção e honrarias para a família real, pois foi a primeira vez na vida em que ficamos pertinho de um rei, rainha, príncipes... a primeira vez que ouvimos pessoas se dirigindo a outras com o tratamento "your highness", por exemplo... ficamos verdadeiramente encantados e já percebemos, logo de cara, que nossa hospedagem no Dusit Thani seria Top! E, de fato, foi mesmo. O hotel correspondeu a todas as nossas expectativas com louvor.



Nosso período de hospedagem foi de 12 a 14 de março, portanto, duas noites. E foi muito interessante conhecer essa outra parte da cidade, pois, após termos passado dois dias em uma região mais pitoresca e caricata, agora nós teríamos a oportunidade de conhecer uma Bangkok moderna, uma cidade repleta de arranha-céus, shoppings, rooftops badalados e igualmente vibrante e interessante. 



Com reconhecimento internacional como Deluxe Fixe Star Hotel, o hotel Dusit Thani poderia até mesmo se passar por um shopping de tão grande que é! Melhor, é enorme mesmo, com as suas 517 suítes... um mundo onde fica fácil se perder!




Só para terem ideia do que estou dizendo, o hotel realmente surpreende com seus amplos e confortáveis quartos, 6 restaurantes, 2 bares, 1 patisserie, além de todo o lazer que é oferecido ao hóspede com piscina, Devarana Spa, fitness center, salão de beleza (sim... tem salão de beleza dentro do hotel!!), lojas de roupas, lojas de souvenirs, lojas de vinhos, joalherias, library/biblioteca, isso sem contar os diversos ambientes espalhados no primeiro andar e subsolo, com mesas, cadeiras, sofás, poltronas e muitas possibilidades para o hóspede espairecer e descansar e, como não poderia deixar de ser, também oferece salas para conferências e congressos.











Eu amei as áreas de lazer ao ar livre que eram muito harmoniosas, com árvores, flores, cascata, muito fotogênico com um paisagismo lindo... um verdadeiro oásis dentro do hotel e um convite para tomar um drink e descansar um pouco do calor que faz em Bangkok.


Agora que vocês já tiveram uma ideia de como é este gigante hotel, vamos começar a falar um pouco sobre ele e seus principais ambientes e o nosso quarto, ok?




** SOBRE O HOTEL E LOCALIZAÇÃO **

O Dusit Thani Hotel fica na região de Bang Rak, a 5 minutos de caminhada das estações MRT Subway Silom e BTS Sky Train Sala Daeng. Além disso, ele fica de frente para o Parque Lumphini. 




Apesar de ser um pouco mais afastado do Rio Chao Phraya, a 1,5km dele, o hotel encontra-se no coração de uma Bangkok mais comercial e financeira, em uma região também vocacionada ao entretenimento, estando muito bem servido ao seu redor de restaurantes, lojas, feiras de rua, shoppings, além de outros hotéis suntuosos e de uma noite mais elegante e badalada, especialmente quando o assunto é Rooftop, pois os mais famosos estão ali pertinho, isso em contar que o próprio hotel tem o seu rooftop lindinho e com vista excelente para o Parque Lumphini.

A Estação de Trem Hualamphong fica a 3 km do hotel e o aeroporto internacional de Suvarnabhumi está a 25 km.




Curioso notar que, por 40 anos, o Dusit Thani Bangkok ficou famoso e era sempre lembrado por ser um hotel com perfil mais executivo. Mas, a bem da verdade, o hotel cai como uma luva para atender as vários públicos, desde uma família real, como pudemos comprovar, passando pelo hóspede executivo que estará lá a negócios ou para participar de um congresso ou conferência, até mesmo o turista que não dispensa, durante sua viagem, um pouco de luxo, requinte e sofisticação.





Curiosidade sobre a história da Tailândia: A Tailândia, antigo reino do Sião (chamou-se Sião até 1939, em referência ao povo thai), nunca foi colonizada de fato, tal como ocorreu seus vizinhos Vietnã, Camboja e Laos (que receberam muita influência francesa, por exemplo) e por isso mesmo que este país é considerado a terra do povo livre, fundado pelo próprio povo Thai, após ter sido expulso do sudoeste da China. Ao tempo da sua formação, o reino foi chamado de Sião com a adoção do budismo como religião. Sua população é de aproximadamente 70 milhões de habitantes, sendo que 75% é originalmente tailandês e 95% deles Budistas.



E foi bem fofo ser recebido no Hotel  Dusit Thani com flores e um chá gelado de boas vindas. Adoro quando o hotel tem esse cuidado com seus hóspedes, o que demonstra carinho e respeito. 





** NOSSA SUÍTE ** 

Todas as 517 suítes do Hotel Dusit Thani são estilosamente decoradas com inspirações na cultura Thai e ricas em facilidades bem úteis e práticas para a nossa estadia.





São quartos que seguem uma linha mais clássica, até mesmo porque o hotel tinha aquele perfil mais executivo. Todos oferecem um ambiente espaçoso, confortável e janelas amplas, com decoração elegante em tecidos tailandeses e móveis de madeira teca.



- São as seguintes Categorias de Quartos oferecidas pelo Hotel:

. Superior Room
. Deluxe Room
. Dusit Room
. Dusit Club Room
. Thai Heritage Suite
. Ratanakosin Suite
. Ambassador Suite
. Princess Suite
. Majesty Suite

O nosso quarto foi o Dusit Room, com 60m² (enoooorme!), composto por distintos ambientes, como:

- uma sala de estar separada com sofás, poltrona e TV.





- ainda nesta mesma sala, havia em um canto as facilidades de frigobar abastecido (com itens pagos à parte) e alguns mimos, como água e frutas de cortesia, além de café e chá que poderiam ser feitos na cafeteira e, de fato, nós fizemos para aguentar o ritmo intenso de Bangkok, onde praticamente não dormimos.




- no outro lado, uma mesa de escritório com todo o suporte para quem desejar trabalhar um pouco ou enviar emails ou conversar com a família.




- o quarto, em si, com uma cama bem generosa, confortável e roupas de cama impecáveis, limpas, macias e cheirosas. Em cada lado da cama, mesinhas de apoio com telefone, relógio e mais água de cortesia.




- um espaço reservado ao closet, com cabides, maleiro para colocar as malas (e nossas duas malas, de tamanho médio, couberam direitinho), cofre, roupão, chinelos e guarda chuva.



- banheiro com banheira, box, lavabo e um toilete separado. Amenities ótimas, como shampoo, condicionador, hidratante e sabonete, além de secador de cabelo e um kit de higiene bucal (escova de dente, pasta).





Como vocês podem ver, o quarto era bem distribuído nos seus ambientes! Nossa noite de sono foi ótima, sem barulho algum nem claridade no quarto.  



- Facilidades que todos os quartos de todas as categorias oferecem aos seus hóspedes:

. Internet wireless - Wi-Fi com rápida velocidade
. Água engarrafada em cortesia que é reposta todo dia
. Sacada particular
. Mini bar e máquina para fazer café e chá
. Mesa de trabalho espaçosa e uma cadeira ergonômica
. TV com canais internacionais via satellite 
. Kit completo de amenities (secador de cabelo, roupões, chinelos)
. Cofre eletrônico
. Ar condicionado com controle
. Seleção de jornais locais e internacionais, além de revistas 
. Pillow menu


** LAZER ** 



Já me adiantei e falei um pouco sobre a parte de Lazer que o hotel oferece. Como nosso tempo por lá foi bem corrido e curto, nosso objetivo maior era justamente explorar ao máximo a cidade de Bangkok. Exatamente por isso que a gente não conseguiu curtir tanto assim tudo o que o hotel oferece em termos de lazer.



Mas arrumamos um tempinho (cronometrado, infelizmente) de cerca de 2 horinhas para curtirmos a piscina, dar um mergulho e nos refrescarmos do calor dos infernos que estava fazendo na época do ano que fomos (março).

Sabe do que mais gostei da piscina? A água era tipo "quebrada friagem", fresca, levemente aquecida, sem ser gelada nem quente... logo, foi uma maravilha poder me refrescar depois de um dia de muito calor e passeios em Bangkok.

Perto da piscina tem um bar, a sauna e ali do lado também tem o Fitness Center (academia).




A academia tem um bom tamanho até, bem equipada com aparelhos modernos e ainda com a vista privilegiada para a piscina.


Dentre outras opções de lazer e serviços que hotel oferece, o seu site informa que há possibilidade de levar o hóspede a um campo de golf. Realmente, eu não vi e, se entendi direito, o campo de golf fica fora do hotel.

Outros serviços oferecidos que podem ser encarados como lazer são: o Devarana SPA, salão de beleza, biblioteca... o hotel é realmente incrível e muito grande!

** CAFÉ DA MANHÃ E RESTAURANTES **




E já que estamos falando que o hotel é um mundo e muito grande, nada mais ilustrativo para demonstrar isso do que informar a vocês que o Dusit Thani dispõe de 11 opções gastronômicas, oferecendo especialidades ocidentais, asiáticas e internacionais. As opções gastronômicas incluem pratos cantoneses deliciosos no The Mayflower e refeições durante o dia todo no The Pavilion. 

- Restaurantes do Hotel Dusit Thani:

- 22 Kitchen & Bar: Pacific Coastal Cuisine
- Benjarong: Modern Contemporary Thai Cuisine
- Hamilton`s Steak House: American Steak House
- The Mayflower: Cantonese Cuisine
- The Pavilion: International Cuisine, onde também é servido  o café da manhã - das 6hs às 10:30hs
- Thien Duong: Vietnamese Cuisine
- Dusit Gourmet: Pastries & Cakes
- Benjarong Terrace: Drinks & Snacks
- Lobby Lounge: Drinks & Snacks
- Shogun





O restaurante The Pavilion foi onde tomamos o café da manhã, que é servido todo dia das 6h às 10:30. Para ser perfeito, ele só poderia ter um horário mais tarde para terminar o café da manhã rsrs...




E por falar no café da manhã... huuummmmmm... nnnhhhaaaccc! Dos deuses! Gente, eu juro que fico perdida quando chego em um lugar cujo o café da manhã é servido no sistema de buffet em estações diferentes onde cada uma oferece um tipo de comida.





Fico tentando olhar tudo, entender, ver o que tem e experimento um pouco de cada daquilo que me interessa. O problema é que quase tudo me interessa rsrs...





Detalhe: na nossa primeira manhã, como tínhamos um passeio que sairia bem cedo, às 6:30, nós chegamos lá no restaurante uns 5 minutos antes das 6h e já estava cheio de gente! Ficamos impressionados, por era uma segunda feira e o pessoal já estava frenético logo cedo pela manhã.





Sobre o café da manhã, tudo aparentava estar muito fresco, saboroso e alguns pratos eram bem interessantes para a gente aprender também um pouco sobre os hábitos locais, porque eles comem pratos bem elaborados cedo, como peixes, sopas, feijão, dentre outros.




Calma gente, não se preocupem porque também tem as opções tradicionais, mais internacionais, como ovos, pães variados, frios, frutas, sucos, iogurtes, cereais, frutas secas... e por aí vai!




O restaurante funciona todo dia das 6h às 22:30 e é aberto ao público não hóspede que deseje fazer suas refeições nele. E aos domingos eles servem um Brunch, das 12h às 15h. Chique, não é?

O outro restaurante que conhecemos foi o 22 Kitchen & Bar, onde tomamos um drink com vista linda para a cidade e o Parque Lumphini. 




Ambiente refinado com um toque de descolado também. Mas a vista é realmente o seu diferencial.

Ficamos somente um pouquinho lá porque já tínhamos outro compromisso no dia, mas deu para curtir o sunset e a mudança de cores do céu. Ahhhh... não tem como ver o pôr do sol literalmente na direção do parque porque ele se põe do outro lado nesta época do ano que fui (março). Mesmo assim, vale a pena ficar ali sentado, tomando uns bons drinks, contemplando o vai e vem dos carros, Skytrains, pessoas... uma Bangkok bem diferente do centro histórico e arredores do Grand Palace.






O 22 Kitchen & Bar é aberto ao público não hóspede e funciona todo dia das 16h às 24h (o bar) e das 18h às 24h (para jantar).

** DICAS DE BANGKOK **

↘Como Chegar: 

Bangkok tem 2 aeroportos grandes e próximos um do outro. Nós fomos de Boracay, nas Filipinas, para Bangkok com a cia aérea Cebu Pacific, que fez uma conexão em Manila (capital das Filipinas).

↘No Aeroporto: 

Brasileiros não precisam de visto para entrar na Tailândia. Porém, temos que preencher o formulário que recebemos no avião e guardar com a gente.

Logo que desembarcar, a dica é dirigir-se ao stand do Health Control para preencher outro formulário e apresentar o Certificado da Vacina da Febre Amarela antes de entrar na fila para Imigração, que é grande!

