quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Restaurante Verde Vício: excelente escolha no Rio Antigo

Nessa semana nós pudemos conhecer - na verdade, eu Lily pude conhecer e minha irmã pôde revisitar, um ótimo restaurante no centro do Rio de Janeiro: Verde Vício. 



Tradicional, o restaurante já conta com 20 anos de funcionamento e é veterano quando o assunto é alimentar-se bem, seguindo a linha "bandejão-chique", a dica é olhar o cardápio antes de entrar na fila para ter ideia das alternativas do dia e depois confirmar suas escolhas olhando os pratos que ficam expostos e são servidos pelos funcionários da casa.




Quem me conhece bem, sabe que eu estou sempre em guerra com a balança, na luta para perder os "eternos 2kg" (que já viraram 4kg kkkk), por isso mesmo, durante a semana, eu me esforço em manter uma rotina na medida do possível saudável, especialmente durante os almoços no meio do expediente de trabalho. Ah sim, gente... pelo amor de Deus! Para quem ainda não sabe, eu juro que trabalho! Bato ponto, cumpro jornada semanal de 40h... tudo normal, viu? 



Além do fato de realmente preferir uma alimentação saudável durante a rotina, para poder depois me esbaldar com as delícias e tentações quando saímos à noite, eu também não gosto de comer nada muito pesado durante o trabalho, pois acaba me dando um sono incontrolável se eu "peso o estômago", mais um bom motivo para eu priorizar os restaurantes que adotam essa linha de refeições leves, nutritivas e saudáveis. 



Exatamente por isso que foi uma grata surpresa descobrir o Verde Vício tão perto do meu trabalho e, no caso da minha irmã, poder redescobrir a casa que passou há pouco tempo por uma grande reforma, a qual conferiu aos seus ambientes um design mais clean, modernizando sua identidade visual, com muito abuso em elementos de madeira, trazendo mais conforto aos frequentadores nos dois andares que a casa abre aos clientes, com a manutenção da qualidade de seus pratos que buscam aliar essa proposta do saudável com o gourmet, sem dispensar elementos de alta qualidade e oferecendo aos seus clientes preços justos e compatíveis com a região do Rio Antigo.





Aliás, diga-se de passagem que sua localização, na Rua Buenos Aires n. 22, é bastante estratégica também para quem está a passeio pelo Centro Histórico da cidade e não abre mão de fazer  uma pausa para uma refeição leve e bem gostosa. A poucos passos do metrô da estação Uruguaiana, em suas proximidades os turistas poderão desbravar muitas histórias da cidade que já foi capital do Brasil entre 1763 e 1960: Igrejas ao longo da Avenida Primeiro de Março, CCBB - Centro Cultural do Banco do Brasil, Paço Imperial, Praça XV (onde começa o Boulevard Olímpico e estende-se até depois da Praça Mauá), poder andar de VLT, visitar o Teatro Municipal, Arcos da Lapa... enfim, tudo isso pode ser facilmente explorado a pé ou, agora, com a ajuda do VLT - Veículo Leve sobre Trilhos, que facilita bastante a vida do turista e passa pelo Centro Histórico com paradas em locais ótimos para explorar o  Rio Antigo.

E nossa experiência no Restaurante Verde Vício, embora tenha sido bem ligeira em razão do horário de almoço, foi excelente. Minha irmã adorou poder voltar à casa que outrora ela era uma cliente assídua e eu ganhei mais uma opção de restaurante próximo ao trabalho para poder sair da mesmice e descobrir novos sabores e combinações! 



 

Por falar em combinações e sabores, achei o máximo saber que o cardápio da casa é elaborado diariamente por uma equipe de nutricionistas que traz inúmeras formas de harmonização dos pratos, oferecendo diversas opções de saladas, carnes brancas, quiches, massas, risotos, sopas e acompanhamentos à base de legumes e verduras como ingredientes escolhidos minuciosamente, além de sucos naturais e sobremesas deliciosas. Gente, são aproximadamente mil - sim, eu disse MIL - formas de de harmonização dos pratos!! E sabe o melhor de tudo? É que todos os pratos são feitos e servidos na hora, funcionando a pleno vapor no horário do almoço.




Também, não poderia ser diferente, pois, afinal de contas, a casa está sob o comando da nutricionista Bianca Hermida, que começou trabalhando nela há 16 anos como estagiária e hoje é sócia juntamente com a economista Nicole Mendlewicz.  

Pautada, portanto, neste conceito de culinária gourmet saudável, o Verde Vício traz novidades frequentes, mantendo sua estrutura de dez opções de saladas, quatro de aves, duas de peixes e duas de sopas. 



