quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Village Mall e Restaurante Pobre Juan

Quem me conhece sabe que, infelizmente, não tenho muito hábito de ir à Barra da Tijuca, bairro da Zona Oeste carioca, com muita frequência.

A bem da verdade, em 2013, eu estive na Barra em poucos momentos: 1) Retirar os ingressos para a Copa das Confederações; 2) Rock in Rio (que não foi na Barra, mas sim em Jacarepaguá); 3) Confraternização com meus amigos no Restaurante Pobre Juan.






Embora o Shopping Village Mall, na Barra da Tijuca, tenha sido inaugurado no final de 2012, o luxuoso centro comercial, badalado e pop, que reuniu diversas das mais cobiçadas e glamourosas grifes internacionais em seu espaço, ainda era desconhecido por mim.





Os principais motivos que me fazem desanimar a deslocar-me à Barra são o trânsito, cada vez pior, e a Lei Seca. Para quem não sabe ou não acredita, a Lei Seca aqui no Rio pegou faz tempo e é levada muito a sério, especialmente pelos policiais que fazem a Blitz. Logo, ir à Barra em abstinência e enfrentar horas de trânsito, só mesmo com um motivo super importante!!! 

E, no fim do ano de 2013, praticamente 1 ano depois da inauguração do shopping Village Mal, lá fui eu passear pela Barra para encontrar amigos super queridos que lá residem e confraternizar!!





Aliás, uma das coisas mais gostosas dessa época de fim de ano são as confraternizações, não acham? Eu adoro!!

Confesso que realmente o Shopping Village Mall encanta!! Sua decoração natalina (eu fui no final do ano passado) era muito bonita! O Shopping, em si, tinha cara de mais um shopping, tirando as varandas que realmente, com sofás e área de descanso, conferiram um charme extra. 











As lojas de grifes internacionais, como Louis Vuitton, Michael Kors, Kate Spade, Burberry, Cartier, Diesel, Emporio Armani, Gucci, Prada, Sephora, Tiffany & Co fazem a gente suspirar e pensar em muitos $$$$$ rsrsrs... a alegria dos cartões de crédito, não?

Os contatos do Shopping Village Mall são:

sac@shoppingvillagemall.com.br
Telefone: +55 21 3252-2999

Endereço: Avenida das Américas, 3.900, Barra da Tijuca.

Funcionamento:
Lojas - 11h - 23h (seg a sáb)
            13h - 21h (domingo)

Alimentação e Lazer - 11h - 23h (seg a sáb)
                                  12h - 21h (domingo) 





E foi então que eu descobri o Restaurante Pobre Juan! Inspirado nas autênticas casas argentinas, o restaurante, cujo primeiro foi aberto em 2004, chegou ao Rio em 2012 e conquistou os corações e estômagos cariocas!!

O ambiente é muito estiloso, com uma decoração rica, meia luz que deixa um clima gostoso e chique!






É um lugar lindo!! O atendimento foi excelente, tirando um probleminha que tivemos com um garçom que disse que não havia mais batatas fritas para uma amiga minha e depois vimos batatas fritas sendo servidas em outras mesas. Indagamos outro garçom que deu alguma desculpa e perguntou se ainda queríamos a guloseima, eis que, a essa altura, achamos melhor recusar e deixar como estava, sem as batatinhas.

Não bebi vinho, embora combinasse muito bem com o ambiente e as carnes, carro chefe da casa. Fazia muito calor no dia e achei mais adequado pedir uma caipirinha, algo mais brasileiro, certo?

Começamos com entradinhas deliciosas: mini empadinhas sortidas (minha predileta é sempre a de carne!) e bolinhas de queijo. Porções pequenas, mas foram suficientes para compartilhar entre amigos.

Como prato principal, dividi com meu namorado um Ojo de Acho, de quase meio quilo, com arroz e batata gratinada com queijo gruyere. Estava tudo absolutamente delicioso! Carne ao ponto argentino (que é diferente do ponto brasileiro), ou seja, levemente vermelha em seu interior, suculenta, saborosa e macia. Super aprovado! Eu bem que queria mais! rsrsrs...





Para minha alegria, a sobremesa seria também maravilhosa: Folheado de doce de leite Havanna, com sorvete de creme e fios de chocolate!! Tem como isso ser ruim?? Não neste mundo, né? Simplesmente divino!!! 




Pelo instagram, recebi a dica de que a Fraldinha também era uma carne maravilhosa a ser pedida no Pobre Juan.

O cardápio, composto principalmente de carnes, como já disse, é basicamente assim: você escolhe a carne, o seu tamanho (algumas carnes vêm em duas opções de tamanhos, um menor e individual e um maior que pode ser dividido), e depois escolhe os acompanhamentos, à parte. 

