quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Calavera Kitchen & Bar: Tem Novidade Boa no Circuito Gastronômico Carioca!!

Fui convidada para conhecer, na semana passada, um barzinho super descolado, novinho em folha, recém inaugurado, há cerca de dois meses, no bairro do Humaitá, no Rio de Janeiro: CALAVERA KITCHEN & BAR.

Já de cara curti o ambiente que conta com um animado repertório musical pop rock, anos 80 e 90, que de pronto me encantou.


Para minha surpresa, embora fosse apenas uma quinta feira, o bar estava cheio, com a calçada tomada de pessoas e com pequena fila de espera por mesas disponíveis.


A casa é pequena e fica na rua Capitão Salomão, quase em frente à Cobal de Humaitá. Aliás, é uma rua repleta de outros restaurantes e bares famosos pelo estilo etílico de ser e, por isso, costuma ser movimentada.

O acesso é relativamente fácil de metrô pela estação de Botafogo, mas tem que conjugar metrô + ônibus Metrô na Superfície e pedir para descer em frente à Cobal e caminhar nem 10 minutos. Ou de táxi também.

Um público bem mesclado, com jovens e pessoas mais maduras, a casa já demonstra ser um sucesso.



Inaugurado em julho de 2015, com projeto assinado pela arquiteta Bianca da Hora, o Calavera já mostra que veio para ficar! Moderno, com uma decoração que une madeira, concreto e metal em harmonia, além de lâmpadas vintage na parede, incandescentes com desenhos delicados nos filamentos, unidas por tubos de metal formando um labirinto. 


Tudo muito caprichado, clean, com boa iluminação interna que transmite a energia positiva do lugar. 

Gente, e a simpática caveirinha que compõe a logomarca da casa que aparece em muitos detalhes da decoração? Não deixem de reparar!


O mais fofo, para mim, é a caveirinha do banheiro! Uma graça. 


Logo que chegamos, fomos recepcionados por um dos donos, o Rodrigo Azevedo, que entregou a fórmula do sucesso: sua simpatia!

Cordial, sempre presente, o Rodrigo faz questão de conversar com os clientes, observar a dinâmica do atendimento, orientar garçons, dar sugestões do cardápio e também das bebidas. 

É contagiante a sua alegria e animação com seu empreendimento. Tamanha dedicação só poderia resultar mesmo em um grande sucesso.

E sabe o que achei mais curioso? É que seu interesse pelo universo das cervejas gourmets, um dos grandes atrativos do Calavera, foi despertado em uma viagem que ele para a Oktoberfest de Blumenau, momento que ele descobriu toda uma variedade de cervejas caseiras, menos comerciais, mais saborosas e tornou-se, na sequência, um estudioso sobre o assunto e um Mestre Cervejeiro!


Com essa experiência e conhecimento, ele correu atrás das que considera melhores cervejas para oferecer no bar. Mas seu conceito não é trabalhar só com cervejas caras e internacionais, mas também valorizar as nacionais que estão surgindo com muita qualidade!


Ou seja, se você gosta de uma cerveja ou um chope de alto nível, este é um bom lugar para saciar sua vontade! Com três torneiras de chope, sendo uma dedicada exclusivamente às criações da cervejaria Röter, de Barra do Piraí (Pilsen - R$ 7,90 a R$ 13,90), são oferecidos mais de quarenta rótulos de diversos estilos de cerveja como Lager, Ale, Saison, Pilsener e Weiss, que variam entre R$ 13,00 e R$ 59,60 e ficam expostos na prateleira do bar. Diga-se de passagem que essa prateleira é um verdadeiro colírio e oásis para muitos olhos. 

Crédito: Rodrigo Azevedo

Ainda na parte das bebidas, o Calavera serve drinques tradicionais com toques especiais a partir de uma releitura feita de certos ingredientes, como a Caipi Calavera que é uma infusão de especiarias e vodka, limão, cravo e cerveja (R$ 25,00) ou a Sangria Desatada, com fruitbier, cider magners , maças verdes e vermelhas, laranjas e morangos (R$ 25,00).


Calma aí que o cardápio também lembrou daqueles que não curtem álcool e a dica é experimentar a Limonada Indiana, que é uma limonada macerada com hortelã e masala, alongada com soda (R$ 18,00).    

