sexta-feira, 21 de março de 2014

Visit Berlin e Vienna: um delicioso encontro gastronômico e turístico no Rio de Janeiro!

Tive a honra de participar de um Encontro muito especial e extremamente delicioso, na última segunda-feira, dia 17 de março de 2014, no  Espaço Carioca de Gastronomia, que fica no Rio de Janeiro, organizado por representantes de Berlin, capital da Alemanha, e Vienna, capital da Áustria: Visit Berlin e Vienna Now or Never (Agora ou Nunca) - Turismo de Vienna.


Lily, Christian e Olivia

A proposta maior do encontro, além de sermos apresentados às novidades fresquinhas trazidas por eles dessas duas cidades incríveis, foi também a de proporcionar uma verdadeira imersão em sabores, aromas e texturas da culinária Vienense e Berlinense. Uma experiência sensacional e um grande encontro!

COMPRE AQUI INGRESSOS COM DESCONTOS PARA ATRAÇÕES TURÍSTICAS DE BERLIM E EVITE FILAS!

Organizadores do excelente evento sobre Berlin e Vienna

Nossos anfitriões, o alemão Christian Tänzler e a austríaca Olivia Divjak, foram altamente simpáticos durante todo o tempo. Esforçosos em falar espanhol e um pouco de português, eles nos receberam, primeiramente, com sorrisos e curiosidades sobre a gente.


Nossos anfitriões

O Evento, que reuniu blogueiros de turismo e representantes da mídia, jornalistas especializados em turismo, além de donos de agência de turismo, foi bastante interativo desde o início.

Christian e Olivia deixaram-nos bastante à vontade até efetivamente começarem uma pequena palestra introdutória sobre as cidades.

Para começar, fomos apresentados aos vinhos vienenses, que harmonizaram perfeitamente as refeições servidas durante a noite (como se eu entendesse muito das harmonizações rsrs... mas eu gostei e pronto!).


Vinhos Vienenses que Harmonizaram nossa noite

Iniciamos com um vinho branco, depois seguimos para um vinho tinto e, por fim, um vinho de sobremesa.

Aprendemos que, segundo nossos anfitriões, os vinhos vienenses são bem conceituados e aceitos, mas o mesmo não se pode dizer dos vinhos berlinenses, que não são tão bons. Acho que os alemães entendem mesmo é de cerveja, não? E como entendem!! Ainda mais na região da Bavária... hummmm.. saudades!!!

Bem, as apresentações foram feitas e, além de mostrar as novidades de ambas cidades, principalmente no tocante a novos restaurantes, bares, pubs, mercados gastronômicos, tudo muito bonito, o que mais me chamou atenção foram as informações que, até então, ainda não haviam me ocorrido: este ano de 2014, celebra-se em Berlin os 25 anos da Queda do Muro e, em Vienna, os 150 anos da principal Avenida do Centro Histórico da cidade, The Ring. 


E assim começaram as palestras

Achei muito interessante que, em Berlin, cidade que tive o enorme prazer de conhecer em abril de 2013, os 25 anos de Queda do Muro serão comemorados colocando-se balões iluminados ao longo de todo o trajeto do muro que, na exata data da queda, serão soltados ao ar. Será lindo e emocionante, não acham?

Duas cidades que conservam suas ricas histórias, seus passados gloriosos e também marcados pelas Guerras Mundiais, pelas atrocidades que aconteceram durante as guerras e também, posteriormente, na Guerra Fria, que, especialmente em Berlin, dividiu uma nação, separou famílias, amigos, amores, vidas.... As duas cidades superaram os momentos difíceis e, hoje, mostram para o mundo as suas afinidades, as relações existentes entre as duas e também suas peculiaridades.

Berlin, por exemplo, praticamente devastada durante a 2ª Guerra Mudial, feito Phoenix, ressurgiu das cinzas, cresceu, foi reconstruída, incorporando a modernidade, a juventude, as tendências, abraçando de novo o mundo, as mudanças, mas mantendo vivos o orgulho da nação e algumas tradições. O contraste entre o novo e o antigo, entre o moderno e o tradicional, entre o passado e o presente, agitam bastante a cidade, uma cidade movimentada, alegre e com muita atração turística para encantar a todos. Posso dizer isso porque conheci bem a cidade nos 5 dias em que lá estive.

Vienna, uma das jóias raras da Rota Imperial, rota que abrange outras cidades magníficas como Praga e Budapeste, está na minha whishlist faz tempo. Aliás, todo o país, a Áustria, está na minha lista de desejos como futuro destino. Nunca fui, mas já vi tantas fotos, conheço tantos que foram, que é como se eu quase tivesse vivenciado um pouco da cidade. Depois da excelente apresentação feita pela Olivia, é claro que a vontade de conhecer Vienna aumentou e muito!

