sexta-feira, 15 de março de 2013

Paraty: a deslumbrante TRINDADE!!


Super recomendo a todos que passem pelo menos 2 dias em Paraty esse belíssimo passeio a Trindade!! Para mim, além do passeio de escuna pelas praias e ilhas de Paraty, uma ida a Trindade é outro passeio imperdível!!! 

Na verdade, hoje em dia, embora ainda mantenha seus ares rústicos e hippies, Trindade já conta com uma razoável infraestrutura, que inclui restaurantes, lanchonetes, mercadinhos, logo na rua principal, que dá acesso às praias mais badaladas, praias dos Ranchos, Meio e Cachadaço. Para a galera que curte acampar, há vários campings espalhados pelo lugar, principalmente ao longo da rua principal.

Eu nunca pernoitei em Trindade. Meu amor por Paraty e seu Centro Histórico é tão grande que não me permitiu, até hoje, considerar ir para Trindade e dormir lá. Ainda prefiro fazer o esquema bate-volta.

Dessa vez, aproveitando a ida para Paraty no último final de semana de setembro de 2012, deixei o último dia, domingo, para ir a Trindade. Logo que acordei, fiz uma leve caminhada pelo Centro Histórico de Paraty e, na sequência, zarpei para Trindade.

Trindade fica a 30km do trevo de Paraty, dentro da área de proteção ambiental do Cairuçu, já na estrada, antes de propriamente chegar, somos abrilhantados com imagens deslumbrantes da mata que vai, aos poucos, descortinando o mar. 

É importante prestar atenção nas placas para não perder a entrada, na estrada, para a subida que leva a Trindade, para quem for de carro. Seguindo de Paraty, sentido Santos, cronometre mais ou menos 20 minutos e já comece a ficar esperto para as placas. 

Recomento ir com calma na subida para Trindade e logo depois a decida para chegar nas praias. A estrada é estreita, cheia de curvas e mão dupla. Muito cuidado porque há buracos também!! Atenção ao desviar dos buracos, principalmente em curvas, para não causar acidentes com outros carros que estejam na mão oposta.

Depois dessa estradinha chata, o merecido troféu chega com paisagens incríveis das praias de Trindade!!!





Logo que se chega, passa-se pela Praia do Cepilho, que tem mar muito agitado e atrai mais os surfistas. 

Depois, passa-se por cima de pedras e de um riacho rumo ao centrinho de Trindade. Reza a lenda (disseram-me isso há muitos anos, na primeira vez que fui a Trindade, em 2005) que, se sua intenção não for a de pernoitar em Trindade, é bom ir embora antes do anoitecer, pois esse riacho enche no final do dia e pode ser difícil passar em cima das pedras com o carro. Eu nunca fiquei até tão tarde para conferir.







Em direção à vila de Trindade, para quem deseja ir para a Praia do Meio, passa-se obrigatoriamente pela rua principal. Encontram-se algumas opções de lanchonetes, restaurantes, pousadas, campings, lojinhas, mercadinhos e padarias. 

Em 2005, quando fui pela primeira vez, foi providencial o uso das instalações de banheiros de um dos campings dessa rua principal, para tomar um bom banho e ir para Paraty, onde paramos para jantar para depois ainda voltar para Angra dos Reis (em 2005, eu estava hospedada em Angra). Pagando-se um valor razoável, as duchas e banheiros podem ser usados.











Passando pela vila, seguindo as placas para as praias, logo a gente se depara com algumas outras opções de estacionamentos.

A dica é seguir adiante até o mais próximo das praias que você puder parar!!! Vá por mim, depois, para voltar, é bem melhor ter o carro por perto. Além disso, os valores dos estacionamentos, que são a céu aberto, não variam muito. É meio tabelado (em torno dos R$10,00 a depender se alta ou baixa temporada).






Eu adoro ficar na Praia do Meio. Acho a paisagem deslumbrante!! Águas cristalinas, quase sempre calmas, o lugar é lindo!!! Dessa vez, todavia, o mar estava agitadinho. Como eu voltaria para o Rio ainda naquele dia e estava com preguiça de depois procurar uma ducha para tomar banho e tirar o sal do corpo, resolvi não encarar o mar (a água estava gelada também, característica do mar da região).

