segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Las Vegas por Ana Paula Araújo

Nada como começar o ano de 2014 com este maravilhoso post elaborado pela querida Ana Paula Araújo, em colaboração preciosa com o Apaixonados por Viagens!!

Ela passou a lua de mel dela no México - VEJAM AQUI - e de lá aproveitou para dar uma super esticada aos Estados Unidos, passando por lugares lindíssimos como São Francisco e badaladíssimos como Las Vegas.

E aí, vale a regra de "O QUE ACONTECE EM VEGAS, FICA EM VEGAS"? Que tal casar em Las Vegas, contratando um serviço de limousine? Parece bem bacana, não? Pois saibam que há pacotes de casamento de Vegas para todos os bolsos, na faixa de 200USD, com capela, fotos, limousine e um "Elvis Presley" para celebrar o casamento! Parece divertido, não? 

Ana Paula, mais uma vez, muito obrigada pela participação no blog!!! Suas contribuições são sempre bem vindas!!!!

Sem mais delongas, vamos ao que interessa!!! 


Las Vegas (4 noites/3dias) - Maio 2013


**** Hospedagem: Excalibur Hotel (http://www.excalibur.com/pt-br/). Fica na principal rua da cidade, a Las Vegas Boulevard, mais conhecida como Strip. Este foi o hotel mais barato que encontramos na Strip. Reservamos pelo site booking.com, através do qual o pagamento foi só realizado no check-in. O hotel é bom, o quarto é espaçoso, porém não tem frigobar nem wi-fi, a internet é a cabo. A diária não inclui o café da manhã, mas tem um Starbucks no lobby do hotel e, também, um restaurante que serve café da manhã e almoço no esquema de buffet (preço fixo).

Fomos para Las Vegas de avião e lá não alugamos carro, pois dá para passear pela Strip a pé (que está sempre engarrafada!) e, para locais mais longes, tem como ir de ônibus que passa o tempo todo para vários locais (U$8 por um card de 24h, com passagens ilimitadas dentro deste tempo). Caso queiram alugar carro, recomendo fazê-lo por alguma agência de turismo aqui do Brasil. Elas, normalmente, possuem descontos por fazerem muitas reservas. O carro que alugamos na Califórnia (para onde fomos depois de Las Vegas) ficou em menos da metade do preço que cotamos por conta própria no site.
            
Antes de comprarem qualquer ingresso para os espetáculos, como Cirque du Soleil, passem em alguma das muitas cabines da “Tix 4 Tonight”, que vendem ingressos pra várias atrações com desconto.

Em maio, estava calor durante o dia e fresquinho à noite. Pegamos sol todos os dias! O problema foi o ar muito seco, que ressecava o nariz, os olhos e os lábios. Foi preciso usar soro fisiológico e batom hidratante para amenizar o ressecamento.

Chegamos em Las Vegas à noite, só lanchamos e fomos dormir, pois estávamos cansados da viagem.

*** 1o dia: 

Saímos para passear pela Strip, conhecer os hotéis e seus cassinos e ver as lojas e os restaurantes temáticos. Passamos pelo hotel New York New York, que tem uma montanha russa em seu entorno, e depois fomos para o MGM Grand, onde compramos o ingresso para o espetáculo do Cirque du Soleil (que é exibido neste hotel) para o mesmo dia à noite. 

Seguimos para o hotel Planet Hollywood, onde passamos apenas pelo shopping center, chamado Miracle Mile Shops, que tem dentro dele. Depois, fomos para o Paris, que tem uma réplica da Torre Eiffel com a metade do tamanho da original, e o Bellagio, que tem lojas de grife e um conservatório de flores. O Bellagio tem uma estrutura impressionante (não deixem de ir!), assim como o Caesars Palace, onde fomos por último. 

Visitamos algumas lojas, como a da Coca-cola, da M&M e da Harley-Davidson Cafe, que são bem interessantes. 

Voltamos para o hotel e nos arrumamos para ir ao espetáculo do Cirque du Soleil. Não gostamos muito do KÁ, porque não tem tantos momentos impressionantes como outros espetáculos do Cirque du Soleil que já vimos, é mais teatral. Em Las Vegas, existem 8 espetáculos do Cirque du Soleil em cartaz permanentemente. O que mais ouvimos elogios e o mais caro é o "O", no Bellagio. Mas, para quem é fã de Beatles, tem o "The Beatles LOVE" e, para quem é fã de Michael Jackson, tem o " Michael Jackson ONE".

