segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Hospedagem em Aruba: Boardwalk Small Hotel


Outra hospedagem muito simpática e acolhedora que tão bem nos recebeu em Aruba foi o Boardwalk Small Hotel, em Palm Beach  (já quase em Hadicurari).

Infelizmente, ficamos apenas 2 noites nele, mas já deu para perceber todo o carinho e dedicação com a qual as irmãs belgas Stephanie e Kimberly cuidam de seu hotel, que faz jus ao nome, por ser realmente pequeno, lembrando muito o nosso estilo de pousada.

Não sei vocês, mas eu curto bastante esse tipo de hospedagem menor, onde você consegue até mesmo interagir com os donos, como foi no meu caso, pois, embora tenha sido breve, pude conversar um pouco com a Kimberly e a Katinka, uma funcionária muito fofa e prestativa que nos ajudou bastante na chegada. Gostaria de ter tido tempo para conversarmos mais, para entender suas motivações de sair da Bélgica e ir para Aruba tocar sua vida por lá com sua irmã e investir em uma pousada.



Aliás, toda a equipe do hotel era muito simpática.

E o Boardwalk Small Hotel, que é bem novinho, com cara de recém inaugurado, tem tudo para ser um sucesso mesmo. Confortável, aconchegante, gracioso, o hotel, com suas 14 casitas, é extremamente convidativo para relaxar, para curtir a Ilha Feliz e, ao mesmo tempo, sentir-se em casa.

E que casa! Chamar de casita, que em português significa "casinha", é até uma ofensa porque as casitas são enormes. E olha que eu fiquei em uma casita de apenas um quarto, ou seja, era a menor que havia lá e, mesmo assim, ela deve ser 3 vezes maior do que meu cafofinho onde moro em Copacabana kkkkk...



Cercada por coqueiros, em um lugar relativamente isolado em Palm Beach, sossego é a palavra de ordem.


Totalmente renovada, colorida, com um belo paisagismo, uma piscina pequena, mas perfeitamente compatível com a proposta do hotel, o Boardwalk Small Hotel é uma gracinha, desde o estacionamento, incluído na diária para todos, onde há um gazebo, passando pela recepção, que é toda fofinha, com mobília em estilo vintage, cores azuis, onde há uma parte dedicada a produtos dermocosméticos, sabonetes, dentre outros, derivados de Aloe e Vera, até passar por toda a área externa, com mais um gazebo, além da piscina... tudo tão bem cuidado e harmonioso que realmente encanta.

Talvez a localização possa desanimar alguns que prefiram não alugar carro. Até dá para ficar sem carro, mas vai ter que caminhar pelo menos uns 5 minutos até a praia de Palm Beach, já praticamente chegando em Hadicurari, ou uns 10 a 15 minutos até o burburinho de Palm Beach, onde estão os restaurantes, baladinhas, bares... Confesso que estar com o carro facilita muito a vida para passear em Aruba, mas, se você acha melhor ficar sem ele e prefere um hotel no estilo "pé na areia", esse realmente não será o seu hotel. 

Agora, se você busca por maior intimidade, relax e quer se sentir em um verdadeiro oásis caribenho, então considere esse hotel porque merece a sua atenção e eu vou mostrar o porquê disso!


Bem, chegamos de volta a Aruba no dia 09 de outubro e o Boardwalk Hotel tem esse pequeno problema em relação à recepção, que não tem funcionamento 24h, mas tão somente das 9h às 17h, de segunda a sábado, e não abre aos domingos.

Assim, para matar um pouco do tempo porque chegamos super cedo em Aruba, no voo das 7h da manhã que partiu de Curaçao, nós ficamos dando umas voltinhas em Aruba, aproveitando para tentar fotografar alguns lugares mais vazios. Até que conseguimos, viu? Finalmente consegui tirar uma foto do letreiro "I Love Aruba" ao lado do Parlamento de Aruba, praticamente vazio. Mas não consegui tirar foto das famosas e super antigas árvores Divi Divis de Eagle Beach sozinhas. Apenas uma estava lá esperando por mim sem servir de cabide ou de sombra para os turistas rsrs...


Eagle Beach
Ainda, em nossa peregrinação matinal, aguardando dar o horário para a recepção do Boardwalk Hotel abrir (provavelmente, a essa altura do campeonato já tinha aberto, mas aproveitamos o embalo rsrs), fomos ao mercado para adiantar algumas comprinhas para o dia, pois a nossa casita no Boardwalk Hotel não tinha comida (aliás, ela tinha absolutamente tudo o que você possa imaginar, menos comida!). 

Passamos no mercado Kong Hing, que fica logo depois de Drulf Beach, seguindo para Orejanstad. Um bom mercado, diga-se de passagem! Gostamos dos produtos e dos preços. Compramos Vinho Rosé Chileno por cerca de 8usd e licor Caribe por uns 7usd (a conversão é mais ou menos 1usd por 1,75 florins).

