sábado, 5 de abril de 2014

Voo Internacional da Gol: Brasil - Venezuela


E começou nossa jornada rumo ao Paraíso chamado Los Roques, um arquipélago no meio do Oceano Atlântico, no Caribe Venezuelano.

E será nossa primeira viagem ao Caribe!!! Yupiiiiiiii!! E claro que estamos ansiosos para ver de perto aquelas playas y cayos lindos de morrer.

Mas calma que chegar no Paraíso é uma tarefa meio complicada porque não tem voo direto para lá e temos que passar por Caracas, capital da Venezuela, para fazer as conexões dos voos internos.

Viajamos com a cia aérea Gol (resgatamos o voo com 10mil milhas Smiles o trecho em uma promoção da Black Friday em novembro de 2013 - é sempre bom acompanhar as promoções) .





Saímos do RJ pelo Aeroporto Santos Dumont e fomos para Guarulhos, onde embarcamos com atraso de uns 50 minutos para a cidade de Maiquetia, na Grande Caracas, para um voo de aproximadamente 5:25min (esse voo fez escala em Caracas e depois seguiu para Punta Cana).

Que não sabe ou não acompanhou a questão da crise aérea na Venezuela, algumas cias aéreas, como a Air Canada, suspenderam voos para a Venezuela diante da postura do governo de não liberar os dólares (as cias aéreas recebiam em bolivares conversíveis em dólares pelo Banco Central da Venezuela), o que vem causando transtornos desde outubro de 2013. O impasse gerou instabilidade, cancelamentos de voos e também problemas para as companhias aéreas nacionais que precisam de dólares para pagar a manutenção das suas aeronaves (eis a razão para a cia venezuelana Aerotuy ter ficado quase 2 meses sem voar porque precisava consertar equipamentos e enviar para o Canadá com pagamento em dólares dos quais não dispunha).

A situação não está contornada, mas recentemente o Governo resolveu ceder nessa questão dos dólares e está em renegociação com as cias aéreas e pode ser um bom sinal de regularização da malha aérea.

Para quem tem viagem marcada para algum destino da Venezuela, sugiro acompanhar essa celeuma e ir conferindo o seu voo.

Eu mesma fui surpreendida com cancelamentos e remarcações para ambos os voos - ida e volta - com a Gol e a Tam, respectivamente. E isso alterou um pouco meu planejamento e as diárias.

Uma dica importante para quem vai para Los Roques é justamente ter uma margem extra de dias e, na medida do possível, não ir com poucos dias contados porque existem essas situações de cancelamento e remarcações de voos. Portanto, viaje com uma folguinha, ainda mais que os voos internos de conexão entre Caracas e Los Roques também andam muito confusos (depois conto melhor essa questão dos voos com as cias venezuelanas Aerotuy e Chapi Air).

Quanto ao meu voo com a Gol, os assentos são aquilo que já conhecemos dos voos nacionais, ou seja, com pouco espaço. São permitidos 23kg para bagagem a ser despachada e bagagem de mão com 5kg.

Os diferenciais são: manta, travesseiro e serviço de bordo que incluiu uma refeição (almoço, meu voo era o das 11:15 da manhã, mas saiu às 12:00) a ser escolhida entre massa com molho de tomate e queijo ou frango com molho branco e arroz. Eu comi a pasta e meu namorado o frango e gostamos. Acompanhavam um pãozinho, manteiga e uma sobremesa que lembrava um cheesecake de goiabada.

Depois, perto da chegada, foi servido um sanduíche e bebida. Tudo isso estava incluso no voo.



Foi um voo tranquilo e com pouca turbulência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário