segunda-feira, 24 de abril de 2017

Riviera Nayarit: o Pacífico Mexicano que você precisa conhecer!

Para quem deseja conhecer muito além de Cancún e Cozumel e quer ver um México mais autêntico e menos americanizado, a costa pacífica mexicana apresenta-se em alta com tradições mais preservadas e vem sendo considerada como o lugar para quem procura um destino diferente e repleto de muito luxo e requinte. 

Isla El Coral
Batizada assim em 2007, você sabia que há 10 anos que a Riviera Nayarit vem sendo eleita como destino premium do México? Só que sua história vem de muito antes disso, quando, em 1962, lá foi gravado o romântico filme “A Noite da Iguana”, dirigido por John Huston, ocasião em que o ator principal, Richard Burton, e Elizabeth Taylor vivenciaram um romance extraconjugal na região, isso porque os dois eram casados e dizem que foi Liz Taylor que realmente o procurou por lá rsrs.. imaginem o alvoroço dos paparazzi de plantão da época? Isso fez revelar ao mundo os encantos desse pedaço de paraíso!

Já considerada como marca de sucesso, a Riviera Nayarit é, sem dúvidas, a nova sensação do momento, reconhecida por suas maravilhas incomparáveis de luxo e de natureza protegida, a região estende-se por 308 km na costa voltada para o Oceano Pacífico, mais exatamente na costa oeste do México, no estado de Nayarit (que completa 100 anos em 2017), emoldurada pela majestosa cadeia de montanhas da Sierra Madre. Na verdade, a Riviera Nayarit, que se estende da Boca de Teacapán ao norte até o Rio Ameca, em si, trata-se de um conjunto de povoados unidos para desenvolverem juntos e da melhor forma o turismo local.

CLIQUE AQUI e leia mais dados sobre a Riviera Nayarit

A apenas dez minutos ao norte do Aeroporto Internacional Gustavo Díaz Ordaz (PVR), essa região inclui o balneário de Nuevo Vallarta, a histórica vila de San Blas, o exclusivo  refúgio de celebridades de Punta Mita, a praia de surfistas bohemian-chic de Sayulita, simpáticas vilas de pescadores, praias tranquilas e a espetacular Baía Banderas, sendo que a região que apresenta um desenvolvimento turístico maior fica mais perto de Nuevo Vallarta, que é a principal cidade da Riviera (não confundir com Puerto Vallarta, que não faz parte da Riviera, mas sim do estado Jalisco).

A Riviera Nayarit deslumbra visitantes de todas as partes do mundo com atividades como: cursos de golfe (PGA), arvorismo, cavalgadas, caiaque, spas luxuosos, observação de baleias jubarte (de dezembro a março), desova de tartarugas (de junho a dezembro), tirolesa, surfe, observação de pássaros, muitas parias e vilarejos, além da culinária internacional e mexicana, rica em temperos, e do colorido artesanato da tribo nativa Huichol. Atrai e satisfaz todos os estilos com sua diversidade de hospedagens, que inclui hotéis de luxo, hotéis boutiques, de ecoturismo e pitorescos empreendimentos Bed & Breakfast, para os mais roots.



A Riviera Nayarit é reconhecida como um “Destino Virtuoso Preferencial”, inclusive, em 2017, a National Geographic nomeou a Playa del Amor uma das 21 praias top no mundo (mas também não deixe de incluir a Playa Escondida na Islas Marietas, que é verdadeiramente escondida, em alto mar, dentro de uma ilha de origem vulcânica, mas tem limitação de visitantes por dia e nem sempre está aberta ao público, por questões de preservação ambiental), enquanto a Forbes selecionou o destino como um dos tops do ano. Possui quatro hotéis e um restaurante na categoria cinco diamantes AAA; seis restaurantes e 11 hotéis na categoria de quatro diamantes AAA; e 13 hotéis e 26 restaurantes três diamantes. Também recebeu dois ouros, três pratas e três bronzes no HSMAI Awards 2016 pela espetacular cobertura editorial. 

Quando ir: essa pergunta dependerá se você quer o período mais seco ou se prefere o menos badalado.

- Temporada de Chuvas: vai de junho a outubro, com maior concentração de chuvas de julho a setembro. Nada que atrapalhe o seu passeio, já que as chuvas costumam ser de verão (pois é verão no hemisfério norte nesta época do ano), portanto, passageiras, normalmente à noite e não atrapalham os passeios. Corresponde à BAIXA TEMPORADA, quando parte do comércio fecha e alguns passeios não saem, principalmente no mês de setembro. Porém, a vantagem é pagar um valor mais barato na hospedagem.