E para quem ficar um pouco "perdido" com tantas possibilidades de harmonizações e combinações, o cardápio dá aquela ajudinha, pois todos os dias são sugeridas combinações com os sucessos da casa, como o filé de cação crocante com aveia, o filé de atum com crosta de nozes e molho de mostarda Dijon, e o filé de frango à parmegiana ao forno. Há ainda excelentes opções de sopa, como a de milho com queijo de cabra e abobrinha com frango e manjericão.

Eu e minha irmã preferimos sentar no andar de cima, pois me pareceu  mais tranquilo. As mesas podem ser compartilhadas entre as pessoas ou não, a depender do tamanho. É muito comum, no centro da cidade, principalmente no horário de almoço, que as pessoas que não se conhecem compartilhem mesas.



Nós experimentamos o salpicão, que estava muito leve e ao mesmo tempo saboroso.


Também provamos a lasanha de brócolis que, embora não tenha ficado muito fotogênica, já que ela se desmanchou, eu juro que estava uma delícia e vocês terão que confiar em mim! 


Fiquei muito curiosa para provar a rostie de lentilhas, pois achei diferente, assim como a lasanha, foi a primeira vez que provei algo assim. Não leva batata, como uma rostie tradicional, sendo uma releitura do prato feito à base de lentilhas. Um pouco mais seco, mas igualmente saboroso, o prato me surpreendeu e achei o tempero absolutamente perfeito.


Adorei também o frango recheado com cream cheese, tomate seco e molho de manjericão, que estava dos deuses! Macio, molhadinho e muito saboroso, ficou muito bem acompanhado da rostie de lentilhas. 



Bianca também fez questão de trazer para a gente um dos pratos mais famosos e conhecidos do restaurante: o filé de cação crocante de aveia, que minha irmã comia muito quando trabalhava mais perto do Verde Vício e lá almoçava com frequência. Nas palavras dela, o filé continua tão sensacional quanto antes!!


Também provamos uma salada de tabule de soja que estava ótima e bem temperada. 

Bem... vocês devem já estar pensando: "puxa, tudo estava assim tão maravilhoso?" Olha, pior que estava mesmo, tá? Não tenho como inventar algo ruim. Até a fila andou rápido. Talvez os funcionários, na hora de servir os pratos, estivessem um pouco desatentos, mas nada que comprometesse o atendimento. Contudo, trata-se de um conceito de culinária que agrada muito, pois adoro comer legumes, verduras, saladas de modo geral. Se você não for muito adepto a essa proposta, ainda assim poderá deleitar-se com as demais opções de prato, especialmente os quentes. 



Dentre as sobremesas oferecidas, nós escolhemos a torta de nozes e o pavê de chocolate com amêndoas. Ambos estavam irretocáveis! Adorei o sabor, a consistência e fiquei com desejo de "quero mais"!


Não posso deixar de mencionar que tomamos um delicioso suco de frutas vermelhas natural!

Algumas curiosidades a mais sobre a casa

Toda quinta-feira, além do cardápio usual, é servida uma feijoada light preparada com carne branca, farofa de castanha-do-pará, arroz com couve e laranja.

A casa também disponibiliza serviço de entrega na região, facilitando a vida de executivos que não têm tempo de sair na hora do almoço, mas não abrem mão de uma alimentação saudável e saborosa. O serviço pode ser contratado por telefone - 2233-9602 - ou pelo site - www.verdevicio.com.br

- O projeto de sua reforma foi desenvolvido pela arquiteta Angela Leite Barbosa com o próposito de permitir que o cliente esqueça o caos do centro da cidade para aproveitar uma refeição agradável e tranquila. Janelas amplas de vidro nos dois andares proporcionam uma iluminação natural, deixando o local mais prazeroso. Cadeiras de ferro se misturam com as de madeira clara, trazendo leveza e modernidade ao restaurante. Para dar ainda mais bossa ao ambiente, o salão do segundo andar conta com um jardim de inverno com uma cascata e um quadro negro que semanalmente exibe uma frase diferente de caráter inspirador.


- Endereço:  Rua Buenos Aires, 22

- Horário de Funcionamento: segunda a sexta-feira de 11h às 15h30

- Capacidade da casa: 170 lugares

- Horário de Pico: entre 12h e 13h

- Cartões de crédito e débito: Todos


Eu e minha irmã ficamos muito satisfeitas com o que comemos. Acho até que comemos demais rsrs... Nossos pratos ficariam em torno de R$25,00 a R$30,00 reais. Adoramos o convite e mal podemos esperar para retornar e provar novas receitas!





Nenhum comentário:

Postar um comentário