Aí sim, após toda essa pequena peregrinação, chegamos no Boardwalk Hotel já por volta das 10h, quando eu, ao abrir minha mala na recepção (a minha casita só ficaria pronta por volta das 13h) para pegar um biquíni e roupa de praia, porque íamos deixar as malas na recepção para passearmos, deparei-me com boa parte das minhas roupas sujas de cerveja do Julio que explodiu na mala.

Imaginem a minha alegria? Nossa! Fiquei furiosa kkkk... metade das roupas molhadas e fedendo a cerveja... fiquei sem reação. Pior de tudo é que a recepção ficou com esse aroma nada agradável também.



Era uma latinha de cerveja que, com a pressão do voo entre Curaçao e Aruba, não resistiu. Eu não a havia protegido com os bags dos vinhos e me dei mal.

O bom é que no Boardwalk há serviço de lavanderia. Enchi uma sacola com tudo que estava sujo e molhado (aproveitei para colocar as roupas já sujas de praia) e mandei lavar. Cobraram 20usd e no mesmo dia já me entregaram as roupas lavadas e secas!

DICA: Para quem gosta de lavar roupa durante a viagem (eu confesso que não sou grande fã disso, mas às vezes é necessário!), é super importante não misturar branco com colorido e, mais ainda, não colocar as roupas que você já sabe ou já imagina quem vão soltar tinta e poderão manchar as demais. É sempre bom ficar atento a isso porque, geralmente, as lavanderias não se responsabilizam por essas questões de separar as roupas e suas cores.


Bem... superado esse estresse com a roupa, resolvemos aproveitar ao máximo o que ainda restava do dia e fomos atrás de pontos de mergulho para fazer snorkel!

Mas para quem fica na dúvida do que fazer em termos de passeios, restaurantes e mergulhos, no Boardwalk Hotel tem a caixinha de tesouros! Gente, que gracinha!!


As caixinhas ficam na recepção e uma é colocada em cada casita, para inspirar os hóspedes a explorarem a ilha, com várias dicas e informações, fotos e textos ótimos, com o melhor que Aruba tem a oferecer, com base nos gostos e preferências das proprietárias. 

Achei essa ideia o máximo!

A nossa casita, de número 23, ficava no segundo andar. A acessibilidade para quem tem dificuldade de se locomover não é boa por causa da escada. Mas há várias casitas no térreo, ao redor da piscina, e basta informar no ato da reserva que você prefere fugir da escada.


Como já mencionei, nossa Casita era enorme! 

Com varanda que conta com mesa, cadeiras, rede, churrasqueira e um varal mega fofo de madeira, além de uma sala de estar enorme com sofá, armário para TV, poltrona, mesa de jantar com cadeiras, ventilador de teto, excelente iluminação, ar condicionado split e uma cozinha compacta que contém praticamente tudo (só não tem lava louças, mas nem precisa porque o Boardwalk Hotel inclui no seu valor o serviço de limpeza diária). 


Aliás, o serviço de quarto, que é diário, é muito bom. A limpeza da nossa casita foi impecável.

Eletrodomésticos como microondas, liquidificador, cafeteira, torradeira, fogão, utensílios domésticos como pratos, talheres, taças, copos... A cozinha é totalmente equipada com tudo do que se precisa para ficar em casa!





Reparem no colorido da sala! E essa decoração com chapéus de praia... lindinha, não?


Muitas toalhas!!! Tem até um cooler para levar para a praia, com snacks e bebidas, o que é muito comum de se fazer em Aruba.



Na recepção, além de mais toalhas para praia e piscina, você também obtém cadeiras de praia e equipamento de snorkel, tudo como cortesia! Bom demais, não?

E o wifi funcionou muito bem na nossa casita!

Para uma instagrammer e blogueira como eu, que adora postar durante a viagem (ao menos eu tento), um bom wifi faz toda a diferença porque eu não tenho internet no celular quando eu viajo. 

Nosso quarto era muito amplo, como tudo na casita, e havia duas camas de casal. Sem armário, porque o armário ficava em outro cômodo, numa espécie de lavabo, antes de entrar no banheiro. Acomoda perfeitamente até 4 pessoas! 


Ainda ganhamos um vinho e um chá mate de boas vindas!


Nós optamos por comprarmos nossas coisinhas, de acordo com nossos gostos (até iogurte grego da marca Total, que tomamos na Grécia, nós compramos por lá em Aruba para comer), frutas, queijos holandeses, pães... para fazermos nosso próprio café da manhã do jeito que gostaríamos.


Porém, se você estiver sem carro ou com preguiça, pode solicitar o café da manhã no quarto, que é cobrado à parte.

A única reclamação que eu poderia fazer é pela quantidade de mosquitos, já que o hotel fica perto de um pequeno mangue (um riacho ou lago, para ser sincera, cercado de mato) e, exatamente por isso, é altamente recomendável fechar a janela antes do anoitecer. De preferência, deixar a porta da sala para a varanda fechada o tempo todo e ter um bom repelente já são suficientes.

