segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

The Art of the Brick, no Rio de Janeiro

Sucesso internacional das artes plásticas, tive o imenso prazer de prestigiar na semana passada a mostra The Art of the Brick que revisita ícones da arte e da cultura pop em esculturas sensacionais feitas de blocos LEGO®




Finalmente no Rio de Janeiro, desde 17 de novembro, no Museu Histórico Nacional, a exposição ficará até o dia 15 de janeiro, portanto, ainda tem muito tempo para visitá-la e aproveitem a oportunidade para conhecer também esse belo museu que, em seu acervo permanente, apresenta bastante informação sobre a história da colonização do país, da cidade, a evolução desde colônia, império e república. Vale a pena!



Quanto à The Art of the Brick, devo dizer que se trata de exposição única no mundo que emociona! Ao longo dela, lendo cada explicação das obras e os textos nas paredes, você faz um verdadeiro coaching motivacional e inspira-se com a coragem de Nathan Sawaya, artista plástico que decidiu largar a advocacia para dedicar-se a este novo conceito de arte moderna, criando esculturas com mais de um milhão de blocos de LEGO®. 




São oitenta e três esculturas impressionantes: obras de arte excepcionais, em ambientes simplesmente de tirar o fôlego, feitas com pequenas peças quadradas ou retangulares, capazes de reproduzir com perfeição rostos humanos, expressões, sentimentos, obras de artistas consagrados do passado, até mesmo formas arredondadas ficaram perfeitas com as peças quadradas... e muita reflexão sobre a vida! 






Como disse, eu me senti em uma verdadeira terapia vendo cada escultura, lendo sobre elas, as motivações do artista... tudo tão lindo, com uma sensibilidade incrível que realmente emociona e dá vontade de voltar e ver tudo de novo!
 






Sucesso por onde passa, a mostra já rodou o mundo desde o seu lançamento, em abril de 2007, na cidade norte-americana de Lancaster, na Pensilvânia. Desde então, a exposição já ocupou mais de 80 museus e espaços nas principais cidades norte-americanas, além de ser vista em países como Bélgica, Holanda, Irlanda, China, Israel, Singapura, França, África do Sul, Austrália, Suíça e Espanha, visitada por mais de dez milhões de pessoas e celebrada pela imprensa de todo o mundo com adjetivos como “notável”, “obrigatória” e “contagiante”.
 


Em São Paulo, onde pôde ser vista no OCA – Museu da Cidade de São Paulo, entre agosto e setembro, não poderia ter sido diferente: a exposição atraiu mais de 180 mil pessoas e segue fazendo sucesso na Cidade Maravilhosa! Os ingressos estão disponíveis para a venda na internet a preços populares (R$ 20,00 inteira / R$ 10,00 meia). Imperdível, não acham?
 





E para ter uma experiência mais completa, aproveite para baixar no seu celular um aplicativo sobre a exposição onde você encontrará um audioguide da exposição com diversas informações sobre as obras de Nathan Sawaya, além de ser possível interagir com a mostra ao caminhar pelas salas. O aplicativo está disponível para sistemas Android e IOS, da Apple.
 


Nathan vale-se de 3D e 2D também, especialmente quando ele trabalha em quadros, reproduzindo fotografias de consagrados artistas, como Bob Dylan ou Janis Joplin, ou reproduzindo obras de arte célebres, como a “Monalisa” de Da Vinci, o “A Noite Estrelada” de Van Gogh, dentre outros.
 






Sejam reais ou fruto do seu imaginário, da sua própria criação motivada por cenas do cotidiano, por histórias que ouviu de alguém, os objetos criados por Nathan são realmente surpreendentes e deixam os visitantes completamente sem palavras.
 