***2o dia: 

Iniciamos o passeio pelos 2 hotéis que ficam à direita do nosso hotel, o Mandala Bay e o Luxor, para depois irmos de ônibus para o outro lado da Strip, até o Stratosphere, e conhecermos os hotéis que não vimos no dia anterior. 

Fomos para o Mandala com o trenzinho que liga este hotel ao Excalibur. Tomamos café da manhã na lanchonete que tem no cassino e depois visitamos o jardim do hotel que é bonito. No Mandala Bay, tem um aquário, que parece interessante, mas não quisemos visitar porque já íamos no aquário de Monterey, na Califórnia. 

Em seguida, passamos em frente ao Luxor (não entramos neste hotel), tiramos algumas fotos e pegamos o ônibus para ir até o hotel Stratosphere, que tem uma torre de 100m de altura, com 3 brinquedos radicais no topo e uma espécie de bungee jump no penúltimo andar. Chegamos lá e fomos informados que um dos brinquedos estava fechado por causa do vento, então resolvemos visitar outros hotéis e voltar depois. 

Pegamos o ônibus novamente (o Stratosphere é longe de todos os outros hotéis famosos) e descemos em frente ao Treasure Island. Depois deste hotel, fomos a pé para o The Venetian, que é lindíssimo e não pode deixar de ser visitado. Passamos pelo The Mirage, tiramos umas fotos, mas não entramos. Almoçamos no Outback que tem em frente ao The Mirage (nesse trecho da Strip tem outras opções de restaurantes) e voltamos para o Stratosphere. Eu não tive coragem de ir em nenhum dos brinquedos, mas meu marido foi nos 3 e adorou! Para quem gosta, deve ser maneiro demais, mas eu não gosto nem no chão, imagina a 100m de altura! 

À noite, fomos ao restaurante que tem no hotel Paris, chamado Mon Amí Gabi, que é muito charmoso, gostoso e não muito caro. Depois do jantar, subimos até o mirante da Torre Eiffel. A vista é bem bonita à noite, mas não conseguimos ficar muito tempo porque venta demais e faz muito frio lá em cima. 

Assistimos ao show das águas no lago do Bellagio, que fica em frente ao Paris, depois visitamos o hotel Cosmopolitan, que é super moderno e bonito, e fomos dormir.

***3o dia: 

Fomos para o Premium Outlets North de ônibus (é um ônibus diferente do que faz somente a Strip), e ficamos lá o dia inteiro. Em Las Vegas, são 2 Premium Outlets (South e North), mas pela pesquisa que fizemos antes da viagem, dizem que o North é melhor por ser maior. Fomos para o hotel, para deixar as compras e tomar banho, e voltamos para Fremont Street, que é na parte antiga de Las Vegas (perto do outlet). Trata-se de uma rua coberta que tem projeções de imagens no teto com trilha sonora. Não gostamos muito, só vale a pena se estiver sobrando tempo.

No dia seguinte, o nosso voo era cedo e não deu tempo de conhecer mais nenhum lugar. Mas acho que as 4 noites (3 dias inteiros) foram suficientes para conhecer tudo, a não ser que você tenha vontade de fazer o passeio do Grand Canyon, o que exigiria mais um dia, pelo menos.

Las Vegas é uma cidade diferente, muito interessante, que vale a pena visitar, mas não recomendo sair do Brasil para conhecer somente esta cidade. Se você já for viajar para os EUA, inclua Las Vegas no roteiro!


Seguem as fotos que foram gentilmente cedidas pela Ana Paula, para divulgação aqui no blog! 


A famosa Strip, vista da passarela que liga o New York New York ao Grand MGM

A torre do hotel Stratosphere se destaca na paisagem da Strip

Chafariz do hotel Caesars Palace

Consevatório de flores que tem dentro do Bellagio

Jardins do hotel Mandala Bay

O hotel Excalibur visto da passarela que liga este hotel ao New York New York

O lindo lago do hotel Bellagio

Passeio de gôndola no hotel The Venetian

Projeção de imagens com trilha sonora na Fremont Street

Réplica da Torre Eiffel, no hotel Paris, que tem a metade do tamanha da original

Um dos brinquedos radicais na torre do Stratosphere

Vista do mirante da Torre Eiffel

2 comentários:

  1. Muito show esse roteiro de Vegas. Fomos para lá 2 vezes já, mas SEMPRE tem coisas novas para fazer. Adoramos aquele lugar. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriel!
      Obrigada pelo comentário.
      Eu - Lily - ainda não tive a oportunidade de ir. Mas esse relato da minha amiga Ana Paula é super convidativo mesmo... deu vontade de conhecer!
      Abraços,
      Lily

      Excluir