Diga-se de passagem, a vontade que deu foi a de pegar o próximo voo para Berlin e Vienna!!! kkkkk... ai se eu pudesse...

Depois disso, para nossa surpresa, afinal estávamos em um Espaço de Gastronomia, fomos convidados a nos dirigirmos ao andar de cima para cozinhar o nosso jantar!!!




Simmmm!!! Nós mesmos fizemos o nosso jantar, orientados pelos Chefs excepcionais que deram todo o apoio e forneceram ótimas dicas e informações para a gente.






Uma delícia, não acham?? Eu confesso que fiquei positivamente impressionada com o lugar (e eu não sou a pessoa com mais familiaridade à arte da culinária, viu?? rsrsrs... totalmente sem jeito!!).

O ambiente foi dividido em 5 estações com as receitas posicionadas, ingredientes separados e utensílios colocados para a gente, literalmente, colocar a mão na massa.




Estações Gastronômicas prontas para prepararmos nosso jantar
Receita do Strudell de Maçã, aos interessados!

Foi inspirador!!

Interessante notar que os convidados presentes, em maioria, aderiram à proposta e ficaram verdadeiramente animados com a ideia de preparar o jantar.


Convidados Interessados e Participativos no Preparo do Jantar






Minha participação, embora discreta, acabou consistindo em descascar batatas, tirar os "olhinhos pretos" das batatas, ajudar no preparo da massa do nhoque de semolina e também ajudar a enrolar o nhoque, por meio de uma técnica que usa duas colheres para ter o resultado que vocês verão na foto.


Com a Cris do www.crispelomundo, a Thaís do www.viagememcena.com.br e a Fernanda do www.vontadedeviajar.com

com a amiga Cris do www.crispelomundo.com.br

E ainda foi ótimo rever a amiga Cris, do www.crispelomundo.com.br, e conhecer pessoalmente a Thaís Costa do www.viagememcena.com.br, cujo instagram eu já sigo há um tempo, bem como a Fernanda do www.vontadedeviajar.com, de cujo instagram também sou fã e seguidora!

No final, deu tudo certo!!! A experiência foi super diferente para mim e fiquei até motivada a aprender mais da arte culinária.


E estão curiosos para saber como foi o nosso cardápio?? Confiram!

Entradas:

***Almôndegas com Salada de Pepino e Agrião, com molho de mostarda e wasabi.


Almôndegas para entrada, assim que chegamos - este prato já estava pronto

***Salada de Peixe marinado à moda Berlinense com molho cremoso de iogurte e carpaccio de beterraba




***Consommé com nhoque de semolina à moda Vienense (prato que ajudei a fazer)


Preparando o Nhoque de Semolina, com orientação dos Chefs




Nhoque de  Semolina, ainda cru, que ajudei a preparar a massa e enrolar

Finalmente: Nhoque de Semolina

Prato Principal: 

***Goulash à moda Vienense com batatas e salsinha (o meu preferido)



Sobremesa:

***Frutas Vermelhas com sagu e creme de baunilha e Strudell de Maçã com Chantilly.





Os pratos todos foram muito saborosos, mas, o prato principal foi o meu preferido. A carne do goulash ficou exatamente das 13:00 às quase 22:00 sendo preparada. Imaginem quão macia ela não estava? Desmanchando na boca...

Gostaria de expressar meus parabéns para a organização do evento!! Foi tudo muito agradável e delicioso!!

Quero mais, viu? rsrsrs.. =))




Um comentário:

  1. Adorei o post!! Com certeza um dos melhores que eu já li!!

    É estranho como Berlim causa sensações diferentes nas pessoas...Fui atraída pela dita modernidade e agitação de Berlim, mas a minha percepção foi de uma cidade silenciosa, introspectiva e até um pouco triste, apesar dos lindos dias de sol que fizeram por lá durante a minha visita. Nos primeiros dias essas sensações me causaram um certo estranhamento e até mesmo, uma antipatia...que só foi quebrada quando comecei a me envolver com a história da cidade. Um detalhe bastante interessante, e que só fiquei sabendo quando retornei, e que durante a segunda guerra, qnd Hitler ocupou a França, ficou tão extasiado com Paris, que decidiu não destruí-la, para construir uma Berlim ainda mais bonita, e mostra-la para os franceses... o final da história, todo mundo sabe...e não minha opinião, por mais que Berlim tenha se tornado uma cidade extremamente interessante e moderna, ele não conseguiu atingir o seu objetivo...rs

    E só pra constar, os alemães produzem, além de boas cervejas, bons vinhos brancos com a uva Riseling, salvo engano, na região sul do pais...rs

    ResponderExcluir