quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Rio de Janeiro: Viagem Perfeita com essas Dicas para Você, por Carolina Peres



Rio de Janeiro visto da Pedra do Arpoador. Foto: Lily Pestana


Viagem perfeita para o Rio de Janeiro? Com essa dicas você pode.
por Carolina Peres

Mais um ano chega ao fim e com ele mais um ciclo se encerra, por isso a hora é de comemorar as conquistas, aprender com o que não deu não deu tão certo e partir para festejar o início de um novo ano, com 365 novas oportunidades de ser feliz. 

E para brindar 2015 com tudo o que ele tem direito, nada como fazer uma bela viagem para o Rio de Janeiro e aproveitar um dos maiores e mais famosos réveillons do mundo na Praia de Copacabana. Vamos combinar que não é difícil ser feliz na Cidade Maravilhosa, mas algumas dicas podem ajudar a tornar essa temporada ainda mais especial.


Lapa. Créditos: Emmanuele Calisto

Hospedagem - A primeira delas. Você pode preferir  fugir dos hotéis e investir no aluguel por temporada. Você ganha muito mais autonomia, pode economizar fazendo suas refeições em casa e ainda consegue acomodações com todo o conforto da sua própria casa, para a família toda ou seu grupo de amigos.

Hotel Everest e a linda vista do seu terraço para a orla do Leblon. Foto: Lily Pestana

Há opções para todos os bolsos e quantidade de pessoas, desde estúdios e quitinetes para casais sem filhos ou pessoas sozinhas, até casas de vila e apartamentos com três ou quatro quartos. Dessa forma, você entra e sai quando bem entende e ainda salva recursos para aproveitar ainda mais todos os aspectos da cidade.

Aterro do Flamengo - uma ótima pedida para prática de esportes na Cidade Maravilhosa. Foto: Lily Pestana

Crianças - Como em qualquer outro lugar do mundo, prestar atenção em alguns itens de segurança nunca é demais. Se você vai com crianças, o cuidado deve ser maior, é claro, principalmente durante o réveillon, quando as ruas ficam mais cheias e, na hora da festa, a praia lota (são milhões de pessoas concentradas em poucos quilômetros). Olho vivo, crianças sempre pertinho e devidamente identificadas com pulseirinhas de plástico, por exemplo, que você encontra em vários bazares espalhados pela cidade.

A exclusiva e belíssima Praia da Joatinga, cujo acesso é feito pela Estrada do Joá e entrando no Condomínio da Joatinga. O melhor acesso é de carro. Foto: Lily Pestana

Compre aquelas mesmas usadas para credenciamento vip em festas, coloque nos pimpolhos com o nome da criança, o celular do responsável e o endereço em que vocês estão. Se quiser garantir, coloque duas, uma no pulso e outra no tornozelo, de forma confortável, claro. Outra dica é grampear pedaços de papel com essas informações na roupa dos pequenos ou colocar um colar com os dados plastificados pendurados no pescoço.

Segurança - Réveillon é época de festa, descontração e pés descalços na praia, então não ande com joias, até porque nem faz parte do clima. Tenha seus documentos sempre à mão, claro, mas deixe os originais em casa e utilize cópias autenticadas. Além das roupas leves por causa do calorão, dê preferência também a bolsas a tiracolo, daquelas fáceis de carregar na frente do corpo, que deixem suas coisas sempre fáceis de pegar e sob seus olhos.

Lapa. Foto: Emmanuele Calisto

Nada de bagagem em excesso, leve apenas o necessário sempre que sair, assim você tem mais liberdade e pode se divertir mais facilmente. Caso haja algum imprevisto, lembre-se de que na Zona Sul carioca, no Leblon, há a Delegacia Especial de Atendimento ao Turista (DEAT) funcionando 24 horas por dia (Av. Afrânio de Melo Franco 159, tel. 21 2332-2924), e em Botafogo o Grupamento de Apoio ao Turista, da Guarda Municipal (Rua Bambina 37, tels. 21 2536-2466/2536-2524).

Pão de Açúcar visto do Aterro do Flamengo, uma excelente opção para corrida, pedalada, treinos funcionais. Foto: Lily Pestana

Saúde - Antes, durante ou depois da festa de Réveillon, a hidratação é muito importante, por isso não esqueça de ter sempre por perto uma garrafinha de água. O excesso de calor pode fazer a pressão cair e adultos e crianças sentem até sensação de desmaio, mas qualquer quadro se agrava frente à desidratação. Há vários quiosques, bares, restaurantes e ambulantes pelo Rio de Janeiro, mas carregar uma garrafinha com água fresca nunca é demais, principalmente para quem está com crianças e idosos, os mais afetados nessa época do ano. Lembre-se: a água é verdadeira saúde engarrafada.

Praia de Ipanema. Foto: Lily Pestana

Locomoção - Se você for ao Rio de Janeiro especialmente para a festa de réveillon na praia, prefira o transporte público oferecido pelo Metrô - Rio. Os bilhetes de metrô são vendidos antecipadamente em determinadas estações da cidade (Pavuna, Maracanã, Saens Peña, Central, Carioca, Largo do Machado e Siqueira Campos), até o dia 24 de dezembro, e devem ser comprados com os horários definidos no bilhete. No próprio dia de Ano Novo, para os momentos críticos da festa nas praias, principalmente em Copacabana, não tem como comprar o bilhete do metrô. 

Lembrando que várias ruas próximas à orla ficam interditadas para passagem de carros e ônibus. 

Agora sim, está tudo pronto para pular as sete ondas e jogar as flores brancas para Iemanjá! Fé na felicidade e feliz 2015!