Nós chegamos e fomos seduzidos pelos chopes Ale que o Rodrigo nos serviu.  Sentamos na calçada mesmo e ficamos ali curtindo o clima de boteco chique Pé Limpíssimo do Calavera. E havia uma turma super animada comemorando aniversário lá que dava gosto de ver! 

Também adorei a Sangria Desatada, que é bem leve, refrescante e saborosa! Super recomendo comer as frutas depois.



Além dos chopes, também experimentamos algumas cervejas como a Tupiniquim e a Hop Arábica, sendo que esta última era aromatizada com sabor de café, bem excêntrica e interessante para após as refeições.


Perceberam que o Rodrigo estava mal intencionado conosco, oferecendo-nos muitas bebidas deliciosas em plena quinta feira? Pena que tínhamos que trabalhar no dia seguinte e, com muita dor no coração, tivemos que recusar algumas outras cervejas que ele sugeriu que experimentássemos.


E as comidinhas, hein? Nossa! Adorei tudo!



Com um cardápio enxuto e diferenciado, elaborado a seis mãos pelos chefs Ciça Roxo, Joca Mesquita e Ana Carolina Portella, fui desafiada pelo Rodrigo logo no primeiro prato: Dedinhos de Bruxa!

O nome não é dos mais animadores rsrs... embora seja engraçado e de fato lembre-nos os dedinhos de bruxa das histórias infantis, trata-se de quiabos empanados e acompanhados de molho agridoce oriental e molho picante de tucupi (R$16,00). Eu juro que se eu contar para minha mãe que comi quiabo, nem ela vai acreditar! 

Dedinhos de Bruxa: Rodrigo Azevedo

Pois foi a primeira pergunta que o Rodrigo me fez, se eu gostava de quiabo e jiló e prontamente respondi que não! (é uma das minhas poucas frescuras porque eu geralmente como tudo). Então foi lançado o desafio e, obviamente, para não fazer feio, topei e provei esse prato tão inusitado e ao mesmo tempo simples e bem feito!

Gente, provavelmente a maioria não vai acreditar em mim e fará cara feia... Ok! Mas se forem lá, por favor, experimentem! É muuuuuuuuuuito gostoso! O quiabo é temperado na medida, saboroso e com os molhos fica estupendo! 


Eu nunca pensei que fosse dizer isso um dia na vida, mas adorei a forma como foi apresentado o quiabo para mim pelo Calavera. 

Também experimentamos o Calavera Burguer, com cerne de patinho e toucinho defumado, cebola roxa no shoyo, queijo Serra da Canastra, pão de mandioca com gergelim preto e salada de tomate e alface com um leve molho (R$28,00) ... tem como alguém não gostar? 



Estava perfeito! E as batatas chips que acompanham o prato são salgadinhas no ponto e divinamente crocantes.


Ainda, provamos o cachorro quente do Calavera que é totalmente diferente da versão clássica do cachorro quente.


Linguiça envolvido em pão de miga e recheado com queijo da Serra da Canastra.. hummmmm... delicinha demais!  

Outros pratos singulares do cardápio são: Passeio Mineiro, que é uma degustação de queijos curados Serra do Salitre, chutney de goiaba, conserva de jiló, acompanhado por cesta de pães (R$ 65,00); Queijo Maturado por 45 dias, lavado na cerveja e que é servido morno para ser comido com a colher (R$139,00, para quatro pessoas); Falsher Häse Pertot, que é um típico bolo de carne alemão recheado com ovo e envolvido por fatias de bacon, acompanhado de salada de batata e purê de maçã (R$ 35,00). 

Falscher Hase Pertot: Rodrigo Azevedo

Queijo maturado: Rodrigo Azevedo

Passeio Mineiro: Rodrigo Azevedo
Pra adoçar a vida - como se precisasse de mais alguma coisa para ser feliz depois de tantos pratos tão saborosos, cervejas, chopes e drinks maravilhosos, confesso que fiquei super na dúvida entre as três opções de sobremesa que são oferecidas pelo bar: Cartola Mineira, que é um bolinho de banana da terra recheado de queijo Serra da Canastra, passados no açúcar com canela e servido com calda quente de doce de leite e cerveja (R$ 14,00); Tartelete de chocolate e caramelo salgado (R$ 18,00) e o Ethon mess daqui, com banana, manga, carambola, kiwi, morango, suspiro D’Angelo, calda de maracujá e chantilly em camadas (R$ 16,00).