↘Comunicação:

Nós vimos dentro do aeroporto 3 chips de celular que nos disseram ser os mais vendidos: True, AIS e Dtac. Compramos os 2 últimos (549baht cada para 1 mês, cada) e gostamos. Depois que eu fiz uns 2 Lives no Stories do Instagram, sem estar com o Wifi ligado, recebi umas mensagens informando que eu tinha esgotado o meu pacote de dados de internet. Não entendi direito, mas continuei usando o celular normalmente. O que na prática aconteceu é que a internet ficou mais lenta, demorada e, às vezes, eu precisava "roubartilhar" a internet do celular do Julio que resistiu bem até o final, mesmo eu tendo compartilhado a dele em alguns momentos.

↘Como se deslocar:

Nós realmente ficamos encantados com a Uber em Bangkok. Ótimos preços e excelente serviço, salvo pelo fato de que às vezes demorava a chegar.

Também andamos de táxi para ter a experiência e confirmamos que eles são, de modo geral, meio malandros e não curtem usar taxímetro. Então, antes de entrar no carro, negocie o preço da corrida e fique de olho.

E não poderia faltar o tuk tuk. Acabamos andando só uma vez e também recomendo altamente negociar antes o preço. O nosso condutor foi tão simpático e legal que demos até mais do que tínhamos negociado. Mas o tuk tuk só legal mesmo para ter uma experiência diferente e característica de lá, pois, a verdade é que é desconfortável, ainda mais com o calor bizarro que fazia em Bangkok e, já que o tuk tuk é aberto, a gente continuou passando calor kkk...

Por fim, andamos de ferry pelo rio Chao Phraya, que é a grande artéria da cidade. Atravessamos o rio de dia, para visitar o templo Wat Arun, e à noite, para jantar na Sala Rim Naam, do hotel Mandarin Oriental.

Só faltou o Skytrain e metrô, que não deu tempo de usar.

↘Quantos dias ficar em Bangkok: 

Nós ficamos 4 noites que corresponderam a 3 dias cheios de passeios. Daria para ter sido mais um dia cheio de passeio e estaria na conta. Se o seu ritmo for intenso, você conseguirá fazer muitas coisas. Se o seu ritmo for mais contemplativo, daí você pode colocar uns 5 dias ou mais, porque a cidade de Bangkok tem cerca de 3.000 templos budistas!

↘Temperatura em Bangkok: 

Nível Hell de Janeiro nos piores dias de verão. Você já sai para a rua derretendo de tanto calor, especialmente no mês de março, considerado um dos mais quentes. Porém, acostume-se com a ideia de passar calor porque é comum o ano inteiro, com um clima meio amazônico, quente e úmido o ano todo.

↘ O que fizemos em Bangkok - Sugestão de Passeios: 

- Templos: Grand Palace, Wat Pho, Wat Arun e Wat Traimit (obs: atenção para as regras das roupas! Na maioria deles, as roupas devem cobrir ombros e joelhos)

- Ayutthaya com a agência Experiência Tailândia

- Train Market e Floating Market 

- Khaosan Road: diversão certa! Comemos Pad Thai na rua e também jantamos no Beer Buddy,  além de termos feito massagem. Eu queria ter feito a massagem com os peixinhos, mas eu machuquei meu pé no penúltimo dia nas Filipinas com um pequeno corte e fiquei preocupada de colocar meu pé no tanque e depois inflamar kkkk....

- Chinatown: andamos muito lá para conhecer o lugar, entramos em lojas, fizemos algumas comprinhas, tomamos sucos, shakes rsrs...



- Rooftop Moon Bar & Vertigo, no terraço do hotel Banyan Tree




- Jantar com show na Sala Rim Naam no Mandarin Oriental Bangkok

** Sobre Gorjetas: não são esperadas na Tailândia, de modo geral


** COMPRAS EM BANGKOK **

Aproveitando a localização do Hotel Dusit Thani, bem no coração comercial da cidade, vale a pena bater perna nos shoppings da região. Infelizmente, eu até queria ter feito isso e queria também ter aproveitado para comprar alguns eletrônicos, mas não deu tempo.

. MBK Center: provavelmente o mais conhecido shopping center para compras em Bangkok (a cidade é ótima para comprar eletrônicos) 

. Siam Square é uma área de compras e entretenimento moderna na cidade, com shoppings enormes, cinemas, lojas de rua e hotéis, tudo interligado por passarelas. Como chegar: skytrain até a estação SIAM, onde vai desembarcar e seguir pela Rama 1 Road e pronto, estará na região dos Shoppings, como os seguintes:

. Siam Paragon, que é o mais chique, com lojas de alto luxo. Dica: passar no Beauty Hall (espécie de Sephora, com várias marcas de cosméticos). Aberto das 10h às 22h.