Além disso, havia um gatinho lá que queria por queria entrar na nossa casita kkk... ele até conseguiu entrar em uma distração minha. Não sei se o gato pertence ao hotel, mas para quem não tem paciência para os bichanos, fica aqui o registro. Diga-se de passagem, que esse gatinho era bem carente, queria carinho o tempo todo e era bonito.


A área de lazer do hotel era muito bem cuidada. A piscina uma delícia, com gazebo para descanso, muito verde, coqueiros e toda uma atmosfera super charmosa. Você realmente sente que tudo no Boardwalk era novo e bem cuidado!




Outra coisa bem legal é que na recepção do Boardwalk Hotel são vendidos os produtos feitos a partir da  Aloe e Vera (conhecida no Brasil como babosa), os mesmos produtos que são vendidos nas lojinhas do centro de Plam Beach. Como os preços são tabelados, eles são boas opções de presentes e lembranças como produtos bem típicos da ilha. 

Inclusive, no Boardwalk Hotel, todos os banheiros são guarnecidos por shampoos 2 em 1 (eu acabei usando somente como shampoo porque achei fraco como condicionar, ainda mais depois de praia e sal!) e gel para banho de Aloe! Achei um mimo! 




É claro que usei e dispensei os meus próprios até mesmo por curiosidade e também porque são bem cheirosos. Essa é outra coisa que me chamou a atenção para o grau de cuidado que cada casita recebe no Boardwalk Hotel.


No nosso último dia do hotel, que também coincidiu com o nosso último dia de férias e retorno ao Brasil, como a recepção não funciona aos domingos, eu já previamente deixei tudo combinado com as donas para verificar se haveria a possibilidade de fazer um late check out, que me foi concedido até às 15:00. 

Se não fosse possível em razão da chegada de algum hóspede para aquele dia, elas deram como opção deixar as bagagens na recepção, onde há um banheiro com chuveiro que poderíamos usar também.

A recepção não funciona, mas havia duas funcionárias fazendo a limpeza diária das casitas, o serviço de quarto, que não é suspenso aos domingos, e elas tinham a chave da recepção. 



Outra opção para passar também o seu dia por lá é valer-se do cartão que a recepção oferece para usar as comodidades e a infraestrutura do Moomba Beach Club, em Palm Beach, com cadeiras de praia, palapas, onde você pode curtir o dia ou uma parte do dia como cortesia do hotel. 

Ou seja, não é por que o Boardwalk Hotel não está de frente para a praia que você deixará de curtir um bom serviço de praia. Infelizmente, não tivemos tempo de ir ao Moomba Beach, mas ele é bem famoso por lá, inclusive para refeições. 



Por fim, ao fazer a reserva, se o casal estiver em lua de mel, não deixe de informar o hotel para receber uma garrafa de champanhe na hora da chegada, presentes especiais, descontos e ofertas em atividades e atrações e até mesmo uma noite grátis ao regressar em seu primeiro aniversário de casamento (para uma estadia de cinco noites).

Num dos momentos mais especiais da vida do casal, nada melhor que estar em um dos lugares mais românticos do mundo, que é Aruba, The One Happy Island, passando por experiências únicas e vivendo o seu amor de novas maneiras.



Para deixar a lua de mel de seus visitantes ainda mais feliz, Aruba criou o programa One Happy Honeymoon, que dá ofertas especiais para os recém-casados, como upgrades nos quartos, champanhe, massagens, jantares e muito mais e o Boardwalk Small Hotel é um dos participantes do programa!


Espero que tenham gostado da resenha! Embora tenhamos sido convidados para prestigiar e conhecer o hotel, nossa opinião toda aqui expressada retrata nossas experiências, isenta de qualquer influência.

E já estamos com saudades desses dias lindos que passamos por lá! Já posso voltar???

Endereço: Bakval 20, North, Palm Beach, Oranjestad - Aruba (o GPS funciona bem e localizou o hotel. Fica bem perto do Marriott).
e-mail: info@boardwalkaruba.com
Telefone: +297 5866654 ou gratuito 866 978 5948
Estacionamento: sim, para todas as casitas
Wifi: incluído
Serviço de Quarto: incluído
Horário da recepção: das 9h às 17h, de segunda a sábado. Não abre aos domingos

- Vejam aqui as resenhas de outros viajantes para esse hotel (consulta feita em novembro de 2015):

Avaliações do Hotel no Booking.com: nota 9.3, com 42 comentários
Avaliações do Hotel no TripAdvisor: nova 10, com 906 comentários, estando em 2º lugar dentre 24 hotéis listados no ranking, em Palm e Eagle Beach.

Reservas: faça sua reserva aqui 


Nenhum comentário:

Postar um comentário