Eu vi a carne Fraldinha pedida por meus amigos e era bem maior do que meu Ojo de Ancho. Eles pareciam também bastante satisfeitos. 

O restaurante é altamente recomendado. Traz um pouco da Argentina para os ares cariocas e seu ambiente, próximo ao terraço, que permite contemplar o pôr do sol, é especial e muito agradável. 

Havia um pianista presente que foi muito eficiente em harmonizar o ambiente com um bom repertório (longe daquele clichê de pianista de churrascaria), com muita elegância e sintonia.



Os contras são: 

1) Vive cheio! Tem que chegar bem cedo e torcer para que não haja muita fila. Como meus amigos que moram na Barra foram antes de mim, chegaram lá por volta das 19h ou pouco antes, em pleno sábado, e tiveram que aguardar cerca de 30 minutos para conseguirem uma mesa. Para os que não têm paciência, é complicado mesmo. 

2) Os valores são compatíveis com o lugar, o Shopping, o atendimento, o requinte... em outras palavras: é caro! A conta para um casal com uma caipirinha, 3 cervejas, entradas compartilhas entre todos os presentes, prato principal dividido, água e sobremesa ficou em aproximadamente R$200,00. É o esperado, hoje em dia, de bons estabelecimentos cariocas. Vale a pena para conhecer! 

Eu realmente gostei muito de lá e pretendo voltar um dia, quando eu vencer a preguiça de me deslocar até a Barra rsrs... 






5 comentários:

  1. Esse post me fez ter vontade de ir a Barra só pra conhece ro Pobre Juan! Tb quase não vou pra lá,mto perrengue hoje em dia. Mas qdo vou, é pra descobrir algum lugar novo.
    Em novembro fomos pro Bosque da Barra, conhece? Lindíssimo, um verdadeiro Bosque em plena cidade. É uma área grande, tem uma área educativa sobre ecologia, tem lago, pessoal faz até piquenique lá.
    Tem algumas fotos no meu ig. Qdo fui, aproveitei pra emendar com uma ida a Vargem Grande na Pousada Don Pascual. Linda! Aí sim, o passeio pra Barra vale a pena!!!

    ResponderExcluir
  2. Esse post me fez ter vontade de ir a Barra só pra conhece ro Pobre Juan! Tb quase não vou pra lá,mto perrengue hoje em dia. Mas qdo vou, é pra descobrir algum lugar novo.
    Em novembro fomos pro Bosque da Barra, conhece? Lindíssimo, um verdadeiro Bosque em plena cidade. É uma área grande, tem uma área educativa sobre ecologia, tem lago, pessoal faz até piquenique lá.
    Tem algumas fotos no meu ig. Qdo fui, aproveitei pra emendar com uma ida a Vargem Grande na Pousada Don Pascual. Linda! Aí sim, o passeio pra Barra vale a pena!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Monica!

      Longe, trânsito, Lei Seca... muitos motivos desanimadores! Vou bem pouco à Barra... mas vez ou outra tenho que vencer a preguiça e ir lá visitar amigos e também para passear!

      Nunca fui ao Bosque da Barra! É mesmo assim bonito? Menina, eu nunca nem vi alguém comentar sobre o bosque, acredita? Que legal que você foi e curtiu! Fiquei agora curiosa!! rsrsrs...

      Pena que você não estará aqui no próximo feriado, pois estou considerando ir à Prainha ou Grumari para fazer algo diferente! Eu gosto muito do Rio, de passear, de descobrir coisas novas! A cidade é muito grande e tem como diversificar bastante os passeios e explorar cantos novos sempre!!

      Beijinhos

      Excluir
  3. Também adoro isso Lily, explorar minha própria cidade, descobrir novos cantinhos. Foi com isso em mente que fomos no Bosque da Barra. Eu já tinha visto várias fotos e tinha muita curiosidade. Adorei conhecer porque descobri uma área verde grande dentro da cidade, onde já tinha passado por fora várias vezes mas nunca tinha reparado que tinha esse espaço todo!
    Dá uma fuçada no meu insta que tem umas fotinhos lá, junto com as fotos de Vargem Grande. Não são muitas pois só postei algumas.

    Também adoro história, geografia, é um passatempo delicioso explorar isso na minha própria cidade!

    Bjosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Monica, eu também penso assim! E estou cada vez mais motivada a fazer coisas novas pelo Rio! No feriado, eu aproveitei para conhecer a Prainha, onde nunca tive oportunidade e companhia para ir. E também pude, finalmente, contemplar o pôr do sol do Arpoador!! Sempre quis e por "n" motivos, não conseguia ir lá ver o a despedida do Astro Rei! Fiquei muito feliz!
      Semana que vem, se der tudo certo, queria fazer a trilha da Catacumba ou Paineiras, duas que ainda não conheço! Vamos?
      beijinhos

      Excluir