segunda-feira, 2 de maio de 2016

SubAstor: Against Bartenders no Rio de Janeiro - um duelo dos mestre da coquetelaria

Recém inaugurado no Rio de Janeiro, dentro do já bem conhecido e disputado Bar Astor, o SubAstor abriu as suas portas nesta última quarta feira  (27/4) para o AGAINST BARTENDER, em parceria com o Wild Turkey Bourbon, e eu estive lá para conferir tudo de perto!


O Against Bartender foi um super animado duelo de mestres da coquetelaria quando Fabio La Pietra, o head bartender do SubAstor, recebeu e desafiou o italiano Simone Caporale nesta que foi segunda edição do evento, pois na primeira que ocorreu no Rio, o Fabio recebeu o americano Stevie Schneider. Mas este foi o segundo duelo entre Fabio e Simone, que se encontraram antes em São Paulo.

Simone à esquerda e Fabio à direita

Assim que cheguei com minha cunhada, estava muito curiosa para ver como ficou o SubAstor porque não tinha muito ideia de como seria, salvo que se tratava de um cocktail bar, até porque ele foi recém inaugurado em abril de 2016. Eu já conhecia bem o Bar Astor. É engraçado porque ele sempre me faz lembrar de quando eu era solteira e saía à noite com minhas amigas e lá para os anos de 2006 nós tentamos algumas vezes entrar só que as filas gigantes não permitiam. Felizmente, um tempo depois eu consegui conhecer o bar que já chegou famoso no Rio após o sucesso do original Astor de São Paulo e toda a sua decoração de boteco retrô, relembrando os bons tempos da boemia carioca.


crédito: Rogerio Resende

Di, Carlos, Mari e Eu - Crédito: Rogerio Resende

Bem... Após esse momento nostalgia, vamos voltar para o presente rsrs... o SubAstor fica dentro do Bar Astor e, para entrar nele, tem que passar por dentro do Bar Astor (a entrada do SubAstor fica perto dos banheiros do Bar Astor). Ou seja, um bar dentro do bar!


Pequeno, para apenas 35 pessoas, o layout do SubAstor estava diferente no dia 27/04, com sofás e mesas, para conferir mais mobilidade em função do evento. O normal da casa, segundo informado, seria com mesas e cadeiras, além dos sofás.

O enorme balcão de alabastro translúcido com iluminação interna, que vai de uma ponta a outra do espaço do SubAstor, já mostra para o que veio a casa: para ser a mais nova opção de bar inteira dedicada à coquetelaria da cidade! Portanto, o foco do SubAstor são os drinks, com um menu repleto de sugestões variadas e novas criações assinadas pelo head Bartender Fabio La Pietra.


Ambiente escuro com luzes baixas, colunas de espelhos, paredes cobertas com garrafas translúcidas e cortinas de veludo vermelho, tudo isdo somado a uma música ambiente animada e alta dão os contornos intimista, cool e ao mesmo tempo underground do SubAstor.


O projeto arquitetônico é de Miguel Pinto Guimarães, do MPG Arquitetura, e mantém a ideia original de ter um ambiente dos clássicos cocktail bars americanos com um olhar mais cosmopolita, mas trazendo novas referências para a casa do Rio.


A inspiração também está nos pequenos detalhes. O uniforme da equipe segue a linha clássica dos sofisticados bares americanos: calça, colete e gravata pretos, blusa social branca com mangas dobradas e presilhas pretas. Já o badalado DJ Felipe Venâncio cuidou da seleção da trilha sonora do bar com muitas referências do rock.

Quando chegamos, foi servido um welcome drinks,  à base do Wild Turkey Bourbon, assim como alguns starters: pastéis, nuts, sanduíche de pernil e bolinho de arroz.






Eu não tenho muito hábito de beber drinks com boubon, então não foram todos que me agradaram muito. Mas o Gringo en la Praia eu achei muito bom e mais docinho também.


Enquanto todos chegavam, inclusive grandes nomes da coquetelaria carioca, como o Thai Barbin e o Alex Mesquita, os competidores, como bons italianos, posaram para fotos e a gente pôde aproveitar esse tempo para conversar e observar o SubAstor.

Nossos amigos Di (blog Histórias da Di), Carlos (blog Fantrip), Léo e Tavinho (blog Maior Viagem) também estiveram presentes.

Crédito: Rogerio Resende


Crédito: Rogerio Resende

**Voltemos ao AGAINST BARTENDERS!**

Nesta última edição, o rival de La Pietra foi o top bartender Simone Caporale, conhecido por seu trabalho durante cinco anos à frente do renomado bar de Londres, Artesian, que atualmente ocupa o 1º lugar no ranking do The 50 World’s Best Bars.

Foram três rounds nos quais os dois mostraram-se muitas vezes como verdadeiros shows men! Tiveram que que criar drinks sob pressão, apresentando a melhor receita para impressionar a plateia.

Na primeira rodada, eles apresentaram o seu drink signature e, para explicar o conceito de signature, Fabio surpreendeu e trouxe um rapaz que fica na praia de Ipanema preparando caipirinhas com muita criatividade e alegria. Foi muito fofo da parte do Fabio e uma grata surpresa.