Peeeeeensem que eu, adulta, saí de lá super empolgada a seguir meu coração, fazer coisas que me façam feliz depois de ler a história dele, que largou uma carreira promissora enquanto advogado, recebeu inúmeras críticas ao assumir o risco de criar esse novo conceito de arte com pecinhas de crianças... agora imaginem os pimpolhos ao visitarem a exposição, a alegria deles ao se depararem com essas obras incríveis, a emoção deles ao pensar que eles também são capazes de fazer algo assim... e por que não?
 


Também não posso deixar de mencionar o impressionante esqueleto de T-Rex de 6 metros de comprimento feito com 80.020 blocos. Nem consigo imaginar no tempo que ele levou para construir!
 


Alguns trabalhos são novas criações da imaginação do artista, como uma nadadora azul ou um homem amarelo que abre o peito para revelar um tesouro de tijolos LEGO®, além de figuras humanas e outras esculturas inusitadas, curiosas, intrigantes e maravilhosas.




E ainda tivemos a homenagem justa ao nosso maior craque do futebol, o Rei Pelé! 


Pela primeira vez na América Latina, a exposição está montada em um espaço de 1 771 m² onde nunca antes as famosas pequeninas e coloridas peças de Lego foram vistas dessa forma, convertendo-se em obras de arte através da devoção de Sawaya à escala e à cor.
 




E no final da exposição, como não poderia faltar, há uma área para colocar para fora toda a sua criatividade, onde se pode brincar e construir peças com os tijolos coloridos. Crianças grandes e pequenas com certeza vão se esbaldar, participando de atividades lúdicas com recreadores.
 



Natural da cidade norte-americana de Colville, no estado de Washington, Nathan Sawaya hoje é um artista premiado, que divide seu tempo entre os estúdios que possui nas cidades de Nova York e Los Angeles. 




Formado em Direito, tendo atuado como advogado corporativo, ele descobriu os tijolinhos de brinquedo como forma de arte em 2002, desenvolvendo desde então um trabalho divertido, mas extremamente meticuloso, uma arte que joga com material, cor, movimento, luz e perspectiva. Recebeu inúmeros prêmios e honrarias, que reconhecem seu trabalho como uma nova dimensão da Pop Art e do Surrealismo, como o UniqueAwards em 2011, que reconhece artistas únicos com um trabalho não tradicional.
 



Incluído em uma lista da Forbes, Sawaya começou a trabalhar com as peças de brinquedo para aliviar o stress de ser advogado corporativo em Manhattan. Construiu esculturas de todos os tipos, incluindo um autorretrato, e viu sua popularidade crescer rapidamente. Desde então, tem sido destaque em alguns dos principais talk shows e programas de notícias nos Estados Unidos, incluindo o The Today Show, o Late Night with David Letterman, o The Colbert Report e o CBS SundayMorning.



Sawaya já expôs nas principais galerias do mundo, incluindo a Time Warner Centre em Nova York, o ArtandCulture Centre em Hollywood e a Spot Gallery em Paris. De tão apaixonado que é por sua arte, ele fez uma tatuagem do brinquedo em seu pulso esquerdo. O artista lançou ainda dois livros best-sellers e é constantemente convidado para palestras, além de ser um dos nomes mais pesquisados no Google Zeitgeists.
 




Nathan Sawaya (www.nathansawaya.com)
Website: www.brickartist.com
Twitter/NathanSawaya
Site Brasil: expo-theartofthebrick.com.br
Facebook: theartofthebrickbrasil/
Instagram:theartofthebrickbrasil/





Museu Histórico Nacional: Praça Marechal Âncora, s/n
Site: http://www.museuhistoriconacional.com.br/
Clique aqui também
Telefone: (21) 3299-0300; (21) 3299-0324
Email: mhn.comunicacao@museus.gov.br
Horário: De terça à sexta-feira das 10 às 17:30 horas. Sábados, domingos e feriados: das 14 às 18 horas. Fechado às segundas. 


VEJAM MAIS ALGUMAS FOTOS




















Nenhum comentário:

Postar um comentário