. Siam Center: mais descolado, com decoração bem moderninha, assim como suas lojas. Lá estão marcas como Forever 21, Pull & Bear, MAC, Bobbi Brown, Sephora, além de muitas marcas de designers tailandeses. Aberto diariamente das 10h às 22h.

. Siam Discovery: outro shopping modero e onde está o museu de cera Madame Tussauds de Bangkok. Aberto das 10h às 22h.

. MBK Center: esse é o mais famoso de todos (e o mais visitado da Tailândia), justamente por ser também o mais antigo da área, aberto em 1986. São 8 andares com mais de 2.000 “lojas” (praticamente uma feira em ambiente fechado). Se você está buscando por preços mais baixos, o MBK será o lugar mais apropriado. Aberto todos os dias das 10h às 22h.

. Watsons: que tal uma farmácia moderna, com produtos diferentes?



** FICHA TÉCNICA DO HOTEL **

- Endereço: 946 Rama IV Road, Bangkok 10500, THAILAND

- Telefones: +66 (0) 2200 9000, +66 (0) 2236 6400


- Check In: 14:00
- Check Out: 12:00

- Serviços oferecidos pelo Hotel: serviço de quarto 24h, incluindo refeições, florista, loja de souvenirs (Gift Shop), Salão de Beleza, Wi-Fi em todas as áreas do hotel, Serviço de Concierge, Business Center, Medical Service, Cofres (Safety Deposit) na recepção bem como storage room (bagageiro/maleiro), Valet Parking, Balcão com Informações Turísticas, Transfer (pago à parte), Lavanderia (pago à parte), Babá (Babysitting), Câmbio de Moedas, Espaços reservados para fumar (fumódromo - Smoking Rooms).

- Lazer: piscina, DFit Fitness Center (academia completa, com aparelhos modernos), bares, restaurantes, áreas de lazer ao ar livre com jardins tropicais, muitas flores, árvores, cascata, diversos ambientes para descansar, lojas no subsolo para fazer compras...

- Eventos: o hotel tem toda a infraestrutura e profissionais para realizarem eventos de grande porte, conferências, casamentos, congressos...



- Spa: Devarana SPA oferece 14 salas para a realização de tratamentos para o seu bem estar, com a segurança de utilizar as técnicas corretas e adeuadas, em um ambiente relaxante. Que tal fazer as famosas massagens tailandesas? -  http://www.devaranaspa.com/en/bangkok.html

- No Booking.com:  nota 8,4, com mais de 400 avaliações. Clique aqui e leia os comentários

- No TripAdvisor: nota 4,5 (equivalente ao 9), com cerca de 3.000 avaliações, localizado na posição 104º dentre os quase 860 hotéis listados pelo site, ostentando o Certificado de Excelência - Clique aqui para ler as avaliações

- Confira os posts feitos no Instagram:











5 comentários:

  1. Lily, Bangkok foi uma cidade que me encantou bastante! Adorei conhecer esse hotel e os passeios que vcs fizeram nos arredores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bangkok foi realmente uma grata surpresa! Cidade vibrante, agitada... adoramos!
      Obrigada pelo comentário!
      Beijos,
      Lily

      Excluir
  2. Estarei indo esse mês para Bangkok, e vou olhar essa opção de hospedagem. Você curtiu a localização, né? Sabe se possuem translado do aeroporto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camissss... já imaginou chegar no hotel junto com a família real de um país? Eu me senti muito chique!!! kkkk... sim sim, nós gostamos da localização, no coração de uma Bangkok zero pitoresca, mas sim moderna, fashion e elegante! É diferente do outro hotel em que ficamos... acho válido ter as duas experiências... depois veja a resenha do outro hotel, o Riva Arun!

      O transfer do aeroporto é pago à parte. Usamos Uber e gostamos bastante.

      Beijinhos e, precisando de qualquer coisa, estamos às ordens!

      Lily

      Excluir
  3. Lily, sempre muito completo as dicas!! Amei a dica da quantidade de dias. O tamanho do quarto do hotel me surpreendeu 60m2, e que recepção heim hahaha

    ResponderExcluir