Neste momento do drink signature, os três jurados votaram e a plateia também. Nós recebemos plaquinhas com o rostinho de cada um deles para votar no que achamos que teve a melhor performance. Acabou dando empate.


No segundo round, eles tiveram que criar um drink com ingredientes surpresa! E era cada um, como chás, frutas e verduras, que só mesmo esses dois para conseguirem fazer seus coquetéis sob pressão! Aqui foi o Fabio que levou a melhor.



Já no desafio final, os bartenders tiveram que preparar 8 Drinks e ganharia quem conseguisse concluir o desafio em menor tempo ganharia. E foi a vez de Simone levar a melhor.

Assim, no melhor estilo diplomaticamente correto, o desafio terminou em empate! E não foi marmelada rsrs...



Adoramos a experiência que foi muito divertida. Afinal, não é todo dia em que posso ver de perto esses mestres da coquetelaria em ação. Foi o máximo!

**SIMONE CAPORALE**

Simone Caporale é um bartender de renome internacional e estilo próprio. Durante os cinco anos que esteve à frente do Bar Artesian, em Londres, ao lado de seu companheiro e mentor Alex Kratena, ficou conhecido por reinventar a experiência “cinco estrelas” no bar do hotel.


Começou sua carreira em um pequeno café no coração de Como, na Itália, tendo posteriormente, viajado por toda a Europa e Américas trabalhando em vários estabelecimentos focados em coquetelaria. À frente do Artesian, garantiu ao bar os quatro anos consecutivos como número 1 do mundo, segundo o World's 50 Best Bar Awards. Além de diversos outros prêmios pela Tales of the Cocktail Spirited Awards, realizado nos EUA.


Em novembro de 2015, Simone deixou a sua posição na Artesian para seguir em um novo desafio. Junto de Alex Kratena pretende lançar um coletivo com outros parceiros, com o objetivo de aumentar ainda mais os limites da indústria de coquetéis ao lado de uma organização sem fins lucrativos e alcançar uma comunidade de bebidas mais ampla.

**FABIO LA PIETRA**

Com apenas 25 anos, o bartender italiano Fabio La Pietra já acumula mais de 10 anos de experiência. Começou aos 14 anos, seguindo os passos de seu irmão Mário. Ainda na Itália, passou por excelentes bares de rua e em hotéis sofisticados, como os italianos Grand Hotel Villa Serbelloni, em Lago de Como, o Lab, em Senigallia, e o do Carlton Baglioni Hotel, em Milão.



Em seguida mudou-se para Londres, onde comandou o classudo Montgomery Place, premiado com o título de melhor bar de coquetelaria e com a melhor carta do mundo. Em 2013, veio para São Paulo convidado para reger o SubAstor com o objetivo de inovar e valorizar a cultura brasileira e, com seus drinques criativos e, ao mesmo tempo, sofisticados, conquistou prêmios e consolidou-se como um dos melhores bartenders do país.

- Sobre a Carta de Drinks do SubAstor:


São 20 sugestões preparadas pelo barman Plinio Joaquim, que ficará à frente da casa, e que trazem assinatura do head bartender Fabio La Pietra. Além das dez opções inéditas para o bar carioca, a carta traz os dez Drinks Sub Top Seller servidos na casa paulista. O ponto forte e marcante do Sub são as receitas autorais que exalam personalidade e criatividade.


Outro grande nome que aterrissa por aqui é o do chef Benny Novak. É dele a concepção do cardápio de comida, que traz uma seleção de finger foods com amuse, canapés clássicos, ostras frescas e duas sugestões de sanduiches. Para fechar, uma receita certeira: brigadeiro.

**Sobre o Plinio Joaquim**


Plinio chegou ao Rio de Janeiro em meados de 2015 para comandar o bar do Astor. Natural de São Paulo, o barman trocou a carreira militar na Marinha – que incluiu uma missão de paz da ONU no Haiti - para se aventurar com bailarinas e dosadores. Sua primeira experiência foi em 2011, quando concluiu um curso de coquetelaria, como bartender no Saint Patrick’s PUB, em São Paulo. Ainda conciliando com a rotina de soldado fuzileiro, trabalhou em empresas de eventos de bar, como a Flair Brasil e Barones Bartenders, até pedir o licenciamento do serviço ativo da marinha, em 2012. Pela NOH bar, participou do campeonato da Grey Goose, “Vive La Revolution”, e ficou entre os 12 melhores. Foi ainda head bartender do restaurante TonTon, em São Paulo, até assumir o cargo de chefe de bar do Astor, no Rio de Janeiro. 

  


** FICHA TÉCNICA DO SUBASTOR **

- Endereço: Av. Vieira Souto, 110 – Ipanema.

- Telefone: (21)2523-0085.
- Horário de funcionamento: Terça, quarta e quinta 20h00 às 02h00, Sexta e sábado 20h00 às 03h00.
- Capacidade: 35 pessoas



Nenhum comentário:

Postar um comentário