- Temporada Seca: corresponde ao inverno no hemisfério norte, de dezembro a março, com temperaturas mais amenas, em torno dos 25ºC, com clima seco. Essa é a ALTA TEMPORADA, com preços mais elevados, quando tudo acontece por lá, ou seja, todos os passeios são garantidos e há muito agito. A hospedagem fica mais cara e mais disputada. Recomenda-se reservar com antecedência.

- Sobre Furacões: em tese, está livre deles, por conta da cadeira montanhosa que a cerca. Todavia, é sempre bom ficar em alerta, especialmente nos meses mais críticos (ultimamente os furacões vêm acontecendo praticamente todo ano entre os meses de outubro e novembro), já que o furacão Patrícia, de outubro de 2015, chegou a afetar, ainda que não drasticamente, a região.

Como Chegar: o aeroporto não fica na própria Riviera Nayarit, mas sim em Puerto Vallarta (que é o quarto destino mais popular do México), que fica a 15 minutos de Nuevo Vallarta (12km de distância), esta sim a principal cidade da região.

Não há voos diretos do Brasil, mas é perfeitamente possível e fácil chegar pela Cidade do México e depois pegar algumas das inúmeras opções de voos de lá para Puerto Vallarta. Ou, ainda, tem como ir pelos EUA através de voos que saem do Texas e vão direto para Puerto Vallarta, sem passar pela Cidade do México. Para maiores informações, consulte os sites da Latam, Aeroméxico, Avianca, Copa, United Airlines e American Airlines.

Brasileiros não precisam de visto para irem ao México, mas tão somente de passaporte válido. Contudo, se a sua companhia aérea passar pelos EUA, fique atento à necessidade de ter o Visto Americano em seu passaporte, ainda que seja apenas uma passagem de trânsito.

Atenção: a imigração mexicana pode solicitar os comprovantes de passagens aéreas e de hospedagem

Idioma: oficialmente, como em todo o México, fala-se ESPANHOL. Mas por lá você não encontrará dificuldade em ouvir e falar inglês, ou até mesmo o portunhol, já que a região ganha cada vez mais adeptos brasileiros.

Moeda: peso mexicano, mas o dólar é altamente aceito.

Fuso Horário: 2 horas a mais que o horário oficial (normal) de Brasília.

Quantos dias: para fazer os principais passeios e percorrer os vilarejos, recomendam-se no mínimo 4 dias inteiros, inclusive para curtir um pouco do seu hotel.

Onde se Hospedar: dependerá do seu perfil e do seu bolso. Em Punta de Mita estão os hotéis mais elegantes e sofisticados, em Nuevo Vallarta encontra-se a maioria dos resorts all inclusive, em Bucerías estão as hospedagens mais roots e despojadas, Sayulita é point dos surfistas e reúne uma turma mais jovem e aventureira, em Puerto Vallarta, onde está o aeroporto e que não faz parte da Riviera Nayarit, estão as opções mais urbanas e próximas dos agitos norturnos.

Passeios Obrigatórios: Islas Marietas, Las Caletas, contemplar o pôr do sol alaranjado que se encontra com o mar, passear pelo povoado de Bucerías e se encantar com sua gastronomia e artesanato e passar pelo seu centro, onde há um estreito caminho que exibe murais pintados e um arco onde está escrito Paseo del Beso, dentre outros listados abaixo:

Pôr do sol em San Pancho
Sobre as Praias

Talvez as praias da costa pacífica não ostentem o azul turquesa de Cancún, Cozumel, Isla de las Mujeres e outros destinos famosos da Riviera Maia, porém, vale destacar que Nuevo Vallarta Beach está em 7º lugar dentre as 10 Melhores Praias do México, de acordo com o ranking do TripAdvisor. (clique aqui para ver o ranking completo). Portanto, merece todo o nosso carinho!

A Riviera Nayarit, por sua, orgulha-se por oferecer o maior número de praias com certificado de qualidade em todo o México – 12 ao todo. Com areia e água claras, elas são emolduradas por paisagens cobertas de vegetação, onde se pode ver espécies diferentes de pássaros em seu habitat natural.

As praias que detêm este certificado de qualificação são: Nuevo Vallarta Sur, Nuevo Vallarta Norte, Nuevo Vallarta II, Bucerías, Los Muertos, Playa Palladium, Costa Capomo, Rincón de Guayabitos, Playa de la Isla del Coral, Chacala, Platanitos e El Borrego. 

Em comum, proporcionam ainda serviços de excelência aos viajantes, com pratos bem decorados e saborosos e áreas exclusivas para atividades náuticas.

Na praia de Bucerías, por exemplo, entre as opções de atividades estão a prática de caiaque, jet ski ou barco à vela, ou ainda a opção de caminhar pelo Bucerias Art Walk Plaza, onde o trabalho de artistas locais pode ser apreciado. 

Na praia de Los Muertos, fique em um dos charmosos hotéis boutique, onde você será tratado como merece antes de surfar ou simplesmente observar como o esporte é apreciado neste local. 

Na praia de Chacala, é possível observar a ampla variedade de pássaros, como gaivotas, pelicanos e garças. O local é um santuário dessas espécies.

As praias de Nuevo Vallarta (North, South e Nuevo Vallarta II) integram o melhor, maior e mais moderno do turismo do México. Ao longo de seus 4,8 km de praia, encontram-se uma moderna marina, hotéis, restaurantes, condomínios e residências com cais privativo.

Dez lugares imperdíveis na Riviera Nayarit

1. Isla El Coral, em Compostela: a 3 km da praia de Rincón de Guayabitos, é uma pequena ilha repleta de peixes coloridos e arrecifes de corais perfeitos para o mergulho e snorkel.


2. Praia Novillero, em Tecuala: esta praia virgem localiza-se ao norte da Riviera Nayarit, a 160 km de San Blas. Tem 90 quilômetros de distância, sendo a mais comprida do México.  
  

3. Centro Cultural das Fábricas de San Pancho: o espaço deu origem ao povoado considerado a capital cultural da Riviera Nayarit. 


4. Marina Riviera Nayarit, na Baía de Banderas: considerada a mais moderna e a maior do Pacífico Mexicano, com espaço para abrigar mais de 300 embarcações simultaneamente. 


5. A ilha de Mexcaltitán, em Santiago Ixcuintla, é famosa por ser o berço da mexicanidade, segundo os historiadores. Nesta região encontra-se a legendária Aztlán, o ponto de partida das tribos Nahuatlacas rumo ao Valle do México, onde foi fundada a grande Tenochtitlán, capital do Império Asteca.


6. Parque Nacional Isla Isabel: Área de Proteção Ambiental onde se pode acampar, avistando muitas fragatas e o pássaro de patas azuis. Pesca, mergulho e caminhadas são as atividades recomendadas. Suas praias, o farol, as ilhotas de Las Monas e sua cratera merecem ser visitados.


7. La Tovara, em San Blas: Estes canais de água doce coexistem com a natureza em sua máxima expressão. É um dos poucos lugares no mundo que contém quatro grupos de mangue. Também representa um paraíso de aves endêmicas, residentes e migratórias. A palavra Tovara significa “água que nasce entre as pedras”.


8. Buraco 3B “Cola de Ballena”, na Baía de Banderas: Em Punta Mita encontra-se o Pacífico Punta Mita, campo de golfe projetado por Jack Nicklaus. O Buraco 3B, conhecido como Colla de Ballena, é considerado o melhor buraco Par 3 já projetado. Recentemente foi eleito como um dos dez melhores Par 3 do mundo pela Revista GQ do Reino Unido, sendo o único localizado em uma ilha natural.


9. Sayulita Pueblo Mágico, na Baía de Banderas: é a capital do surf na Riviera Nayarit, o chamado Pueblo Mágico, hippie chic, cosmopolita e dona de boas vibrações. Sayulita é isso e muito mais. Não à toa é a região mexicana com maior crescimento turístico durante o último ano.


10. Parque Nacional Islas Marietas: esta Área de Proteção Ambiental converteu-se no ícone da Riviera Nayarit, por seus espetaculares locais como a Praia do Amor ou Praia Escondida e a Praia La Nopalera. No local, além de apreciar aves, se pode praticar snorkel e apreciar os coloridos peixes que ali vivem.


As 5 Melhores Praias para as Crianças

1. Bucerías: Com a premissa de que as praias dentro de baías são muito mais seguras que as de mar aberto, Bucerías, na Baía de Banderas, exibe ondas discretas e sua faixa de areia é bem firme.