Na dúvida, comemos todos! kkkk... brincadeirinha... mas foram quase todos, já que experimentamos a Tartelete e a Cartola Mineira.

Eu simplesmente me apaixonei pela Cartola Mineira! Estava fabulosa! Primeiro, eu amo doce de leite. Segundo, eu amo mais ainda queijo. Terceiro, a combinação e harmonia do prato foi perfeita! Nota Mil!



Com relação à Tartelete, com muito pesar, foi o único de tudo que provamos que não nos emocionou muito. Achamos que o caramelo salgado não estava tão saboroso, com um toque de manteiga no paladar. Mas o bom é que o Rodrigo nos informou que tudo no cardápio está sujeito a testes e melhorias que vão sendo implementadas a cada dia.


Logo, quero voltar e provar novamente a Tartelete para ver como ficou depois da minha observação.


Como o bar tem um cardápio mais diminuto para comidinhas, o Rodrigo está sempre pensando em novidades e já me revelou algumas que estão sendo planejadas e muito em breve serão implementadas. Mas não posso compartilhar ainda com vocês rsrs... Bem, só umazinha então, ok? Um dos projetos é ter um hambúrguer da semana, algo especial, diferente que será apresentado a cada semana.

E já posso adiantar que essa Semana será comemorado o Dia do Bacon! Sim, isso mesmo!

Dia do Bacon será no dia 05 de Setembro, em que várias casas da cidade prepararão um cardápio que contenha a iguaria de modo a nos surpreender.

E o Calavera não ficou de fora! Foi criado o Calavera Bacon Day, que é um hambúrguer de fraldinha, queijo Serra da Canastra, pão de mandioca com gergelim preto, maionese de ervas e pralinee de bacon acompanhado do lançamento da casa, catchup de açaí produzido por lá (R$ 24,00) e a Tartelete de chocolate com Tuile de Bacon e chocolate (R$ 19,00).

Ou seja, ótimo programa para curtir o feriado que se aproxima é curtir o dia 05 de setembro, próximo sábado, no Calavera! 

Detalhe, eu já provei o catchup de açaí e aprovei! Adocicado, com sabor muito exótico, ele harmoniza bem com as carnes e tem uma ótima consistência! 

Por fim, o atendimento no Calavera é bem diferenciado. O Rio de Janeiro, infelizmente, tem fama péssima pelo atendimento que deixa a desejar de muitos estabelecimentos que não investem em bons garçons. No Calavera, todavia, nós percebemos como a equipe é unida e está em sintonia. Os garçons são interessados em saber mais sobre as cervejas, opinam, são simpáticos e muito atenciosos. Mais um ponto para o bar!

Então, gostaram das novidades? Não perca tempo e chame a turma para conhecer o Calavera Kitchen & Bar e mandem um abraço por mim para o Rodrigo e Juliana, que realmente merecem o sucesso que a casa vem experimentando pelo empenho e empolgação da dupla! 

Vida longa e mais sucesso!

Obs.: em dias chuvosos, é melhor ligar e verificar a possibilidade de fazer a reserva para o ambiente interno, pois, no ambiente externo, ou seja, na calçada, pode ficar desconfortável.

Endereço: Rua Capitâo Salomão 14 loja C - Humaitá
Telefones: +55 21 3734-5461 
Capacidade: 40 lugares
Ambientes Coberto e Aberto: o ambiente fechado é pequeno e demais mesas são colocadas na calçada
Horário (inclusive em feriados): seg a qui 18h às 0h; Sex e sáb de 18h às 2h; Domingo: fechado
Cartões de crédito e débito: Todos
Cartões de débito:Todos
Manobrista/Vallet: não
Acesso para deficiente físico com banheiro adaptado: não
Área de fumantes: não
Wireless: Sim, gratuito
Ano de abertura? 2015


Nenhum comentário:

Postar um comentário