No final da praia do Meio há um riacho e uma trilha que leva até a Praia do Cachadaço. Eu já tentei fazer essa trilha, mas, infelizmente, estava cheia de lama e, depois que algumas amigas escorregaram e ficaram sujas, retornamos para a Praia do Meio. Certamente deve haver um caminho mais simples do que aquele que fizemos.

Como dizem que uma imagem vale mais que mil palavras, vejam só como é bela a Praia do Meio!!









  





Para aproveitar ao máximo o tempo que eu tinha em Trindade, dessa vez resolvi não almoçar lá nos restaurantes da vila e fiquei em uma das barracas da Praia do Meio. A escolha da barraca foi com base em um único critério: estava cheinha e tinha cardápio com peixe e frutos do mar. Havia outras barracas ao longo da praia, mas essa tinha também mesa disponível e me agradou. 

Ficamos no Quiosque Brasil durante todo o tempo em Trindade. Também havia ducha e banheiro da própria barraca. Pedimos um PF com feixe frito e empanado, arroz, feijão e salada. Mais bebidas não alcoólicas (já que encararíamos a estrada de volta para o Rio), a conta deu uns R$55,00 para duas pessoas. Comida com gostinho de casa, simples e satisfatória. 

Se você quer economizar, aproveitando que em Trindade você poderá comer com fartura, comidas simples, caseiras, e bem baratas, dê preferência aos restaurantes da vila, lá na rua principal. Facilmente você encontrará restaurantes que oferecem um super PF por uns R$15,00. 








6 comentários:

  1. Olá Lily,
    Você já experimentou ficar em Trindade a dormir? Abraço desde Portugal,
    Filipe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Filipe!
      tudo bom?
      Nunca dormi em Trindade, mas tenho vontade de fazer isso um dia. Quem sabe?
      Abraços,
      Lily

      Excluir
  2. Como é o tempo em novembro (08/11 a 15/11)
    Algumas pessoas que conheço já foram a Paraty e não gostaram, pq disseram que a cidade é morta a noite, mas eu pelo seu depoimento e fotos, adorei.
    Devo passar mha lua de mel nesse período.
    será que vou me arrepender rsr

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, tudo bom?
      Puxa, mas que pergunta difícil que você fez, hein? rsrs... ainda mais para um lugar como Paraty, onde basta bater um ventinho e já chove!!
      Olha, Paraty é uma cidade linda, charmosa, cheia de passeios para quem curte a natureza e de restaurantes fantásticos para quem gosta de uma boa gastronomia.
      Sobre baladas e ninght, não é o forte dela mesmo. Se você prefere juntar natureza com uma night, sugiro Búzios! Dê uma olhada em nosso guia de Búzios, caso você ainda não conheça a cidade.
      Então, em resumo: se você não se importar em talvez pegar uma chuvinha (porque isso é muito difícil prever e o mês de novembro do ano passado, por exemplo, teve algumas chuvas sim... eu mesma passei o feriado de 15 de novembro do ano passado em Ilha Grande, que tem microclima muito parecido com o de Angra dos Reis e Paraty e peguei um dia de sol, um dia de mormaço e um dia de chuva kkkk... portanto,uma loteria!)... assim, se você não se importar com essa possibilidade, você vai curtir muito. Mas se o sol for fundamental para você, eu focaria em um destino mais certo de ter sol.
      Espero ter ajudado.
      Beijinhos e parabéns pelo casamento!
      Lily

      Excluir
  3. Olá! Trindade é uma graça de Vila mesmo! Simples e aconchegante. Não espere por restaurantes sofisticados, como no Centro Histórico, lá o legal é comer cum PF em uma das pensões existentes na rua principal, delícia! Mas o diferencial são suas praias paradisíacas. Minha favorita e a praia do Cachadaço, linda demais, da vontade de estender a canga e ficar horas a fio, admirando a paisagem. A piscina natural dispensa comentários, simplismente fantástica. Adoro ficar nadando com os peixinhos, rsrs, me sinto uma criança. Enfim, quem não conhece ainda, não sabe o que está perdendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Cristiane!

      Concordo plenamente... Trindade ainda se conserva como um lugar bem rústico e pacato, para contemplar a natureza!

      Para comer algo mais gourmet, só mesmo em Paraty rsrs...

      Acredita que eu não consegui visitar a piscina natural ainda? E já fui a Trindade umas 4x... pode isso?? kkkk...

      Obrigada por compartilhar seu relato!

      Beijos,
      Lily

      Excluir