2. Destiladeras: Mesmo com ondas de até quatro metros e situada na extremidade da Baía de Banderas, onde as correntes são mais fortes, Destiladeras (Punta de Mita) figura na lista porque as ondas quebram entre dez e 15 metros da margem. Garantia de uma boa distância para as crianças se divertirem na beira da praia.  


3. Bahía de Matachén: Além de estar situada em uma baía, ela exibe a mais larga faixa de areia de toda a região. Apesar de ser uma praia com muitas ondas, elas normalmente são pequenas e com correntes fáceis de controlar.


4. Rincón de Guayabitos: A baía é reconhecida na Riviera Nayarit por abrigar uma praia que mais lembra uma piscina natural gigante, considerada a maior de todo o México! São dois quilômetros de costa e 30 metros de largura para o visitante deleitar-se. Assim como Matachén e Bucerías, Guayabitos possui o privilégio de ser parte de uma baía, a Baía de Jaltemba. Dona de uma areia bem fina e perolada, em contraste com a água azul-esverdeada, essa praia tem uma paisagem inusitada e encantadora.


5. Las Islitas: Se de Guayabitos é considerada uma piscina, então Las Islitas são uma lâmina de água, um espelho. Durante a maior parte do ano não há ondas – só uma pequena maré que move a água. É possível caminhar mar adentro facilmente por dez metros e a água estará a apenas um metro de profundidade.


As 10 melhores praias para surfar no Pacífico Mexicano

A Riviera Nayarit é um destino que oferece ondas durante todo o ano e para todos os níveis de surfistas, tanto para os que sobem numa prancha pela primeira vez como para os que desafiam a mãe natureza ao extremo. Veja as dez praias para surfar na Riviera Nayarit, eleitas pelos próprios surfistas da região.


10 - Platanitos: Na divisa de San Blas e Compostela está Platanitos, uma praia muito bonita para desfrutar e não se agitar muito.



9 - Santa Cruz de Miramar (San Blas): Poderosa e perigosa, pois está rodeada de pedras, mas quem é expert pode se divertir.


8 - Lo de Marcos: Esta praia tem ondas grandes, ideais para surfistas de nível intermediário. Muita gente não a conhece, o que auxilia na exclusividade para quem a visita. No máximo, você estará com 15 pessoas à sua volta.


7 - Lola de Chacala: Em Compostela, é para muitos um segredo, já que da baía de Chacala tem que seguir de embarcação por 20 minutos. A onda dessa praia não é brincadeira, é apenas para os experientes.


6 - Burros, La Lancha e El Anclote: Esta praia em Punta de Mita tem várias ondas que são as favoritas dos iniciantes, que vão até lá por serem tranquilas, ideais para longboard.


5 - San Pancho: Há ondas fortes recomendadas para surfistas de níveis intermediário e avançado. Elas quebram para a esquerda e alcançam mais de quatro metros.


4 - Veneros (Punta de Mita): Principiantes e intermediários vão para a praia de Veneros. Há ondas fortes com tubos de bom tamanho. Em geral, não há muita gente.


3 - Las Islitas: A onda mais extensa da região acontece em Las Islitas, na Baía de Matanchén. Pode se alongar por mais de um quilômetro. Já foi a onda mais longa do mundo pelo Guinness Book, livro dos recordes, mas foram encontradas outras e, agora, a maior está nos dos Estados Unidos.


2 - Sayulita: Sayulita é uma praia onde tanto profissionais quanto principiantes podem surfar. Ela tem ondas para todos os níveis de surfistas.


1 - Stoner Point Break: As ondas dessa praia são exclusivas para avançados. Só acontecem no verão com ventos do sul e são famosas internacionalmente pela força. Esta praia está localizada entre as praias El Borrego e Matanchén, em San Blas.

PARA MAIS INFORMAÇÕES, VISITE:

- Facebook: www.facebook.com/rivieranayaritBR
- Twitter:  (@riv_nayaritbr; @riv nayarit
- Blog: http://rivieranayaritportuguese.blogspot.com.br/
- Instagram: @riviera nayarit/ #RivieraNayarit10
- Acesse www.rivieranayarit.com
- VEJA MAIS FOTOS PESQUISANDO NAS HASHTAGS: #rivieranayarit / #amorn / #praias #partiuferias/ #surfe / #surfar / #surf




Nenhum comentário:

Postar um comentário