Texto Editado por Lily Pestana

**Mais dicas do Rio de Janeiro, por Lily Pestana:

- Trilhas urbanas na Cidade:

. Trilha do Morro da Urca: leve, dura cerca de 40 minutos cada trecho, confere ótimas vistas da Urca, enseada de Botafogo e Cristo Redentor. Pode-se subir a trilha e descer de bondinho gratuitamente se a descida for depois das 19:00 (durante o horário de verão) o que é uma ótima pedida para poder assistir ao pôr do sol lá de cima do Morro da Urca. O acesso à trilha é feito pela Pista Gago Coutinho, no Círculo Militar da Urca.

. Trilha da Pedra Bonita: moderada, dura certa de 1 hora cada trecho, confere vistas incríveis da orla de São Conrado e do Morro Dois Irmãos, que é aquela das praias de Ipanema e Leblon. O acesso é feito pela Estrada da Gávea, indo por São Conrado e o início da trilha fica perto da pista de salto de paraquedas e parapente.

Trilha da Pedra Bonita. Foto: Lily Pestana

Trilha da Pedra Bonita. Leve água e proteja-se contra o sol com muito protetor solar. Foto: Lily Pestana

. Trilha do Parque da Catacumba: leve, pode durar cerca de 1 hora cada trecho, dentro do Parque da Catacumba, localizado na Lagoa Rodrigo de Freitas, que confere vistas lindas da Lagoa Rodrigo de Freitas.

. Trilha do Parque Lage: moderada a pesada, pode durar cerca de 3 horas cada trecho, é uma trilha que existe dentro do Parque Lage e que leva até a base do Cristo Redentor, subindo por um caminho do Corcovado.

. Trilha da Pedra da Gávea: pesada, pode durar o dia inteiro. Muita atenção para o trecho chamado de carrasqueira, em que é necessário fazer uma escalada. Altamente recomendável fazê-la na companhia de guias. É uma das trilhas de maior número de acidentes do Brasil. Toda atenção deve ser triplicada lá.

. Trilha do Morro Dois Irmãos: moderada, a trilha confere vista para as praias de Ipanema e Leblon e o acesso é feito pela favela do Vidigal. Recomendo ter um guia local, de preferência morador da comunidade.

. Trilhas do Horto/Vista Chinesa/Mesa do Imperador/Paineiras: são muitas as possibilidades de trilhas por esta região da Floresta da Tijuca. Podem durar o dia inteiro ou não.

. Trilha da Prainha: essa trilha já não é tão urbana, já que a Prainha fica depois do Recreio e antes de Grumari. A trilha é considerada de esforço moderado e confere vistas lindas do Recreio e Barra da Tijuca.

. Há diversas outras trilhas na cidade, principalmente porque é no Rio de Janeiro em que fica a MAIOR FLORESTA URBANA do mundo, que é a Floresta da Tijuca. Portanto, trilhas e cachoeiras e vistas incríveis da cidade são abundantes. Aos que forem se aventurar pela Floresta da Tijuca, muita atenção e prefiram fazer a trilha com guias experientes e credenciados.

- Praias:

A dica é checar a Balneabilidade da água para saber se está própria para banho. Via de regra, Praia do Flamengo, Botafogo e praias da Urca não costumam ser próprias para banho. Mas Copacabana, Ipanema e Leblon também têm seus dias em que estão impróprias para banho, com índices de coliformes fecais acima do adequado. O mesmo vale para os chuveiros das praias que, via de regra, estão contaminados pelos esgoto e apresentam índices de coliformes fecais acima do normal.

Praia do Leblon. Foto: Lily Pestana

- Pôr do Sol:

Os melhores podem ser vistos, no verão, do Arpoador, do Morro da Urca, do Pão de Açúcar, da Mureta da Urca, das praias de Ipanema e Leblon (em Copacabana, o sol se põe atrás dos prédios, portanto, não tem como apreciar tanto).

- Mirantes:

Há diversos mirantes gratuitos na cidade que conferem vistas lindas sem que você tenha que fazer o esforço de encarar trilhas:

- Vista Chinesa (acesso pelo Horto - Jardim Botânico)

- Mirante Dona Marta (acesso pode ser pelo bairro Cosme Velho)

- Morro Dois Irmãos (há também acesso de carro até um mirante)

- Morro da Urca e Pão de Açúcar: são pagos, na verdade, pois a subida é pelo bondinho cujo acesso é pela Urca, no Círculo Militar

- Árvore de Natal da Lagoa: a maior árvore flutuante do mundo está a cada ano mais bonita e com mais tecnologia e surpresas. Vale a pena passar na Lagoa Rodrigo de Freitas para ver a árvore.

- Bares:

A night carioca é sempre quente na Lapa, com seus diversos bares, boates e casas de show. 

Outro bar que se estabeleceu no último verão como queridinho da Zona Sul foi o Belmonte do Leblon. 

- Carnaval:

Está chegando e já em janeiro começam os blocos de rua. Recomendo os blocos: Me Esquece, Desliga da Justiça, Spanta Nenén, Gigantes da Lira, Imaginô Agora Amassa, Chora me liga, Empolga às 9, Sargento Pimenta, dentre tantos outros que arrastam milhões de foliões pelas ruas da Zona Sul do Rio de Janeiro.

Lagoa Rodrigo de Freitas. Aproveite o Fim de Ano para ver a Maior Árvore de Natal Flutuante do Mundo (fica até o dia 06 de janeiro de 2015)






Nenhum comentário:

Postar um comentário