sexta-feira, 17 de maio de 2013

Aracaju: passeio à Praia do Saco

No meu quarto dia de passeios em Aracaju, voltei para a mesma estrada do dia anterior, sentido Mangue Seco, mas, dessa vez, ainda em terras sergipanas, fiquei na última praia do litoral sul, quase divisa com Bahia: PRAIA DO SACO!!

Antes de chegar lá, todavia, o grupo fez pequena parada na Lagoa dos Peixes Tambaquis, que mais pareciam cachorrinhos adestrados, afoitos e doidos para serem alimentados. Quem quiser, pode comprar a ração para alimentá-los, o que rende boas risadas, fotos como a que coloquei aqui.

O grupo não ia para a Praia do Saco, mas sim para Mangue Seco. Apenas eu e boyfriend que ficamos por lá, o que foi ótimo, porque, pela logística favorável, fomos os primeiros a serem deixados e os últimos a serem buscados.

Logo, aproveitamos intensamente esse dia de praia!!! Delícia, não?? Chegamos antes das 10:00 e saímos de lá às 16:00!!! Maravilhoso!!! (Em média, os passeios terminavam às 16:00).

Já comentei que todos os dias, sem exceção, durante minha estada em Aracaju, foram de sol intenso??? Nenhuma gotinha de água para contar história... graças a Deus!!!

Céu claro, lindo, azul, sol brilhando, mar calmo, areia fofa e branquinha, quentinho... e mais barraca, sombra, sucos frescos (dessa vez, de mangaba!!)... ôh vida dura, sô!!! rsrsrs...

Então, na verdade, a gente poderia ter ido por conta própria para a Praia do Saco sem problema algum, pois é bem fácil de chegar. Pelo caminho, chama atenção alguns trechos, ao sair da estrada em direção para a Praia do Saco, em que as dunas estão invadindo as ruas.

Mas, como eu havia contratado um pacote com os 4 passeios que fiz com a Crystal Tur e consegui um bom desconto porque ofereci pagamento à vista, optei por deixar como estava e fazer todos os passeios contratados com eles mesmo.

Para quem gosta de alugar carro, esse é um passeio tranquilo e sem erro que dá para fazer. Digo isso porque, infelizmente, pelo Nordeste, e percebi isso de forma crítica em Sergipe, o GPS não funciona muito bem, ele comete erros e o Google Maps também. Daí, confiar cegamente em aplicativos como esses ou semelhantes pode te fazer perder tempo e ganhar estresse, ou seja, nada do que desejamos quando estamos viajando a passeio, certo??

Pois bem, já na Praia do Saco, eu segui a ótima indicação do Sr. Edwar, da Pousada dos Caminhos, e fui direto, sem hesitar, para a Barraca de Praia da Josefina!!!

Barraca simples, mas com excelente atendimento, preços super baratos e comidinhas de lamber os beiços!!! Adorei a indicação!! 

Ficamos na Josefina o dia inteiro e, é claro, aproveitamos os preços tão baratos para degustar várias comidinhas, como a casquinha de aratu, pastel de aratu (é uma espécie de primo do siri e do caranguejo), suco de mangaba e caju... Se eu pudesse, passava o dia comendo a casquinha de aratu!! Deliciosa, farta, com tempero certo... miam miam!!!

Da Praia do Saco é possível ver um pouco da paisagem de Mangue Seco.

Além disso, a primeira recomendação que tivemos ao chegarmos lá, pelas atendentes da Josefina, foi a de ter cuidado ao entrarmos na água. Difícil até de entender, pois aquele mar azul, (sim... dessa vez estava azul e não barrento), com água transparente, sem ondas, apresentaria algum perigo??

A questão é que ali é uma região de encontro de rio com o mar e, por isso, tem fortes correntezas. Eis a preocupação que devemos ter em não nadarmos tão fundo e escapar da correnteza forte. É claro que fui super obediente, porque com mar eu não brinco!!

A Praia do Saco, ou da Boa Viagem, é considerada uma das mais belas de Sergipe. Muito provavelmente porque esse cenário de encontro do rio com o mar é belíssimo e a praia de rio apresenta tonalidades de azul e verde que encantam (diferentemente da cor barrenta das demais praias sergipanas por onde passei).

De Aracaju até a Praia do Saco são 60km, seguindo pela Rodovia José Sarney (boa parte do caminho é o mesmo para Mangue Seco, como já disse). Eu achei o lugar bem tranquilo para ficar. Mas me disseram que domingo era o melhor dia porque, por algum motivo que desconheço, os sergipanos não iam muito para aqueles lados da Praia do Saco aos domingos. Ainda assim, pude perceber que havia mais pessoas simples do que em Mangue Seco, por exemplo. Vi algumas rodas de pagode e até um churrasquinho sendo feito na praia, ou seja, uma farofada básica. Mas nada que incomodasse!!!

Repito que achei bem tranquilo. Porém, em alta temporada, principalmente aos finais de semana, é possível que o lugar fique lotado e, como não é enorme, pode ter um pouco de tumulto.

Havia a possibilidade de fazer passeio de barco até um banco de areia chamado de Ilha da Sogra. O esquema era R$50,00 por pessoa (após muita negociação) e o barqueiro ficaria à disposição e você só voltava na hora que quisesse. Desisti disso porque estava sem câmera aquática e achei que podia ser arriscado de molhar muito no barco/bote.

Outra opção de passeio era uma lancha em direção a Mangue Seco e de barco, saindo da Praia do Saco.

No final das contas, fiquei por lá mesmo, curtindo o dia, "pegando um bronze" e descansando!! Quem me conhece sabe que isso não é tarefa fácil para mim!! kkkk... mas eu consegui!!!

A única coisa triste de ver é a destruição que a própria natureza está causando em mansões e lindas casas de praia localizadas à beira mar. Na verdade, é bem possível que essas casas nunca pudessem ter sido construídas ali. A ação de ventos, ondas em época de mar mexido e de ressaca, é implacável e destruiu várias casas chiques de veraneios. Razão esta que confere um tom melancólico em alguns trechos da praia, quase poético. Afinal, não se brinca com a Mãe Natureza, certo? Ouvi dizer que essa erosão toda e seu avanço fez com que muitas pessoas deixassem de investir no lugar e saíssem de lá. Vamos ver como será no futuro, se a paisagem vai mudar tanto assim, se as casas ainda estarão por lá. Quem é que sabe, não é?

O que sei é que achei tudo muito bonito, digno de cenário de cinema e recomendo a visita ao lugar também!! Se tiver tempo livre, fique o dia inteiro relaxando como eu fiz!!


Lagoa dos Tambaquis

Praia do Saco



Barraca de Praia Josefina

Barraca de Praia Josefina


Casquinha de Aratu e Suco de Mangaba

Pastel de Camarão e Aratu e Suco de Mangaba

A grande estrela do blog que conheci na Praia do Saco


Ilha da Sogra

2 comentários:

  1. Boa tarde
    Muito legal o seu texto.
    Para visitar essa lagoa e a praia do saco é fácil ir de carro próprio?
    A praia do saco é barrenta?
    Grato

    ResponderExcluir
  2. Olá, Silmario! Nós fomos em 2012 e pareceu tranquilo chegar de carro! A praia é linda e estava azul no dia! Nada barrenta.
    Abraços
    Lily

    ResponderExcluir